apostila libras 2012

Download Apostila LIBRAS 2012

Post on 13-Nov-2014

374 views

Category:

Documents

9 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

LibrasFga. Prof. Ana Carolina dos S. Ferreira

CURSO BSICO DE LNGUA BRASILEIRA DE SINAIS

LIBRASSumrio Identidade e cultura surda O que LIBRAS? Legislao Parte prtica Alfabeto Nmeros Identificao Pessoal Pronomes Verbos Calendrio Dias da semana Horas Famlia Sentimentos Adjetivos Moradia Meios de comunicao Alimentos Bebidas Cores Documentos Empresarial Profisso Sade Transportes Esportes Natureza Dilogo Frases Anotaes Atividades Referncias

2

CURSO BSICO DE LNGUA BRASILEIRA DE SINAIS

LIBRASIdentidade e cultura surda

O que deficincia auditiva?

Deficincia auditiva a diminuio na acuidade auditiva, ou seja, no quanto ouvimos. Pode ter vrias causas, tipos e graus.

Tipos de perda auditiva Condutiva: Quando existe alterao na orelha externa e/ou mdia. Neurossensorial: Quando a alterao localiza-se na orelha interna, rgo de Corti (cclea) ou nas fibras do Nervo auditivo. Mista: Existem alteraes de caractersticas condutivas e neurossensoriais. Grau Classificao Normal Leve Moderada Severa Profunda Mdia da perda auditiva 0 20 21- 40 41 70 71 90 Acima de 90 dB

3

CURSO BSICO DE LNGUA BRASILEIRA DE SINAIS

LIBRAS

Aparelho de Amplificao Sonora Individual

O aparelho de amplificao sonora individual ou prtese auditiva tem a funo de ajudar na captao e amplificao dos sons do meio ambiente, aumentando sua intensidade, ou seja, o volume.

Todo surdo mudo?

No. Toda pessoa tem aparato biolgico que permite a fonao, entretanto existem fatores que a fazem desenvolver a linguagem oral ou no.

4

CURSO BSICO DE LNGUA BRASILEIRA DE SINAIS

LIBRASExistem pessoas que no falam e isto pode ser por diferentes causas, como traumas, leses cerebrais, m formaes, alm da citada acima, a pessoa desenvolver ou no a linguagem oral. Mas o que mutismo? Mutismo foi definido por Crutchfield e col.1 como uma situao na qual o paciente est consciente, mas incapaz de falar, enquanto Nagatani e col.2 definiram-no como uma forma extrema de disartria ou anartria. Benson (apud Nagatani e col.2), em 1979, descreveu que o mutismo pode ser causado por: leso da rea de Broca, leso da rea motora suplementar do hemisfrio cerebral dominante entre outros.

O que LIBRAS?

Lngua Brasileira de Sinais. No uma forma de portugus com as mos e, como qualquer outra lngua, tem sua estrutura gramatical. muito importante as pessoas saberem que no universal. Cada pas tem a sua lngua de sinais. Apresenta dialetos regionais, salientando assim, uma vez mais, o seu carter de lngua natural. A LIBRAS utilizada pelas pessoas portadoras de deficincia auditiva, ou como preferem ser chamadas, surdas. Na maior parte, a LIBRAS a lngua materna dessas pessoas, ou seja, a primeira lngua que eles aprendem. Segundo Strobel e Fernandes, na lngua de sinais existem algumas variaes, como: Variao regional: variao de sinais de uma regio para outra, num mesmo pas; Variao social: variao na configurao da mo e/ou no movimento, mas no muda o sentido do sinal; Mudanas histricas: com o passar do tempo um sinal pode sofrer modificaes;

Iconicidade e arbitrariedade Muitas pessoas acreditam que os sinais so o desenho no ar do referente que representam, mas existem sinais que levam algumas caractersticas da realidade a qual se refere a isto denominamos de iconicidade. Entretanto, a maioria dos sinais da LIBRAS so arbitrrios, no mantendo relao de semelhana alguma com seu referente. 5

CURSO BSICO DE LNGUA BRASILEIRA DE SINAIS

LIBRASExemplos: Icnicos: telefone, borboleta, rvore. Arbitrrios: conversar, depressa, desculpa.

