aeroespaço 63

Download Aeroespaço 63

Post on 27-Jul-2016

219 views

Category:

Documents

5 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

TRANSCRIPT

  • N o t c i a s - a n o 1 3 n 0 6 3

    twr do dtcea - ys no controle dos voos da esquadrilha da fumaa

  • 204 Reportagem Especial Sustentabilidade no CINDACTA I: um modelo a ser

    seguido

    Cada vez mais as organizaes esto conscientes da

    importncia de aes de sustentabilidade em suas

    prticas de gesto.

    09 Reportagem A nova casa do Zagal

    Os 4.000 km que separam Fortaleza de Porto Velho

    reservam, para um grupo de pessoas, uma dimenso que

    extrapola a distncia.

    14 Reportagem Memrias que o tempo no apaga

    Evento em So Paulo faz homenagem e resgata a

    histria profissional do controlador de trfego areo no

    Brasil.

    20 Reportagem Tecnologia a servio da Busca e Salvamento

    COSPAR-SARSAT: sistema que utiliza satlites para

    detectar e localizar balizas de emergncia ajuda salvar

    vidas.

    25 Reportagem Pontualidade dos voos no Brasil destaque em

    avaliaes internacionais

    Essa a constatao do respeitadssimo estudo da

    consultoria britnica OAG, especializada em inteligncia

    de mercado de aviao.

    31 Seo Conhecendo o DTCEA Pirassununga

    So mais de 140 mil movimentos areos por ano, 120

    aerdromos e helipontos sob o controle do DTCEA

    Pirassununga.

    Informativo do Depar tamento de Controle do Espao Areo - DECEAproduzido pela Assessoria de Comunicao Social - ASCOM/DECEA

    Diretor-Geral:Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos Vuyk de AquinoAssessor de Comunicao Social e Editor:Paullo Esteves - Coronel Aviador ReformadoChefe da ASCOM1 Tenente Jornalista Glria Galembeck (DRT/PR 05549)Coordenao de pauta e edio:Daisy Meireles (RJ 21523 JP)Redao:1 Tenente Jornalista Glria GalembeckDaisy Meireles (RJ 21523 JP)Denise Fontes (RJ 25254 JP)Daniel Marinho (MTB 25768 RJ)Gisele Bastos (MTB 3833 PR)

    Projeto Grfico/Diagramao:Aline da Silva PreteFotos:Luiz E. Perez (RJ 201930 RF)e Fbio Maciel (RJ 33110 RF)Contatos:Home page: www.decea.gov.brIntraer: www.decea.intraer Email: contato@decea.gov.brEndereo: Av. General Justo, 160Centro - CEP 20021-130Rio de Janeiro/RJTelefone: (21) 2101-6942Editada em Maro - 2016

    ExpedienteNossa capaNa foto de Luiz Eduardo Perez, o destaque para a Esquadrilha da Fumaa recebendo o servio de navegao area em seus voos de instruo da Torre de Controle do Destacamento de Controle do Espao Areo de Pirassununga.

    04

    14

    20

    31

    Notcias - ano 13 n 0 63

  • 3Projeto Grfico/Diagramao:Aline da Silva PreteFotos:Luiz E. Perez (RJ 201930 RF)e Fbio Maciel (RJ 33110 RF)Contatos:Home page: www.decea.gov.brIntraer: www.decea.intraer Email: contato@decea.gov.brEndereo: Av. General Justo, 160Centro - CEP 20021-130Rio de Janeiro/RJTelefone: (21) 2101-6942Editada em Maro - 2016

    As consequncias de nossos investimentos

    Dedicao traz grandes resultados e podemos ver isto nos ltimos tempos, como por exemplo no que diz respeito a pontualidade da nossa aviao em geral.

    Construmos na Fora Area, por intermdio do DECEA,

    um ambiente profcuo na gerncia do espao areo,

    garantindo vantagens operacionais para usurios do

    transporte areo.

    Temos compartilhado informaes com

    nossos parceiros, utilizando o processo colaborativo

    de tomada de decises. Amadurecemos os processos

    e as consequncias aparecem, como podemos atestar

    na reportagem de Daniel Marinho, que aborda a

    constatao de um estudo da consultoria britnica

    Official Airline Guide (OAG), especializada em

    inteligncia de mercado de aviao, declarando que "os

    voos no Brasil esto, atualmente, entre os mais pontuais

    do mundo".

    Temos trabalhado com organizaes

    comprometidas, bem estruturadas e motivadas para

    cumprir alm da misso, proporcionando conforto

    e qualidade de vida para o efetivo, como o caso do

    CINDACTA I, que implementou um Plano de Logstica

    Sustentvel. Denise Fontes conta os resultados desse

    plano, que est promovendo uma reestruturao

    profunda e incorporando a sustentabilidade no plano de

    trabalho e na cultura organizacional da Unidade e dos

    seus DTCEAS subordinados.

    Outra reportagem, coberta pela Tenente

    Glria Galembeck, a mudana do Esquadro Zagal

    - de Fortaleza para Porto Velho. A matria aborda as

    consequncias da transferncia de Estado, que j no

    era exatamente uma novidade para os militares nem

    para os familiares. H alguns anos j se sabia que era

    algo previsto, mas no quando ia acontecer. A troca de

    sede inspirava preocupaes para a famlia Zagal por

    variados motivos.

