aplicao de metodologias para aumentar a produtividade no ...

Download aplicao de metodologias para aumentar a produtividade no ...

Post on 09-Jan-2017

212 views

Category:

Documents

0 download

TRANSCRIPT

  • APLICAO DE METODOLOGIAS PARA AUMENTAR A PRODUTIVIDADE NO

    PROCESSO DE MANUTENO EM TRUQUES DE LOCOMOTIVAS

    Marcelo Augusto Lopes Laranjeira

    Instituto Militar de Engenharia

    Especializao em Transporte Ferrovirio de Cargas

    RESUMO

    Uma frota de locomotivas realizam atividades de manuteno em cinco sistemas diferentes no

    escopo de manuteno em uma Oficina de Locomotivas no Estado do Rio de Janeiro, com

    intuito de melhorar a produtividade foram estipulados tempos padres para cada sistema da

    locomotiva, foi observado que na manuteno do sistema de truques estava muito fora da

    aderncia do tempo padro planejado.

    A proposta consiste em realizar um estudo das variveis do processo no escopo de inspeo

    do sistema de truque aplicando metodologias para aumentar a produtividade sem perder em

    qualidade.

    ABSTRACT

    A locomotive fleet perform maintenance activities on five different systems in the

    maintenance scope locomotives in a workshop in the State of Rio de Janeiro, aiming to

    improve productivity standards were set times for each system locomotive, it was observed

    that the maintenance of tricks system was way out of adhesion of standard time planned.

    The proposal is to undertake a study of the process variables in the inspection scope trick

    system applying methodologies to increase productivity without losing quality.

    1. INTRODUO

    Com o mundo cada vez mais competitivo se torna necessrio para as empresas terem

    melhores preos em seus produtos em qualquer seguimento, transportes, siderrgicas,

    comrcio entre outros, ento se torna cada vez mais valorizados, o tempo e a qualidade de um

    produto ou servio prestado.

    Na ferrovia esses conceitos no so diferentes, e uma de suas atividades internas consiste na

    manuteno de sua frota de locomotivas.

    Em uma empresa ferroviria no setor de manuteno de locomotivas foi traado uma

    estratgia de manuteno, que tem como gatilho dias em operao da frota de locomotivas,

    baseado nesse vencimento a execuo do escopo de inspeo de locomotivas planejado, esse

    escopo subdividido em cinco sistemas e cada sistema subdividido em rotas de inspeo

    sequncial. As rotas so subdivididas em subsistemas e so executadas na sequncia descrita

    no check list. Os sistemas e rotas foram descritos em um procedimento de manuteno e suas

    atividades so registradas em check list de manuteno para cada locomotiva. Os sistemas e

    rotas que esto descritos no procedimento e no check list so:

    Sistema eltrico: 6 rotas

    Sistema mecnico: 4 rotas

    Sistema de bordo: 3 rotas

  • Sistema pneumtico: 3 rotas

    Sistema de truque: 4 rotas O plano de manuteno de locomotivas baseado em tempos padres para a execuo de

    cada check list por sistema de manuteno, o como fazer est escrito no procedimento de

    manuteno. Os tempos foram estipulados e existem divergncias nos tempos reais

    executados versos os tempos padres. Cada rota de inspeo sequencial de um sistema

    descrita no check list, tem planejado um recurso e um tempo padro de execuo.

    O processo de manuteno de locomotivas no perodo de Janeiro Abril de 2015 apresentou

    baixa aderncia ao HH planejado da inspeo de locomotivas, figura 1.

    Figura 1: Histrico de aderncia ao HH planejado de inspeo de locomotivas

    Nos sistemas de manuteno da inspeo de locomotivas, o sistema de truque teve a pior

    aderncia ao tempo planejado no perodo de Janeiro Abril de 2015, figura 2.

  • Figura 2: Aderncia HH planejado por sistemas

    Portanto, interpretando o grfico da figura 2 observamos uma baixa aderncia ao HH

    planejado no sistema de truque, gerando no somatrio com outros sistemas um impacto na

    aderncia ao HH planejado da inspeo de locomotivas, como foi mostrado na figura 1.

    Temos como objetivo melhorar a aderncia do tempo padro em HH da inspeo do sistema

    de truque, sem perder em qualidade e segurana na execuo.

    Assim aumentar a produtividade da inspeo do sistema de truque e garantiremos a execuo

    do plano de manuteno de inspeo de locomotivas.

    Enfim, com base no grande impacto decorrente da baixa aderncia ao tempo padro do

    sistema de truque, realizamos um estudo para identificar a causa raiz do problema e propor

    solues.

