apostila desenho tcnico 1

Download APOSTILA DESENHO TCNICO 1

Post on 09-Jul-2015

690 views

Category:

Documents

3 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Universidade de Mogi das Cruzes

Leitura e Interpretao de Desenho Tcnico

Professores: Luciano Medina de Oliveira Claudia C. Castilho

SumrioIntroduo........................................................................................................................03 Geometria Descritiva do Desenho Tcnico......................................................................07 Desenho Tcnico e Indstria...........................................................................................08 Formato do Papel............................................................................................................10 Legenda...........................................................................................................................11 Caligrafia Tcnica............................................................................................................12 Linhas Convencionais......................................................................................................13 Escalas............................................................................................................................14 Disposio do Desenho na Folha....................................................................................16 Perspectiva......................................................................................................................19 Perspectiva Isomtrica.....................................................................................................21 Projeo Ortogonal..........................................................................................................25 Cotagem..........................................................................................................................29 Cortes..............................................................................................................................38 Hachuras.........................................................................................................................39 Corte Total.......................................................................................................................41 Meio Corte.......................................................................................................................43 Corte com Desvio............................................................................................................45 Seces...........................................................................................................................47 Rupturas..........................................................................................................................51 Exerccios........................................................................................................................52

2

Leitura e Interpretao de Desenho Tcnico

Introduo Quando algum quer transmitir um recado, pode utilizar a fala ou passar seus pensamentos para o papel na forma de palavras escritas. Quem l a mensaem fica conhecendo os pensamentos de quem a escreveu. Quando algum desenha, acontece o mesmo: passa seus pensamentos para o papel na forma de desenho. A escrita, a fala e o desenho representam idias e pensamentos. A representao que vai interessar neste curso o desenho. Desde pocas muito antigas, o desenho uma forma importante de comunicao. E essa representao grfica trouxe grandes contribuies para a compreenso da Histria, porque, por meio dos desenhos feitos pelos povos antigos, podemos conhecer as tcnicas utilizadas por eles, seus hbitos e at suas idias.

As atuais tcnicas de representao foram criadas com o passar do tempo, medida que o homem foi desenvolvendo seu modo de vida, sua cultura. Veja algumas formas de representao da figura humana, criadas em diferentes pocas histricas.

Desenho das cavernas de Skavberg (Noruega) do perodo mesoltico (6000 - 4500 a.C.). Representao esquemtica da figura humana.

3

Representao egpcia do tmulo do escriba Nakht, sculo XIV a.C. Representao plana que destaca o contorno da figura humana.

Nu, desenhado por Miguel ngelo Buonarroti (1475-1564). Aqui, a representao do corpo humano transmite a idia de volume.

Esses exemplos de representao grfica so considerados desenhos artsticos. Embora no seja artstico, o desenho tcnico tambm uma forma de representao grfica, usada, entre outras finalidades, para ilustrar instrumentos de trabalho, como mquinas, peas e ferramentas. E esse tipo de desenho tambm sofreu modificaes, com o passar do tempo.

Quais as diferenas entre o desenho tcnico e o desenho artstico? O desenho tcnico um tipo de representao grfica utilizado por profissionais de uma mesma rea, como, por exemplo, na mecnica, na marcenaria, na eletricidade. Maiores detalhes sobre o desenho tcnico voc aprender no decorrer deste curso. Por enquanto, importante que voc saiba as diferenas que existem entre o desenho tcnico e o desenho artstico. Para isso, necessrio conhecer bem as caractersticas de cada um. Observe os desenhos abaixo:

Cabea de Criana, de Rosalba Carreira (1675-1757).

Paloma, de Pablo Picasso (1881-1973).

Estes so exemplos de desenhos artsticos. Os artistas transmitiram suas idias e seus sentimentos de maneira pessoal. Um artista no tem o compromisso de retratar fielmente a realidade. O desenho artstico reflete o gosto e a sensibilidade do artista que o criou.4

J o desenho tcnico, ao contrrio do artstico, deve transmitir com exatido todas as caractersticas do objeto que representa. Para conseguir isso, o desenhista deve seguir regras estabelecidas previamente, chamadas de normas tcnicas. Assim, todos os elementos do desenho tcnico obedecem a normas tcnicas, ou seja, so normalizados. Cada rea ocupacional tem seu prprio desenho tcnico, de acordo com normas especficas. Observe alguns exemplos.

