antropologia - unidade 1

Download Antropologia - Unidade 1

Post on 21-Mar-2016

103 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Antropologia e Cultura Brasileira: Visão Geral sobre a Antropologia.

TRANSCRIPT

  • Autora: Profa. Maria Aparecida de AlmeidaColaboradoras: Profa. Amarilis Tudela Nanias

    Profa. Glaucia Aquino Profa. Anglica Carlini

    Antropologia eCultura Brasileira

  • Professora conteudista: Maria Aparecida de Almeida

    Ol, aluno! Bem-vindo disciplina de Antropologia e cultura brasileira. Eu sou a professora Maria Aparecida de Almeida e elaborei o contedo deste livro texto. Sou brasileira, nascida na cidade de Ivaipor, Paran, em 14 de maio de 1968. Sou formada em Cincias sociais (Antropologia, Cincias polticas, Sociologia), bacharelado e licenciatura, pela Pontifcia Universidade Catlica de Campinas, de 1991 a 1994. Entre 1994 e 1996 realizei cursos na Universidade de Campinas, como aluna especial do mestrado, no Instituto de Filosoa e Cincias Humanas. A partir de 1996, comecei a lecionar Histria, Geograa, Sociologia e Pesquisa de mercado, nos cursos tcnicos de 2 grau do Colgio Politcnico Bento Quirino, em Campinas, e, tambm, nesse momento realizei o curso de especializao em Marketing e negcios. Em 2000, fui convidada a ministrar aulas na Universidade Paulista, campus Sorocaba, trabalhando as disciplinas de Estatstica, Pesquisa de mercado e opinio, Sociologia da comunicao, Mtodos e tcnicas de pesquisa, Metodologia do trabalho acadmico, Filosoa geral, Filosoa da cincia, Homem e sociedade e Cincias sociais. Entre 2007 e 2008, sentindo a necessidade de aperfeioar meus estudos e voltando Pontifcia Universidade Catlica para realizar meu mestrado em Educao, analisei o programa PROUNI, uma poltica pblica implantada no primeiro governo de Lula. Atualmente, realizo um curso de especializao em Ensino a distncia, na Universidade Paulista.

    Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta obra pode ser reproduzida ou transmitida por qualquer forma e/ou quaisquer meios (eletrnico, incluindo fotocpia e gravao) ou arquivada em qualquer sistema ou banco de dados sem permisso escrita da Universidade Paulista.

    Dados Internacionais de Catalogao na Publicao (CIP)

    A447a Almeida, Maria Aparecida de

    Antropologia e cultura brasileira / Maria Aparecida de Almeida. - So Paulo: Editora Sol, 2011.

    148 p., il.

    Notas: este volume est publicado nos Cadernos de Estudos e Pesquisas da UNIP, Srie Didtica, ano XVII, n. 2-043/11, ISSN 1517-9230.

    1. Antropologia. 2. Cultura brasileira. 3. Sociedade brasileira I. Ttulo

    CDU 572.1/.4

  • Prof. Dr. Joo Carlos Di GenioReitor

    Prof. Fbio Romeu de CarvalhoVice-Reitor de Planejamento, Administrao e Finanas

    Profa. Melnia Dalla TorreVice-Reitora de Unidades Universitrias

    Prof. Dr. Yugo OkidaVice-Reitor de Ps-Graduao e Pesquisa

    Profa. Dra. Marlia Ancona-LopezVice-Reitora de Graduao

    Unip

    Profa. Elisabete Brihy

    Prof. Marcelo Souza

    Profa. Melissa Larrabure

    Material Didtico

    Comisso editorial: Dra. Anglica L. Carlini (UNIP)Dr. Cid Santos Gesteira (UFBA)Dra. Divane Alves da Silva (UNIP)Dr. Ivan Dias da Motta (CESUMAR)Dra. Ktia Mosorov Alonso (UFMT)Dra. Valria de Carvalho (UNIP)

    Apoio:Profa. Cludia Regina BaptistaProfa. Betisa Malaman Comisso de Qualicao e Avaliao de Cursos

    Projeto grco:Prof. Alexandre Ponzetto

    Reviso:Alessandro de Paula

  • SumrioAntropologia e Cultura Brasileira

    APRESENTAO ......................................................................................................................................................7INTRODUO .........................................................................................................................................................11

    Unidade I

    1 VISO GERAL SOBRE A ANTROPOLOGIA ............................................................................................... 152 OS ANTROPLOGOS NO GABINETE ......................................................................................................... 22