    2. METODOLOGIA

    No processo metodolgico, apresentado o estudo de causas e efeitos da aderncia ao HH

    planejado do escopo de manuteno do sistema de truque das locomotivas C36, com

    apresentao de resultados.

    3. O ESPOCO DE MANUTENO

    O escopo de manuteno tem por objetivo manter a desempenho do ativo realizando

    manutenes programadas, hoje uma das mais conceituadas empresas de transporte

    ferrovirio adota esse modelo de manuteno, que tem como gatiho, o tempo em operao

  • que permite o planejamento de encoste desses ativos em oficinas especializadas em

    manuteno. O tempo de operao adotado neste grupo de locomotivas de 90 dias.

    4. PROCEDIMENTO DE MANUTENO

    O procedimento de manuteno de inspeo de um modelo de locomotiva dividido em

    sistemas, esses procedimentos tm como objetivo descrever passo a passo da realizao das

    atividades das rotas do sistema no check list de manuteno, eles levam em considerao a

    segurana do executante, a segurana operacional, o tempo para a realizao da atividade, a

    qualidade do servio executado e a confiabilidade do ativo.

    Existem cinco procedimentos para cada modelo de locomotiva, subdivididos nos sistemas:

    eltrico, bordo, mecnico, pneumtico e truque.

    Figura 3: Procedimento de inspeo do sistema de truque para locomotivas C36

  • 5. CHECK LIST DE MANUTENO

    O check list de manuteno um documento que tem como objetivos: agilizar a execuo das

    atividades, trazer referncias de medidas, registrar o executante de cada atividade, registrar o

    responsvel pelo acompanhamento da execuo e trazer informaes de segurana. O check

    list especifico para cada sistema da locomotiva que divido em rotas.

    Figura 4: Check list de inspeo de truque locomotivas C36

    6. SISTEMA DE MANUTENO DE TRUQUE

    Esse sistema consiste em realizar manuteno de acordo com o procedimento de manuteno

    e check list do sistema de truque da locomotiva que subdividido em quatro rotas:

    Rota 1: Com a locomotiva desligada so inspecionados os subsistemas: Plataforma, tanque

    ecolgico e tanque de combustvel.

    Rota 2: Com a locomotiva desligada so inspecionados os subsistemas: Rodeiros, Engates,

    Visores de combustvel, Aparelho de choque traseiro, Motores de trao.

    Rota 3: Com a locomotiva desligada so inspecionados os subsistemas: Limpa trilho,

    Aparelho de choque dianteiro, Truque estrutura- aranha, Timoneria de freio, Sapatas.

    Rota 4: Com a locomotiva desligada so inspecionados os subsistemas: Freio manual,

    Areiamento.

  • 7. ANLISE DE CAUSA E EFEITO

    Com base na anlise do histrico da aderncia do HH planejado da inspeo de locomotivas e

    de seus sistemas, evidenciamos e focamos na anlise de causa e efeito da baixa aderncia ao

    HH planejado do sistema de inspeo de truque. O diagrama de causa e efeito, apresentado na

    figura 5.

    Figura 5: Diagrama de Causa X Efeito

    8. PLANO DE AO 5W1H

    Com o diagrama de causa e efeito pronto, elaboramos o plano de ao com o foco na melhoria

    de aderncia ao HH planejado na inspeo do sistema de truque de locomotivas. O plano est

    descrito na figura 6.

  • Figura 6: Plano de ao 5W1H

    9. EXECUO DO PLANO DE AO

    Plano de ao elaborado, partimos para a execuo das aes:

    Treinar e acompanhar a execuo da inspeo do sistema de truque em todos os colaboradores: Na execuo desta ao conseguimos corrigir desvios de execuo, o

    principal desvio encontrado, foi o no cumprimento das atividades inseridas nas rotas

    do check list de inspeo de truque, uma parte dos colaboradores executavam essas

    atividades de acordo com a interpretao pessoal, era claro a falta do padro cada um

    executava com uma particularidade diferente, depois da ao concluda conseguimos

    padronizar as atividades de execuo das rotas do check list de inspeo do sistema de

    truque.

    Orientar os supervisores no cadenciamento da distribuio de servios para os colaboradores: Na execuo desta ao conseguimos corrigir a desorganizao na

    execuo das atividades do colaborador, o desvio principal encontrado foi a facilidade

    que o colaborador encontrava para escolher o servio que iria realizar, desrespeitando

    a sequncia das rotas do check list de inspeo de truques.

