APONTAMENTOS DAS AULAS Morfologia Oral e Fisiologia do Aparelho Estomatognático

Download APONTAMENTOS DAS AULAS Morfologia Oral e Fisiologia do Aparelho Estomatognático

Post on 09-Aug-2015

105 views

Category:

Documents

19 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Morfologia Oral e Fisiologia do Aparelho Estomatogntico A cavidade oral est dividida em 6 faces: Limite anterior Limite posterior Limite superior Limite inferior Limites laterais Est dividida em 4 quadrantes e em cada um tm 8 dentes, nos adultos e 5 nas crianas. Nos adultos os quadrantes so: 1- superior direito 2-superior esquerdo 3-inferior esquerdo 4-inferior direito Nas crianas: 5- superior direito 6-superior esquerdo 7-inferior esquerdo 8-inferior direito Os tipos de dentio so 3: De leite ou decdua:6 meses at aos 12 anos Dentio mista: dos 6 anos at aos 12 anos Dentio definitiva: dos 6 anos at o resto da vida Os dentes comeam a formar-se ao fim de 3 ou 4 semanas da vida embrionria; O 1 dente de leite aparece aos 6 meses de vida ... A dentio definitiva aparece aos 6 anos com a erupo do 1 Molar inferior. Tipos de erupo Erupo activa _ O aparecimento do dente na cavidade oral at ao contacto com o (s) seu (s) antagonista (s). Erupo passiva _ o processo continuado de adaptao do dente aos seus contactos proximais e oclusas depois de terminada a erupo activa . contnua por toda a vida dentria . Funo dos dentes Mastigao Esttica Fontica Proteco e suporte das estruturas e tecidos moles, como a lngua e a ATM Os incisivos tem a funo de cortar os alimentos; Os caninos prendem os alimentos; Os molares e os pr - molares trituram e moem os alimentos. Os dentes juntamente com a saliva, formam o bolo alimentar e com a ajuda da lngua empurram-no ... A lngua tem 3 tipos de papilas: as trmicas, as gustativas e as olfactivas.

Factores de proteco dentria Ponto de contacto Cristas marginais( mesial e distal) Papila interdentria Reflexos um circuito neuromuscular no integrado . uma resposta automtica resultante de um estmulo, passando como impulso no neurnio aferente, da raiz at ao sistema nervoso central. Podem ser Inactos( mamar a 1 vez) ou Adquiridos( repetio, imitao, aprendizagem...) Existe ainda o acto reflexo interrompido ou modificado _ ao longo da aco, um determinado estmulo vai interromper essa aco, pois envia-se ao crebro e este cessa a aco . Ex.: a pedra no arroz. Reflexo Miottico ou de estiramento _ a contraco violenta e repentina do msculo, protegendo o sistema mastigatrio, controlando assim a fora consoante os estmulos. Reflexo de fecho _ partem do dorso da lngua, do palato e da deglutio; Reflexo de abertura Reflexo nociceptativo _ protege os dentes e as estruturas de suporte. Intercuspidao mxima: topo a topo _ abertura mxima: deslizando do superior. 1 movimento :rotao 2 movimento: translao A raiz est dentro do tecido alveolar. Glndulas salivares Glndula Partida _ tem como canal excretor o Canal de Stenon, que tem o seu orifcio de sada no vestbulo bucal ao nvel do 1 e 2 molares superiores. Este est coberto por uma prega mucosa, a papila partida; Glndula submandibular _ Tem como canal excretor o Canal de Wharton, que tem o seu orifcio de sada dos lados do freio lingual, no centro de uma eminncia umbilicada da mucosa, o Ostiulum Umbilicae. Glndula sublingual _ encontra-se situada por baixo do pavimento da boca e drena atravs do Canal de Bartholin que apresenta o orifcio de sada por fora do orifcio do Canal de Warthon. Ambos passam por cima da linha branca que h na bochecha . Cintica mandibular fisiolgica Guia condiliana Guia incisiva Guia canina Fenmeno de Christiensen _ espao livre entre os dentes posteriores aquando os anteriores encontram-se topo a topo . Eminncias coronrias Cspides _ so elevaes coronrias das faces oclusas dos dentes. Tubrculos _ so elevaes coronrias das faces dentrias que no a face oclusal, por exemplo o tubrculo de Carabelli na face palatina do 1 molar superior. Cristas _ so eminncias alongadas da superfcie dos dentes: Cristas marginais: todos os dentes tm. Encontram-se no contorno propilam quer

das faces oclusas dos dentes posteriores, quer das faces linguais dos anteriores; Triangulares: encontram-se uma por cspide e fazem a unio da ponta da cspide com o centro da face oclusal; Transversas: surgem da unio, 2 a 2, das crista triangulares com as cristas triangulares das cspides linguais ou palatinas dos dentes posteriores; Oblquas: surgem da unio das cristas triangulares das cspides mesio- palatinas com as cristas triangulares das cspides disto- vestibulares dos molares superiores. Tambm so chamadas Ponte de esmalte e so caractersticos dos molares superiores. Regras da Normocluso 1. O longo eixo dos dentes superiores mais inclinado para distal que os inferiores; 2. Todos os dentes, excepto os incisivos centrais inferiores e os 3s molares superiores ou cisos, contactam com 2 antagonistas; 3. As cspides vestibulares dos dentes superiores abraam por fora as cspides vestibulares dos dentes inferiores; 4. Os dentes esto encostados uns aos outros, todos os dentes adjacentes contactam a face distal na mesial dos dentes que esto atrs, excepto os centrais e os cisos; 5. Curva de Spee; 6. Curva de Wilson: 7. Tringulo equiltero de Bonwill; 8. Relao Classe I de Angle entre os 1s molares 9. Os dentes mais importantes, a chave da ocluso so os 6s; 10. Todos os dentes inferiores apresentam uma inclinao paralingual na sua face vestibular.

Recommended

View more >