Ano 2 Unidade2 MIOLO

Post on 05-Oct-2015

214 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

curriculo

TRANSCRIPT

<ul><li><p>Pacto Nacional pela Alfabetizao</p><p>na Idade Certa</p><p>Ministrio da EducaoSecretaria de Educao Bsica</p><p>Diretoria de Apoio Gesto Educacional </p><p>Braslia 2012</p><p>A ORGANIZAO DO PLANEJAMENTO E DA ROTINA NO CICLO DE ALFABETIZAO </p><p> NA PERSPECTIVA DO LETRAMENTO</p><p>Ano 02Unidade 02</p></li><li><p>MINISTRIO DA EDUCAOSecretaria de Educao Bsica SEBDiretoria de Apoio Gesto Educacional </p><p>Dados Internacionais de Catalogao na Publicao (CIP)Centro de Informao e Biblioteca em Educao (CIBEC)</p><p>_______________________________________________________________________________</p><p>Brasil. Secretaria de Educao Bsica. Diretoria de Apoio Gesto Educacional. Pacto nacional pela alfabetizao na idade certa : a organizao do planejamento e da rotina no ciclo de alfabetizao na perspectiva do letramento : ano 2 : unidade 2 / Ministrio da Educao, Secretaria de Educao Bsica, Diretoria de Apoio Gesto Educacional. -- Braslia: MEC, SEB, 2012. 48 p. ISBN 978-85-7783-115-9</p><p> 1. Alfabetizao. 2. Lngua portuguesa. 3. Livro didtico. I. Ttulo.</p><p> CDU 37.014.22_______________________________________________________________________________</p><p>Tiragem 125.616 exemplares </p><p>MINISTRIO DA EDUCAOSECRETARIA DE EDUCAO BSICA Esplanada dos Ministrios, Bloco L, Sala 500CEP: 70047-900Tel: (61)20228318 - 20228320</p></li><li><p>Sumrio</p><p>A ORGANIZAO DO PLANEJAMENTO E DA ROTINA NO CICLO DE ALFABETIZAO NA PERSPECTIVA DO LETRAMENTO</p><p>Iniciando a conversa 05</p><p>Aprofundando o tema 06Planejamento no ciclo de alfabetizao: objetivos e estratgias para o ensino relativo ao componente curricular - Lngua Portuguesa 06</p><p>Rotinas de alfabetizao na perspectiva do letramento: a organizao do processo de ensino e de aprendizagem 16</p><p>Compartilhando 27Direitos de aprendizagem em Histria no ciclo de alfabetizao 27</p><p>Materiais didticos no ciclo de alfabetizao 34</p><p>Aprendendo mais 44Sugestes de leitura 44</p><p>Sugestes de atividades para os encontros em grupo 47</p></li><li><p>A ORGANIZAO DO PLANEJAMENTO E DA ROTINA NO CICLO DE ALFABETIZAO NA PERSPECTIVA DO LETRAMENTOUNIDADE 2 | ANO 2 </p><p>Autoras dos textos da seo Aprofundando o tema: Adriana M. P. da Silva, Magna do Carmo Silva Cruz e Rosa Maria Manzoni. </p><p>Autoras dos relatos de experincia e depoimentos:Ana Lcia Martins Maturano, Ivanise Cristina da Silva Calazans e Sheila Cristina da Silva Barros.</p><p>Leitores crticos e apoio pedaggico: Alexsandro da Silva, Alfredina Nery, Amanda Kelly Ferreira da Silva, Ana Cristina Bezerra da Silva, Ana Lcia Martins Maturano, Ana Mrcia Luna Monteiro, Eliana Borges Correia de Albuquerque, Erika Souza Vieira, Evani da Silva Vieira, Ivanise Cristina da Silva Calazans, Rochelane Vieira de Santana, Severino Rafael da Silva, Sheila Cristina da Silva Barros, Telma Ferraz Leal, Wilma Pastor de Andrade Sousa e Yarla Suellen Nascimento Alvares.</p><p>Produo dos quadros de direitos de aprendizagem:Adriana M. P. da Silva.</p><p>Revisora Adriana de Oliveira Gibbon.</p><p>Projeto grfico e diagramaoAna Carla Silva, Luciana Salgado, Susane Batista e Yvana Alencastro.</p><p>IlistraoAirton Santos.</p><p>CapaAnderson Lopes, Leon Rodrigues, Rian Andrade e Tlio Couceiro.</p></li><li><p>Iniciando a conversa</p><p>A organizao do planejamento e da rotina no ciclo de alfabetizao na perspectiva do letramento o tema principal dessa unidade. Sero foco das reflexes temas como: pla-nejamento no ciclo de alfabetizao, delimitao de objetivos e estratgias para o ensino relativo ao componente curricular Lngua Portuguesa, a elaborao de rotinas de alfabeti-zao na perspectiva do letramento, a organizao do processo de ensino e de aprendiza-gem no ciclo de alfabetizao. </p><p>Essas temticas sero relacionadas s discusses sobre currculo, continuidade da apren-dizagem e avaliao no ciclo