Alumínio - EDnio.pdf · TRATHO METAL QUÍMICA LTDA: Estrada Municipal Eng. Abílio Gondin Pereira,…

Download Alumínio - EDnio.pdf · TRATHO METAL QUÍMICA LTDA: Estrada Municipal Eng. Abílio Gondin Pereira,…

Post on 09-Nov-2018

213 views

Category:

Documents

0 download

TRANSCRIPT

  • TRATHO METAL QUMICA LTDA: Estrada Municipal Eng. Ablio Gondin Pereira, 72 Galpo 02B - Bairro Taboo Mogi das Cruzes/SP CEP

    08771-111 / Fone: 2500-3190

    Histrico do Alumnio

    Apesar, do alumnio, ser um metal encontrado em abundncia na crosta terrestre (8,1%)

    raramente encontrado livre. Suas aplicaes industriais so relativamente recentes, sendo

    produzido em escala industrial a partir do final do sculo XIX. Quando foi descoberto verificou-se

    que a sua separao das rochas que o continham era extremamente difcil. Como consequncia,

    durante algum tempo, foi considerado um metal precioso, mais valioso que o ouro. Com o avano

    dos processos de obteno os preos baixaram continuamente at colapsar em 1889, devido

    descoberta anterior de um mtodo simples de extrao do metal. Atualmente, um dos fatores que

    estimulam o seu uso a estabilidade do seu preo, provocada principalmente pela sua

    reciclagem.

    Alumnio

    O alumnio um elemento qumico de smbolo Al de nmero atmico 13 (treze prtons e

    treze eltrons) com massa atmica 27 u. Na temperatura ambiente slido, sendo o

    elemento metlico mais abundante da crosta terrestre. Sua leveza, condutividade eltrica,

    resistncia corroso e baixo ponto de fuso lhe conferem uma multiplicidade de aplicaes,

    especialmente nas solues de engenharia aeronutica. Entretanto, mesmo com o baixo custo

    para a sua reciclagem, o que aumenta sua vida til e a estabilidade do seu valor, a elevada

    quantidade de energia necessria para a sua obteno reduzem sobremaneira o seu campo de

    aplicao, alm das implicaes ecolgicas negativas no rejeito dos subprodutos do processo de

    reciclagem, ou mesmo de produo do alumnio primrio.

    Norma SAE

    A classificao dos aos segundo as normas da SAE (Society of Automotive Engineers - EUA)

    a mais utilizada em todo o mundo para aos-carbono (aos sem adio de elementos de liga,

    alm dos que permanecem em sua composio no processo de fabricao) e aos de baixa

    liga (aos com baixas porcentagens de elementos de liga).

    A classificao SAE baseada na composio qumica do ao. A cada composio normalizada

    pela SAE corresponde a uma numerao com 4 ou 5 dgitos.

    Alumnio

    http://pt.wikipedia.org/wiki/S%C3%A9culo_XIXhttp://pt.wikipedia.org/wiki/Ourohttp://pt.wikipedia.org/wiki/1889http://pt.wikipedia.org/wiki/Elemento_qu%C3%ADmicohttp://pt.wikipedia.org/wiki/S%C3%ADmbolo_qu%C3%ADmicohttp://pt.wikipedia.org/wiki/N%C3%BAmero_at%C3%B4micohttp://pt.wikipedia.org/wiki/Pr%C3%B3tonhttp://pt.wikipedia.org/wiki/El%C3%A9tronhttp://pt.wikipedia.org/wiki/Massa_at%C3%B3micahttp://pt.wikipedia.org/wiki/Unidade_de_massa_at%C3%B3micahttp://pt.wikipedia.org/wiki/S%C3%B3lidohttp://pt.wikipedia.org/wiki/Metalhttp://pt.wikipedia.org/wiki/Crosta_terrestrehttp://pt.wikipedia.org/wiki/Ponto_de_fus%C3%A3ohttp://pt.wikipedia.org/wiki/Engenharia_aeron%C3%A1uticahttp://pt.wikipedia.org/wiki/Reciclagemhttp://pt.wikipedia.org/wiki/Vida_%C3%BAtilhttp://pt.wikipedia.org/wiki/Energiahttp://pt.wikipedia.org/wiki/Ecologiahttp://pt.wikipedia.org/wiki/Alum%C3%ADnio_prim%C3%A1rio

  • TRATHO METAL QUMICA LTDA: Estrada Municipal Eng. Ablio Gondin Pereira, 72 Galpo 02B - Bairro Taboo Mogi das Cruzes/SP CEP

    08771-111 / Fone: 2500-3190

    A mesma classificao tambm adotada pela AISI (American Iron and Steel Institute-EUA)

    Aplicaes

    SAE 305: Devido sua tima fluidez, esta liga indicada para a produo de peas de

    paredes finas ou de desenhos complexos. Para peas injetadas, utiliza-se teores de Fe

    mais altos (entre 0,70% e 1,10%). Para peas em areia ou coquilha, indicada a

    modificao com sdio.

    SAE 306: Liga indicada para fundio sob presso, embora possa ser utilizada em coquilha

    e em areia. Possui boa usinabilidade, permitindo obter peas com espessuras de paredes

    variadas e caractersticas mecnicas mdias.

