apostila - modulo 2 - lei rouanet _ nov2012

Download Apostila - Modulo 2 - Lei Rouanet _ Nov2012

Post on 16-Dec-2015

15 views

Category:

Documents

2 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Instruções para inscrição no salic web, lei rouanet.Curso Base 3, SP,

TRANSCRIPT

  • CURSO DE FORMATAO

    E GESTO DE

    PROJETOS CULTURAIS

    LEI ROUANET

    MDULO 2

    www.base3.art.br

    contato@base3.art.br

  • 1

    LEIS DE INCENTIVO CULTURA

    LEI ROUANET

    Saiba como funciona a Lei n 8.313/91, mais conhecida como Lei Rouanet.

    Concebida em 1991 para incentivar investimentos culturais. A Lei de Incentivo

    Cultura (Lei n 8.313/91), ou Lei Rouanet, como tambm conhecida, pode ser usada por

    empresas e pessoas fsicas que desejam financiar projetos culturais.

    Ela institui o Programa Nacional de Apoio Cultura (Pronac), que formado por

    trs mecanismos: o Fundo Nacional de Cultura (FNC), o Mecenato, e o Fundo de

    Investimento Cultural e Artstico (Ficart).

    O FNC destina recursos a projetos culturais atravs de emprstimos reembolsveis

    ou cesso a fundo perdido e o Ficart possibilita a criao de fundos de investimentos

    culturais e artsticos (mecanismo est inativo).

    O Mecenato viabiliza benefcios fiscais para investidores que apoiarem projetos

    culturais sob forma de doao ou patrocnio. Empresas e pessoas fsicas aproveitam a

    iseno em at 100% do valor no Imposto de Renda e investem em projetos culturais.

    Alm da iseno fiscal, elas investem tambm em sua imagem institucional e em sua

    marca.

    A lei possibilita tambm a concesso de passagens para apresentao de trabalhos

    de natureza cultural, a serem realizados no Brasil ou no exterior.

    O prazo para captar recursos determinado pela portaria de divulgao do projeto

    aprovado e varia conforme o perfil deste e o perodo de exerccio fiscal. Se o proponente

    no conseguir recursos durante o prazo determinado, dever solicitar a prorrogao do

    perodo de captao para o exerccio seguinte, com justificativa, at 30 dias corridos antes

    do fim do prazo estabelecido na portaria.

    Projetos que no obtenham captao podero ter o perodo designado para isto

    prorrogado por mais 12 meses, a contar do final do prazo inicial concedido na aprovao.

    Aqueles que captarem pelo menos 20% do valor aprovado e completarem 12 meses da

    data da aprovao tambm podem solicitar prorrogao por 12 meses. O pedido no

    aceito se o projeto completar 24 meses da aprovao sem captao ou se esta for inferior

    a 20% do valor aprovado. No caso de eventos, o prazo mximo para obter recursos de

    60 dias aps o trmino do evento, e tambm no admitida prorrogao.

  • 2

    Finalidades do Programa Nacional de Incentivo Cultura:

    facilitar populao o acesso s fontes da cultura;

    estimular a produo e difuso cultural e artstica regional;

    apoiar os criadores e suas obras;

    proteger as diferentes expresses culturais da sociedade brasileira;

    proteger os modos de criar, fazer e viver da sociedade brasileira;

    preservar o patrimnio cultural e histrico brasileiro;

    desenvolver a conscincia e o respeito aos valores culturais nacionais e

    internacionais;

    estimular a produo e difuso de bens culturais de valor universal;

    dar prioridade ao produto cultural brasileiro.

    reas e segmentos que podem se beneficiar

    teatro, dana, pera, circo, mmica e congneres;

    produo cinematogrfica, videogrfica, fotogrfica, discogrfica e congneres;

    literatura, inclusive obras de referncia;

    msica;

    artes plsticas, artes grficas, gravuras, cartazes, filatelia e outras congneres;

    folclore e artesanato;

    patrimnio cultural, inclusive histrico, arquitetnico, arqueolgico, bibliotecas,

    museus;

    arquivos e demais acervos;

    humanidades; e

    rdio e televiso, educativas e culturais, de carter no-comercial.

  • 3

    Quanto do valor investido o doador ou patrocinador pode abater?

    A tabela abaixo especifica os percentuais de abatimento que pessoas fsica e jurdica

    usufruem ao investirem em projetos culturais, enquadrado nos arts. 18 ou 26 da Lei n

    8.313/91.

    Art. 18 da Lei n 8.313/91

    Pessoa Fsica ou Pessoa Jurdica:

    Permite a deduo de at 100% do valor da doao ou patrocnio, sempre respeitados os

    limites do imposto devido do incentivador, ou seja, de 4% ou 6% para pessoa jurdica ou

    fsica, respectivamente. Mas isto somente poder ocorrer quando o investimento for feito

    em favor de projetos destinados a:

    artes cnicas;

    livros de valor artstico, literrio ou humanstico;

    msica erudita ou instrumental;

    exposies de artes visuais;

    doaes de acervos para bibliotecas pblicas, museus, arquivos pblicos e

    cinematecas, bem como treinamento de pessoal e aquisio de equipamentos para a

    manuteno desses acervos;

    produo de obras cinematogrficas e videofonogrficas de curta e mdia metragem e

    preservao e difuso do acervo audiovisual; e

    preservao do patrimnio cultural material e imaterial.

