antenas parablicas -- apostila ?· antenas parabólicas possuem uma alta diretividade o que nos...

Download Antenas Parablicas -- Apostila ?· Antenas Parabólicas Possuem uma alta diretividade o que nos leva…

Post on 27-Oct-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Antenas Parablicas

    Possuem uma alta diretividade o que nos leva a perceber que possui um alto ganho. Uma antena receptora de satlites de 3 metros de dimetro, por exemplo, tem um ganho de 33dB, ou seja, ela amplifica (o mais correto seria falar concentra) o sinal de chegada por volta de 2000 vezes.

    Lembrando sempre que o ganho da antena parablica devido a sua capacidade de concentrao, em um nico ponto, do sinal recebido.

    Ela pode ser feita de diferentes materiais, por exemplo: -- tela de alumnio. -- fibra de vidro. -- alumnio. A diferena do material empregado em sua construo influenciar em seu ganho, a saber: Uma antena de alumnio tem um ganho maior que uma de fibra de vidro que tm o ganho maior que uma de

    tela. O preo das antenas, geralmente, varia nesta mesma proporo. O dimetro da antena tambm influe no ganho da mesma. Quanto maior o dimetro da antena maior ser o

    ganho e melhor a qualidade da recepo. Recepo de satlites Podemos dividir uma antena parablica para recepo de satlites em diversas partes: -- refletor. -- iluminador. -- corneta corrugada ou feedhorn. -- polorotor (apenas usado com LNB para mudar a polarizao). --elemento amplificador (LNA, LNB, LNC, LNBF). O refletor direciona todo o sinal recebido para um nico ponto, o foco. O iluminador segura a corneta corrugada. A corneta possui dentro o dipolo que receber os sinais de RF. O polorotor colocar o dipolo na polarizao vertical ou horizontal. O elemento amplificador amplificar os sinais recebidos (o LNB, o LNBF e o LNC tambm convertem o

    sinal recebido para uma freqncia mais baixa). Caractersticas bsicas do elemento amplificador As duas caractersticas mais importantes so: -- ganho -- temperatura de rudo Por ganho entendemos a capacidade de amplificao do mesmo (valores em dB). Um LNB com 10dB de ganho multiplicaria por 10 o sinal recebido. A temperatura de rudo uma grandeza que define a quantidade de rudo trmico que gerada pelo

    elemento amplificador. Quanto menor a temperatura de rudo melhor o elemento amplificador. Por que? Caso o rudo que ele crie seja maior que o sinal, recebido e amplificado, ele encobrir o sinal e teremos

    uma recepo pssima. A temperatura de rudo dada em graus Kelvin. Exemplo de um bom elemento amplificador (um LNB): -- ganho = 65 dB. -- temperatura de rudo = 15 graus Kelvin. Tipos de elementos amplificadores

    1

    Luiz Bertini

  • -- LNA (Low Noise Amplifier - Amplificador de Baixo Rudo): Recebe o sinal recebido, na faixa de 3,7 a

    4,2 GHz (para banda C) e apenas o amplifica. O primeiro a ser usado. Hoje em dia praticamente fora de uso para recepo domstica.

    -- LNB (Low Noise Blockconverter - Conversor de Baixo Rudo): Amplifica o sinal recebido na faixa de

    3,7 a 4,2 GHz e o converte para a faixa de 950 a 1450 Mhz. Atualmente o mais utilizado.

    -- LNBF tipo de LNB (amplificador conversor de baixo rudo) que capaz de selecionar a polarizao dos canais recebidos atravs de uma variao na sua tenso de alimentao, desta forma no mais preciso o uso de um plo-rotor (que causava muitos problemas). Com 14 volts de alimentao sintonizaremos os canais de polarizao vertical e com 18 volts sintonizaremos os canais de polarizao horizontal. Existem LNBF mono-ponto e multiponto. Os mono-ponto funcionam como indicado acima e s podem estar ligado com um receptor. Os multipontos podem estar ligados com mais de um receptor, para isto necessrio que o sinal que vai para os receptores sejam divididos por um divisor que cubra a faixa de freqncias entre 950 a 2050Mhz. A entrada do receptor tambm deve ser capaz de receber toda esta faixa de freqncias. Em um LNBF multiponto os canais de uma polarizao so deslocados, atravs de um batimento com um oscilador local, para uma faixa mais alta. Sendo assim de 950 MHz a 1450 MHz o receptor receber os canais de uma polarizao e de 1550 a 2050 MHz ele receber os canais de outra polarizao. Como teremos todos os canais, simultaneamente no cabo, podemos ligar mais de um receptor. Este processo substitue, com eficincia, as chaves coaxiais que so muito utilizadas em banda C que ainda trabalham com LNBs. Quando desejvamos ligar uma mesma antena com dois receptores e assistir em qualquer um deles canais de qualquer polarizao, precisvamos de dois LNBs e uma chave coaxial, alm de uma corneta corrugada que permiti-se a instalao dos dois LNBs. Os LNBFs esto se tornando muito comum.

