Analise Tecnica (Bolsa Invest)

Download Analise Tecnica (Bolsa Invest)

Post on 23-Jun-2015

266 views

Category:

Documents

10 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

1 Manual Didctico - Anlises Tcnicas01-Anlise Tcnica - Definio um mtodo de avaliao de activos pela utilizao de grficos, tendo em conta a evoluo passada de cotaes. O objectivo principal deste tipo de anlise o de prever a evoluo futura de cotaes, considerando que determinados tipos de comportamentos, movimentos ou padres se repetem historicamente. Trata-se portanto de um mtodo emprico e no de uma cincia exacta, que de forma sistemtica e metodolgica estuda os comportamentos passados para os aplicar ao futuro. A anlise tcnica surgiu no Japo no sculo XVII, mas comeou a ser utilizada e difundida nos mercados em 1895 nos EUA por Charles Dow (fundador do Wallstreet Journal), no incio da dcada de 70 com os avanos informticos e tecnolgicos, teve um grande crescimento e desenvolvimento, sendo actualmente usada e reconhecida mundialmente como um importante e poderoso instrumento de anlise. Existe alguma controvrsia ou rivalidade entre os utilizadores da analise tcnica e da analise fundamental, mas caminha-se actualmente para uma complementao entre os dois mtodos (e outros como a psicoanlise de mercado, as teorias caticas, etc).

02-Formaes Grficas Trata-se mais uma vez de uma utilidade grfica, que consiste em traar determinadas figuras grficas sobre um grfico de cotaes. O objectivo principal das figuras grficas o de identificar padres comuns em determinadas fases da evoluo de uma cotao (mudana de tendncia). Desta forma, tenta-se em primeiro lugar encontrar uma figura tcnica comum de onde se tentar extrair alguma informao sobre o comportamento futuro da cotao (normalmente no rompimento da figura). de notar que este tipo de informao foi obtido ao longo do tempo de forma emprica por analistas tcnicos, que aps exaustivas observaes, anlises de grficos, e de testes estatsticos de grande escala, conseguiram identificar alguns padres comuns em determinadas fases da evoluo das cotaes (o estudo de padres grficos tem j mais de 100 anos). Exemplos de formaes grficas: Canais, Tringulos, Cabea e Ombros, Fundos e Topos Duplos, Pendes, Cunhas, Formaes em Alargamento, Formaes Arredondadas, etc. Consideramos importante salientar que as figuras grficas, bem como os indicadores tcnicos so apenas instrumentos de anlise, e no podem de forma alguma substituir outros indicadores / mtodos de anlise. Por outras palavras, no concordamos com investimentos feitos exclusivamente a partir de figuras grficas. Exemplo de formaes Grficas

2

03-Momentum Momentum Oscilator

Apesar do seu nome, no um indicador muito conhecido ou utilizado, sendo muito parecido com o Price ROC. Trata-se de um rcio (enquanto que o Price ROC uma percentagem) que tem a seguinte frmula: Momentum = (ltima cotao) / (cotao N perodos atrs) X 100 (os N perodos costumam ser 12 dias para curto prazo, 25 para mdio prazo e 225 para longo prazo) Interpretao: (semelhante ao Price (ROC))

304-Momentum e indicadores de momentum Trata-se de um dos mais complexos conceitos da Anlise Tcnica. O momentum uma espcie de medida da velocidade da cotao, que serve para detectar a acelerao ou desacelerao do preo. Martin Pring (reconhecido analista tcnico e inventor de vrios indicadores de momentum), descreve momentum da seguinte forma: -Lanada a bola ao ar, o movimento inicial de grande rapidez e acelerao (isto : um forte momentum). Depois a velocidade vai diminuindo ou desacelerando (isto : perda de momentum), at que pra quando as foras opostas se equilibram, finalmente a fora de gravidade provoca a inevitvel queda. O objectivo dos indicadores de momentum detectar possveis arranques ou aceleraes dos preos, o topo de um movimento ascendente bem como a consistncia de um arranque dos preos. Atravs destes indicadores possvel tambm determinar zonas de oversold (sobre venda) e overbought (sobre compra) definindo zonas baratas ou caras para determinada cotao. Exemplos de indicadores de momentum: -Momentum oscilator, Price ROC (Rate of change), Stochastic Oscilator, RSI (relative strengh index, MACD (Moving Average Convergence/Divergence), CCI (Commodity Channel Index), Parabolic SAR, Stochastic Momentum Oscilator, entre varias centenas de outros indicadores. Price ROC

