apostila instalações eletricas residenciais

Download Apostila   instalações eletricas residenciais

Post on 15-Apr-2017

970 views

Category:

Education

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Esta edio foi baseada nos Manuais de Instalaes Eltricas Residenciais -3 volumes, 1996 ELEKTRO / PIRELLI complementada, atualizada e

    ilustrada com a reviso tcnica doProf. Hilton Moreno, professor universitrio e secretrio da

    Comisso Tcnica da NBR 5410 (CB-3/ABNT).

    Todos os direitos de reproduo so reservados ELEKTRO / PIRELLI

    INSTALAES ELTRICAS RESIDENCIAISJulho de 2003

    Copyright 2003 - Todos os direitos reservados e protegidos

    Ser permitido o download gratuito do(s) arquivo(s)

    eletrnico(s) desta publicao para o seu computador,

    para uso prprio, podendo inclusive ser impressa

    para melhor leitura ou visualizao pelo usurio.

    Nenhuma parte desta publicao poder ser reproduzida,

    traduzida ou comercializada total ou parcialmente

    sem autorizao prvia por escrito das empresas detentoras

    dos direitos autorais e responsveis pela sua criao.

    Os infratores sero processados na forma da lei.

    INSTALAES ELTRICAS RESIDENCIAIS

  • INSTALAES ELTRICAS RESIDENCIAIS

    61

    Como vimos anteriormente,o dispositivo DR um interruptor

    automtico que desliga correntes eltricasde pequena intensidade (da ordem de

    centsimos de ampre), que um disjuntorcomum no consegue detectar, mas que podem

    ser fatais se percorrerem o corpo humano.

    Dessa forma, um completo sistemade aterramento, que proteja as pessoas

    de um modo eficaz, deve conter,alm do fio terra, o dispositivo DR.

    O USO DOS DISPOSITIVOS DR

    Bipolar Tetrapolar

  • 62

    INSTALAES ELTRICAS RESIDENCIAIS

    RECOMENDAES E EXIGNCIAS DA NBR 5410

    A utilizao de proteodiferencial residual (disjuntor ou interruptor)

    de alta sensibilidade emcircuitos terminais que sirvam a:

    NOTA: os circuitos no relacionados nas recomendaese exigncias acima podero ser protegidos apenas

    por disjuntores termomagnticos (DTM).

    tomadas de corrente em cozinhas,copas-cozinhas, lavanderias, reas deservio, garagens e, no geral, a todolocal interno molhado em uso normalou sujeito a lavagens;

    tomadas de corrente em reas externas;

    tomadas de corrente que, embora insta-ladas em reas internas, possamalimentar equipamentos de uso emreas externas;

    pontos situados em locais contendobanheira ou chuveiro.

    A NBR 5410exige,

    desde1997:

  • INSTALAES ELTRICAS RESIDENCIAIS

    63

    Aplicando-se as recomendaes e exigncias daNBR 5410 ao projeto utilizado como exemplo, onde jse tem a diviso dos circuitos, o tipo de proteo a ser

    empregado apresentado no quadro abaixo:

    (DTM = disjuntor termomagntico. IDR = interruptor diferencial-residual)

    CircuitoTenso

    (V)Local

    Corrente(A)

    n decircuitos

    agrupados

    Seo doscondutores

    (mm2)n de Correnteplos nominal

    Tipo

    ProteoPotncia

    Quantidade x Totalpotncia (VA) (VA)