  • 4

    EXEMPLO PESSOA JURDICA

    PATROCNIO OU DOAO

    Com apoio

    Cultura

    em real (R$)

    Sem apoio

    Cultura

    em real (R$)

    1) Lucro Lquido 10.000.000,00 10.000.000,00

    2) Valor do Patrocnio ou da

    doao *

    50.000,00 0,00

    3) Contribuio social 9% de (1) 900.000,00 900.000,00

    4) IR devido 15% (1) ** 1.500.000,00 1.500.000,00

    5) Adicional de IR (+10%) 976.000,00 976.000,00

    6) Deduo de 100% do IR

    devido, pelo art. 18 da Lei

    8313/91 R$ 50.000,00 ***

    50.000,00

    0,00

    7) IR a ser pago 2.426.000,00 2.476.000,00

    8) Total de impostos pagos (7+3) 3.326.000,00 3.376.000,00

    (*) No pode ser considerado despesa para o clculo do IR e da CSLL.

    (**) A alcota de IR que incide sobre o lucro real de 15% .O valor de lucro real que

    excede a R$ 240 mil sofre uma incidncia adicional de 10%.

    (***) Limitados a 4% do imposto devido, calculado com a aplicao da alquota de 15%,

    obtendo a deduo de 100% do valor do patrocnio ou doao.

  • 5

    EXEMPLO PESSOA FSICA PATROCNIO OU DOAO

    Com apoio

    Cultura

    em real (R$)

    Sem apoio

    Cultura

    em real (R$)

    1) Imposto de Renda devido 1.000.000,00 1.000.000,00

    2) Valor do Patrocnio ou doao 50.000,00 0,00

    3) Desconto no IR devido pela Lei

    8313/91 100% de (2) Patrocnio

    ou Doao Limitado a 6% do IR

    devido

    50.000,00

    0,00

    4) Novo imposto a pagar 950.000,00 1.000.000,00

    Art. 26 da Lei n 8.313/91

    Pessoa Fsica:

    80% do valor da doao, respeitado o limite mximo de 6% do imposto devido;

    60% do valor do patrocnio, respeitado o limite mximo de 6% do imposto

    devido.

    Pessoa Jurdica:

    40% do valor da doao, respeitado o limite de 4% do imposto sobre a renda;

    30% do valor do patrocnio, respeitado o limite de 4% do imposto sobre a renda.

  • 6

    EXEMPLO 1 PESSOA FSICA PATROCNIO

    Com apoio

    Cultura

    em real (R$)

    Sem apoio

    Cultura

    em real (R$)

    1) Imposto de Renda devido 1.000.000,00 1.000.000,00

    2) Valor do Patrocnio 50.000,00 0,00

    3) Desconto no IR devido pela Lei

    8313/91 60% de (2) Patrocnio

    Limitado a 6% do IR devido

    30.000,00

    0,00

    4) Novo imposto a pagar 970.000,00 1.000.000,00

    EXEMPLO 2 PESSOA FSICA DOAO

    Com apoio

    Cultura

    em real (R$)

    Sem apoio

    Cultura

    em real (R$)

    1) Imposto de Renda devido 1.000.000,00 1.000.000,00

    2) Valor do Patrocnio 50.000,00 0,00

    3) Desconto no IR devido pela Lei

    8313/91 80% de (2) Doao

    Limitado a 6% do IR devido

    40.000,00

    0,00

    4) Novo imposto a pagar 960.000,00 1.000.000,00

  • 7

    EXEMPLO 1 PESSOA JURDICA PATROCNIO

    Com apoio

    Cultura

    em real (R$)

    Sem apoio

    Cultura

    em real (R$)

    1) Lucro Lquido 10.000.000,00 10.000.000,00

    2) Valor do Patrocnio * 50.000,00 0,00

    3) Novo Lucro Lquido 9.950.000,00 10.000.000,00

    4) Contribuio social 9% de (3) 895.500,00 900.000,00

    5) IR devido 15% (3) ** 1.492.500,00 1.500.000,00

    6) Adicional de IR (+10%) 971.000,00 976.000,00

    7) Deduo permitida do IR

    devido, pela Lei 8313/91, de 30%

    de 50.000,00 Patrocnio ***

    15.000,00

    0,00

    8) IR a ser pago 2.448.500,00 2.476.000,00

    9) Total de impostos pagos (8+4) 3.344.000,00 3.376.000,00

    EXEMPLO 2 PESSOA JURDICA DOAO

    Com apoio

    Cultura

    em real (R$)

    Sem apoio

    Cultura

    em real (R$)

    1) Lucro Lquido 10.000.000,00 10.000.000,00

    2) Valor do Patrocnio * 50.000,00 0,00

    3) Novo Lucro Lquido 9.950.000,00 10.000.000,00

    4) Contribuio social 9% de (3) 895.500,00 900.000,00

    5) IR devido 15% (3) ** 1.492.500,00 1.500.000,00

    6) Adicional de IR (+10%) 971.000,00 976.000,00

    7) Deduo permitida do IR

    devido, pela Lei 8313/91, de 40%

    de 50.000,00 Doao ***

    20.000,00

    0,00

    8) IR a ser pago 2.443.500,00 2.476.000,00

    9) Total de impostos pagos (8+4) 3.339.000,00 3.376.000,00

  • 8

    (*) Abatimento como despesa operacional

    (**) A alcota de IR que incide sobre o lucro real de 15% .O valor de lucro real que

    excede a R$ 240 mil sofre uma incidncia adicional de 10%. Assim, quando o lucro

    real for superior a R$ 240 mil, o resgate tributrio acresce em 9,26%, passando

    para aproximadamente 64%.

    (***) Limitados a 4% do imposto devido, calculado com a aplicao da alquota de 15%.

    O imposto devido pela aplicao adicional de 10% sobre o excedente aos R$ 240