apostila - antena coletiva

Download Apostila - Antena coletiva

Post on 27-Jun-2015

28.710 views

Category:

Documents

6 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

ANTENAS / CATVAPRESENTAO:Uma empresa construda com determinao.empresa iniciou suas atividades em 1968 tendo o nome de Ferramentaria e Estamparia Cervantes Ltda, em um prdio de 60 m2. Neste perodo o seu produto era molde para injeo plstica e ferramentas para estampagem. Quando comeou a fabricar antenas para os fabricantes de televisores, mudou sua razo social para ANTENAS THEVEAR LTDA, no ano de 1974, percebendo um mercado muito carente de produtos para distribuio de sinal de TV, At ento s haviam produtos importados, iniciou a fabricao destes acessrios, tais como, amplificadores, boosters, tomadas, divisores, misturadores e filtros. Em 1982, entrou no mercado de interfones, motivada pelos seus clientes antenistas, que queriam atender as solicitaes dos condomnios e passou a fabricar porteiros coletivos, centrais de portaria e porteiros residenciais. Comearam a comercializar produtos para segurana eletrnico em 1997, como cmeras e monitores para CFTV, vdeo porteiro, gravadores de imagens. J em 2000 ocorreu a introduo da linha de produtos digitais, micro processados. Passados 15 anos de atividade, em 1983, ocorreu um novo episdio de crescimento com a implantao de uma fbrica de 10.500 m2 de rea construda, sendo ampliado em 1990 para a rea atual com 12.500 m2, num terreno de 40.000 m2, localizado no municpio de Itaquaquecetuba, regio metropolitana de So Paulo. Conta hoje com 250 funcionrios, 500 fornecedores e mais de 8.000 clientes espalhados pelo Brasil e Amrica do Sul e em 2007 foi certificada pelo padro de gesto de qualidade ISO9001:2000. Aps 40 anos, uma nova etapa teve incio, com o objetivo de atender as necessidades do mercado e satisfazer as expectativas dos clientes, entramos no segmento de fios e cabos, e uma nova razo social foi adotada, THEVEAR ELETRNICA LTDA.PRESA EM C

ERTIFICADA

0 ISO 9

01

:20

00

A

Patrimnio maior: 8.000 clientes 250 funcionrios 500 fornecedoresPesquisa e Desenvolvimento

Injetoras

Furadeira C.N.C.

Vista Area

Metalizao

Antenas / CATV -01-

NDICEANTENAS / CATV1 - TV DIGITAL : O QUE ? ................................................................................................................................... 03 2 - CARACTERSTICAS BSICAS DAS ANTENAS ......................................................................................................... 04 3 - INTRODUO AO SISTEMA DE ANTENA COLETIVA .............................................................................................. 08 4 - ANTENAS EXTERNAS VHF/UHF E INTERNAS ........................................................................................................ 24 5 - MISTURADORES, ACOPLADOR E COMBINADOR ................................................................................................ 31 6 - AMPLIFICADORES .............................................................................................................................................. 35 7 - DIVISORES ......................................................................................................................................................... 47 8 - TOMADAS BLINDADAS ....................................................................................................................................... 49 9 - SIMETRIZADORES .............................................................................................................................................. 50 10 - SEPARADOR ....................................................................................................................................................... 51 11 - EMENDAS DE CABOS E ATENUADORES ............................................................................................................... 52 12 - FILTROS .............................................................................................................................................................. 54 13 - CONVERSORES ................................................................................................................................................... 58 14 - MODULADORES ................................................................................................................................................. 60 15 - AMPLIFICADORES PARA SATLITE SRIE TUB-LINE ............................................................................................ 61 16 - EQUALIZADORES PARA CATV E VHF SRIE TUB-LINE ........................................................................................... 62 17 - ALICATES PARA CABO COAXIAL .......................................................................................................................... 63 18 - REPRESENTANTES THEVEAR ............................................................................................................................... 64 19 - ASSISTNCIA TCNICA THEVEAR ......................................................................................................................... 64

Antenas / CATV -02-

APRESENTAO TV DIGITAL1.0 - TV DIGITAL: O QUE ?A TV aberta (terrestre) transmitida para os televisores existentes em 90% das residncias brasileiras utilizam canais analgicos com largura de banda de 6 MHz. Na TV Digital a transmisso do udio e do vdeo passa a ser feita atravs de sinais digitais que, codificados, permitem um uso mais eficiente do espectro eletromagntico, devido ao aumento da taxa de transmisso de dados na banda de frequncias disponveis. possvel desta forma transmitir: ! Som e imagem de melhor qualidade viabilizando a Televiso de Alta Definio (HDTV). A resoluo da imagem na TV analgica que de 480 x 320 pixels poder ser de at 1920 x 1080 pixels. ! Mais canais (at 4) na mesma faixa de frequncias utilizada por um canal analgico. A TV digital apresenta algumas funcionalidades que permitem uma interatividade entre o telespectador e a emissora possibilitando: ! O acesso informaes adicionais como por exemplo o menu de programao. ! A interao do usurio com a emissora, atravs de um canal de retorno via linha telefnica por exemplo, possibilitando a este votar ou fazer compras.