    n Tipo

    Sala 1 x 100

    Ilum.Dorm. 1 1 x 160

    1social

    127 Dorm. 2 1 x 160 620 DTM 1Banheiro 1 x 100Hall 1 x 100Copa 1 x 100

    Ilum. Cozinha 1 x 160 DTM 12 servio 127 A. servio 1 x 100 460 + IDR 2

    A. externa 1 x 100

    Sala 4 x 1003 TUGs 127 Dorm. 1 4 x 100 900 DTM 1

    Hall 1 x 100 + IDR 2

    4 TUGs 127Banheiro 1 x 600

    1000DTM 1

    Dorm. 2 4 x 100 + IDR 2

    5 TUGs 127 Copa 2 x 600 1200DTM 1+ IDR 2

    6 TUGs 127 Copa1 x 100

    700DTM 1

    1 x 600 + IDR 2

    7 TUGs 127 Cozinha 2 x 600 1200DTM 1+ IDR 2

    TUGs1 x 100

    8+TUEs

    127 Cozinha 1 x 600 1200 DTM 11 x 500 + IDR 2

    9 TUGs 127 A. servio 2 x 600 1200DTM 1+ IDR 2

    10 TUEs 127 A. servio 1 x 1000 1000DTM 1+ IDR 2

    11 TUEs 220 Chuveiro 1 x 5600 5600DTM 2+ IDR 2

    12 TUEs 220 Torneira 1 x 5000 5000DTM 2+ IDR 2

    Quadro

    Distribuio 220distribuio

    DTM 2Quadromedidor

  • 64

    INSTALAES ELTRICAS RESIDENCIAIS

    A NBR 5410 tambm prev a possibilidade de optarpela instalao de disjuntor DR ou interruptor DR

    na proteo geral. A seguir sero apresentadas as regrase a devida aplicao no exemplo em questo.

    DESENHO ESQUEMTICO DO QUADRO DE DISTRIBUIO

  • INSTALAES ELTRICAS RESIDENCIAIS

    65

    OPO DE UTILIZAO DE INTERRUPTOR DRNA PROTEO GERAL

    No caso de instalao de interruptor DR na proteogeral, a proteo de todos os circuitos terminais pode

    ser feita com disjuntor termomagntico. A sua instalao necessariamente no quadro de distribuio e deve ser

    precedida de proteo geral contra sobrecorrentee curto-circuito no quadro do medidor.

    Esta soluo pode, em alguns casos, apresentaro inconveniente de o IDR disparar com mais freqncia,

    uma vez que ele sente todas ascorrentes de fuga naturais da instalao.

  • 66

    INSTALAES ELTRICAS RESIDENCIAIS

    Uma vez determinado o nmero de circuitos eltricosem que a instalao eltrica foi dividida e j definido

    o tipo de proteo de cada um, chega o momentode se efetuar a sua ligao.

    Essa ligao,entretanto, precisa

    ser planejadadetalhadamente,de tal forma que

    nenhum pontode ligao fique

    esquecido.

    Para se efetuar esseplanejamento,

    desenha-se na plantaresidencial o caminho

    que o eletroduto devepercorrer, pois atravs

    dele que os fiosdos circuitos

    iro passar.

  • INSTALAES ELTRICAS RESIDENCIAIS

    67

    embutido na lajeembutido na parede

    embutido no piso

    Eletroduto

    DEVE-SE:A Locar, primeiramente, o quadro

    de distribuio, em lugar defcil acesso e que fique o maisprximo possvel do medidor.

    B Partir com o eletroduto do quadro de distribuio,traando seu caminho de forma a encurtar asdistncias entre os pontos de ligao.

    C Utilizar a simbologia grfica para representar, naplanta residencial, o caminhamento do eletroduto.

    D Fazer uma legenda da simbologia empregada.

    E Ligar os interruptores e tomadas ao ponto de luz decada cmodo.

    Quadro dedistribuio

    Entretanto, para o planejamento do caminhoque o eletroduto ir percorrer, fazem-se necessrias

    algumas orientaes bsicas:

  • 68

  • INSTALAES ELTRICAS RESIDENCIAIS

    69

    Para se acompanhar o desenvolvimento do caminhamentodos eletrodutos, tomaremos a planta do exemplo(pg. 68) anterior j comos pontos de luz etomadas e os respectivosnmeros dos circuitosrepresentados. Iniciandoo caminhamento doseletrodutos, seguindo asorientaes vistasanteriormente, deve-seprimeiramente:

    Quadrode

    distribuio

    Quadrodo

    medidor

    DETERMINAR OLOCAL DO

    QUADRO DE

    DISTRIBUIO

    Uma vez determinado o local para o quadro dedistribuio, inicia-se o caminhamento partindo dele

    com um eletroduto em direo ao ponto de luz no tetoda sala e da para os interruptores e tomadas desta

    dependncia. Neste momento, representa-se tambm oeletroduto que conter o circuito de distribuio.

