apostila - inspetor cq

Download Apostila - Inspetor Cq

Post on 24-Oct-2015

61 views

Category:

Documents

5 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • APOSTILA DE INSPETOR DE QUALIDADE

    PROFESSOR: LCIO SILVA

    Elciosilva.silva205@gmail.comFone: 99 69 02 50 / 3611 36 04

  • Participe das dinmicas de grupo; Faa observaes sobre os contedos (anote); Fique atento! Nem tudo est na apostila; Faa sua pergunta, por mais simples que seja; Conte suas experincias no curso; Faa as atividades propostas; Se puder, traga exemplos da sua empresa; No stress! Esse curso um encontro profissional.BEM VINDO!Aproveite seu curso

  • Introduo Inspeo

  • Conceito de Qualidade

  • Conceito de Qualidade

  • Conceito de Qualidade

  • Conceito de Qualidade

  • Conceito de Qualidade Total

    Dimenses da QualidadeAbrangnciaQualidadeTotalQualidadeProduto/ServioCliente/VizinhoRotinaCustoCustoCliente, Acionista, Empregado e VizinhoPreoEntregaPrazo certoClienteLocal certoQtde. certaMoralEmpregadosEmpregadoSeguranaEmpregadosCliente, Empregado e VizinhoUsurios

  • Produo ArtesanalSuperviso de GruposSistema de Inspeo190019201935Controle do Processo1950Dr. Deming e Dr. Juran1954CCQ (1962)QA (1964)TQC (1970)Histrico da Inspeo

  • O Controle da QualidadeSignifica detectar resultados que no foram alcanados e analis-los buscando suas causas de modo a elimin-las.DEFINIO DE CONTROLE DA QUALIDADEATIVIDADES DO CONTROLE DA QUALIDADE Elaboraes de Padres (Procedimentos) Avaliao da Conformidade (M-P;Produto;Processo) Tomada de Ao Corretivas/Preventivas Planejamento p/ o aperfeioamento

  • O Controle da Qualidade

  • A Inspeo da QualidadeINSPEO DA QUALIDADE Atividade de verificao de quo bem foram atendidos os requisitos do cliente (ex.: especificaes).

  • O Inspetor da QualidadeINSPETOR a pessoa com competncia necessria para realizar as atividades de inspeo. Competncia = Educao, Treinamento, Habilidade e Experincia.

  • A funo do Inspetor

    SIMNO Trabalhar conforme os procedimentos; Trabalhar conforme seus instintos; Avaliar a conformidade;Gerar defeitos; Relatar as N/C detectadas; Escrever difcil; Tomar aes imediatas; Se esconder na burocracia; Tomar aes preventivas; Esperar acontecer;Tomar aes corretivas; Esperando sempre pela ordem de outros; Buscar a causa e a soluo dos problemas; Procurar culpados;

  • A Inspeo da QualidadeOS TIPOS DE INSPEO DA QUALIDADEMATRIA-PRIMAPROCESSOPRODUTOVerificao do produtoadquirido pela organizao. Verificao do cumprimentodos procedimentos do processo.Verificao do produtoacabado frente ssuas especificaes.A PESSOA QUE VERIFICA

  • Inspeo por AmostragemNormas relacionadas inspeo

  • Utilizao dos Planos de Amostragempela NBR 5426:1985Objetivo na NormaEstabelecer planos de amostragem e procedimento para inspeo por atributos.Os planos de amostragem desta Norma podem ser utilizados para inspeo de:

    Produtos Acabados; Componentes e matria-prima; Operaes; Materiais em processamento; Materiais estocados Operaes de manuteno Procedimentos administrativos; Relatrios e dados.Definies1.Unidade de ProdutoElemento de referncia na inspeo. Elemento inspecionado no sentido de ser classificado como defeituoso ou no. Pode ser um artigo simples, um par, uma conjunto, uma rea, um cumprimento, uma operao, um volume, um componente de um produto terminado ou o prprio produto terminado.2.Caracterstica da QualidadePropriedade de uma unidade de produto, as quais podem ser avaliadas em funo dos requisitos determinados em um desenho, especificao, modelo ou outro padro conveniente.

  • Definies13. No-ConformidadeNo atendimento a requisitos especificados para qualquer caracterstica da qualidade estabelecida.3.1 Porcentagem Defeituosa3.2 Defeitos por cem unidades

  • Definies14.Classificao de DefeitosRelao dos possveis defeitos da unidade de produto, classificados segundo sua gravidade. Um defeito da unidade de produto a falta de conformidade a qualquer dos requisitos especificados.4.1 Defeito CrticoPode produzir condies perigosas ou inseguras para quem usa ou mantmo produto. tambm o defeito que pode impedir o funcionamento ou o desempenho de uma funo importante de um produto.

    4.2 Defeito GravePode resultar em falha ou reduzir substancialmente a utilidade da unidade de produto par o fim a que destina.

    4.3 Defeito TolervelNo reduz, substancialmente a utilidade da unidade de produto para o fim a que se destina ou no influi substancialmente no seu uso efetivo ou operao.

  • Definies15.Inspeo Processo de medir, ensaiar ou examinar a unidade de produto, no sentido de verificar se suas caractersticas esto de acordo com as especificaes tcnicas e contratuais.Os critrios de inspeo usados na determinao de atendimentodos requisitos de qualidade, so normalmente descritos em: Descries de compras/projetos; Instrues de inspees; Boletins tcnicos; Outros similares.6.Inspeo por amostragem Tipo de inspeo na qual uma amostra constituda por uma ou mais unidades de produto escolhida aleatoriamente na sada do processo de produo e examinada por uma ou mais caracterstica de qualidade.