05-Resistncia ou linhas de resistncia Existem muitas definies e explicaes para resistncias, mas muito basicamente uma resistncia um preo ao qual a cotao tem historicamente (aqui pode ser curto, mdio ou longo prazo) reagido em baixa no subindo acima dele. Uma resistncia poder ser considerada oficialmente quando pela segunda vez seguida o preo sobe at um determinado valor e reage negativamente. Linha de resistncia: utilidade grfica que consiste em traar uma linha para assinalar a resistncia da cotao. Tipos de resistncias: -Resistncias (ou resistncias horizontais): so resistncias cujo valor sempre o mesmo temporalmente. -Resistncias ascendentes: so resistncias que sustentam uma tendncia ascendente, ou seja, medida que se avana temporalmente, o valor da resistncia aumenta. -Resistncia descendente: so resistncias que sustentam uma tendncia descendente, ou seja, medida que se avana temporalmente, o valor da resistncia diminui. Interpretao: Considera-se que quando uma resistncia quebrada, a tendncia que a resistncia sustenta ser alterada. Resumidamente, considera-se empiricamente benfica uma ruptura de resistncia. Suporte e Resistncia

406-Suporte ou linhas de suporte Suporte e Resistncia

Existem muitas definies e explicaes para suportes, mas muito basicamente um suporte um preo ao qual a cotao tem historicamente (aqui pode ser curto, mdio ou longo prazo) reagido em alta no descendo abaixo dele. Um suporte poder ser considerado oficialmente quando pela segunda vez seguida o preo desce at um determinado valor e reage positivamente. Linha de suporte: utilidade grfica que consiste em traar uma linha para assinalar o suporte da cotao. Tipos de suportes: -Suportes (ou suportes horizontais): so suportes cujo valor sempre o mesmo temporalmente. -Suportes ascendentes: so suportes que sustentam uma tendncia ascendente, ou seja, medida que se avana temporalmente, o valor do suporte aumenta. -Suporte descendente: so suportes que sustentam uma tendncia descendente, ou seja, medida que se avana temporalmente, o valor do suporte diminui. Interpretao: Considera-se que quando um suporte quebrado, a tendncia que o suporte sustenta ser alterada. Resumidamente, considera-se empiricamente perigoso uma ruptura de suporte. 07-Price Rate of Change (ROC) As aces tm movimentos cclicos de subida alternados com descidas, este indicador permite filtrar esses movimentos para um valor percentual (que facilmente analisvel sobe a forma de um oscilador) dando nfase aos perodos de overbought e oversold. Sendo estudado historicamente para cada aco podem-se encontrar comportamentos padro de antecipao deste indicador ao movimento da cotao. Frmula: Price ROC = (ultima cotao) / (cotao N perodos atrs) X 100-100 (os N perodos costumam ser 12 dias para curto prazo, 25 para mdio prazo e 225 para longo prazo) Price ROC

5Interpretao: A sua interpretao diferente de aco para aco e difere tambm conforme o ambiente do mercado. Mas por exemplo, as zonas overbought e oversold costumam ser definidas acima de +5 e abaixo de 5 respectivamente (em perodos de Bullmarket por vezes adoptam-se por vezes as zonas +5 e 10). O que quer isto dizer em termos prticos (neste exemplo)? compra-se quando o ROC se encontra abaixo dos 5 (oversold) e cruza a linha 5 para cima; vende-se quando o ROC se encontra acima de +5 (overbought) e cruza a linha +5 para baixo.

