APOGEO Completo Modelo - ?· e ações, assim como o alerta para problemas, são pontos para É preciso…

Download APOGEO Completo Modelo - ?· e ações, assim como o alerta para problemas, são pontos para É preciso…

Post on 08-Feb-2019

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Pgina | 1

APOGEO Completo

Modelo

Pgina | 2

Bem-vindo ao APOGEO!

O mtodo APOGEO oferece um entendimento profundo da dinmica comportamental e, o direcionamento mais adequado e

acertado das expectativas e projetos de vida. Identifica quais aspectos da Personalidade Integral favorecem o Equilbrio

Sistmico, objetivando a Mxima Performance profissional e uma melhor Qualidade de Vida.

Ns, da Equipe APOGEO, reconhecemos o valor de todos os temperamentos e estilos de comportamento e, a Importncia da

Diversidade, alm de apresentarmos grficos e relatrios com abordagem Isenta de premissas ou julgamentos de qualquer

espcie.

O mtodo APOGEO considera aspectos estticos e dinmicos da personalidade, portanto, acredita na possibilidade do

desenvolvimento e do aprimoramento contnuo.

Sobre os resultados, observe: Os relatrios descritivos sugerem traos de temperamento e comportamento, com o objetivo de

promover a reflexo, porm cabe ao leitor avaliar e validar as informaes oferecidas, aproveitando da melhor forma possvel.

Recomendamos que um(a) Analista APOGEO oferea a devolutiva dos resultados, para otimizar seu entendimento e facilitar as

aplicaes prticas em sua vida pessoal e profissional.

O mtodo APOGEO traz luz a Personalidade Integral.

A Personalidade Integral um conjunto de caractersticas que

identificam uma pessoa e constituda por:

Pgina | 3

Personalidade Integral - Tipo Constitucional

Nome: Modelo Data :

Tipo constitucional uma maneira de identificar uma pessoa segundo a forma do seu corpo. A identificao feita a partir de medies do corpo, como:

altura; peso; entre outras medidas. O funcionamento neuroendcrino - metablico est associado com o tipo constitucional. O Mtodo APOGEO projeta

o tipo constitucional aproximado. Alteraes, como ganho de peso e idade, no mudam a estrutura corporal, que se forma em torno dos 20 anos de idade.

O tipo constitucional formado por 3 componentes, cada um deles est ligado a um conjunto bsico de orgos e uma funo bsica, conforme segue:

Componentes: Conjunto de orgo princpais: Funo bsica:

Visceral Vsceras e glndulas de secreo interna. Manter a vida. Assimilar e digerir alimentos.Muscular Msculos, ossos e ligamentos, entre outros. Suprir a vida. Dar estrutura e movimento ao corpo.Cerebral Pele, sistema nervoso e crebro, entre outros. Proteger a vida. Promover ateno, alerta e inibio.

Muscular

Visceral Cerebral

Estrutura bsica do corpo

O peitoral cheio e os ombros so largos, a linha da cintura um pouco mais alta do que em outros tipos musculares, mas ainda assim, baixa.A cintura no fina. O tronco tende a ser longo e o torax predominante. Os quadris tendem a ser estreitos, mas existe maior variao nesse quesitoOs braos e pernas so arredondados, mas firmes. Os lbios tendem a ser cheios e firmes. O rosto mais robusto, a pele no fina.

Variaes do Tipo Os quadris tendem a ser estreitos, mas podem variar para quadris um pouco mais largos. A imagem do homem est representando constitucional o tipo com quadril mais estreito. frequente tipos mais musculares que apresentam maior acumulo de gordura.

Tendncias associadas ao tipo constitucional

Alimentao Tem prazer na alimentao, gosta de comer acompanhado. Pode comer aceleradamente.Ganho de peso Ao se alimentar, muito importante que modere pois, tende a exceder e pode ganhar peso.

Sude Deve evitar acumular gordura, com isso, protegendo o sistema vascular como um todo. No sofre inibio do componente cerebral, isso favorece um bom funcionamento orgnico de forma geral.Atividade fsica Deve praticar atividades aerbicas com baixo impacto nas articulaes. A prtica de atividade fsica pode ocorrer em ciclos, fora de uma rotina, mesmo assim deve praticar e no abandonar.

Tem muita energia, no se cansa facilmente, frequentemente os outros cansam primeiro.

xx/xx/20xx

Apresenta prevalncia muscular com apoio visceral

Tipo constitucional

Definio de Tipo Constitucional

Pgina | 4

Nome: Modelo Idade: 30

Empresa: Perfil A Consultoria e Representao Ltda Altura: 1,7 Data: xx/xx/20xx

Cargo: Peso: 75

Temperamento o padro habitual, pelo qual a energia vital se manifesta. O comportamento um conjunto de atitudes e reaes, movidas porEsse padro composto por 2 propriedades, so elas: direo da energia e impulsos, que visam atender as necessidades do indivduo, na sua relaointensidade. O Temperamento apresenta 3 direes ou impulsos, so eles: com o meio externo. Os impulsos do Temperamento: Emocional; ConativoEmocional; Conativo e Racional, conforme descritos abaixo: e Racional mobilizam, respectivamente, os comportamentos abaixo:

no agradvel com o "Corao", direcionando os comportamentos. bem-estar, preservando os interesses individuais e grupais.

intencionais para subjugar o ambiente vontade do indivduo. busca e, controle intencional, das experincias vividas.

