ANÁLISE CRÍTICA

Download ANÁLISE CRÍTICA

Post on 19-Jan-2016

55 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

ANLISE CRTICA. Gravura do livro do DR. MAURCIO. ANLISE CRTICA. OBJETIVO: CONTRIBUIR PARA SANAR DVIDAS. DIRECIONAMENTO: PROGRAMA DE ESTUDOS ESPRITAS DO CEFAK. - PowerPoint PPT Presentation

TRANSCRIPT

<ul><li><p>Gravura do livro do DR. MAURCIO</p></li><li><p>OBJETIVO: CONTRIBUIR PARA SANAR DVIDAS MTODO: PERGUNTAS E RESPOSTASDIRECIONAMENTO: PROGRAMA DE ESTUDOS ESPRITAS DO CEFAKT = 18:30</p></li><li><p>SUPERFICIAL?</p></li><li><p>APLICAOINDEVIDA?</p></li><li><p>34678910SEM BASEDOUTRINRIA?</p></li><li><p>2 A Fora do Pensamento Eletromagntica3 Pensamentos opostos podem causar Choque Fludico4 Trabalhos Coletivos tem direo Espiritual 6 Evangelizar Ao Moral Coletiva em Dois Planos5 A Prece exerce uma Ao Magntica 1 O Pensamento uma Fora7 Sobre Dar as mosAplicados DESOBSESSO COLETIVA8 Sobre Doutrinar os Espritos9 Foras Morais podem obedecer a Comandos10- As Foras Morais possuem Qualidades</p></li><li><p>CONDIES PARA A AO COLETIVA DA FORA DO PENSAMENTOO PENSAMENTO UMA FORAPRINCPIO N 1Do artigo: O ESPIRITISMO UMA RELIGIO? ALLAN KARDEC REVISTA ESPRITA - DEZEMBRO DE 1868(ntegra do artigo em www.cefak.org.br)AGE SOBRE A MATRIA ?</p></li><li><p>PRINCPIO N. 2A FORA DO PENSAMENTO ELETROMAGNTICA CRIA GRAVITAO, AFINIDADE, ASSIMILAO, DESASSIMILAOPENSAMENTO E VIDA EMMANUEL CAP. 2 A eletricidade energia dinmicaO magnetismo energia esttica. O pensamento fora eletromagnticaO MDIUM ELETRICISTA?</p></li><li><p>O perisprito do mdium transmite ao Esprito rebelde alta carga fludica animal. Ao dirigida pelos mentores PENSAMENTOS OPOSTOS PODEM CAUSAR CHOQUE ANMICOO que Ver - Loucura e Obsesso CAP. 11PRINCPIO N. 3CHOQUE: NO TORTURA?Os mentores agem com amor. Como um cirurgio que corta para curar.</p></li><li><p>OS TRABALHOS COLETIVOS POSSUEM DIREO ESPIRITUALOS MENSAGEIROS CAP. 43PRINCPIO N. 4APLICADO Desobsesso ColetivaQUAL ONOSSO VALOR?Os Espritos: Preparam Organizam Dirigem Orientam Controlam Dividem espaos etc. </p></li><li><p>Do livro do DR. MAURCIOESPRITOS SOFREDORES COLOCADOS EM LEITOS PARA ENCAMINHAMENTO E OUTROS, ENDURECIDOS NO MAL, IMPEDIDOS DE ENTRAR FAIXAS MAGNTICAS DE DEFESAFAIXAS separatriasSofredores nos leitosEndure-cidosEspritosdefensoresCAMPO DA CORRENTE</p></li><li><p>do livro do DR. MAURCIOVRIOS ESPRITOS SO TRAZIDOS POR TRABALHADORES DO ESPAOGrupo em precePasse no encarnado desliga o EspritoQue atrado pela correnteVibrao da prece123</p></li><li><p>PRINCIPAL MEIO TERAPUTICO DA OBSESSO A PRECE UMA ESPCIE DE AO MAGNTICAVer A GNESE CAP. XIV ESE CAP. XXVII LM CAP. XIV 175 -176 q. 8 PRINCPIO N. 5PORQUE NO FAZER S PRECE?Dando-lhe tempo a mudanas pela evangelizao</p></li><li><p>PARA ENCARNADOS INFLUENCIADOS: Na sua educao espiritual reside a prpria cura. Emmanuel O Consolador Q. 393NA CURA DA