Analise de Conjuntura - Marcio Porchmann

Download Analise de Conjuntura - Marcio Porchmann

Post on 03-Aug-2015

135 views

Category:

News & Politics

2 download

TRANSCRIPT

1. REUNIAO EXECUTIVA AMPLIADA DA CUT Anlise conjuntura Mrcio Pochmann, economista e presidente da FPA Pochmann dividiu a fala dele em trs partes: A crise internacional do capitalismo, o Brasil e o mundo, e o governo Dilma Parte 1 A CRISE INTERNCIONAL DO CAPITALISMO O desempenho dos pases capitalistas desigual. H os pases que so o centro dinmico e os pases perifricos caso do Brasil Os pases dinmicos tm trs caractersticas principais em comum: 1) Primeira, uma moeda de curso internacional, usada por outros pases - caso do dlar, do euro e do yen 2) Segunda caracterstica dos pases dinmicos ter produo e inovao tecnolgica parntese 1: o Brasil tem algumas ilhas de tecnologia e produo de conhecimento, como a Petrobras, Embraer, mas no tem um sistema de produo de conhecimento, melhorou bastante, mas o salto dado na ltima dcada no se resultou em patentes. Brasil no difusor tecnolgico. 3) Terceira caracterstica dos pases dinmicos que eles tm foras armadas, capacidade de impor pela fora aquilo que a diplomacia no consegue. parntese 2-o Brasil tem 16 mil km de fronteiras secas e no tem sistema de defesa nas fronteiras, das telecomunicaes. Dependemos dos EUA, como a maior parte do mundo (citou o caso de espionagem via internet dos EUA aos pases perifricos e at dinmicos). No temos sistema de defesa das nossas reservas. Temos 7 mil km de fronteira martima e no temos um submarino para fazer a segurana. Portanto: o Brasil um pas da periferia do capitalismo, e sempre foi assim Mas, nas crises do capitalismo, o Brasil tem conseguido se reposicionar no mundo, pois as crises so uma espcie de enchente que abre alternativas ao fluxo das guas Por isso, este momento (o atual, agora) de crise do capitalismo uma oportunidade para o Brasil avanar 2. (citou que) Na crise de 1876, o Brasil saiu da escravido, do Imprio para a Repblica, saiu do ciclo do ouro , letrgico e estagnado, para o ciclo do caf, que criou base para a industrializao. O mesmo ocorreu na crise de 1929, quando o Brasil saiu de uma sociedade agrria e montou um parque industrial (ressalva: em cima de um modelo conservador e sem democracia) Nesses ltimos 20 anos, ocorreram muitas transformaes no capitalismo mundial A crise de 2008 mudou a forma de expanso do capitalismo, que passou a crescer 70% menos no geral OS PASES CRESCERAM MENOS Os pases ricos cresceram 38% menos do que cresciam at 2008; os BRICs, 60%, a China 80%; a Rssia 15% do que crescia em 2008; a China crescia 11% at 2008 e hoje cresse 7%. O Brasil 60%. Houve deslocamento da manufatura do Ocidente para o Oriente Hoje os pases ricos so pases que dependem das suas Finanas O Capitalismo separa o poder poltico do poder econmico Nas ltimas trs dcadas, est havendo uma contaminao do sistema poltico pelo sistema econmico. Isso nos EUA, na Europa, no Brasil O CAPITALISMO NO ACEITA MAIS A DEMOCRACIA No Brasil, 20 empresas financiaram os eleitos ao Parlamento TERCEIRO ATO A frustrao com o fato de Obama ter fracassado: a derrota no Oriente Mdio. e o fato de os EUA no ter conseguido voltar a ser alternativa expanso do capitalismo 3. A direita de reorganizou no Mundo - frum social mundial desapareceu como alternativa como a mensagem Articulao da direita na Amrica latina, por isso a eleio da Dilma despertou ateno no mundo e no interessava somente ao Brasil Parte 2 - BRASIL DIANTE DO QUADRO INTERNACIONAL Lembrou que o Estado surgiu no capitalismo A partir de 2008 com a crise, os EUA inundaram o mundo com dlares por conta do suprime (ttulos podres). Essa injeo de dlares ajudou a iniciativa privada a sair da crise, mas isso no gerou nem aumentou o investimento nem a capacidade produtiva nem emprego Ou seja, no gerou a expanso econmica americana, As empresas dos EUA esto muito bem, mas o povo vai mal A Unio Europeia fez o