Estrutura gramatical Os principais parmetros so: a) Configurao da mo (CM) b) Ponte de articulao (PA) c) Movimento (M)

Componentes no manuais Alm desses parmetros, existem outros componentes, como expresso facial (EF) expresso corporal (EC), esses aspectos do mais sentido aos sinais.

Estrutura Sinttica A LIBRAS no pode ser feita baseada na lngua portuguesa, pois ela tem suas regras prprias e refletem a forma do surdo processar suas idias, com base em sua percepo visual-espacial da realidade. Ex: LIBRAS: EU IR CASA. (verbo direcional) 6

CURSO BSICO DE LNGUA BRASILEIRA DE SINAIS

LIBRAS Portugus : " Eu irei para casa. " para - no se usa em LIBRAS, porque est incorporado ao verbo

H alguns casos de omisso de verbos na LIBRAS LIBRAS: IDADE VOC (expresso facial de interrogao) Portugus: "Quantos anos voc tem?"

7

CURSO BSICO DE LNGUA BRASILEIRA DE SINAIS

LIBRASLegislao

Decreto 5.626 de 22/12/2005

CAPTULO I DAS DISPOSIES PRELIMINARES Pargrafo nico. Considera-se deficincia auditiva a perda bilateral, parcial ou total, de quarenta e um decibis (dB) ou mais, aferida por audiograma nas freqncias de 500Hz, 1.000Hz, 2.000Hz e 3.000Hz. CAPTULO II DA INCLUSO DA LIBRAS COMO DISCIPLINA CURRICULAR Art. 3 A Libras deve ser inserida como disciplina curricular obrigatria nos cursos de formao de professores para o exerccio do magistrio, em nvel mdio e superior, e nos cursos de Fonoaudiologia, de instituies de ensino, pblicas e privadas, do sistema federal de ensino e dos sistemas de ensino dos Estados, do Distrito Federal e dos Municpios. CAPTULO III DA FORMAO DO PROFESSOR DE LIBRAS E DO INSTRUTOR DE LIBRAS Art. 7 Nos prximos dez anos, a partir da publicao deste Decreto, caso no haja docente com ttulo de ps-graduao ou de graduao em Libras para o ensino dessa disciplina em cursos de educao superior, ela poder ser ministrada por profissionais que apresentem pelo menos um dos seguintes perfis: I - professor de Libras, usurio dessa lngua com curso de ps graduao ou com formao superior e certificado de proficincia em Libras, obtido por meio de exame promovido pelo Ministrio da Educao; II - instrutor de Libras, usurio dessa lngua com formao de nvel mdio e com certificado obtido por meio de exame de proficincia em Libras, promovido pelo Ministrio da Educao; III - professor ouvinte bilnge: Libras - Lngua Portuguesa, com ps-graduao ou formao superior e com certificado obtido por meio de exame de proficincia em Libras, promovido pelo Ministrio da Educao. 1 Nos casos previstos nos incisos I e II, as pessoas surdas tero prioridade para ministrar a disciplina de Libras.

8

CURSO BSICO DE LNGUA BRASILEIRA DE SINAIS

LIBRAS

PARTE PRATICA

9

CURSO BSICO DE LNGUA BRASILEIRA DE SINAIS

LIBRASAlfabeto

A

B

C

D

A BCDE F G H I

e FG H IJ K L M N

JKL M N10

CURSO BSICO DE LNGUA BRASILEIRA DE SINAIS

LIBRAS

O

P

Q

R

S

OPQ R ST U V X W

T U VX WY Z

YZ11

CURSO BSICO DE LNGUA BRASILEIRA DE SINAIS

LIBRASNmeros

12

CURSO BSICO DE LNGUA BRASILEIRA DE SINAIS

LIBRASIdentificao Pessoal Cumprimentos

Bom dia Boa tarde

Boa noite

Seu nome

oiFonte: CAPOVILLA, F. C.; RAPHAEL, W. D. Dicionrio Enciclopdico Ilustrado Trilngue; Lngua de Sinais Brasileira LIBRAS Volume I e II. 2 ed. So Paulo: EDUSP, 2001.

