anais 2010 final

Download Anais 2010 Final

Post on 17-Dec-2015

30 views

Category:

Documents

12 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Anais encontro matemática

TRANSCRIPT

  • 2010

    GPEMEC

    UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE

    01/05/2010

    Anais I Jornada de Debates sobre Ensino de Cincias e Educao Matemtica

    Grupo de Pesquisa Educao Matemtica e Ensino de Cincias

    (GPEMEC)

    UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE - UFS

    ISSN 2177-5958

  • I JORNADA DE DEBATES SOBRE ENSINO DE CINCIAS E EDUCAO MATEMTICA

    UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE - UFS

    Campus Prof. Alberto Carvalho

    Itabaiana SE

    ANAIS

    Organizao

    Grupo de Pesquisa Educao Matemtica e Ensino de Cincias (GPEMEC)

    Grupo de Pesquisa Educao Matemtica e Ensino de Cincias

    (GPEMEC)

    UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE - UFS

  • I JORNADA DE DEBATES SOBRE ENSINO DE CINCIAS E EDUCAO MATEMTICA

    UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE - UFS

    Campus Prof. Alberto Carvalho

    Itabaiana (SE), 06 e 07 de maio de 2010

    ANAIS

    Organizao

    Grupo de Pesquisa Educao Matemtica e Ensino de Cincias (GPEMEC)

  • I JORNADA DE DEBATES SOBRE ENSINO DE CINCIAS E EDUCAO MATEMTICA

    ANAIS

    ORGANIZAO

    COORDENAO GERAL

    Msc. Edson Jos Wartha NQCI/UFS

    COMISSO CIENTFICA

    Dr. Accio Alexandre Pagan - DBC/UFS Dra. Karly Barbosa Alvarenga - DMAI/UFS

    Dra. Marcia Regina Antunes Maciel (FUNAI) Dra. Maria Emlia Caixeta de Castro Lima - UFMG

    Dra.Tnia Maria Lima Beraldo UFMT Dr. Luiz Caldeira Brant de Tolentino Neto - (UFSM)

    Dr. Fernando Antnio Frieiro-Costa (UNILAVRAS-MG) Dr. Celso Jose Viana Barbosa NFCI/UFS

    Dra. Maria Batista Lima - DED/UFS Dra. Adjane da Costa Tourinho CODAP/UFS

    Dra. Jesuna Lopes de Almeida Pacca - USP Dra. Luciana Passos S - UESC

    Dra. Rita de Cssia Pistia Mariani DMA-UFS Dra. Andrea Horta Machado UFMG

    Dr. Nlio M. V. Bizzo FE-USP Dr. Charbel Nio El-Hani UFBA

    Dr. Gerson de Souza Mol - UnB Msc. Mrcio Andrei Guimares - DBC/UFS Msc. Edinia Tavares Lopes NQCI/UFS

    Msc. Edson Jos Wartha NQCI/UFS Msc. Rafael Neves Almeida DMAI/UFS

    Msc. Graciela da Silva Oliveira DBC/UFS Msc. Samuel da Cruz Canevari - DMAI/UFS

    Msc. Cludia Seplveda UEFS-UFBA

  • APOIO FINANCEIRO

    Banco do Brasil

    Banco do Nordeste

    Azalia

    Index Informtica

    Departamento de Biocincias (DBC) - UFS - Campus Itabaiana

    Ncleo de Qumica - UFS - Campus Itabaiana

    PIBID Matemtica, Fsica e Qumica

    FAPITEC/SE - Fundao de Apoio Pesquisa e Inovao Tecnolgica de Sergipe

    Nota: O contedo desta obra de responsabilidade de seus autores.

    ISSN 2177-5958

  • ANAIS 6

    ISSN 2177-5958

  • Grupo de Pesquisa em Educao Matemtica e Ensino de Cincias - GPEMEC Universidade Federal de Sergipe UFS Campus Professor Alberto Carvalho.

    I JORNADA DE DEBATES SOBRE EDUCAO MATEMTICA E ENSINO DE CINCIAS

    Relato de experincia: Modelagem matemtica interpretando gastos na conta de energia.

    *Adson N. Gis1 (IC), Juliana Menezes de Oliveira2 (IC), Rafael Nesse Almeida3 (TC) 1 aedson_mat_ufs@hotmail.com* 2 juliana_100menezes@hotmail.com 3 rna.mat@gmail.com Palavras-Chave: metodologia de ensino, modelagem matemtica, funo.

    Introduo No ano de 2009 tivemos a oportunidade,

    durante a disciplina Metodologias para o Ensino de

    Matemtica, de aprendermos algumas formas de

    incutir em nossos futuros alunos os conceitos

    matemticos. Em uma atividade especfica, foi-nos

    proposto que realizssemos uma oficina sobre uma

    das metodologias estudadas modelagem

    matemtica, a saber.

    Essa metodologia de ensino caracteriza-se

    pela tentativa de construo de um modelo

    matemtico tomando inicialmente a investigao e a

    observao da realidade a fim de solucionarmos um

    problema.

    Nesta atividade, o problema abordado foi:

    como podemos saber como so efetuados os

    clculos do valor que pagamos em nossas contas

    de energia?

    Resultados e Discusso O uso da modelagem criou um ambiente

    oportuno para os alunos desvendarem, por meio

    da matemtica, como realizado o clculo do valor

    da conta de energia eltrica.

    Num primeiro momento, eles perceberam

    que, a conta de energia ia se moldando de acordo

    com o consumo de energia e que, existiam fatores

    (impostos e/ou encargos) que contribuam para o

    valor da mesma que, independente do consumo,

    era o mesmo para todos.

