anurio hosptecno 2015 / 2016

Download Anurio HospTECNO 2015 / 2016

Post on 22-Jul-2016

233 views

Category:

Documents

10 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Anuário sobre tecnologia hospitalar. Destaca os Hospitais Campeões de Tecnologia e Atendimento Hospital Márcio Cunha (Ipatinga, MG), Hospital e Maternidade Santa Joana (SP), IMREA (Rede de Reabilitação Lucy Montoro - SP), Hospital e Maternidade Dr. Eugênio de Carvalho (IBDSH). Apresenta, ainda, o "case" do Hospital Sirio-Libanês (SP) como um "Hospital Bseado em Evidências"

TRANSCRIPT

  • A N U R I O 2 0 1 5 - 2 0 1 6 www.g3h.com.br

    HospitaisCampees em Tecnologiae Atendimento

    Um novo conceito de at

    endimento de sade

    para Goinia e que form

    ar um complexo

    hospitalar para atender

    no s a cidade como

    a regio com excelncia

    em sade.

    Hospital Premium

    Centro de Simulao do Grupo Santa Joana

    Destaque

    Srio-LibansUm hospitalbaseado emevidncias

    Imagem: L+M

  • ANNCIO KLINT LASERWAY MARO.indd 2 5/12/2015 12:27:50 PM

  • EDITORIAL

    As trs novas torres do Srio-Libans, recentemente inauguradas, estabelecem uma nova referncia de modernidade hospitalar e mostram que a tecnologia pode ter um papel transformador no hospital e no atendimento s necessidades de sade.

    No caso do HSL, a escolha das tecnologias e solues mais avanadas disponveis se deu com base nas evidncias da contribuio de cada uma delas para o desempenho futuro da instituio, tendo em vista obter o mais elevado grau de excelncia em todos os aspectos do atendimento e alcanar o estado da arte na arquitetura e infraestrutura hospitalar.

    Criar um Hospital Baseado em Evidncias segue a inspirao da Medicina Baseada em Evidncias hoje prtica universalmente adotada - e pelo Design Baseado em Evidncias, movimento inspirado pelo EBD Evidence Based Design norte americano. No caso do Srio-Libans, no h dvida de que a eleio das alternativas considerou as melhores evidncias, o que permitiu escolhas mais acertadas e com melhor antecipao do desempenho futuro.

    A importncia de fazer boas escolhas para construir e equipar o edifcio hospitalar vai alm das razes econmicas de custo x benefcio. inegvel que a edificao e a infraestrutura hospitalar vm tendo um protagonismo crescente nos processos de atendimento. Da que as escolhas a ele

    conexas devem levar em conta este papel, e ser precedidas de planejamento cuidadoso para valorizar a contribuio do edifcio na misso do hospital.

    Esta edio do Anurio HospTECNO oferece no s uma viso abrangente do Case do Hospital Srio-Libans, e de um seleto grupo de empresas que participaram de sua construo, como traz outros cases de hospitais que se destacam como Campees de Tecnologia e Atendimento.

    Sejam Bem-Vindos. Celso Skrabe - Editor

    O Srio-Libans, um Hospital Baseado em Evidncias

    O Anurio G3 uma publicao da:

    Exmia Comunicao Ltda.Rua Cardoso de Almeida, 60 - cj. 41

    05013-000 - So Paulo-SPT: (11) 3872-2190 - F: (11) 3872-2523

    Os conceitos emitidos nos artigos assi-nados so de responsabilidade de seus

    autores e no expressam necessariamente a opinio da revista.

    A reproduo dos artigos permitida desde que citada a fonte.

    EDITORCelso Skrabe

    celso@eximiacom.com.br

    JORNALISTA RESpONSvELSusana Batimarchi

    MTB 16.022

    REDAOAvana Salles

    DIAgRAMAOFlvio Marques

    REpRESENTANTESCarlos Lescovar

    Carlos Olsen

    ADMINISTRAO E FINANASLucilene Vicente

    ASSISTENTELuiz Milani

    pESqUISAMaria Lucia de O.Neves Skrabe

    CONTEDOHenrique Chamizo

    WEB SITEVictor Skrabe

    IMpRESSOEditora Referncia

    A N U R I O 2 0 1 5 - 2 0 1 6 www.g3h.com.br

    HospitaisCampeesem Tecnologiae Atendimento

    Um novo conceito de at

    endimento de sade

    para Goinia e que form

    ar um complexo

    hospitalar para atender

    no s a cidade como

    a regio com excelncia

    em sade.

    Um novo conceito de at

    endimento de sade

    para Goinia e que form

    ar um complexo

    Hospital Premium

    Centro de Simulao do Grupo Santa Joana

    Destaque

    Srio-LibansUm hospitalbaseado emevidncias

    Imagem: L+M

    hosptecno_2015.indb 1 13/05/15 13:24

  • Case - Hospital Srio-Libans

    4 l HospTecno l www.g3h.com.br

    A inaugurao das trs novas torres do Hospital S-rio-Libans, em abril de 2015, estabelece um novo paradigma de modernidade e conforto hospitalar no Brasil. Construdas com base nas melhores tecnolo-gias e solues, as novas torres do Hospital Srio-Libans se convertem em referncia para as novas edificaes hospitala-res, e seu case exibe em toda a plenitude as possibilidades de um Hospital Baseado em Evidncias. Ou seja, um hospital pensado, projetado e construdo com base nas mais avanadas solues e tecnologias disponveis e comprovadamente supe-riores para uma obra hospitalar no estado da arte.