13

CURSO BSICO DE LNGUA BRASILEIRA DE SINAIS

LIBRAS

obrigado

idade

desculpa

sinal

tchau

Fonte: CAPOVILLA, F. C.; RAPHAEL, W. D. Dicionrio Enciclopdico Ilustrado Trilngue; Lngua de Sinais Brasileira LIBRAS Volume I e II. 2 ed. So Paulo: EDUSP, 2001.

14

CURSO BSICO DE LNGUA BRASILEIRA DE SINAIS

LIBRASPronome

15

CURSO BSICO DE LNGUA BRASILEIRA DE SINAIS

LIBRASVerbos Ligue o sinal ao seu significado,

QUERER

ESCOLHER

PEGAR

TER

Fonte: CAPOVILLA, F. C.; RAPHAEL, W. D. Dicionrio Enciclopdico Ilustrado Trilngue; Lngua de Sinais Brasileira LIBRAS Volume I e II. 2 ed. So Paulo: EDUSP, 2001.

16

CURSO BSICO DE LNGUA BRASILEIRA DE SINAIS

LIBRASLigue o sinal ao seu significado.

NO QUERER

NO PODER

NO ENTENDER

NO GOSTAR

Fonte: CAPOVILLA, F. C.; RAPHAEL, W. D. Dicionrio Enciclopdico Ilustrado Trilngue; Lngua de Sinais Brasileira LIBRAS Volume I e II. 2 ed. So Paulo: EDUSP, 2001.

17

CURSO BSICO DE LNGUA BRASILEIRA DE SINAIS

LIBRASLigue o sinal ao seu significado

GOSTAR

ANDAR

ESTUDAR

FAZER

Fonte: CAPOVILLA, F. C.; RAPHAEL, W. D. Dicionrio Enciclopdico Ilustrado Trilngue; Lngua de Sinais Brasileira LIBRAS Volume I e II. 2 ed. So Paulo: EDUSP, 2001.

18

CURSO BSICO DE LNGUA BRASILEIRA DE SINAIS

LIBRASLigue o sinal ao seu significado

LER

VER

SABER

COMER

Fonte: CAPOVILLA, F. C.; RAPHAEL, W. D. Dicionrio Enciclopdico Ilustrado Trilngue; Lngua de Sinais Brasileira LIBRAS Volume I e II. 2 ed. So Paulo: EDUSP, 2001.

19

CURSO BSICO DE LNGUA BRASILEIRA DE SINAIS

LIBRASLigue o sinal ao seu significado

TRAZER

BRIGAR

PERGUNTAR

FALTAR

Fonte: CAPOVILLA, F. C.; RAPHAEL, W. D. Dicionrio Enciclopdico Ilustrado Trilngue; Lngua de Sinais Brasileira LIBRAS Volume I e II. 2 ed. So Paulo: EDUSP, 2001.

20

CURSO BSICO DE LNGUA BRASILEIRA DE SINAIS

LIBRASLigue o sinal ao seu significado

TREINAR

ASSINAR

QUERER

AJUDAR

Fonte: CAPOVILLA, F. C.; RAPHAEL, W. D. Dicionrio Enciclopdico Ilustrado Trilngue; Lngua de Sinais Brasileira LIBRAS Volume I e II. 2 ed. So Paulo: EDUSP, 2001.

21

CURSO BSICO DE LNGUA BRASILEIRA DE SINAIS

LIBRASLigue o sinal ao seu significado

COMPRAR

ACREDITAR

COPIAR

AVISAR

Fonte: CAPOVILLA, F. C.; RAPHAEL, W. D. Dicionrio Enciclopdico Ilustrado Trilngue; Lngua de Sinais Brasileira LIBRAS Volume I e II. 2 ed. So Paulo: EDUSP, 20