    2.1 O evolucionismo social ...................................................................................................................... 222.2 O positivismo .......................................................................................................................................... 252.3 Determinismo biolgico e determinismo geogrco ............................................................ 27

    3 OS ANTROPLOGOS VO PARA O CAMPO ........................................................................................... 313.1 O funcionalismo .................................................................................................................................... 313.2 O culturalismo norte-americano ................................................................................................... 353.3 O estruturalismo ................................................................................................................................... 373.4 A Antropologia interpretativa ......................................................................................................... 40

    4 A CRTICA DOS PARADIGMAS TERICOS .............................................................................................. 414.1 A Antropologia ps-moderna ou crtica ..................................................................................... 41

    Unidade II

    5 A FORMAO DA SOCIEDADE BRASILEIRA .......................................................................................... 495.1 Histrico da formao da sociedade brasileira ........................................................................ 49

    6 UMA ANTROPOLOGIA DO BRASIL: OS PILARES .................................................................................. 586.1 A perspectiva de Gilberto Freyre em Casa-grande e senzala ............................................. 586.2 A perspectiva de Srgio Buarque de Holanda em Razes do Brasil ...................................71

    6.2.1 Pedagogia moderna e as virtudes antifamiliares ...................................................................... 736.2.2 A identidade do homem cordial ....................................................................................................... 79

    6.3 A perspectiva de Darcy Ribeiro em O povo brasileiro ............................................................ 836.3.1 A formao da organizao social do Brasil ................................................................................ 846.3.2 Conformao urbana e cultural ....................................................................................................... 876.3.3 Deteriorao urbana .............................................................................................................................. 936.3.4 Classe, cor e preconceito ..................................................................................................................... 966.3.5 Raa e cor ................................................................................................................................................103

    7 A CULTURA POPULAR OU ERUDITA? .................................................................................................1077.1 Cultura popular e cultura erudita ...............................................................................................1087.2 Cultura popular ou folclore? ......................................................................................................... 112

    8 INDSTRIA CULTURAL ................................................................................................................................. 115

  • 7APRESENTAO

    Este livro texto pretende apresentar a voc, aluno de Servio social, um pouco do conhecimento da Antropologia. Buscando inseri-lo no mundo da universidade, da cincia, assim sendo, no mundo cientco.

    No nal da apostila consta a referncia, voc indo at l, conseguir todos os dados da obra.

    Por falar em textos e leituras, acredito que seja apropriado apresentar uma estria, anedota muito bem contada por Santos (2005, p. 11-12):

    Um dia um homem acordou e vericou que precisava fazer uns concertos em casa, mas no tinha martelo. Resolveu, ento, que pediria um martelo emprestado ao vizinho, mas logo pensou: E se ele no me emprestar o martelo? Pode estar de mau humor, ou quem sabe estar utilizando o martelo, quem sabe no quer ser incomodado e pode car chateado comigo.... E foi assim durante a manh. O homem andava de um lado para o outro, coava a cabea, queixava-se para a esposa a falta que fazia um martelo e falava de sua certeza da m vontade do vizinho. A mulher ouvia, ouvia e comentava vez por outra: Voc j experimentou ir at l e pedir o martelo emprestado?. O homem no ouvia a esposa. Continuava remoendo-se, chateando-se antecipadamente com o vizinho que, pensava ele, no lhe emprestaria a ferramenta. Perto da hora do almoo, j cansado e ansioso (na verdade, bastante irritado), o homem levantou-se, saiu de casa, caminhou apressado e, de punhos cerrados em direo porta do vizinho, tocou insistentemente a campainha. Quando o vizinho abriu a porta, o homem foi logo falando aos berros: Olhe aqui, voc pensa que o dono do mundo, no ? Acha que estou precisando do seu martelo? Acha? Pois eu no estou nem a, pode car com ele, seu egosta!. Virou-se e voltou para sua casa, deixando o vizinho com boca de espanto, paralisado pelo susto. Moral da estria: nem fez os consertos que precisava fazer, nem cou sabendo se o vizinho emprestaria o martelo! Alm de tudo cou estressado e perdeu toda a manh por conta do tal martelo.

    Conforme Santos (2005), o mesmo acontece com os alunos universitrios quando precisam ler um texto, ou escrever um. como na histria do martelo. O problema no est no martelo (texto), mas nas cabeas, por causa da nossa histria de vida, dos nossos hbitos, pela decincia recebida ao passarmos pelos nveis de ensino an