anjo amador

Download ANJO AMADOR

Post on 16-Mar-2016

232 views

Category:

Documents

6 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Com apenas 18 anos, Ashley não é uma adolescente comum. Ela não apenas está morta, como, depois de sua morte, entrou por engano na fila errada - uma fila destinada a anjos da guarda treinados, prestes a iniciar a sua missão na Terra. Com um par de asas nas costas, ela é enviada para Los Angeles com a tarefa de substituir um anjo cuja "missão" era proteger ninguém menos do que o sexy roqueiro Cannon Michaels, líder da banda Sendher, o maior ídolo de Ashley.

TRANSCRIPT

  • 01-Anjo Amador.indd 101-Anjo Amador.indd 1 15/01/13 15:1715/01/13 15:17

  • 01-Anjo Amador.indd 201-Anjo Amador.indd 2 04/12/12 20:4504/12/12 20:45

  • KARRI THOMPSON

    Traduo:

    Denise de C. Rocha Delela

    01-Anjo Amador.indd 301-Anjo Amador.indd 3 15/01/13 15:1715/01/13 15:17

  • Ttulo do original: Amateur Angel.

    Copyright 2012 Karri Thompson.Copyright da edio brasileira 2013 Editora Pensamento-Cultrix Ltda.Publicado originalmente em ingls por Comfort Publishing.

    Texto de acordo com as novas regras ortogr cas da lngua portuguesa.

    1a edio 2013.

    Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta obra pode ser reproduzida ou usada de qualquer forma ou por qualquer meio, eletrnico ou mecnico, inclusive fotocpias, gravaes ou sistema de armazenamento em banco de dados, sem permisso por escrito, exceto nos casos de trechos curtos citados em resenhas crticas ou artigos de revistas.

    A Editora Jangada no se responsabiliza por eventuais mudanas ocorridas nos endereos conven-cionais ou eletrnicos citados neste livro.

    Esta uma obra de co. Todos os personagens, organizaes e acontecimentos retratados neste romance so tambm produto da imaginao da autora e so usados de modo ctcio.

    Editor: Adilson Silva RamachandraCoordenao editorial: Denise de C. Rocha Delela e Roseli de S. FerrazProduo editorial: Indiara Faria KayoAssistente de produo editorial: Estela A. MinasEditorao Eletrnica: Join BureauRevisores: Liliane S. M. Cajado e Nilza Agua

    Dados Internacionais de Catalogao na Publicao (CIP)(Cmara Brasileira do Livro, SP, Brasil)

    ndices para catlogo sistemtico:

    1. Fico : Literatura norte-americana 813

    Jangada um selo editorial da Pensamento-Cultrix Ltda.Direitos de traduo para o Brasil adquiridos com exclusividade pelaEDITORA PENSAMENTO-CULTRIX LTDA que se reserva apropriedade literria desta traduo.Rua Dr. Mrio Vicente, 368 04270-000 So Paulo SPFone: (11) 2066-9000 Fax: (11) 2066-9008http://www.editorajangada.com.bratendimento@editorajangada.com.brFoi feito o depsito legal.

    Thompson, Karri Anjo amador / Karri Thompson ; traduo : Denise de C. Rocha Delela. So Paulo : Jangada, 2013.

    Ttulo original: Amateur angel ISBN 978-85-64850-25-5

    1. Fico fantstica norte-americana I. Ttulo.

    12-14647 CDD-813

    Anjo Amador.indd 4Anjo Amador.indd 4 29/01/13 10:1029/01/13 10:10

  • Para meu marido, John, e meu lho, Kyle,por nunca me deixarem desistir;

    Para minha me, meu pai e minha irm, Korina,pelas suas crticas e apoio incondicional;

    Para funcionrios e alunos da Santana High School,pela inspirao;

    Para Kathleen Rushall, a melhor agente queuma autora pode ter;

    E para Oma, que sempre foi o meu anjo da guarda.