Desenho tcnico de arquitetura

Desenho tcnico de marcenaria

Desenho tcnico mecnico

Nesses desenhos, as representaes foram feitas por meio de traos, smbolos, nmeros e indicaes escritas, de acordo com normas tcnicas. No Brasil, a entidade responsvel pelas normas tcnicas a ABNT - Associao Brasileira de Normas Tcnicas. Neste curso voc vai conhecer a aplicao das principais normas tcnicas referentes ao desenho tcnico mecnico, de acordo com a ABNT.

Como elaborado um desenho tcnico

5

s vezes, a elaborao do desenho tcnico mecnico envolve o trabalho de vrios profissionais. O profissional que planeja a pea o engenheiro ou o projetista. Primeiro ele imagina como a pea deve ser. Depois representa suas idias por meio de um esboo, isto , um desenho tcnico mo livre. O esboo serve de base para a elaborao do desenho preliminar. O desenho preliminar corresponde a uma etapa intermediria do processo de elaborao do projeto, que ainda pode sofrer alteraes. Depois de aprovado, o desenho que corresponde soluo final do projeto ser executado pelo desenhista tcnico. O desenho tcnico definitivo, tambm chamado de desenho para execuo, contm todos os elementos necessrios sua compreenso. O desenho para execuo, que tanto pode ser feito na prancheta como no computador, deve atender rigorosamente a todas as normas tcnicas que dispem sobre o assunto. O desenho tcnico mecnico chega pronto s mos do profissional que vai executar a pea. Esse profissional deve ler e interpretar o desenho tcnico para que possa executar a pea. Quando o profissional consegue ler e interpretar corretamente o desenho tcnico, ele capaz de imaginar exatamente como ser a pea, antes mesmo de executla. Para tanto, necessrio conhecer as normas tcnicas em que o desenho se baseia e os princpios de representao da geometria descritiva.

Geometria descritiva: a base do desenho tcnico

6

O desenho tcnico, tal como ns o entendemos hoje, foi desenvolvido graas ao matemtico francs Gaspar Monge (1746-1818). Os mtodos de representao grfica que existiam at aquela poca no possibilitavam transmitir a idia dos objetos de forma completa, correta e precisa. Monge criou um mtodo que permite representar, com preciso, os objetos que tm trs dimenses (comprimento, largura e altura) em superfcies planas, como, por exemplo, uma folha de papel, que tem apenas duas dimenses (comprimento e largura). Esse mtodo, que passou a ser conhecido como mtodo mongeano, usado na geometria descritiva. E os princpios da geometria descritiva constituem a base do desenho tcnico. Veja:

Representao de um objeto de acordo com os princpios da geometria descritiva.

Desenho Tcnico e Indstria:

7

Na indstria, para a execuo de uma determinada pea, as informaes podem ser apresentadas de diversas maneiras: A palavra dificilmente transmite a idia da forma de uma pea. nem sempre pode servir de modelo. no esclarece os detalhes internos da pea. transmite todas as idias de forma e dimenses de uma pea, e ainda fornece uma srie de informaes, como: material de que feita a pea acabamento das superfcies a tolerncias de suas medidas, etc. A pea A fotografia O desenho

O desenho mecnico, como linguagem tcnica, tem necessidade fundamental do estabelecimento de regras e normas. evidente que o desenho mecnico de uma determinada pea possibilita a todos que intervenham na sua construo, mesmo que em tempos e lugares diferentes, interpretar e produzir peas tecnicamente iguais. Isso, naturalmente, s possvel quando se tm estabelecidas, de forma fixa e imutvel, todas as regras necessrias para que o desenho seja uma linguagem tcnica prpria e autntica, e que possa cumprir a funo de transmitir ao executor da pea as idias do desenhista. Por essa razo, fundamental e necessrio que o desenhista conhea com segurana todas as normas do desenho tcnico mecnico. Como em outros pases, existe no brasil uma associao (ABNT) que estabelece, fundamenta e recomenda as normas do Desenho Tcnico Mecnico, as quais

Recommended

View more >