aguas pluviais

Download Aguas Pluviais

Post on 10-Nov-2015

10 views

Category:

Documents

3 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

yyyy

TRANSCRIPT

  • Sistemas Prediais de guas pluviaisUniversidade Federal de RoraimaEngenharia civilOflia de Lira carneiro SilvaINSTALAOES PREDIAIS

  • INTRODUO A gua da chuva causa danos: durabilidade das construes;boa aparncia das construes

    A gua de chuva deve ser coletada e transportada rede pblica de drenagem, pelo trajeto mais curto e ao mesmo tempo possvel.

    No Brasil utiliza-se o Sistema Separador Absoluto ou seja rede de esgoto sanitrio separada da rede de guas pluviais. Pois as vazes pluviais so bastante superiores s dos esgotos sanitrios.

  • Objetivos As instalaes prediais de guas pluviais devem apresentar:

    estanqueidade;

    fcil desobstruo e limpeza;

    resistncia s intempries;

    resistncia aos esforos;

    capacidade de evitar riscos de penetrao de gases ser for este o caso.

  • Instalaes prediais de guas pluviais

    As instalaes prediais de guas pluviais seguem as preconizaes da norma NBR 10844 (ABNT,1989). Segundo CREDER (1995), os cdigos de obras dos municpios, em geral, probem o caimento livre da gua dos telhados de prdios de mais de um pavimento, bem como o caimento em terrenos vizinhos. Tal gua deve ser conduzida aos condutores de guas pluviais, ligados a caixas de areia no trreo; da, podendo ser lanada aos coletores pblicos de guas pluviais. Aplica-se a drenagem de guas pluviais em coberturas, terraos, ptios, etc.

  • Os condutores de guas pluviais no podem ser usados para receber efluentes de esgotos sanitrios ou como tubos de ventilao da instalao predial de esgotos sanitrios;

    os condutores da instalao predial de esgotos sanitrios no podem ser aproveitados para a conduo de guas pluviais;

    as superfcies horizontais de lajes devem ter uma declividade mnima de 0,5% que garanta o escoamento das guas pluviais at os pontos de drenagem previstos;

    o dimetro interno mnimo dos condutores verticais de seo circular 75mm;

    os condutores horizontais devem ser projetados, sempre que possvel, com declividade uniforme com valor mnimo de 0,5%A norma NBR 10844/89

  • Projeto - fixar a tomada das guas, atravs dos ralos na cobertura e nas reas;

    -passagem da tubulao em todos os pavimentos (horizontal e/ou vertical);

    - a ligao dos condutores verticais de gua pluvial s caixas de areia ou ptio;

    - a ligao do ramal predial rede pblica de drenagem urbana.

  • Calha: sistema normalmente em posio quase horizontal, que intercepta e recebe as guas de chuva de uma cobertura

    Condutor: tubo vertical e/ou horizontal que recebe as aguas coletadas das calhas e as transporta ate o nvel do cho.Componentes da instalao

  • Componentes da instalao

  • Partes ConstituintesVolta

  • Calhas

    Formato das calhas As calhas apresentam geralmente as sees em forma de V, U, semicircular, quadrada ou retangular. Tipos de calhas Calha de beiral Calha de platibanda Calha gua furtada

  • Calhas

    Sees usuais e disposies nas coberturas das calhas.

  • Dimensionamento dos ComponentesClculo da Vazo

    Sendo: Q vazo em l/s I intensidade de precipitao C coeficiente de absoro A rea de contribuiorea de Contribuio Cobertura (projeo horizontal); incrementos devido inclinao dachuva; incrementos devido s paredes queinterceptam gua de chuva.

  • Dimensionamento dos Componentes

  • Devido ao dos ventos,considerar um ngulo deinclinao da chuva emrelao horizontal de:Ao dos Ventossendo: o ngulo de queda dachuva com influncia do vento

  • Clculo da rea de Contribuio

  • Capacidade definida a partir da vazo de projeto e tipo de calha,

    Calhas com curva (quando serve duas guas) ter fator de decrescimento em sua capacidade em relao a calha reta.

    Escoamento em calhas Em funo do dimetro, rugosidade e declividade. Admite-se escoamento seja a 2/3 da alturaDimensionamento de Calhas

    A inclinao nos casos de calha tipo beiral ou platibanda deve ter no mnimo 0,5%. No caso de calha tipo gua furtada a inclinao dever ser definida pelo projeto da cobertura.