    01-Anjo Amador.indd 501-Anjo Amador.indd 5 04/12/12 20:4504/12/12 20:45

  • 01-Anjo Amador.indd 601-Anjo Amador.indd 6 04/12/12 20:4504/12/12 20:45

  • 71

    Eu me tornei um anjo da guarda por acaso.Bem, na verdade, retiro o que disse. Como eu morri num aci-

    dente de carro, tecnicamente me tornei um anjo da guarda poracidente, mas o que eu realmente quero dizer que eu no deveria ter me tornado um anjo da guarda de jeito nenhum. Tudo aconteceu por engano, quando entrei na la errada.

    Ora, no me interprete mal. Ser um anjo da guarda seria muito legal; o problema que eu no estava realmente pronta para mor-rer ainda, embora no ache que algum esteja. Perdi minha vida apenas duas semanas depois de me formar no ensino mdio,que por acaso era o mesmo dia em que faria 18 anos. Que azar!, voc deve estar dizendo. Ningum nunca espera morrer no dia do pr-prio aniversrio.

    En m, eu estava dirigindo pela autoestrada, seguindo o mesmo trajeto que fazia todos os dias ao voltar para casa do Sliders, o restau-rante onde sou... quero dizer... era recepcionista. Bem, o trnsito es-tava muito bom para uma tarde de sexta-feira e eu dirigia no limite da velocidade, o que provavelmente muito poucos motoristas fa-ziam. Peguei a minha sada e segui na direo do cruzamento onde eu sempre virava direita.

    01-Anjo Amador.indd 701-Anjo Amador.indd 7 04/12/12 20:4504/12/12 20:45

  • 8Normalmente, eu cava parada naquele semforo, que o mais demorado da cidade e ca vermelho rpido demais, obrigando os motoristas a pararem bem no meio do cruzamento at o trnsito uir novamente. Mas, no sei como, o semforo estava verde daquela vez, e eu pensei, Uau, meu aniversrio, por isso o meu dia de sorte! Se algum merece este farol verde, com certeza sou eu.

    Acabei descobrindo a ironia do destino.Comecei a fazer a curva e, assim que dobrei a esquina, aconte-

    ceu. Bang! E isso tudo o que eu sei. Desculpe. A maioria das pessoas adoraria me ouvir contar que a minha vida inteira passou diante dos meus olhos numa frao de segundo, que eu senti meu corpo se chocando contra o airbag, expulsando o ar dos meus pulmes, justo quando meus rgos internos eram esmagados dentro do abdmen, perfurando a minha aorta, matando-me quase instantaneamente, mas, infelizmente, eu no tenho uma histria assim para contar, pois sinceramente no me lembro de nada.

    Acho que elas iam querer ouvir sobre o tnel de luz que eu tinha que percorrer, onde todos os meus parentes mortos estavam espe-rando para me receber do outro lado, mas, lamento, tambm no tenho uma histria assim para contar.

    Eu, no entanto, me lembro de uma coisa: a msica que estava tocando no rdio. Era da minha banda favorita, o Sendher. Vouv-los num show na prxima semana. Desculpe. Eu quis dizer que teria ido v-los num show se no tivesse morrido naquele dia. Ob-viamente, eu ainda no me adaptei completamente ideia de estar morta. Mas, de qualquer maneira, Cannon Michaels, o vocalista mais gato do mundo, comeou a cantar o refro: Duas noites para dois..., quando o desastre aconteceu, e em seguida eu estava em ou-tro lugar, um lugar inimaginvel, e nesse ponto que comea a mi-nha histria alucinante.

    01-Anjo Amador.indd 801-Anjo Amador.indd 8 04/12/12 20:4504/12/12 20:45

  • 92

    Por aqui, mademoiselle. Mademoiselle? Est falando comigo? Apontei o dedo para o

    peito. Um peito sem batimento cardaco. Sim, por aqui. hora de se juntar aos outros na la. O

    homenzinho inclinou a cabea. Estava vestido com roupas decores brilhantes, que incluam uma cala de malha justa e uma gola de babados.