1.1 - RECEPTORES DE TVCom a introduo da tecnologia digital na radiodifuso de TV (TV Digital Terrestre), o usurio poder optar por uma das seguintes situaes: ! Continuar a receber a TV aberta da forma atual utilizando a sua TV analgica. ! Adquirir um conversor (set-top-box) que permitir receber o sinal digital e convert-lo para um formato de vdeo e udio disponvel em seu receptor de TV. ! Adquirir uma TV nova que j incorpore o conversor.

ANTENA DE UHF

CABO COAXIAL 75W TV

CONVERSOR PARA TV DIGITAL

Fig. 1 - Esquema de ligao utilizando conversor externo

Antenas / CATV -03-

CARACTERSTICAS BSICAS DAS ANTENAS2.0 - INTRODUOAntena coletiva um conjunto de equipamentos (antenas receptoras, misturadores, boosters, amplificadores, divisores, tomadas etc.) que captam os sinais de TV e Rdio, amplificam, misturam e distribuem os sinais atravs de uma rede de distribuio a cada usurio (apto.), de forma que os sinais disponveis na instalao sejam iguais em todos os pontos. Em outras palavras, que o primeiro andar tenha as mesmas condies de recepo que o ltimo andar.

2.1 - COMO PROJETAREm um projeto de antenas coletivas, so diversos os pontos a considerar, os quais iremos explicar a seguir: A localizao do edifcio nos dar a melhor posio das antenas, determinando o melhor lugar para a obteno de maior qualidade de sinal, para evitar ao mximo fantasmas, interferncias, etc. Daqui partiremos para obter os dados de intensidade de sinal e canais recebidos. O sistema de distribuio correto a ser utilizado ser dado pela configurao do edifcio. Dele depende se a instalao externa ou interna, em srie, em espinha dorsal ou se tem alguns pontos especiais. Com estes dados partiremos para fazer a distribuio eqitativa, fazendo um croqui, no qual ser muito importante a distncia (metros) entre os diferentes pontos. Todo este conjunto de dados nos fornecer o melhor sistema de distribuio e, conseqentemente, a menor atenuao na instalao.

2.2 - CARACTERSTICAS BSICAS DAS ANTENAS 2.3 - FREQNCIA DE TRABALHO a freqncia para a qual a antena apresenta rendimento mximo. Assim quando falarmos que uma antena do "canal 5" queremos dizer que sua freqncia de ressonncia a mesma deste canal e que nele apresentar o mximo rendimento.

2.4 - FAIXAEmbora especificada para uma dada freqncia, a antena poder captar, com relativa eficincia, as freqncia prximas destas. Assim uma antena para a freqncia de 180 MHz, cuja faixa seja de 12 MHz, por exemplo, recebe freqncia desde 174 at 186 MHz.

2.4.1 - FAIXA ESTREITADizemos que uma antena de faixa estreita quando se destina a apenas um canal, abrangendo apenas 6MHz aproximadamente.

2.4.2 - FAIXA LARGAPor outro lado, a antena dita de faixa larga quando capaz de operar satisfatoriamente com vrios canais. OBSERVAO: As freqncias de trabalho das estaes transmissoras de TV esto divididas em dois grupos: canais baixos e canais altos. CANAIS BAIXOS: So os canais de 2 a 6 CANAIS ALTOS: So os canais de 7 a 13

2.5 - GANHO E DIRETIVIDADEO ganho de uma antena um dado comparativo. a relao entre a energia captada por uma antena qualquer e a energia captada por uma antena padro, nas mesmas condies de teste. O ganho conseqncia da diretividade da antena, que a capacidade de receber mais sinais vindos de uma direo preferencial que de outras. Quanto mais diretiva for a antena, maior seu ganho. A diretividade de uma antena depende da sua construo, ou seja, do tipo e do nmero de elementos utilizados. O ganho das antenas normalmente expresso em decibis (dB). Quanto maior o nmero de decibis (dB) maior o ganho da antena. OBSERVAO IMPORTANTE: Nem sempre a antena de maior ganho a mais indicada para uma determinada instalao. Tudo