  • 70

    INSTALAES ELTRICAS RESIDENCIAIS

    Ao lado v-se, em trsdimenses, o que foirepresentado na plantaresidencial.

    Do ponto de luz noteto da sala sai um

    eletroduto que vai at oponto de luz na copa e,

    da, para os interrup-tores e tomadas. Para acozinha, procede-se da

    mesma forma.

  • INSTALAES ELTRICAS RESIDENCIAIS

    71

    Observe, novamente,o desenho em

    trs dimenses.

    Para os demais cmodos da residncia,parte-se com outro eletroduto do quadro

    de distribuio, fazendo as outrasligaes (pgina a seguir).

  • 72

  • INSTALAES ELTRICAS RESIDENCIAIS

    73

    Entretanto, para empreg-la, primeiramenteprecisa-se identificar:

    Uma vez representados os eletrodutos, e sendo atravsdeles que os fios dos circuitos iro passar, pode-se fazero mesmo com a fiao: representando-a graficamente,

    atravs de uma simbologia prpria.

    Sero apresentados a seguiros esquemas de ligao mais

    utilizados em uma residncia.

    FASE NEUTRO PROTEO

    PROTEO

    RETORNO

    Esta identificao feita comfacilidade desdeque se saibacomo so ligadasas lmpadas,interruptores etomadas.

    quais fios esto passando dentro de cadaeletroduto representado.

    FASE

    NEUTRO

    RETORNO

  • 74

    INSTALAES ELTRICAS RESIDENCIAIS

    Ligar sempre: - a fase ao interruptor;- o retorno ao contato do disco central da lmpada;

    - o neutro diretamente ao contato da baserosqueada da lmpada;

    - o fio terra luminria metlica.

    1. Ligao de uma lmpada comandada porinterruptor simples.

    Pontode luz

    Discocentral

    Baserosqueada

    Luminria(metlica)

    Interruptorsimples

    Retorno

  • INSTALAES ELTRICAS RESIDENCIAIS

    75

    2. Ligao de mais de uma lmpada cominterruptores simples.

    NeutroFase

    Retorno

    Interruptorsimples

  • 76

    INSTALAES ELTRICAS RESIDENCIAIS

    FASE

    NEUTRO

    RETORNO

    RETORNO

    RETORNO

    PROTEO

    Esquema equivalente

    INTERRUPTOR PARALELO

    3. Ligao de lmpada comandada de dois pontos(interruptores paralelos).

  • INSTALAES ELTRICAS RESIDENCIAIS

    77

    RETORNO

    RETORNO

    PROTEO

    RETORNO

    FASE

    NEUTRO

    RETORNO

    RETORNO

    Esquema equivalente

    INTERRUPTORINTERMEDIRIO

    INTERRUPTORPARALELO INTERRUPTOR

    PARALELO

    4. Ligao de lmpada comandada de trs ou maispontos (paralelos + intermedirios).

  • 78

    INSTALAES ELTRICAS RESIDENCIAIS

    5. Ligao de lmpada comandada por interruptorsimples, instalada em rea externa.

    Neutro

    Proteo

    Retorno

    Neutro

    Proteo

    Fase

    Interruptorsimples

    Retorno

    Fase

  • INSTALAES ELTRICAS RESIDENCIAIS

    79

    Tomadas universais2P + T

    Esquema equivalente

    Neutro

    Proteo

    Fase

    Neutro Proteo

    Fase

    6. Ligao de tomadas de uso geral (monofsicas).