  • Dimensionamento/CalhasCapacidade em l/min de calhas semicirculares (Obs: Y/D = 0,50), com n = 0,011.

    Dimetro interno

    (mm)

    Declividades

    0,5%

    1%

    2%

    100

    130

    183

    256

    125

    236

    333

    466

    150

    384

    541

    757

    200

    829

    1167

    1634

  • sendo:Q = vazo de projeto (l/min);S = rea da seo molhada (m2);n = coeficiente de rugosidade (Tabelado);RH = S/P = raio hidrulico (m);i = declividade da calha (m/m);K = 60000Frmula de Manning-StricklerCoeficientes multiplicativos da vazo de projeto

  • Calculo por bacos (Dimetro do condutor)

    Q = vazo trazida pelas calhas que alimentaro o condutor

    L = altura do condutor (somas dos ps-direitos da edificao)

    H = altura de gua na calha (no topo do condutor)

    Considerando a complexidade dos abacos, projetistas utilizam metodo pratico Correlaciona-se a area do telhado com a seo do condutor vertical

    DM mnimo de condutor = 75 Em prdios altos, recomenda-se a utilizao de tubos de maior dimetros DN 75.

    DN 100 e DN 150, pelo menos no trecho inicial, junto a conexo com calha.Clculo dos coletores Verticais

  • Dimensionamento/Condutores VerticaisCoeficientes multiplicativos da vazo de projeto

    Podem ser instalados interna ou externamente ao edifcio e devem ser projetados sempre que possvel em uma s prumada.

    desvio curvas de 90 de raio longo ou curvas de 45.

    No existem frmulas hidrulicas para o seu dimensionamento j que h uma mistura de ar e gua escoando nestes condutos.

    O dimensionamento dos condutores verticais (dimetro interno) feito utilizando os bacos, tendo-se:

    Q = Vazo de projeto (L/min);H = Altura da lmina de gua (mm);L = Comprimento condutor vertical (m).

  • Clculo dos coletores Verticais Dados:Q = vazo de projeto (l/min); H = altura da lmina de gua na calha (mm); L = comprimento do condutor vertical (m).Incgnita: D = Dimetro interno (mm)NBR 10844/89Dimensionamento dos condutores verticais para calha com sada em aresta viva.

  • Dimensionamento dos condutores verticais para calha com funil de sada.

  • Dimensionamento/Condutores Horizontaisdeclividade pequena: no inferior a 0,5% e uniforme;

    tubulaes aparentes inspees sempre que houver conexes, mudana de declividade, mudana de direo;

    inspees a cada trecho de 20 m nos percursos retilneos;

    tubulaes enterradas caixas de areia nas mesmas condies anteriores;

    ligao entre os condutos verticais e horizontais curva de raio longo com inspeo ou caixa de areia, segundo o condutor horizontal;

    lminas de gua mxima: 2/3 do dimetro interno do tubo.

  • Capacidade de condutores horizontais de seo circular

  • Calhas - PVC, metlicas (aco galvanizado), ou de concreto armado

    Condutor vertical: ferro fundido, fibrocimento, pvc rgido, ao galvanizado, cobre, chapas de ao galvanizado, folhas de flandres, chapas de cobre, ao inoxidvel, alumnio ou fibra de vidro.

    Condutor horizontal: ferro fundido, fibrocimento, pvc rgido, ao galvanizado, cermica vidrada, concreto, cobre, canais de concreto ou alvenaria.

    MateriaisAs canalizaes enterradas devem ser assentadas em terreno resistente ou sobre base apropriada, livre de detritos ou materiais pontiagudos.

    O recobrimento mnimo deve ser de 30cm. Caso no seja possvel executar esse recobrimento mnimo de 30cm, ou onde a canalizao estiver sujeita a carga de rodas, fortes compresses ou ainda, situada em rea edificada, dever existir uma proteo adequada com uso de lajes ou canaletas que impeam a ao desses esforos sobre a canalizao.

  • Devem ser previstas inspees nas tubulaes aparentes nos seguintes casos:

    - conexo com outra tubulao; - mudana de declividade e/ou de direo; - a cada trecho de 20 metros nos percursos retilneos. Caixa de areia

  • Prximas aulas

    Exercciosdimensionamento sistema de sistema de guas pluviais