    Esta magnfica obra hospitalar - que, segundo explicou o Superintendente Corporativo da instituio, Dr. Gonzalo Ve-cina, em seu discurso por ocasio da inaugurao das novas torres, caminho para oferecer o melhor cuidado para os nossos pacientes - j um marco na histria do setor hospi-talar no Brasil.

    O complexo hospitalar Hospital Srio-Libans, em So Paulo, possui atualmente 439 leitos a previso chegar a 710 leitos em 2016 atende anualmente mais de 120 mil pacientes, sendo um importante centro de referncia inter-nacional em especialidades e procedimentos mdicos de alta complexidade.

    Originalmente construdo nos anos 1940 e com uma rea de cerca de 100 mil m, o hospital passou por um programa de expanso para aumentar a sua capacidade de atendimento em mais 355 leitos, todos de alto padro, e acaba de incorporar trs novos blocos e mais 70 mil m de rea construda sem interromper atendimentos.

    A ampliao contemplou a construo de trs novas edi-ficaes, os Blocos E, F e G, que somaram pouco mais de 72 mil m de rea total construda. So duas torres, uma com 20 pavimentos e outra com 14 pavimentos, ambas executadas sobre o hospital existente. H, tambm, uma terceira torre, com 16 pavimentos, implantada em terreno ao lado do prdio em operao. O empreendimento contempla, ainda, diversas interligaes, que unificam e consolidam todo o complexo.

    Restries logsticas e a necessidade de construir edifica-es com um complexo hospitalar em funcionamento repre-sentaram um enorme desafio e exigiram inovaes tecnolgi-cas e de processos construtivos. A nova construo ficou por conta da Mtodo Engenharia e Schahin. O incio das obras se deu em abril de 2011, a concluso se deu em janeiro de 2015 e a inaugurao dia 23 de abril de 2015.

    Srio-Libansum Hospital baseado em evidncias

    Dr. GonzaloVecina

  • www.g3h.com.br l HospTecno l 5

    ArquiteturA L+M A arquitetura, desenvolvida pela L+M Gets, teve como ponto de partida a ampla estrutura existente. O escopo foi atender s necessidades de ampliao, mas atento integrao urbana e sem abrir mo da relao de proximidade que o complexo tem com a cidade que o envolve. A fachada tira partido do uso de empenas, grelhas e principalmente do vidro para criar leve-za e transmitir uma imagem contempornea, em consonncia com o propsito da edificao hospitalar e com a identidade corporativa da instituio.

    Lauro Miquelin, diretor da L+M, diz que a L+M est hon-rada por ter sido escolhida a contribuir com o Hospital Srio Libans no seu processo de crescimento dos ltimos 10 anos. As vrias fases do Plano Diretor de Espaos e Tecnologias vm sendo detalhadas pela L+M - tanto em Processos como em

    Projetos com monitoria de Oramentos para ampliar o aten-dimento e os resultados desta que uma referncia para as Organizaes de Sade da Amrica Latina.

    instALAes coMpLexAs - MHA enGenHAriAAs novas torres do complexo hospitalar em So Paulo ganha-ram pavimentos tcnicos, reas de apoio, coberturas, barrile-tes, casas de mquinas e heliporto. Para elas, o projeto de instalaes foi concebido com uma orientao clara em rela-o confiabilidade. Nesse ponto, a automao com sistemas de controle digital direto foi decisiva para viabilizar o moni-toramento e controle dos sistemas eltricos, hidrulicos, de proteo contra incndios e de ar-condicionado e ventilao mecnica, afirma Raymond Khoe, diretor-adjunto da MHA Engenharia.

    A MHA esteve frente do projeto de instalao hidrulica, eltrica, mecnica, de incndio, gases medicinais e ventilao da ampliao do Hospital Srio-Libans. Em funo da critici-dade da operao hospitalar, o projeto contemplou tambm uma srie de medidas para contingncia.

    O planejamento da execuo e da interligao das insta-laes das novas torres com as instalaes existentes deman-dou muitas horas de dedicao e reunies com as empresas instaladoras, projetistas e a equipe de engenharia do hospi-tal, conta o engenheiro Fernando Marques, da MHA Enge-nharia. Estvamos migrando para um projeto singular.

    Segundo Raymond Liong, engenheiro da MHA, foram uti-lizadas vrias solues que nem sempre so aplicadas nos hos-pitais, em face do seu custo e complexidade. Como exemplo,

    Lauro Miquelin, diretor da L+M

  • Case - Hospital Srio-Libans

    6 l HospTecno l www.g3h.com.br

    cita o controle de temperatura individual para cada quarto de UTI e salas de painis eltricos em cada pavimento. O maior desafio, diz ele, foi o de conceber um sistema que pudesse oferecer as melhores solues tcnicas, facilidade de manu-teno e flexibilidade para expanses futuras, sem, contudo, interferir nas existentes.

    Duas preocupaes permanentes foram a contingncia, no caso de inoperncia de sistemas, e a busca da otimizao dos equipamentos para minimizar o consumo. Itens como Susten-tabilidade (com certificao LEED) e integrao com os siste-mas do complexo hospitalar pr-existente foram prioritrios.

    Um exemplo foi a criao de uma usina de gerao de energia capaz de assumir o fornecimento de energia para o hospital em caso de um blecaute. Composta por quatro ge-radores a diesel, de cerca de quatro megawatts cada, a usina tambm assume o papel da concessionria nos horrios de pico, quando a tarifa mais cara.

    A automao fundamental para essa integrao, na me-dida em que a monitorao e o controle dos sistemas podem ser acompanhados online e, portanto, aes preventivas po-dem ser tomadas para otimizar a operao ou evitar paradas no programadas. Como as instalaes alimentam os siste-mas e