mesmo movimento dos EUA, com uma poltica fiscal diferente, mais austera, comprou ttulos podres. O Estado comprou ttulos podres e ficou com a dvida. Mas a Europa fez um ajuste fiscal cavalar em cima do desemprego. O Brasil tambm absorveu a crise atravs do Estado, no com ajuda do setor privado O Brasil no reduziu os gastos, ao contrrio: ampliou, por meio de programas sociais como o Minha Casa Minha Vida (que aqueceu a construo civil), desonerao de impostos, reduo de taxa de juros Fez tudo isso esperando investimentos. Que no vieram, no foram feitos. Como no investiu em produo aqui no Pas, a indstria brasileira hoje depende do exterior. E as importaes ficaram muito mais caras com a crise e as medidas. 50% dos ganhos das empresas brasileiras vm do sistema financeiro (especulao) 4. H, na verdade, um esgotamento dessa tentativa de absorver a crise, sem prejudicar a sociedade que no, no Brasil, destaca Pochmann, no foi afetada pela crise. Falta agora capacidade fiscal. PARTE 3 - O GOVERNO DILMA Destacou quatro questes fundamentais para entender o governo Dilma PRIMEIRA FALNCIA DO SISTEMA POLTICO 1 - A falncia do sistema poltico atual: no somos um pas de tradio democrtica. No existem partidos no Brasil (excetuou o PT) . E essa falncia implicou queda da confiana nos polticos - em 1992, o ndice de confiana nos polticos brasileiros era de 30%. Hoje de 8% (fonte PNAD) 2 - 20 empresas financiam a eleio dos polticos no Brasil. Se no tem dinheiro no se elege. Exemplo disso que a bancada dos trabalhadores diminuiu na eleio 201. Os que se elegeram em 2010 gastaram 4 milhes de reais (Cmara dos Deputados). Os que no se elegeram gastaram cem mim reais. 3 Escndalos de corrupo por toda parte. SEGUNDA - ESGOTAMENTO DO SISTEMA CAPILATISTA No Brasil, que esse modelo capitalista vem da grande empresa pblica e empresa privada Trs mfias dominam as grandes empresas: a mfia do transporte, a mfia da sade e a mfia do lixo 5. preciso reinventar a relao do Estado com o setor privada O que vem acontecendo agora no Brasil a tentativa de substituir a empresa privada nacional pela estrangeira (citou o exemplo da Petrobrs). Esse esgotamento do modelo de capitalismo brasileiro est acabando com a indstria TERCEIRO ECONOMIA BRASILEIRA EST FRGIL Fechamos o ano com dficit de 4,2% do PIB (at temos boa reserva) A articulao da direita que est usando a operao lava jato, numa postura que lembra a da dcada de 1950 Getlio no pode se reeleger, se se reeleger, no pode tomar posse, se tomar posse, no pode governar- Custe o que custar para derrubar a Dilma e enterrar o PT Resumindo: vivemos uma economia fragilizada, a falncia do sistema poltico E o esgotamento do modelo capitalista Consideraes do Pochmann sobre os movimentos da presidenta Dilma no final de 2014, inicio do segundo mandato: Dilma tomou decises - mudana do seu centro poltico Ela deve ter informaes privilegiadas da operao lava jato e quis ampliar suas alianas, os partidos no governo A ideia era dividir a oposio que se articula para fazer o processo de impeachment e atrair setores que estavam indo para a oposio PROGNSTICOS SOMBRIOS 6. Desde 2013, o desemprego vem crescendo e podemos chegar ao final de 2015 com 10 a 11 milhes de desempregos, em 2013 foram 8 milhes. Temos baixa capacidade de reagir ao desemprego. A partir de maio e junho teremos uma exploso de manifestaes pelo Brasil porque vai aumentar o desemprego com a inflao subindo Falta de gua crise hdrica - vai bater nos pequenos negcios, ou seja, nos servios, cabeleireiras, aougues, restaurantes, que sustentaram os 22. milhes de empregos consumo e renda gerados na ltima dcada Desorganizao do sistema Petrobras com seus fornecedores- destruio da engenharia nacional dos fornecedores e do sistema bancrio - tambm provocar desemprego SADAS Precisamos proteger e atuar a base social dos sindicatos Trabalhar um projeto propositivo alternativo Ampliar a representao para alm do mundo do trabalho

Recommended

View more >