08-Stochastic Oscilator (SO) Stochastic Oscillator

Trata-se de mais um popular indicador de Momentum usado pela quase totalidade dos analistas tcnicos (e pseudo analistas tcnicos) para determinar o timing de entrada e de sada no curto prazo (sendo tambm utilizado para Longo prazo e Day Trading) determinando mais uma vez zonas de overbought e oversold num grfico de oscilao. Frmula: (verso simples) SO = (ltima cotao mnimo do ltimos N dias)/(mximo dos ltimos N dias mnimo do ltimos N dias) Interpretao: Os valores do SO sero entre 0 e 100, pelo consideram-se duas linhas horizontais a 20 e a 80. Considera-se que quando o SO se encontra abaixo de 20 que a aco est oversold e quando est acima de 80 a aco est overbought. Os sinais tcnicos so dados da seguinte forma: - o SO passa para cima da linha 20 (deixa de estar oversold) - o SO passa para baixo da linha 80 (deixa de estar overbought) Nota: costuma-se usar o SO para perodos de 12 dias (ou 12 minutos em Day trading de futuros)

609-Tendncia e linhas de tendncia Tendncia tal como o nome indica o rumo predominante de uma cotao ao longo de um determinado perodo de tempo. Existem tendncias ascendentes, descendentes e laterais ou indefinidas, bem como temporalmente existem tendncias de curto, mdio e longo prazo. Uma linha de tendncia uma utilidade grfica que consiste em traar uma linha que marque a tendncia predominante num determinado perodo temporal. Tecnicamente, considera-se uma tendncia invertida ou alterada quando a cotao corta a linha de tendncia traada. Tendncias primrias e secundadrias

10-Volume, como interpretar? O volume a quantidade transaccionada de um determinado activo (pode ser expresso em dinheiro ou n de aces). O volume um indicador importantssimo na anlise do comportamento de um activo, ajudando a medir a fora da procura ou da oferta num determinado momento ou horizonte temporal. Interpretao: A interpretao do volume ao contrrio do que possa parecer uma das mais complexas da anlise tcnica, essencialmente porque em momentos diferentes uma variao semelhante de volume pode ter significados completamente diferentes. difcil de generalizar ou estandardizar a anlise de volumes, contudo pode-se deixar uns pequenos exemplos de interpretaes: 1-Uma ruptura de resistncia acompanhada de um volume forte um sinal tcnico de compra. 2-Volume crescente acompanhado por um aumento ligeiro de cotao um importante indicador de arranque de um preo. 3-Uma aco pouco lquida, costuma aumentar significativamente o seu volume com um ou dois dias de antecedncia a um movimento especulativo de alta (ou de baixa). 4-Um movimento de alta de vrios dias costuma ser caracterizado por volume alto durante o arranque e volume fraco no fim do movimento antes da correco tcnica. 5-Um movimento de baixa rpida costuma ser caracterizado por volume muito forte ao atingir um fundo (contudo o volume pode ser alto durante toda a descida, tornando difcil de definir um volume muito forte). 6-Quando se gera volume alto num suporte ou resistncia, estes passam a ganhar maior significado tcnico. De qualquer forma, estes so apenas exemplos de casos mais gerais, que muitas vezes em determinadas circunstncias tcnicas no devem ser considerados. Exemplo do efeito antecipador do Volume

711-Accumulation/Distribution Introduo: um indicador de Momentum que associa mudanas nos preos e nos volumes. A premissa bsica para este indicador que quanto mais volume acompanha o movimento do titulo mais significativo este movimento. Interpretao: Este indicador semelhante ao On Balance Volume, ou seja quando um movimento altista acompanhado por forte volume existe acumulao, quando o movimento baixista e volume alto mostra que est havendo distribuio. Quando existem divergncias no indicador, normalmente os preos tendem a ajustar-se ao sentido do indicador. Formula:

