apostila mestre mato

Download Apostila Mestre Mato

Post on 26-Sep-2015

5 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Apostila do curso de sobrevivência no mato do Giuliano Toniolo.

TRANSCRIPT

  • 2

    Escola de Sobrevivncia

    MESTRE DO MATO

    Curso Ttico de Sobrevivncia

    Mdulos: Bsico e Avanado

    Apostila dos Alunos Julho de 2009

  • 3

    NDICE GERAL:

    1) Apresentao............................................................................................................. 4

    2) - Pnico, Medo e Stress................................................................................................ 5

    3) A Regra do Trs....................................................................................................... 10

    4) - Tcnicas e Procedimentos de Segurana............................................................ 11

    5) - Kits e Planejamento................................................................................................ 12

    6) - Alimentos (Origem Animal e Vegetal)................................................................. 16

    7) - gua (Obteno, Coleta e Purificao/Tratamento)......................................... 18

    8) - Sinalizao................................................................................................................ 20

    9) - Fogo............................................................................................................................ 21

    10) Ns............................................................................................................................ 23

    11) - Construo de Abrigos.......................................................................................... 26

    12) - Orientao e Navegao........................................................................................ 31

    13) Bibliografia e Contatos......................................................................................... 34

  • 4

    1) APRESENTAO:

    A presente apostila, no pretende ser um manual

    de sobrevivncia, nem possui um carter autodidata,

    mas to somente, um guia a ser utilizado pelos

    alunos durante as oficinas do Curso Ttico de

    Sobrevivncia, para facilitar a tomada de anotaes e o

    registro de observaes e informaes. A apostila

    pode, ainda, ser usada como fonte de consulta, caso

    precisem relembrar um ou outro aspecto que se tenha

    esquecido. Com isso, a informao no se perder to

    facilmente da memria dos alunos.

  • 5

    2) PNICO, MEDO E STRESS

    1)- Atitude Mental (Estado Psicolgico)/ Forte desejo de sobreviver.

    2)- Tcnicas e conhecimento.

    Stress:

    Reao s tenses fsicas e mentais; etc. Tudo isso cria um impacto Mental (no

    pode ser eliminado).

    O stress possui dois lados:

    I)- Positivo:

    a)- Testa a capacidade do indivduo para agir sem entrar em pnico e

    desmoronar.

    b)- Testa a flexibilidade; a capacidade de adaptao da pessoa e mostra aquilo

    que de fato importante para ela.

    II)- Negativo:

    a)- Causa sofrimento e angstia e raiva.

    b)- Dificuldades para tomar decises e esquecimento.

    c)- Constantes preocupaes.

    d)- Pensamentos de morte e suicdio.

    e)- Descuidos.

    f)- Queda energtica.

    g)- Dificuldades para relacionar-se (Quando sobrevivendo em grupo).

    Eventos que levam o corpo ao stress:

    a)- Fuga.

    b)- Luta.

  • 6

    Reaes corporais:

    I)- Liberao de adrenalina e energia.

    II)- Aumento da respirao e da oxigenao.

    Acmulo de Stress: Mina e desintegra aes construtivas e positivas.

    Estratgias para combat-lo:

    a)- Antever as situaes que causam o stress.

    b)- Criar formas para lidar com elas.

    Causadores de Stress:

    a)- Ferimentos.

    b)- Doenas.

    c)- Morte.

    d)- Falta de garantia.

    O meio ambiente e seus desafios:

    I)- Calor.

    II)- Frio.

    III)- Chuva.

    IV)- Vento.

    V)- Relevo.

    VI)- Animais e insetos.

    O meio ambiente pode ser:

    a)- Fonte de alimento, calor e proteo.

    b)- Ferimentos, doenas e morte.

    Fome, Sede, Cansao: Causam o enfraquecimento gradual do corpo.

  • 7

    Alimento, gua e Descanso: Aumenta as resistncias fsicas, emocionais e

    psicolgicas.

    Isolamento: Aumento do sentimento de insegurana, por ter de confiar e

    depender somente de si mesmo.

    Fatores que ajudam a lidar com o stress (mas que podem variar de pessoa

    para pessoa):

    a)- Experincias individuais.

    b)- Treinamento.

    c)- Condicionamento fsico e mental.

    d)- Nvel de autoconfiana.

    Reaes Naturais:

    I)- Medo:

    a)- Do desconhecido.

    b)- Situaes perigosas.

    c)- Pode levar a pessoa a ficar imobilizada.

    d)- normal (at certo ponto).

    e)- Pode levar a uma maior precauo por parte das pessoas.

    Formas de combat-lo:

    Trabalho psicolgico.

    Desenvolvendo conhecimento.

    Desenvolvendo a autoconfiana.

    II)- Ansiedade:

    Sentimento de apreenso e inquietao diante de situaes perigosas

    (Fsicas ou mentais). Ela leva a decises mal tomadas e a dificuldades de

  • 8

    pensar. Pode-se combater a ansiedade, procurando realizar bem as tarefas

    de sobrevivncia.