Anlise e ponderao - Comportamentos que visam a proteo e agera um impulso inibitrio sobre os impulsos emocional e conativo. autopreservao, freando ou no, determinadas aes e interaes.

Vive o presente, a anlise e ponderao e as projees futuras Dois pontos centrais para gerir: 1. A autoexigncia precisa ter limites, confie,

no ocorrem naturalmente. A conteno ou inibio das emoes entregue, corrija eventuais erros. 2. Aprofunde-se nas questes e proponha sadas.

e aes, assim como o alerta para problemas, so pontos para preciso entender que sempre ser possvel fazer melhor, desde que se tenha

gesto. Viver com prazer bom, melhor ainda com moderao. pacincia para construir cada passo, negociando, aguardando o tempo certo.

transparente, lida bem com a realidade concreta e imediata. Tem habilidade de articulao e coordenao de pessoas. Predispe a abertura,

Predispe a expanso dos trabalhos e o contato com pessoas. as coisas fluem. Atua com dinmismo, d andamento em vrios assuntos.

energtico, gosta do novo, gosta de experimentar e desbravar. Associa viso com foco em qualidade, capacidade para criar e dar seguimento

Tem ambio e sabe o que quer, preserva o que lhe interessa. e, percepo sensvel das necessidades das pessoas. Comunica e orienta.

Temperamento X Oferta energtica menor

Comportamento do que a demanda

Emocional

Relacionamentos

Conativo

Ao

Racional

Anlise e ponderao

Importante No mbito profissional essa relao implica na performance, no mbito pessoal implica na sade e na qualidade de vida.

Oferta energtica Oferta energtica maior

atende a demanda do que a demanda

Definio de Temperamento Definio de Comportamento

Emocional - Ligado ao sentir. Impulso que define entre o agradvel e o

Oferta e demanda

energticas alinhadas

Relao entre Temperamento e Comportamento (O comportamento demanda uma energia e o temperamento oferta essa energia)

Gerir

Aproveitar

Conativo - Ligado ao agir - Impulso agressivo que promove aes

Racional - Ligado ao pensar - Estado de ateno e alerta de perigo, que

Relacionamentos - Comportamentos que visam manter a vida e o

Ao - Comportamentos que visam suprir necessidades, atravs da

Temperamento - Gerir e aproveitar Comportamento - Gerir e Aproveitar

Personalidade Integral - Temperamento e Comportamento

1 - Mnimo 2 - No prevalente 3 - Intermedirio 4 - Marcante 5/6 - Muito Marcante 7 - Mximo

3,0

5,0

2,0

0

1

2

3

4

5

6

7

Emocional Conativo Racional

Nvel dos impulsos do Temperamento

3,0

4,0

3,0

0

1

2

3

4

5

6

7

Relacionamentos Ao Anlise e ponderao

Nvel dos focos do Comportamento

Pgina | 5

APOGEO - Breve relato

Nome: Modelo Data: xx/xx/20xx

Palavras descritivas: Alta energia / Pr-atividade e disposio / Aproximao direta / Quer agradar / Espontaneidade / Alegria

Necessita estar em movimento, gosta de novidades, constri uma rede de contatos. Pode decidir e agir muito rpido e, acabar no

direcionando adequadamente suas aes, com isso, no obtendo os resultados esperados. Tem muita energia, gosta de estar com

pessoas prximas, tende a proteg-las. Apresenta uma tendncia para expandir horizontes, pode abrir caminhos e iniciar contatos.

Ser querido pelo seu empenho e generosidade importante, embora possa no comunicar isso abertamente.

Conduta Central (Traos menos aparentes - Motivaes, principais qualidades e defeitos)

Grupo Realizadores

Quer ser reconhecido por sua dedicao e entrega acima da mdia. Tem como base a tica, os princpios e a correo. Preocupa-se em fazer melhor, no mede esforos, investe-se com seriedade em tudo o que faz. Continuamente em busca de aprimoramento.

Conduta Habitual (Como se apresenta socialmente - Atitudes e reaes habituais)

Palavras descritivas: Articulao / Multitarefa / Exigncia crtica

Comunicativo, constri bons relacionamentos. Com sua boa disposio e alegria, chama a ateno e pode influenciar pessoas.

Multitarefa, executa suas atividades com entusiasmo. Guia-se pela programao que estabelece para si mesmo. Idealista, visualiza

caminhos de melhoria e procura se aprimorar. exigente naquilo que faz, apresenta elevada autocritica. Pode ser um bom gestor.

Cond