Anlise Grfica:

12-ZIG ZAG

O Zig Zag funciona como um filtro para pequenas mudanas nos preos ou em qualquer outro indicador. O Zig Zag s mostra mudanas significativas. Interpretao O indicador de Zig Zag usado para verificar as mudanas que se produzem num grfico, e mostrar as mudanas de direco mais significativas num grfico. Este o nico indicador em que uma mudana nos preos pode fazer com que haja uma mudana no indicador. Neste indicador temos uma percepo do que est a acontecer no mercado, no uma previso. Por isso aconselha-se a que no se crie um Trader system baseado neste indicador Este um indicador muito til para contar as ondas de Elliot

8

13-Williams %R Introduo: O Williams %R um indicador de momentum que mede o nvel de oversold e overbought. O seu autor foi Larry Williams. Interpretao: A interpretao do Williams %R semelhante do Estocstico, s que o Williams %R encontra-se invertido em relao ao Estocstico. Para se utilizar o Williams %R numa escala invertida normalmente utilizam-se valores negativos do tipo ( vg. 20%). Quando se estiver a analisar um valor convm ignorar os smbolos negativos. As leituras no chart em que o valor esteja entre 80 e 100% indica que se est oversold, para valores entre 0 e 20% indica que se est overbought. muito frequente que os indicadores de oversold/overbought permaneam muito tempo em locais de oversold/overbought e o preo da aco continue a subir/descer. Vender porque simplesmente o valor parece oversold/overbought pode levar a que se saia do titulo muito antes de ele demonstrar sinais de declnio. O Williams %R tem a capacidade de prever com alguns dias de antecedncia mudanas no preo da aco, dai reside a diferena para o Estocstico. Frmula:

9Anlise grfica:

14-Parabolic Sar Introduo: Este um indicador stop- and- reversal e foi concebido por um senhor chamado Welles Wilder. Interpretao: O Parabolic Sar proporciona excelentes pontos de sada, deve-se por isso fechar posies longas quando o preo cai para baixo do SAR e fechar posies curtas quando os preos passam para cima do SAR. Se ests largo o mesmo que dizer que os preos esto por cima do SAR, se ests curto o mesmo que dizer que os preos esto por baixo do SAR. Anlise grfica:

1015-Teoria de Fibonacci

Introduo: Fibonacci foi um dos mais importantes matemticos de sempre, publicou as suas obras em 1200 DC, a mais conhecida de todas o Livro de Clculo, no qual consta uma das maiores descobertas de todos os tempos o sistema dcimal. Problemtica: A sucesso de nmeros de Fibonacci 1, 1, 2, 3, 5, 8, 13, 21, 34, 55, 89, 144 e a continuao at ao infinito uma das problemticas abordadas no Livro de Clculo de Fibonacci. Se tivermos num primeiro ms um n. 1 ele mantm-se durante esse primeiro ms, no ms seguinte vamos manter o 1 do primeiro ms e adicionar outro 1, isto s acontece para os dois primeiros meses, onde temos s um par. Este par ordenado dobra o seu valor ao terceiro ms e ento a nossa sucesso fica 1,1,2. Da sucesso atrs o par mais velho d lugar a um terceiro par para que no ms quatro tenhamos uma sucesso do tipo 1,1,2,3. Destes trs os dois pares mais velhos reproduzem-se para que o nmero de pares se estenda a cinco. No ms seguinte trs pares reproduzem-se para que a sucesso tenha a seguinte forma 1,1,2,3,5,8 e assim por diante. Para ilustrar esta problemtica fica aqui uma rvore de famlia de sucesses:

Em resumo: Temos que 1 mais 1 igual a 2; 1 mais 2 igual a 3; 2 mais 3 igual a 5; 3 mais 5 igual a 8 e assim por ai adiante at infinito. Teria muito mais a dizer sobre a teoria matemtica de Fibonacci, mas como este compndio sobre anlise tcnica de inves...