    Do que est falando? No vejo mais ningum. Onde estou, a nal?

    Assim que o homem franziu a testa, trs las de pessoas apare-ceram na minha frente.

    Voc sabe onde est. Agora, por favor, mademoiselle. Pegue o seu lugar na la. J sabe para onde ir.

    Mas voc no est entendendo. Eu no sei para onde... No entanto, quando me virei para encarar o homem outra vez, ele j tinha se afastado.

    Dei uma olhada no lugar, uma sala cheia de luz pura e brilhante, que normalmente ofuscaria os meus olhos.

    Que lugar este? murmurei, balanando a cabea.

    01-Anjo Amador.indd 901-Anjo Amador.indd 9 04/12/12 20:4504/12/12 20:45

  • 10

    Algum pegou no meu brao, uma mulher alta, de meia-idade, com cabelos grisalhos.

    Venha, Ashley, voc no pode se atrasar. Onde est o seu...? comeou a perguntar, virando a cabea para os lados. No importa. Siga-me.

    Quem voc e como sabe o meu nome? Todas as perguntas sero respondidas mais tarde. Agora, por

    favor, venha comigo. Est na hora. Na hora de qu? Onde estou, a nal?A mulher apontou para a terceira la. hora das suas Boas-Vindas. Boas-Vindas? Eu no tenho tempo para nenhum tipo de boas-

    -vindas, seja l o que for isso. Onde est o meu carro? Eu preciso chegar em casa. No posso car aqui.

    A mulher me puxou pelo brao. Ashley, voc precisa seguir as minhas instrues. Mas voc no entende? Eu preciso sair deste lugar e ir para casa

    agora. Hoje o dia do meu aniversrio. Meus pais esto me espe-rando. Na verdade, esto esperando que eu entre pela porta da frente a qualquer momento. Minha melhor amiga Veronica ajudou minha me a fazer uma festa surpresa para mim. Obviamente eu no deve-ria saber de nada, e elas no sabem que eu sei, mas peguei as duas vrias vezes falando sobre a festa, ento tive que me ngir de surda a semana inteira.

    Por hbito, parei no meio da divagao para tomar flego, mas descobri que isso no era apenas desnecessrio, como tambmimpossvel. A conhecida passagem do ar atravs do meu nariz at os meus pulmes, que faria as minhas costelas se expandirem, nunca chegou a acontecer. Apertei a garganta com a mo, esperando que isso me zesse desfalecer, mas a sensao de vertigem que eu estava esperando no aconteceu. Aparentemente eu no precisava mais respirar, embora ainda pudesse sentir cheiros. O ar estava fresco, mas um tipo difuso de frescor, como se a atmosfera estivesse

    01-Anjo Amador.indd 1001-Anjo Amador.indd 10 04/12/12 20:4504/12/12 20:45

  • 11

    impregnada com uma nvoa palpvel e aromtica de ores de hi-bisco e melo.

    O que h de errado comigo?A senhora de cabelos grisalhos apertou os lbios num meio sor-

    riso e balanou a cabea. No h nada sicamente errado com voc; pelo menos no

    mais. Agora venha comigo. Mas minha irmzinha fez um presente especial para mim. Le-

    vou um ms inteiro para terminar. Ela at embrulhou sem a ajuda de ningum. Ficou falando disso a semana toda. Eu no posso decep-cion-la. Ela tem que me dar o presente esta noite, entende? Ento eu preciso ir para casa. Onde est meu carro? Se eu sair agora, talvez chegue l a tempo. Olhei para o meu pulso. So apenas cinco e quatorze? Espere a. Isso no pode estar certo. Eu sa do trabalho s cinco horas, devem ser quase seis agora.

    Venha agora, senhorita Ashley. A mulher colocou a mo no meu ombro e inclinou o queixo para baixo at que seus olhos en-contrassem os meus. Ash