apostila adm laboratorio_camara escura

Download Apostila Adm Laboratorio_camara Escura

Post on 13-Jul-2015

1.944 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Tcnico em Radiologia

Administrao de Laboratrio Cmara Escura

IntroduoA Imagem RadiogrficaO feixe de raios X atenuando ao atravessar o objeto cria uma imagem no perceptvel ao olho humano denominado imagem radiante (latente). Essa imagem pode tornar-se visvel sobre um receptor (emulso fotogrfica; cran radioscpico), que faz aparecer, s variaes de luminescncias proporcionais, as intensidades recebidas. Em funo do receptor, obtm-se a formao de dois tipos de imagem: RADIOSCPICA uma imagem produzida atravs da incidncia do feixe de radiao sobre um cran fluoroscpico. Neste caso, as reas escuras correspondem s imagens radiopacas e as reas claras correspondem s imagens radiotransparente.

Imagem Radioscpica Radiogrfica uma imagem produzida atravs da incidncia do feixe de radiao sobre uma emulso fotogrfica (filme radiogrfico). Na radiografia, as reas escuras correspondem s imagens radio transparente e as reas claras correspondem s imagens radiopacas.

Administrao de Laboratrio Cmara Escura

2

Imagem Radiogrfica

Cmara Escura ou de ProcessamentoSo as salas onde so processadas as radiografias por meio de um processamento manual ou automtico. A cmara escura o ultimo lugar por onde os filmes passam; devemos manter um rgido controle de qualidade, isto , desde o controle de preparo dos qumicos, limpeza das colgaduras no processo manual ou de todo mecanismo do processo mecnico/automtico. A cmara escura, como o prprio nome diz, uma sala onde no pode haver luz intensa na parte interna, e nem se deve deixar que a luz externa entre (quando fechada). Tem como finalidade, servir de local apropriado para se processar os filmes expostos pelos raios X.

Diviso da Cmara Escura A cmara escura se divide em duas partes: Parte seca: o local onde se armazenam alguns acessrios radiolgicos como: bancada com gaveta para filmes no expostos, caixas de filmes para reposio, Box de passagem (armrio), etc. Parte mida: o local onde so armazenados os tanques reservatrios de qumicos (revelador e fixador), processadora, etc. Utenslios ou Acessrios Encontrados na Parte Seca Bancada

Administrao de Laboratrio Cmara Escura

3

Acessrio de suma importncia para o trabalho dirio dentro da cmara escura; ela pode ser em forma de armrio ou cmoda, geralmente feita de madeira, devido ao baixo custo; mas tambm pode ser de outros materiais, como: ferro, alumnio, etc. revestida em seu tampo superior com uma capa de borracha, para evitar a eletricidade esttica, e facilitar o desempenho do profissional de tcnicas radiolgicas no manuseio dos acessrios que ali se destinam ao trabalho (chassis/receptores e filmes). Em sua parte anterior, so encontradas gavetas que devero acomodar os filmes no expostos (virgens), onde estaro em sentido vertical e em ordem decrescente de tamanho, direcionando o tcnico pelcula adequada na hora da reposio do filme exposto.

Mvel chamado de burra de filmes, utilizado para armazenar filmes no expostos dentro da cmara escura.

Caixa de filmes para reposio rpida No como uma estocagem, e sim, caixas de filmes adicionais, no mximo 02 (duas) de cada tamanho, para uma possvel reposio rpida, no caso de acabarem os filmes que esto guardados nas gavetas da bancada, evitando assim que o profissional interrompa o processo de trabalho para fazer a reposio, solicitando essa nova caixa de filmes ao almoxarifado, cujo processo acaba sendo, por vezes, um pouco burocrtico, e essa reposio no ser feita de imediato. Termmetro: Situado na cmara escura, tem por finalidade controlar a temperatura do ambiente, pois as pelculas radiogrficas no podem ficar em temperatura inferior a 10C e superior a 24C. Caso essas recomendaes do fabricante no sejam respeitadas, a emulso do filme poder ser comprometida, alterando sua qualidade.

TermmetrosHidroscpio Tem por finalidade medir a umidade relativa do ar da cmara escura, o ideal da sala de umidade relativa de 60% a 70%. Exaustor e/ou VentiladorAdministrao de Laboratrio Cmara Escura 4

De acordo com as normas de segurana, toda cmara escura dever ter exaustores ou ventiladores para dissipar os gases que so liberados pelos produtos qumicos, evitando um acmulo de gases dentro da cmara escura. Em hospitais que tm em seu quadro de funcionrios pessoas portadoras de necessidades especiais (deficiente visual), como profissional atuante na cmara escura (auxiliar de radiologia), esses profissionais acabam passando grande parte de seus perodos de trabalho dentro das salas, e se for grande o fluxo de clientes, a porta permanecer fechada por muito tempo, sendo necessrio reciclar o ar.

