Apostila de Física - 2010 UERJ 2011 Segunda prova . ?· Apostila de Física - 2010 UERJ – 2011 Segunda…

Download Apostila de Física - 2010 UERJ 2011 Segunda prova . ?· Apostila de Física - 2010 UERJ – 2011 Segunda…

Post on 11-Nov-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

<ul><li><p> Apostila de Fsica - 2010 </p><p>UERJ 2011 Segunda prova resolvida. </p><p>26. No interior de um avio que se desloca horizontalmente em relao ao solo, com velocidade constante de </p><p>1000 km/h, um passageiro deixa cair um copo. Observe a ilustrao abaixo, na qual esto indicados quatro </p><p>pontos no piso do corredor do avio e a posio desse passageiro. </p><p> O copo, ao cair, atinge o piso do avio prximo ao ponto indicado pela seguinte letra: </p><p>(A) P (B) Q (C) R (D) S </p><p>Soluo: O avio e tudo que vai a bordo se deslocam em velocidade constante. Portanto podemos considerar </p><p>tudo parado em relao a um referencial fixo no avio. Assim, o copo cai prximo ao ponto R, letra (C). </p><p>30. Um ciclista pedala uma bicicleta em trajetria circular de modo que as direes dos deslocamentos o das </p><p>rodas mantm sempre um ngulo de 60. O dimetro da roda traseira </p><p>dessa bicicleta igual metade do dimetro de sua roda dianteira. O </p><p>esquema a seguir mostra a bicicleta vista de cima em um dado instante </p><p>do percurso. </p><p>Admita que, para uma volta completa da bicicleta, N1 o nmero de </p><p>voltas dadas pela roda traseira N2 o nmero de voltas dadas pela roda </p><p>dianteira em torno de seus respectivos eixos de rotao. </p><p>A razo N1/ N2 igual a: (A) 1 (B) 2 (C) 3 (D) 4 </p><p>Soluo: Vamos chamar de O o centro dos crculos, de A o ponto em </p><p>que a roda traseira toca o solo e de B o ponto em que a roda dianteira </p><p>toca o solo. Consideremos o triangulo retngulo OAB. A ngulo reto </p><p>porque AB perpendicular ao raio. B tem 30 porque a reta OB um </p><p>raio e faz 90 com a roda. Assim, no triangulo OAB, a hipotenusa OB </p><p>vale o dobro do cateto AO, isto , os raios dos dois crculos so o dobro um do outro, Ento a roda maior </p><p>caminha no mesmo tempo o dobro da distncia da menor. Como a roda menor e mais interna tem raio igual a </p><p>metade da outra, para a mesma distncia ela d o dobro </p><p>de voltas da outra. Uma coisa compensa a outra e a razo </p><p>entre o nmero de voltas igual a 1, letra (A). </p><p>36. A figura abaixo representa o plano inclinado ABFE, </p><p>inserido em um paraleleppedo retngulo ABCDEFGH de </p><p>base horizontal, com 6 m de altura CF, 8 m de </p><p>comprimento BC e 15 m de largura AB, em repouso, </p><p>apoiado no solo. </p><p>Considere o deslocamento em movimento retilneo de um </p></li><li><p>corpo P1 de M at N e de um corpo P2 de A at F. </p><p>Admita as seguintes informaes: </p><p>- P1 e P2 so corpos idnticos; </p><p>- F1 e F2 so, respectivamente, as componentes dos pesos de P1 e P2 ao longo das respectivas trajetrias; </p><p>- M e N so, respectivamente, os pontos mdios das arestas AB e EF. </p><p>Considerando esses dados, a razo F1/F2 equivale a: </p><p>(A) 17/6 (B) 4/3 (C) 15/3 (D) 13/2 </p><p>Soluo: A componente do peso vale sempre F=P.sen(), sendo P o peso e o ngulo que a trajetria faz com </p><p>a horizontal. O seno do ngulo igual a altura dividida pelo comprimento da trajetria. </p><p>Para P1, F1=P1.(CF/MN), MN= FB, MN2=CF</p><p>2+CB</p><p>2, MN=10cm. F1=P1.(6/10). </p><p>Para P2, F2=P2.(CF/FA), FA2=FB</p><p>2+BA</p><p>2, FA=513cm. F2=P2.(6/513). </p><p>F1/F2= P1(6/10)/P2(6/513), como P1=P2, F1/F2= 513/10 = 13/2, letra (D). </p><p>37. Admita um outro corpo de massa igual a 20 kg que desliza com atrito, em movimento retilneo, do ponto </p><p>F ao ponto B, com velocidade constante. </p><p>A fora de atrito, em newtons, entre a superfcie deste corpo e o plano inclinado cerca de: </p><p>(A) 50 (B) 100 (C) 120 (D) 200 </p><p>Soluo: Se a velocidade constante, pela primeira lei de Newton, a soma das foras zero. Ento a fora de </p><p>atrito igual componente do peso na direo da trajetria F=P(CF/FB)=20x10x(6/10)=120N, letra (C). </p><p>39. Um evento est sendo realizado em uma praia cuja faixa de areia tem cerca de 3 km de extenso e 100 m </p><p>de largura. A ordem de grandeza do maior nmero possvel de adultos que podem assistir a esse evento </p><p>sentados na areia de: </p><p>(A) 104 (B) 10</p><p>5 (C) 10</p><p>6 (D) 10</p><p>7 </p><p>Soluo: A praia tem A=3000x100=3x105m</p><p>2. Sentadas em um metro quadrado cabem umas trs pessoas. </p><p>Pessoas=3x3x105=9x10</p><p>5. Ordem de grandeza=10</p><p>6. Letra (C). </p><p>41. Para dar a partida em um caminho, necessrio que sua bateria de 12 V estabelea uma corrente de </p><p>100.A durante um minuto. </p><p>A energia, em joules, fornecida pela bateria, corresponde a: </p><p>(A) 2,0 x 101 (B) 1,2 x 10</p><p>2 (C) 3,6 x 10</p><p>3 (D) 7,2 x 10</p><p>4 </p><p>Soluo: E=P.t, P=VI, logo E= VI.t = 12x100x60=72x103=7,2x10</p><p>4. Letra (D). </p><p>42. Um bloco macio est inteiramente submerso em um tanque cheio de gua, deslocando-se verticalmente </p><p>para o fundo em movimento uniformente acelerado. A razo entre o peso do bloco e o empuxo sobre ele </p><p>igual a 12,5. </p><p>A acelerao do bloco, em m/s2, aproximadamente de: </p><p>(A) 2,5 (B) 9,2 (C) 10,0 (D) 12,0 </p><p>Soluo: A resultante das foras que puxa o bloco para o fundo F=P-E. Mas P/E=12,5. Logo E=P/12,5. </p><p>F=P-P/12,5= 11,5P/12,5. P=mg e F=ma. ma=mg(11,5/12,5). a=g(11,5/12,5)=115/12,5=9,2 m/s2, letra(B). </p></li></ul>

Recommended

View more >