    -- LNC (Low Noise Block Downconverter - Conversor abaixador de Baixo Rudo): Amplifica o sinal

    recebido e o converte para a freqncia de 70Mhz. mais utilizado para a recepo de dados via satlite. Mas hoje em dia o seu uso no mais comum.

    importante ressaltar que quanto menor a freqncia no cabo que liga a antena ao receptor menor ser a

    perda e conseqentemente teremos um sinal maior na entrada do receptor e uma imagem melhor na TV. A ttulo de informao vamos demonstrar montagens com todos eles. Esquema de um sistema de recepo com LNA. 1 -- Elemento amplificador+feedhorn. 2 -- Iluminador. 3 -- Refletor. 4 -- Downconverter (ver texto). veja figura 1 5 -- Suporte para a antena. 6 -- Receptor. 7 -- TV. 8 -- Cabos de ligao. 9 -- Cabos de ligao.

    2

    Luiz Bertini

  • O LNA amplificar o sinal e o entregar ao downconverter, que um conversor para 70 Mhz e deve ficar o

    mais prximo da antena possvel, para que, devido s altas freqncias (3,7 a 4,2 Ghz) no exista muita perda. Geralmente o cabo usado entre os dois especificado para evitar estas perdas.

    Na sada do downconverter j teremos 70Mhz que ser conectado com o receptor. Esquema de recepo com um LNB. 1 -- LNB + feedhorn + polorotor (o feedhorn ou corneta corrugada pode ser montado com dois LNBs o que

    dispensa o uso do polorotor. Porm teremos dois cabos, um para os canais verticais e outro para os canais horizontais. Usamos dois LNBs, com uma corneta que permita isto, quando desejamos usar a antena com mais de um receptor. Os dois cabos, com as duas polaridades, so ligados em um equipamento chamado de chave coaxial, e os receptores so ligados com esta chave. Esta chave pode ter duas sadas, quatro sadas, etc, para dois ou quatro receptores, e cada receptor receber o a polarizao e canais desejados de acordo com o controle de polarizao ou chave H/V).

    2 -- Iluminador. 3 -- Refletor. 4 -- Suporte da antena. veja figura 2 5 -- Cabos de ligao. 6 -- Receptor. 7 -- TV.

    3

    Luiz Bertini

  • O sinal recebido ser convertido para 950 a 1450 Mhz e amplificado. Depois ser enviado ao receptor. S

    dentro do RX que teremos a FI de 70 Mhz. Esquema de recepo com um LNC. 1 -- LNC + feedhorn + polorotor. 2 -- Iluminador. 3 -- Refletor . 4 -- Suporte. veja figura 2 5 -- Cabos. 6 -- Receptor. 7 -- TV.

    4

    Luiz Bertini

  • O sinal recebido ser convertido para 70 Mhz e amplificado, s depois sair do lnc e ir para o receptor. Esquema de recepo com um LNB. 1 -- LNBF 2 -- Iluminador. 3 -- Refletor. 4 -- Suporte da antena. veja figura 2 5 -- Cabos de ligao. 6 -- Receptor. 7 -- TV.

    5

    Luiz Bertini

  • Caractersticas das antenas parablicas. O formato parablico deste tipo de antena faz com que apenas os sinais que vm perpendiculares ao plano

    da antena se concentrem num ponto, chamado de foco. Os outros sinais , no perpendiculares ao plano da antena, no tero um ponto de foco, no atrapalhando

    assim na recepo. Isto o que torna uma antena parablica extremamente direcional. To direcional que apenas um grau de

    altura (vertical) ou azimute (horizontal) fora da posio j faz com que no recebamos o sinal do satlite. veja figuras 3, 4 e 5

    6

    Luiz Bertini

  • 7

    Luiz Bertini

  • Para termos noo do que um grau, basta esticarmos nosso brao e cobrirmos o cu com o polegar. A

    quantidade que ele obstruir do cu corresponde a, aproximadamente, 2,5 graus. O elemento amplificador deve ficar exatamente no foco, para sito o iluminador possui um movimento de vai

    e vm, permitindo assim deslocar o feedhorn at o ponto onde est o foco (veja a figura 6). Existem outros tipos de antenas parablicas, as Cassegrain, por exemplo: 1 -- refletor parablico. 2 -- refletor. 3 -- elemento amplificador. 4 -- hastes para suporte do refletor. 5 -- suporte da antena.

    8

    Luiz Bertini

  • Neste tipo de antena o sinal ser refletido pelo refletor parablica para um outro refletor e depois para o

    elemento amplificador que ficar atrs da antena, para que ele possa receber o sinal a antena vazada no centro. O refletor ficar suspenso por hastes, geralmente trs , que estaro presas no prprio refletor parablico.

    Existem ainda antenas circulares para a recepo de sinais de satlites. A diferena que devido a sua curvatura ela ter diversos focos, ao contrrio de uma parablica que s tem um foco.

    Estes diversos focos podem ser usados para se colocar diversos feeedhorns e se captar mais de um satlite ao mesmo tempo.

    Atualmente esto sendo desenvolvidas antenas planas para a recepo de satlites. veja figuras 7,8 e 9

    9

    Luiz Bertini

  • 10

    Luiz Bertini

  • Antenas tipo off-set so antenas que tem o ponto de foco deslocado de sua posio central. Neste tipo de antena o satlite recebido esta acima de uma reta imaginria, que esteja perpendicular ao plano da antena. Estas antenas, para receber a banda KU, tem, normalmente, um dimetro entre 45 a 90 cm e so feitas de metal. Esta antena pode ter um tamanho menor do que as parablicas mais comuns, as de banda C, normalmente feitas de tela, pois a freqncia de recepo muito maior e q