    SAE 309: Liga apropriada tanto para fundio em coquilha como em areia, utilizando-se

    teores de ferro at 0,60%. Apresenta boa resistncia corroso. Para injeo, utiliza-se

    teores de Fe mais altos (entre 0,70% e 1,10%). Para peas fundidas em coquilha ou areia,

    recomenda-se a modificao com sdio.

    SAE 323: Liga apropriada tanto para fundio em coquilha como em areia. Possui boa

    resistncia corroso e boa fluidez. Boa estanqueidade e condutibilidade eltrica tambm

    so caractersticas desta liga.

    SAE 329: Liga apropriada para fundio em coquilha e areia. Uso generalizado em peas

    de caractersticas mecnicas mdias, onde no se requeira boa resistncia corroso.

    razoavelmente estanque e apresenta boas caractersticas de usinagem.

    Composio Qumica

    Liga SAE 305

    Si Fe Cu Mn

    11,0 - 13,0% 1,3% (mx) 1,0% (mx) 0,35% (mx)

    Mg Zn Ni Sn

    0,10% (mx) 0,5% (mx) 0,5% (mx) 0,15% (mx

    Liga SAE 306

    Si Fe Cu Mn

    7,5 - 9,5% 1,20% 3,0 - 4,0% 0,50%

    Mg Zn Ni Sn

    0,10% 2,00% 0,5% (mx) 0,35% (mx)

  • TRATHO METAL QUMICA LTDA: Estrada Municipal Eng. Ablio Gondin Pereira, 72 Galpo 02B - Bairro Taboo Mogi das Cruzes/SP CEP

    08771-111 / Fone: 2500-3190

    Liga SAE 309

    Si Fe Cu Mn

    9,0 - 10,0 % 1,00% 0,60% 0,35%

    Mg Zn Ni Sn

    0,45 - 0,6% 0,35% 0,5% (mx) 0,15% (mx)

    Liga SAE 323

    Si Fe Cu Mn

    6,5 - 7,5% 0,50% 0,25% 0,35%

    Mg Zn Ni Sn

    0,25 - 0,45% 0,35% --- 0,25%

    Liga SAE 329

    Si Fe Cu Mn

    5,5 - 6,5% 1,20% 3,0 - 4,0% 0,80%

    Mg Zn Ni Sn

    0,50% 1,00% 0,5% (mx) 0,25%

    Propriedades

    SAE 305

    Peso Especifico (g/cm) 2,65

    Coef. Dilatao Trmica (20 - 200C) 0,0000216

    Condutibilidade Eltrica (IACS) % 37

    Dureza Brinell

    70/90 (injeo)

    55/70 (coquilha)

    50/60 (areia)

    Fluidez tima

    Resistncia a Corroso regular

    Usinabilidade ruim

    Temperatura de Vazo (C) 630 - 680

  • TRATHO METAL QUMICA LTDA: Estrada Municipal Eng. Ablio Gondin Pereira, 72 Galpo 02B - Bairro Taboo Mogi das Cruzes/SP CEP

    08771-111 / Fone: 2500-3190

    SAE 306

    Peso Especifico (g/cm) 2,71

    Coef. Dilatao Trmica (20 - 200C) 0,000022

    Condutibilidade Eltrica (IACS) % 24

    Dureza Brinell

    90/100 (injeo)

    80/95(coquilha)

    Fluidez boa

    Resistncia a Corroso ruim

    Usinabilidade boa

    Temperatura de Vazo (C) 630 - 710

    SAE 309

    Peso Especifico (g/cm) 2,64

    Coef. Dilatao Trmica (20 - 200C) 0,000022

    Condutibilidade Eltrica (IACS) % 33

    Dureza Brinell

    70/90 (injeo)

    60/75 (coquilha)

    55/65 (areia)

    Fluidez boa

    Resistncia a Corroso boa

    Usinabilidade regular

    Temperatura de Vazo (C) 690 - 730

  • TRATHO METAL QUMICA LTDA: Estrada Municipal Eng. Ablio Gondin Pereira, 72 Galpo 02B - Bairro Taboo Mogi das Cruzes/SP CEP

    08771-111 / Fone: 2500-3190

    SAE 323

    Peso Especifico (g/cm) 2,68

    Coef. Dilatao Trmica (20 - 200C) 0,0000225

    Condutibilidade Eltrica (IACS) % 36

    Dureza Brinell

    55/75 (coquilha)

    50/70 (areia)

    Fluidez boa

    Resistncia a Corroso otima

    Usinabilidade regular

    Temperatura de Vazo (C) 680 - 740

    SAE 329

    Peso Especifico (g/cm) 2,75

    Coef. Dilatao Trmica (20 - 200C) 0,000022

    Condutibilidade Eltrica (IACS) % 30

    Dureza Brinell

    85/95 (coquilha)

    70/80 (areia)

    Fluidez boa

    Resistncia a Corroso ruim

    Usinabilidade boa

    Temperatura de Vazo (C) 680 - 750

    Formatos Comercializados

    Placa, bola, meia esfera, lingotes.

Recommended

View more >