de alfabetizao discutidas na unidade 1 e aprofundadas nos encontros de formao. Entendemos que a delimitao do que precisa ser ensinado a cada ano do ciclo de alfabetizao e como devem ser avaliados os direitos de aprendi-zagem podem subsidiar a elaborao do planejamento e a organizao das rotinas na alfabetizao. </p><p> aprofundarosconhecimentossobreaconcepodealfabetizaonaperspectivadoletramento;</p><p> conhecerosrecursosdidticosdistribudospeloMinistriodaEducao(livrosdidticoseobrascomplementaresaprovadosnoPNLD;livrosdoPNBEePNBEEspecial;jogosdidticosdistribudospeloMEC)eplanejarsituaesdidticasemquetaismateriaissejamusados;</p><p> planejaroensinonaalfabetizao,analisandoecriandopropostasdeorganizaoderotinasdaalfabetizaonaperspectivadoletramento;</p><p> criarumambientealfabetizador,quefavoreaaaprendizagemdascrianas;</p><p> compreenderaimportnciadaliteraturanosanosiniciaisdoEnsinoFundamentaleplanejarsituaesdeusodeobrasliterriasemsaladeaula.</p><p>Desse modo, os objetivos da unidade 2 so:</p></li><li><p>Aprofundando o tema</p><p>No texto Currculo no ciclo de alfabetiza-o, presente na unidade 1 dessa coleo, discutimos que o currculo surge de uma conjugao de aes entre as orientaes que os documentos propem para o ciclo de alfabetizao e o que efetivamente construdo no cotidiano das escolas, per-meados por concepes acerca do que se deve ensinar e aprender na alfabetizao. Estas concepes delineiam os princpios didticos que vo orientar os planejamen-tos elaborados no cotidiano escolar. </p><p>Neste texto traaremos uma discusso sobre a importncia do planejamento para o processo de alfabetizao, considerando--o como um processo que objetiva dar </p><p>respostas a problemas pelo estabelecimen-to de fins e meios que apontam para sua superao. Entendemos que por meio do planejamento o professor pode organizar, didtica e pedagogicamente, o trabalho a ser desenvolvido e o tempo a ser destinado para cada ao. </p><p>Segundo Libneo (1994), o planejamento um processo de racionalizao, orga-nizao e coordenao da ao docente, articulando a atividade escolar e a proble-mtica do contexto social. Esses planos de ao podem se configurar como edu-cacional, escolar, curricular e de ensino. Para cada um deles existem contedos procedimentais, atitudinais e conceituais, </p><p>Planejamento no ciclo de alfabetizao: objetivos e estratgias para o ensino relativo ao componente curricular - Lngua Portuguesa Magna do Carmo Silva CruzRosa Maria ManzoniAdriana M. P. da Silva</p></li><li><p>unidade 02 07</p><p>bem como aes e estratgias especficas para a sua efetivao. Cabe a cada escola elaborar um plano escolar sobre a orga-nizao, o funcionamento e a proposta pedaggica da instituio. Nesse contexto, a proposta curricular deve orientar quanto s experincias de aprendizagem a serem oferecidas criana na escola. Com base nos planos elencados, o coletivo de pro-fessores deve elaborar um planejamento de ensino para o ciclo de alfabetizao que vise definio das aes concretas para as situaes do trabalho pedaggico, com o objetivo de possibilitar a apropriao e a consolidao da alfabetizao. </p><p>A importncia do planejamento para o ensino dos eixos do componente curri-cular Lngua Portuguesa est inserida na perspectiva de que esta uma atividade que antecede a um ato intencional (LEAL, 2010). A rotina escolar, nessa dimenso, passa a ser um momento de escolhas e decises didticas e pedaggicas basea-das na reflexo sobre como agir e sobre as suas possibilidades. Para planejar importante ter conscincia dos direitos de aprendizagem no ciclo de alfabetizao, estabelecendo uma progresso no ensino que proporciona a progresso nas apren-dizagens a cada ano. O depoimento da professora Ana Lcia Martins Maturano, que atua no 2 ano do Ensino Fundamental na Escola Municipal Nova Santana (Cama-</p><p>ragibe PE) e na Escola Municipal Creusa de Freitas Cavalcanti (Recife PE), revela a importncia dessa atividade:</p><p>Ao planejar, tenho como ali-cerces as propostas pedaggicas do municpio, os resultados dos mapeamentos e objetivos/com-petncias institudas para o 2 ano. Os eixos do componente curricular Lngua Portuguesa so contemplados, semanal-mente, tendo diferentes focos conforme a proposta para o dia e organizados, principalmen-te, com base na necessidade da turma. Com essa dinmica, te-nho como objetivo inserir cada vez mais as crianas no universo da leitura e escrita caminhando para a consolidao das ativida-des de apropriao.