    III)- Frustrao e raiva:

    Em geral, a frustrao leva a raiva. Isso leva a perda de controle e

    contrariedade. Irracionalidade; decises erradas; desistncia; gasto de

    energia. A depresso gera um ciclo destrutivo de frustrao e raiva que

    gera uma perda de esperana No h nada que eu possa fazer...!, e a uma

    perda de energia e do desejo de viver. A tristeza e saudade podem servir

    como motivao para que se venam os desafios.

    IV)- Solido e tdio:

    Possui dois aspectos, um positivo e outro negativo.

    Aspecto Positivo: Revela a criatividade e fora de vontade.

    Aspecto Negativo: Pode agravar uma depresso.

    Aes para se combater tais sentimentos:

    a)- Mente ocupada.

    b)- Atitude positiva.

    c)- Desenvolver a auto-suficincia.

    d)- Procurar ter f em si mesmo (e em Deus)!

    V)- Culpa:

    gerada em sobreviventes que escaparam com vida enquanto outros no

    conseguiram. Deve se procurar motivao para continuar a viver por

    aqueles que pereceram, dando continuidade ao trabalho deles.

    Preparao Fsica e psicolgica:

    a)- Ateno aos treinamentos (quanto mais realista, melhor).

    b)- Combater o temor.

    c)- Realizar aes pr-vida/ segurana.

  • 9

    d)- Administrar / governar as reaes naturais.

    e)- Autoconhecimento (Decorrente das experincias com amigos, famlia e

    treino).

    f)- Antecipar seus medos (sem elimin-los) para melhorar a autoconfiana.

    g)- Ser realista (espere o melhor, mas se prepare para o pior).

    h)- Procure um lado bom nas coisas.

    Fatores cruciais para sobrevivncia:

    A ordem desses fatores pode variar, mas a hipotermia a maior

    responsvel pela maioria das mortes em situaes de sobrevivncia.

    a)- Abrigo.

    b)- gua.

    c)- Fogo.

    d)- Alimento.

    e)- Sinalizao e navegao.

  • 10

    3) A REGRA DO TRS:

    Esta regra pode ajudar a definir suas prioridades em uma situao de

    sobrevivncia. Segundo ela, o corpo humano pode ficar:

    a)- Trs minutos sem ar.

    b)- Trs horas exposto aos elementos (Frio ou Calor).

    c)- Trs dias sem gua.

    d)- Trs semanas sem comida.

  • 11

    4) TCNICAS E PROCEDIMENTOS DE SEGURANA:

    a)- Ateno ao caminho

    b)- Turnos de vigia.

    c)- Fogueira (mantm animais afastados).

    d)- Deslocamento supervisionado (informar a um xerife que dever apontar

    um acompanhante, de modo que ningum venha a se deslocar sozinho).

    e)- Checar as roupas, calados, objetos e equipamentos antes de us-los, de

    modo a evitar que insetos ou outros animais venham a se alojar neles,

    podendo provocar possveis acidentes.

  • 12

    5) KITS DE SOBREVIVNCIA E PLANEJAMENTO:

    Planejamento de sobrevivncia, nada mais , que a tentativa de

    antever qualquer situao que possa acontecer e que venha a colocar o

    indivduo em uma posio de sobrevivncia, e com isso em mente,

    tomar as medidas necessrias para aumentar suas chances de

    sobreviver. Tal planejamento significa preparo, o que implica em possuir

    itens de sobrevivncia, e saber como us-los. Tais medidas preventivas

    podem significar, desde levar em seu carro, objetos que possam ser teis

    quando estiver viajando (ps, facas, cobertores, lanternas, comida, gua,

    etc), ou ainda, saber onde esto as sadas de emergncia de uma aeronave,

    quando voar em uma delas, ou simplesmente, conhecer a rota que voc

    pretende seguir e se familiarizar com a rea. O planejamento de

    emergncia essencial em situaes potenciais de sobrevivncia! Preparar

    e carregar um kit de sobrevivncia to importante quanto as

    consideraes acima mencionadas. Mesmo o menor dos kits, quando

    sabiamente preparado, se torna extremamente precioso, quando usado

    para resolver problemas relacionados sobrevivncia.

    O ambiente a chave para os tipos de itens que voc dever levar

    em seu kit, que ter de conter tudo o que voc julgar necessrio. Ele

    precisa estar sempre junto ao seu corpo, no em sua mochila.

    Um importante aspecto, que deve ser levado em conta no preparo de

    seu kit, o nvel de utilidade e conforto para se carregar os itens

    escolhidos por voc. Por exemplo, prefira sempre itens que possam ser

    usados em mais de uma situao, que tenham mais de um propsito, e

    que possam ser utilizados com mais de uma funo, mas que no sejam

    muito pesados ou volumosos pa