    Depois de analisarmos as contas, pedimos

    para que os mesmos expusessem turma o

    resultado que haviam chegado. Eles alcanaram

    valores aproximados por desconsiderarem algumas

    variveis como a no fragmentao da taxa de

    acordo com o grau de consumo,

    Feito isso, agradecemos pelos comentrios

    e expusemos como era, de fato, efetuado o clculo.

    Este consiste numa funo definida por f(x) = c1.i1 +

    c2.i2 + c3.i3 + a, onde x = c1 + c2 + c3 , 0 c1 30, 0

    c2 50, 0 c3 ; x representava o consumo, ii a taxa

    paga relativa a cada intervalo de consumo e a

    representa os impostos e encargos cobrados que

    independem do consumo mensal.

    Para finalizar, simulamos o consumo de

    energia eltrica de alguns dos eletrodomsticos

    mais comuns em uma casa e utilizamos nosso

    modelo para estimar o gasto mensal.

    Concluses Ter a possibilidade de desenvolver uma

    atividade de modelagem matemtica foi de grande

    importncia para mossa formao, pois,

    importante ter uma prvia da nossa futura profisso

    e ter a oportunidade de sentirmos as sensaes

    inerentes atividade docente.

    Agradecimentos Agradecemos Prof. Dr. Karly Alvarenga

    que me orientou nessa oficina e que nos instruiu a usar no somente essa metodologia como tambm as demais quando eu for lecionar. ____________________ ALMEIDA, R. N. Modelagem matemtica nas atividades de estgio: saberes revelados por futuros professores. 2009. 138f. Dissertao (Mestrado em Educao) - Universidade Federal de So Carlos. So Carlos. BASSANEZI, R. C. Ensino-aprendizagem com modelagem matemtica. So Paulo: Contexto, 2002. BIEMBENGUT, M. S. Modelagem matemtica & implicaes no ensino e aprendizagem de matemtica. Blumenau: Furb, 1999.

    GT1

    ANAIS 7

    ISSN 2177-5958

  • Grupo de Pesquisa em Educao Matemtica e Ensino de Cincias - GPEMEC Universidade Federal de Sergipe UFS Campus Professor Alberto Carvalho.

    I JORNADA DE DEBATES SOBRE EDUCAO MATEMTICA E ENSINO DE CINCIAS

    ATIVIDADES LDICAS X APRENDIZAGEM MATEMTICA Dariela Santos Passos (PG)* darielapassos@yahoo.com.br

    Palavras-Chave: Prticas diferenciadas, tendncias metodolgicas, ensino-aprendizagem.

    Introduo O presente artigo fruto do Projeto

    intitulado A Magia da Matemtica que foi desenvolvido no Colgio Municipal Leniza Menezes de Jesus, situado na cidade de Ribeirpolis/SE, perante uma turma do 6 ano do Ensino Fundamental, do turno matutino, formada por 28 alunos, em 2009.

    Tendo como objetivo principal utilizar as tecnologias da informao e da comunicao propiciando a pesquisa sobre A Histria da Matemtica para apresent-la atravs de Atividades Ldicas, Elaborao do Blog e Divulgao do Material Organizado.

    No intuito de promover uma aprendizagem significativa o professor busca utilizar-se de variadas tcnicas e metodologias. Diante desta necessidade, procuramos realizar este projeto visando estabelecer uma relao entre a Histria da Matemtica, o uso das tecnologias da informao e da comunicao e atividades ldicas desenvolvidas no ensino de Matemtica.

    De acordo com a definio de Lytle e Cochran-Smith (1999 apud FIORENTINI e LORENZATO, 2006, p. 74) este trabalho caracteriza-se como os ensaios dos professores por organizar trabalhos reflexivos a partir das experincias e prticas desenvolvidas em sala de aula.

    Resultados e Discusso Fazendo uso da Histria da Matemtica,

    trabalhamos vrias atividades com a utilizao do ldico com o objetivo de fixar o contedo, ao mesmo tempo em que se trabalhava a cooperao entre os alunos, num ambiente de descontrao com aulas prticas e prazerosas.

    Com o uso de atividades ldicas, trabalhamos O Tangram, O Origami, A Origem da Raiz Quadrada e do Nmero Zero, O Crivo de Eratstenes e Os Critrios de Divisibilidade. A realizao dessas atividades facilitou a aprendizagem dos conhecimentos matemticos, porque proporcionou a interao entre os alunos, tornando as aulas atraentes e a aprendizagem mais significativa; dessa forma foi possvel perceber a importncia do rigor matemtico na aprendizagem de novos conceitos e a maneira como esses conhecimentos podem atrair e despertar a curiosidade e a aprendizagem dos discentes quando transmitidos de maneira prtica e significativa.

    Como forma de divulgao deste trabalho os alunos produziram um blog permitindo a todos que demonstram interesse pelo assunto o acesso

    ao contedo pesquisado. O endereo : http://a-magia-da-matematica.blogspot.com.

    Concluses O presente artigo fruto de prticas

    diferenciadas do ensino de Matemtica desenvolvidas em sala de aula, com o objetivo de estabelecer relaes entre a pesquisa, atividades estimuladoras e o uso das tecnologias da informao e da comunicao. O interesse em pesquisar metodologias de ensino da Matemtica vem aumentando no transcorrer dos ltimos anos, seja na tentativa de amenizar os problemas nos cursos de formao de professores, na abordagem dada pelos livros didticos ou ainda na investigao de tendncias metodolgicas na Educao Matemtica. Esse aumento de interesse perceptvel pela quantidade de publicaes dedicadas a este assunto. Neste sentido, podemos destacar, no Brasil, vrios estudos na linha da Educao Matemtica, tais como: ALVES (2001), DAMBRSIO (2005) e LORENZATO (2006). Logo, importante enfatizar o u