</p><p>Portanto, necessrio pensarmos no planejamento que queremos para os trs anos, para cada ano, para cada etapa dentro de cada ano, e para cada eixo do componente curricular Lngua Portuguesa visando a atender a cada criana em seu processo de aprendizagem. Ou seja, ne-cessrio organizar nossa ao em relao a: Quais nossas prioridades no ensino a cada ano? O que as crianas j sabem? O que esperamos que os alunos aprendam? </p><p>A progresso da aprendizagemedoensinotemade discusso na unidade8.</p></li><li><p>unidade 0208</p><p>Como planejamos os eixos do ensino do componente curricular Lngua Portuguesa e como os distribumos ao longo da sema-na? Em quais critrios nos baseamos para fazer a escolha da frequncia de cada um deles? Como buscamos explor-los? </p><p>Essa forma de planejamento cria oportu-nidades diferenciadas para cada criana, o que pode representar um ganho significa-tivo na direo da formao de todos, sem excluir ningum, e na garantia da constru-o dos direitos de aprendizagem por todas as crianas em tempo oportuno. Contudo, entendemos que, na prtica cotidiana, temos vrias situaes que podem fugir ao que planejamos como situaes ideais de ensino e de aprendizagem. Nessas ocasies, preciso improvisar e, para improvisarmos com qualidade, importante conhecermos bem a situao e as consequncias dela, o que nos d capacidade de renovar e variar as estratgias de ensino, sem desperdiar-mos o tempo de aprendizagem das crianas (GUEDES PINTO et al., 2006). </p><p>Em relao a esse aspecto, os livros didti-cos de alfabetizao, atualmente, sinalizam como podemos planejar os eixos de ensino do componente curricular Lngua Portu-guesa, tanto pela diversidade de atividades que propem, como por ser um material que tem passado por avaliaes sistemticas do MEC, por meio do Programa Nacional do Livro Didtico (PNLD), desde 1995. Albuquerque e Morais (2011) apontam que, no PNLD 2010, algumas mudanas foram introduzidas para a escolha dos livros de alfabetizao. Na nova conjuntura, seriam duas colees: dois volumes voltados para a alfabetizao (para o ano 1 e 2) e um para o ensino do componente curricular Lngua Portuguesa (ano 3), devendo a apropriao do Sistema de Escrita Alfabtica ser enfa-tizada logo nos dois primeiros anos. Em relao presena dos eixos do componente curricular Lngua Portuguesa, nas dezenove obras aprovadas no PNLD 2010, a anlise das colees evidenciou alguns avanos e limites em relao a cada eixo de ensino: </p><p> leitura:crescenteexploraodadiversidadetextual(circulao,gnero,tamanho,autores),presenadetextoscurtos,exploraodasestratgiasdeleitura,dovocabulrioedocontextodeproduo;</p><p> produodetextos:exploraodocontextodeproduo,destinatrioseobjetivosespecficosdecadagneroasertrabalhadoepoucanfaseematividadesdeplanejamentoerevisodostextos;</p><p> oralidade:menoravanoquantoexploraodogneroesuascaractersticas,presenadeatividadesqueexploramcantoriaseconversas;</p><p> anliselingustica:crescenteexploraodevriashabilidadesquepossibilitamodomnioefetivodaescritaalfabtica.</p></li><li><p>unidade 02 09</p><p>A anlise das obras aprovadas no PNLD 2010 indica que as atividades de alfabetiza-o esto presentes em todos os volumes das colees. No entanto, isso no significa que os demais eixos do componente curricular Lngua Portuguesa devam ser esquecidos. A rotina de sala de aula deve contemplar os vrios eixos como objetos de ensino, pois primordial diversificar as atividades para melhor atender aos alunos em todos os anos do ciclo de alfabetizao. Sendo assim, dis-cutiremos alguns objetivos e estratgias que podem orientar o planejamento nos eixos da anlise lingustica, leitura, produo de textos escritos e oralidade.