    Orientar colaboradores e audit-los na correta apropriao de mo de obra: Na execuo desta ao conseguimos corrigir a apropriao de mo de obra indevida de

    colaboradores, que se encontravam ociosos dentro das rotas de inspeo de truques.

    Montar Kamban de materiais: Na execuo desta ao conseguimos corrigir o tempo

    perdido no transito de colaboradores em busca de materiais, o principal desvio era na

  • atividade de substituio de sapatas.

    Figura 7: Kamban de materiais (sapatas de freio)

    Comprar e distribuir maleta de ferramentas para cada colaborador: Na execuo desta ao conseguimos corrigir o tempo perdido no transito de colaboradores em busca de

    ferramentas.

    Figura 8: Maletas de ferramentas

    Orientar colaboradores e audit-los na correta sequencia de execuo das rotas do

  • check list de inspeo de truque: Na execuo desta ao conseguimos conscientizar

    os colaboradores da importncia de se respeitar a execuo das atividades na

    sequncia da rota de inspeo de truques, melhorando a desempenho desta execuo.

    10. ANALISE RESULTADOS

    Com o fechamento das aes do plano de ao, observamos melhorias consistentes na

    aderncia ao HH planejado da inspeo de locomotivas, o fechamento do plano de ao foi

    em Abril de 2015 nos dois meses seguintes tivemos melhoras significativas na aderncia do

    HH planejado da inspeo de locomotivas, samos de 94% de aderncia em Abril de 2015

    para 132% em Junho de 2015, na figura 9 podemos observar a melhoria.

    Figura 9: Aderncia HH Planejado Inspeo de Locomotivas

    O resultado da aderncia HH planejada, subiu em outros sistemas de manuteno nos meses

    de Maio e Junho de 2015, mas a maior evoluo foi na aderncia HH planejado no sistema de

    truque, atingindo 118% em Junho de 2015, figura 10.

  • Figura 10: Evoluo Aderncia ao HH planejado por especialidades

    Analisando a aderncia ao HH planejado em cada rota do sistema de inspeo de truque fica

    mais evidente a melhoria, houve grande evoluo em todas as rotas, porm a rota 4 ainda no

    atingiu a aderncia de 100%, as demais todas passaram de 100% de aderncia.

    Figura 11: Evoluo Aderncia ao HH planejado por rotas sistema de truque

  • 11. CONCLUSES FINAIS

    Chegamos concluso que se tornou possvel melhorar a produtividade na realizao da

    inspeo de truque de locomotivas aplicando a metodologia de causa e efeito e montando um

    plano de ao 5W1H, os resultados foram expressivos melhoramos a aderncia ao HH

    planejado nas quatro rotas de inspeo do sistema de truque, consequentemente aumentamos a

    aderncia do HH planejado da inspeo do sistema de truque e aderncia do HH planejado da

    inspeo de locomotivas.

    A aderncia HH planejada da inspeo de locomotivas no ms de Abril de 2015 foi de 94% e

    no ms de Junho de 2015 foi de 132%, um aumento na aderncia e produtividade de 42%.

    A aderncia HH planejada da inspeo de truque no ms de Abril de 2015 foi de 71% e no

    ms de Junho de 2015 foi de 118%, um aumento na aderncia e produtividade de 66%.

    As aderncias HH planejadas nas rotas da inspeo de truque no ms de Abril de 2015 foram

    de: Rota 1 52%, Rota 2 91%, Rota 3 63%, Rota 4 36%, e no ms de Junho de 2015 foram de:

    Rota 1 103%, Rota 2 125%, Rota 3 116%, Rota 4 87%, um aumento na aderncia e

    produtividade de: Rota 1 198%, Rota 2 137%, Rota3 184%, Rota 4 241%.

    12. REFERNCIAS BIBLIOGRFICAS

    CHECK LIST DE INSPEO MECNICA CL- ENG- 0139 MRS LOGISTICA

    CHECK LIST DE INSPEO ELETRICA CL ENG -0151 MRS LOGISTICA

    CHECK LIST DE INSPEO BORDO CL- ENG- 0140 MRS LOGISTICA

    CHECK LIST DE INSPEO PNEUMTICA CL-ENG- 0154 MRS LOGISTICA

    CHECK LIST DE INSPEO DE TRUQUE CL- ENG- 0181 MRS LOGISTICA

    PROCEDIMENTO DE MANUTENO DE INSPEO DE TRUQUE POP- ENG- 4413

    MRS LOGISTICA