OBSESSO EVANGELIZAR AO MORAL EM DOIS PLANOSPRINCPIO N. 6PARA DESENCARNADOS: ...os benefcios imediatos da doutrinao de Bentes eram muito mais visveis entre os desencarnados... (35 encarnados e mais de 200 contando os Espritos) OS MENSAGEIROS CAP. 46, 47NO BASTARIAEVANGELIZAR?E com o passe, desfazer certos laos fludicos indesejveis</p></li><li><p>A corrente das mos um meio material que no traz a unio entre os mdiuns se ela no existe no pensamento. ALLAN KARDEC O LIVRO DOS MDIUNS CAP. XXV 15 Sobre DAR AS MOS Unio de PensamentosPRINCPIO N. 7Obs: Dar as mos no imprescindvel na CMD. No CEFAK A CORRENTE DE FORAS MENTAIS E PERISPIRITUAIS no utilizamos dar as mos a muitos anos...PORQUE NODAR AS MOS?</p></li><li><p>Sobre DOUTRINAR OS ESPRITOSInstrutor Alexandre: -No um recurso imprescindvel no ambiente dos encarnados. (Espritos incorporados a mdiuns) Os Espritos possuem variados agrupamentos de servidores no plano espiritual dedicados exclusivamente a esse gnero de auxlio. Mas utilizada quando possvel e til, para facilitar a soluo desejada.M. DA LUZ CAP. 17MISSIONRIOS DA LUZ CAP. 17PRINCPIO N. 8NO O MAISIMPORTANTE?</p></li><li><p>AS FORAS MORAIS PODEM OBEDECER A COMANDOSNa CMDDesliguem-se dos pacientes! Por Deus! Venham! Passem pela Corrente! Absorvam seus recursos! Por Deus, sigam com os benfeitores! o verbo sempre uma descarga eletromagntica, regulada pela voz. S. MARCOS : CAPS. I, IX, e VPRINCPIO N. 9Com JESUS:- Cala-te e sai deste homem! - Sai do menino, eu te ordeno e no entres mais a. - Minha filha, levanta-te, eu o ordeno! ENTRE A TERRA E O CU CAP. 22NO UMAAGRESSO?</p></li><li><p>RAUL SILVA (doutrinador) Atendendo LIBRIO (obsessor)AS FORAS MORAIS POSSUEM QUALIDADESA Qualidade est inserida no contedo dos sentimentos irradiados numa Ao MoralPRINCPIO N. 10amorNo eram as palavras a fora que convencia Librio, mas sim o sentimento irradiante com que eram estruturadas pelo doutrinador. Nos Domnios da Mediunidade Cap.7ONDE BUSCAR QUALIDADE?</p></li><li><p>DO RELATRIO DO PRESIDENTE DA SOCIEDADE ESPRITA DE BORDEAUXTRECHO relativo a princpios e ensinamentos resultantes das sesses consagradas aos Espritos obsessores:Sabemos ainda que uma descarga fludica feita sobre um obsedado por vrios espritas, por meio da cadeia magntica, pode romper o lao fludico que o liga ao obsessor e tornar-se para este ltimo um remdio moral muito eficaz, provando-lhe a sua impotncia. (...) RS Jun 1867 EDICEL pg. 183COMENTRIO DE ALLAN KARDEC RELATIVO A TODOS OS PROCEDIMENTOS RELATADOSA maneira porque procedem para o tratamento das obsesses ao mesmo tempo notvel e instrutiva, e a melhor prova que essa maneira boa, que d resultado. que d resultado. </p></li><li><p>Como Conhecer os Princpios Doutrinrios ESTUDO: GILSON JR &amp; ERLYComo Estudar a interao dos Espritos e Mdiuns com o MeioComo trabalhar pela adeso do paciente </p></li></ul>