</p><p>No eixo da anlise lingustica, preciso considerar as atividades voltadas para o que queremos ensinar sobre o Sistema de Escrita Alfabtica (como se organiza esse sistema), considerando quais conhe-cimentos foram construdos pelos estu-dantes e como eles se apropriam desses conhecimentos. Todo o processo pode ser desenvolvido de forma ldica, por meio de jogos e atividades que promovam a refle-xo sobre o funcionamento das palavras escritas (ordem, estabilidade e repetio das letras, quantidade de partes faladas e escritas, semelhanas sonoras). </p><p> importante pensar em atividades que en-volvam aes de comparar, montar e des-montar palavras, para observar e discutir os princpios do Sistema de Escrita Alfab-tica, promovendo a apropriao e a con-</p><p>solidao da alfabetizao. Nessa fase, o foco deve ser o domnio do sistema e o uso adequado das palavras nos textos, por meio da reflexo sobre os recursos lingusticos necessrios para a constituio de efeitos de sentido em textos orais e escritos.</p><p>Aps as crianas estarem alfabticas, o processo de consolidao das relaes som--grafia pode passar a ser o foco do ensino no eixo da anlise lingustica. Um dos aspectos a serem planejados a explorao da norma ortogrfica, pois a apropriao da escrita alfabtica no leva a criana a dominar todas as convenes regulares. </p><p>Ao atingir a hiptese alfabtica preciso que a criana reflita sobre a norma orto-grfica, compreendendo as regularidades e memorizando as irregularidades ortogrfi-cas, a fim de escrever convencionalmente as palavras (MORAIS, 1999). Para isso, deve--se planejar as atividades de reflexo sobre as dificuldades ortogrficas despertando-as para o princpio gerativo subjacente escri-ta das palavras, ou seja, para o princpio de que quando conhecemos uma regra pode-mos aplic-la a todas as palavras cuja escrita dependa dessa regra. Por exemplo, a regra de que o som /k/ antes de A, O e U pode ser representado por C ou K e antes de E e I, por QU ou K, quando aprendida, pode ser aplicada em muitas palavras. </p><p>A preocupao do professor no deve ser com a memorizao das regras, mas com a compreenso. </p><p>Naunidade3 ser discutido queacriana alfabetizadacapazdelere escrevertextosparainteragiremdiferentesespaossociais e a criana queestemumnvelalfabtico aquelaquedominao SistemadeEscritaAlfabtica,lendoeescrevendopalavras, masnemsemprecapazdelereescrevertextoscomfluncia.</p><p>Noscadernosdaunidade 4 a relao entre alfabetizaoe ludicidade temadedebate.</p><p>Nocadernoda unidade 3,ano3sorealizadas reflexessobreoensinodaortografia</p></li><li><p>unidade 0210</p><p> Perguntas antes da leitura</p><p> Anteciparsentidosdotexto;</p><p> Ativarconhecimentosprvios;</p><p> Estabelecerfinalidadesparaaleitura.</p><p> Perguntas durante e/ou depois da leitura</p><p> Localizarinformaoexplcitadeumtexto;</p><p> Elaborarinferncias;</p><p> Estabelecerrelaeslgicasentrepartesdotexto;</p><p> Identificartemaouapreenderosentidogeraldotexto;</p><p> Interpretarfraseseexpresses;</p><p> Distinguirpontodevistadoautordeopiniesdoleitor;</p><p> Estabelecerrelaesdeintertextualidade;</p><p> Explorarvocabulrioerecursoscoesivos;</p><p> Explorarcaractersticasdognerotextual;</p><p> Explorarrecursosestticoseexpressivosdotexto;</p><p> Explorarimagenscomoelementoconstitutivodaspossibilidadesdesentido;</p><p> Explorardialetoseregistros;</p><p> Identificarideiacentralapartirdotexto;</p><p> Emitiropiniosobreotexto;</p><p> Responderaostextos(extrapolao).</p><p> Levantareconfirmarhipteses(previsessobreotexto).</p><p>O eixo da leitura tem, dentre outras, a finalidade de proporcionar s crianas a capacidade de ler para: aprender a fazer algo, aprender assuntos do seu interesse, informar-se sobre algum tema e ter prazer na leitura. Para o planejamento de...</p></li></ul>