    Em outra reportagem de Denise Fontes,

    encontramos mais um sucesso dos rgos operacionais.

    Dessa vez na rea de busca e salvamento. Temos

    investido no desenvolvimento de inmeros programas

    relacionados implementao de novos sistemas nessa

    rea. Estamos falando do destaque que o Brasil tem

    entre os pases que melhor se preparam para atender

    s vtimas de acidentes aeronuticos e martimos. A

    consequncia desse investimento o salto de qualidade

    na preciso e na diminuio do tempo da localizao do

    acidente, contribuindo diretamente para a economia e

    a eficincia do emprego dos meios SAR em atendimento

    s emergncias.

    Alm de todas essas conquistas, no esquecemos

    do nosso passado nem dos nossos pioneiros, que fazem

    parte da nossa histria e marcaram o controle de

    trfego areo no Brasil. Estamos falando do Suboficial

    Francisco Drezza, hoje com 92 anos. Em reportagem de

    Gisele Bastos, que fez um resgate do passado, trazemos

    tona a criao da primeira torre de controle de So Paulo

    e os grandes homens que ajudaram a construir as bases

    da profisso de controlador de trfego areo no Brasil.

    A seo Conhecendo o DTCEA, de volta nesta

    edio, refere-se ao Destacamento de Pirassununga, SP,

    que controla cerca de 140 mil movimentos areos por

    ano. Daisy Meireles destaca na reportagem a prestao

    de servio do DTCEA-YS na rea de navegao area

    Academia da Fora Area e Esquadrilha da Fumaa,

    em seus voos de instruo.

    Enfim, seguimos em frente com mais uma

    edio da Aeroespao, promovendo nossos servios

    e destacando profissionais que - com iniciativa e

    capacidade - atendem aos desafios operacionais do

    nosso sistema integrado.

    Editorial

    Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos Vuyk de Aquino Diretor - Geral do DECEA

  • 444

    Cada vez mais as organizaes esto conscientes da importncia de aes de sustentabilidade em suas prticas de gesto, investindo na capacitao de seus profissionais e delegando responsabilidades para disseminar a cultura de sustentabilidade para todos os colaboradores.

    Reportagem Especial

    4

    Sustentabilidade no CINDACTA I:Um modelo a ser seguidoPor Denise FontesFotos: Fbio Maciel

  • 55

    Sustentabilidade no CINDACTA I:Um modelo a ser seguidoPor Denise FontesFotos: Fbio Maciel

    O desafio grande e envolve diversas reas, justamente por isso so vrias as opes para comear a trabalhar este conceito e aderir a um sistema de gesto mais responsvel.

    Reafirmando o seu compromisso em gerir os recursos com eficincia, o Primeiro Centro Integrado de Defesa Area e Controle de Trfego Areo (CINDACTA I) atravs da Seo de Licitaes - implantou o Plano de Logstica Sustentvel (PLS).

    O CINDACTA I ingressou no Programa da Agenda Ambiental na Admi-

    nistrao Pblica (A3P), coordenado pelo Ministrio do Meio Ambiente, que tem como objetivo promover a responsabilidade socioambiental nas ativi-

    dades do setor pblico. A unidade recebeu um selo verde pela certificao na rea de meio ambiente, resultado da adeso ao programa.

    Baseado nos princpios dos 5 R: reduzir, reutilizar, recuperar, reno-var e reciclar, o programa visa promover uma reestruturao profun-

    da que incorpore a sustentabilidade no Plano de Trabalho e na cultura

    organizacional do CINDACTA I e de seus Destacamentos apoiados. "A

    finalidade maior desse programa promover a conscientizao de uma cultura antidesperdcio e a utilizao coerente dos recursos natu-rais e dos bens pblicos, explica a idealizadora do programa, a chefe da Seo de Licitaes, Tenente Jssica de Ftima Macohin.

    O programa foi estruturado em projetos, iniciativas e metas, de cur-

    to e mdio prazos, a serem implantados at dezembro de 2016. O Plano abordado em cinco eixos.

    1. uso racional dos recursos naturais e pblicos;

    2. gesto adequada dos resduos gerados;3. qualidade de vida no trabalho;

    4. sensibilizao e capacitao dos servidores;

    5. licitaes sustentveis.

    Responsabilidade socioambientalUma das iniciativas a Coleta Seletiva Solidria. O trabalho organi-

    zado de forma participativa, engajando todos os servidores no cumpri-

    mento das aes socioambientais. Lixeiras identificadas para cada tipo de material foram instaladas em locais de grande circulao do efetivo.

    Foi implantado uma central de reciclagem para armazenamento, coleta e

    descarte apropriado de papis, plsticos, metais e vidros.O lixo devidamente separado, classificado e recolhido pela Associa-

    o de Recicladores da Candangolndia, que transforma os resduos em trabalho e renda.

    Segundo a Tenente Macohin, a mdia mensal de gerao de lixo em relao papel de uma tonelada por ms. Com as aes do projeto houve uma reduo substancial do descarte de lixo em razo da reciclagem, bem como economia

    dos custos praticados com os servios terceirizados de destino de resduos. Nesta tarefa de conscientizar os servidores civis e militares sobre as prticas

    de consumo responsvel e o descarte de materiais de forma adequada, as

    palestras de sensibilizao tm