  • Definies17. Atributos Caracterstica ou propriedade da unidade de produto a qual apreciada em termos de ocorre ou no ocorre em determinado requisito especificado.8.Inspeo por atributos Verificao para cada uma unidade de produto do lote ou amostra, da presena ou ausncia de uma determinada caracterstica qualitativa e na contagem do nmero de unidades inspecionadas que possuem (ou no) a referida caracterstica.9.Lote de inspeoConjunto de unidades de produto a ser amostrado para verificar conformidade com as exigncias de aceitao.

    10.Tamanho do loteNmero de unidades de produto contido no lote.11. AmostraConjunto de unidades retiradas do lote de inspeo.12. AmostragemTcnica de retirada das amostras do lote de inspeo.13. Inspeo por AmostragemAtividade de verificao do atendimento dos requisitos do cliente por meio da escolha de amostras representativas.14. Amostra AleatriaRetirada das amostras do lote de inspeo sem ordem sistemtica.

  • Utilizao dosPlanos de Amostragem1Plano de amostragem o nmero de unidade de produto de cada lote a ser inspecionada (tamanho de amostra) e o critrio para a aceitao do lote.Nvel de inspeo

    a relao entre o tamanho do lote e o tamanho da amostra.

    O nvel de inspeo a ser usado definido pelo responsvel pela inspeo (Ex.: Gerente).

    So trs os nveis de inspeo, sendo nvel I, II, e III.

    Salvo contrrio, ser adotada sempre a inspeo em nvel-II. Nvel de inspeo (continuao)

    A inspeo em nvel - I poder ser adotada quando for necessria menor discriminao ou ento o nvel - III quando for necessrio maior discriminao. O nvel-II a discriminao intermediria.

    So quatro os nveis especiais: S1, S2, S3 e S4 que podem ser usados quando forem necessrio tamanhos de amostras relativamente pequenos e onde possam ou devam ser tolerados grandes riscos de defeito.

  • (Resumo dos Nveis de Inspeo)Utilizao dosPlanos de Amostragem

    NvelDescrioGeral - IQuando necessrio menordiscriminao no lote. Inspeciona-se menosGeral - IISituaes onde no se conheceo nvel atual da qualidade do processo.Geral - IIIQuando necessrio maior discriminao no lote. Inspeciona-se Mais.Especial - S1

    Quando os custos da inspeo so elevados.A cada nvel, inspeciona-se menos.Especial - S2Especial - S3Especial - S4

  • a mxima porcentagem defeituosa (ou mximo nmero de defeitos por cem unidades DCU) que, para fins de inspeo por amostragem, pode ser considerada satisfatria como mdia de um processo.NQA Nvel de Qualidade AceitvelUtilizao dosPlanos de Amostragem o cdigo que d acesso ao plano de amostragem (tamanho de amostra e o critrio de aceitao do lote).

    O cdigo literal obtido pela leitura de uma tabela, conforme a seguir:Cdigo Literal

  • Simples Faz-se uma amostragem. A qtde. de defeito do lote no pode ser superior ao critrio de aceitao (Ac / Re).Dupla Faz-se duas amostragens. Cada uma com critrio de aceitao diferentes.Mltipla Faz-se sete amostragens. Cada uma com critrio de aceitao diferente.Tipos de AmostragemUtilizao dosPlanos de AmostragemAtenuada Retira menor qtde. de amostras do lote e tem critrio de aceitao menos exigente que os demais. Normal - Retira qtde. moderada de amostras do lotes e tem critrio de aceitao com exigencia moderada que os demais regimes.Severa Retira maior qtde. de amostras do lote e tem critrio de aceitao mais exigente que os demais regimes.Regimes de Inspeo

  • Exerccio

    NvelSeveridadeAmostragemNQATam. LoteCd. LitTam. AmostCritrio de AceitaoAcReG ISimplesAtenuada0,658.500G IINormal0,65G IISevera0,65G IIIAtenuada1,015.144G IIINormal1,024.415S1Severa1,5158S2Atenuada1,595.699S3Normal2,5124.500S4Severa2,5333.999

  • Exerccio

    NvelSeveridadeAmostragemNQATam. LoteCd. LitTam. AmostraCritrio de AceitaoAcReG IIIDuplaAtenuada0,6513.331

    G IINormal0,6523.500

    G ISevera0,6545.221

    G IIAtenuada1,087.000

    G IIINormal1,01.200

    S1Normal1,57.655

    S2Atenuada1,514.000

    S3Normal2,5500

    S4Normal2,5157.987

  • Exerccio

    NvelSeveridadeAmostragemNQATam. LoteCd. LitTam. AmostraCritrio de AceitaoAcReG IIIMltiplaAtenuada0,407.000

    S-3Normal0,6517.300

  • Exerccio

    NvelSeveridadeAmostragemNQATam. LoteCd. LitTam. AmostraCritrio de AceitaoAcReG IMltiplaNormal1,034.654

    S-2Severa1,587.341

  • Utilizao dosPlanos de Amostragens

    NDETALHAMENTOResp.1Escolher o NQAChefe2Escolher o Nvel de Inspeo3Escolher a Severidade para cada nvel de inspeo 4Escolher o Tipo de amostragem para cada Severidade de inspeo 5Verificar o tamanho do loteInspeo6Buscar letra na tabela de cdigo literal7Descobrir tamanho da amostra e critrio de aceitao conf. NQA8Retirar amostras conforme plano9Realizar inspeo (anlise) nas amostras10Declarar situao do lote

  • Utilizao dos Planosde