Exaustores

Box de Passagem Serve para a transio do filme (chassi) entre a cmara escura e a sala de exames; Box em ingls que dizer caixa. Na maioria das vezes, essas caixas so compostas de alumnio, com abertura para ambos os lados, com duas portas de cada lado, as quais so divididas por uma parede que separa o Box de passagem em dois corredores, onde recebero as seguintes especificaes: uma etiqueta para filmes expostos e outra para filmes no expostos (virgens). Esse acessrio tem por finalidade servir como uma ponte entre o tcnico e a cmara escura, sem que haja a necessidade de abrir sempre a porta para o tcnico. Com duas travas de segurana, a porta do Box somente abrir quando um dos lados j estiver travado, evitando que, acidentalmente, a luz entre na cmara escura atravs do mesmo, causando o velamento dos filmes no expostos (virgens). Ou seja, os dois lados do Box nunca se abriro simultaneamente.

Administrao de Laboratrio Cmara Escura

5

Bancada de manipulao com box de passagem e suporte para colocao de filmes e chassis.

Utenslios ou Acessrios Encontrados na Parte mida Tanque do revelador Compe o primeiro passo no processamento das imagens radiogrficas. Tanque do fixador Compe o segundo passo no processamento das imagens radiogrficas, tornando possvel a fixao das imagens nas pelculas de filmes. Tanque de gua Compe o terceiro passo no processamento das imagens radiogrficas, tornando possvel a lavagem por completo e retirada dos resduos liberados no primeiro e segundo passo. OBS: Tanques tambm so utilizados para processamento manual das pelculas radiogrficas. Torneira de gua corrente com filtro Tem por finalidade abastecer o tanque de gua e tambm ajuda no processo de limpeza da cmara escura.

Tamanho da Cmara Escura De acordo com a portaria da Vigilncia sanitria 453, de 1 de junho de 1998, dever ser obedecida a metragem das cmaras escuras que no devero ser inferior a 6 (seis) m2. Iluminao da Cmara Escura A cmara escura um local vedado entrada de luz externa (quando fechado), onde o filme radiogrfico manipulado. Deve possuir, alm da lmpada comum (no teto), uma iluminao de segurana, distante no mnimo 1,20 m do local de manuseio do filme radiogrfico (bancada). O objetivo desse tipo de iluminao prover uma luz de determinada intensidade e comprimento de onda fora da faixa de sensibilidade do filme radiogrfico, para que no cause velamento ao mesmo. O nmero de lmpadas varia de acordo com o tamanho da cmara escura, a distncia entre elas (se houver necessidade de mais de uma lmpada de segurana) deve ser de no mnimo 3m. A iluminao de segurana para filmes radiogrficos pode ser obtida mediante uma lmpada incandescente vermelha (vermelho mbar) de 15 W ou uma lmpada incandescente comum de mesma intensidade inserida em um iluminador com filtro de segurana tipo GBX-2. O ideal que os filmes no fiquemAdministrao de Laboratrio Cmara Escura 6

expostos aos raios dessas lmpadas por mais de 60 segundos, porque passando esse tempo, os filmes sofrem velamento progressivo, prejudicando a qualidade da imagem radiogrfica. Convm lembrar que o filme utilizado na cmara laser sensvel ao vermelho, e nesse caso a iluminao de segurana no pose ser vermelha.

Lmpadas usadas na iluminao de seguranaCor e Limpeza da Cmara Escura Todas as paredes das cmaras escuras devero ser de cores claras que facilitam a sua limpeza periodicamente, como: bege /creme, verde hospital, cinza claro, azul claro, ou at mesmo azulejado, o importante que ela no seja de cores muito escuras, pois os resduos qumicos impregnados nas paredes e cho devero ser retirados com uma boa limpeza do setor. Hoje j encontramos at cmara escura com paredes arredondadas para facilitar a limpeza. Essa dever ser feita diariamente, no deixando acumular p e sujidades dentro das salas, ou mesmo sendo transformadas em local de refeies. A falta de higiene pode danificar os crans e comprometer os exames radiolgicos. Verificar Vazamento de Luz Externa na Cmara Escura A cmara escura dever ser bem vedada (frestas de portas e fechaduras), para poder impedir a entrada de luz externa e porventura velar os filmes ainda no expostos radiao (virgens). A melhor forma de saber se essa luz est entrando na cmara escura fazendo o teste especfico para essa finalidade. Teste: Consiste em deixar um filme no exposto sobre a bancada, com algum objeto sobre ele, por volta de 5 minutos. Decorrido esse tempo, o filme dever ser processado quimicamente e examinado de acordo com os conhecimentos tcnicos adquiridos. Ou seja, a sombra do objeto no dever aparecer sobre a imagem formada; isso significa que a pelcula deve apresentar apenas a veladura de base, que de especificao dos fabricantes.

Cmara ClaraComo o prprio nome diz, o local que exposto a todo tipo de luz, est ao lado da cmara escura, ser o lugar onde os profissionais de tcnicas radiogrficas ficam espera das radiografias processadas para estudo das imagens, ou seja, um controle de qualidade, bem como se esto identificadas corretamente, como: nome, data, exame realizado, nmero da identificao, alm de reconhecerem os processos de anlise de imagem para um timo padro de qualidade, bem como, se o filme est velado, se todas as estruturas anatmicas esto presentes na imagem, se oAdministrao de Laboratrio Cmara Escura 7