administrativo_70 questes resolvidas lfg

Download Administrativo_70 Questes Resolvidas Lfg

Post on 17-Jul-2015

411 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

QUESTES RESOLVIDAS - ADMINISTRATIVO

D(JH):\JOSE HENRIQUE\MY DOCS\NACIONAL\DIREITO\CURSOS\2009\LFG-OAB\1 FASE\QUESTOES\D. ADMINISTRATIVO

www.josehenriqueazeredo.blogspot.com | josehenrique@josehenrique.com.br | www.twitter.com/josehenrique

1. (OAB/CESPE - 2008) Assinale a opo incorreta no que se refere revogao de atos administrativos. (A) Os atos que geram direitos adquiridos no podem ser revogados. (B) Os atos discricionrios so, via de regra, suscetveis de revogao. (C) Os atos que exauriram revogados, desde que motivadamente. seus efeitos podem ser

Errado. Atos que exauriram seus efeitos NO PODEM SER REVOGADOS, pois no existem mais! Ex.: Edital de concurso aps a posse de todos os aprovados. (D) Ao Poder Judicirio vedado revogar atos administrativos emanados do Poder Executivo.

ANULAOILEGALIDADE Atos Vinculados COMPETNCIA ADM* / PODER JUD.** EX EFEITOS TUNC Retroativ

REVOGAOCONVENINCIA E OPORTUNIDADE (INTERESSE PBLICO) Atos ADMINISTRAO EX NUNC No Retroagem

MOTIVO

o (efeitos * ADM = Autotutela 5 anos de ofcio ou por provocao. ** PODER JUD. = Controle Externo sempre por provocao.

2. (OAB/CESPE - 2008) Acerca das espcies de bens pblicos, assinale a opo correta. (A) As correntes de gua que banhem mais de um estado so bens da Unio. Ok. (B) Os terrenos de marinha acrescidos pertencem ao primeiro ente federado que os descobrir. Errado. Pertencem UNIO. (C) So bens da Unio os recursos naturais da plataforma continental, sendo esta medida a partir da costa at o limite de 12 milhas martimas.

D(JH):\JOSE HENRIQUE\MY DOCS\NACIONAL\DIREITO\CURSOS\2009\LFG-OAB\1 FASE\QUESTOES\D. ADMINISTRATIVO www.josehenriqueazeredo.blogspot.com | josehenrique@josehenrique.com.br | www.twitter.com/josehenrique

Errad o. Art. 20. So bens da Unio: V - os recursos naturais da plataforma continental e da zona econmica exclusiva; A plataforma continental de um Estado costeiro compreende o leito e o subsolo das reas submarinas que se estendem alm do seu mar territorial, em toda a extenso do prolongamento natural do seu territrio terrestre, at ao bordo exterior da margem continental, ou at uma distncia de 200 milhas martimas das linhas de base a partir das quais se mede a largura do mar territorial, nos casos em que o bordo exterior da margem continental no atinja essa distncia. (D) As terras devolutas so bens exclusivos da Unio. Errado. Em regra so bens ESTADUAIS, pertencendo Unio somente as indispensveis defesa das fronteiras.Art. 20. So bens da Unio: I - os que atualmente lhe pertencem e os que lhe vierem a ser atribudos; II - as terras devolutas indispensveis defesa das fronteiras, das fortificaes e construes militares, das vias federais de comunicao e preservao ambiental, definidas em lei; III - os lagos, rios e quaisquer correntes de gua em terrenos de seu domnio, ou que banhem mais de um Estado, sirvam de limites com outros pases, ou se estendam a territrio estrangeiro ou dele provenham, bem como os terrenos marginais e as praias fluviais; IV as ilhas fluviais e lacustres nas zonas limtrofes com outros pases; as praias martimas; as ilhas ocenicas e as costeiras, excludas, destas, as que contenham a sede de Municpios, exceto aquelas reas afetadas ao servio pblico e a unidade ambiental federal, e as referidas no art. 26, II; V - os recursos naturais da plataforma continental e da zona econmica exclusiva; VI - o mar territorial; VII - os terrenos de marinha e seus acrescidos; VIII - os potenciais de energia hidrulica; IX - os recursos minerais, inclusive os do subsolo; X - as cavidades naturais subterrneas e os stios arqueolgicos e pr-histricos; XI - as terras tradicionalmente ocupadas pelos ndios.

3. (OAB/CESPE - 2008) No que concerne s responsabilidades do

servidor pblico, assinale a opo incorreta. (A) A responsabilidade administrativa do servidor pblico ser afastada em caso de absolvio criminal que negue a existncia do fato ou de sua autoria. Correto. o nico caso em que uma deciso em um processo (administrativo, judicial ou civil) faz coisa julgada em outro. (B) Tais responsabilidades podem ser do tipo civil, penal e administrativo.D(JH):\JOSE HENRIQUE\MY DOCS\NACIONAL\DIREITO\CURSOS\2009\LFG-OAB\1 FASE\QUESTOES\D. ADMINISTRATIVO www.josehenriqueazeredo.blogspot.com | josehenrique@josehenrique.com.br | www.twitter.com/josehenrique

Correto. (C) As sanes civis, penais e administrativas podero cumular-se. Correto. (D) A responsabilidade civil do servidor pblico objetiva. Errado. SUBJETIVA.

1 CONDUTA GERA 2 AES JUDICIAIS: 1 Ao de Indenizao: Vtima X Estado o No pode ser contra o agente (servidor). o Teoria Objetiva Ato, dano, nexo. 2 Ao Regressiva (se for condenado na 1) Estado X Agente (sevirdor) o Responsabilidade do agente: Teoria Subjetiva Culpa ou dolo Art. 37 6, CF.

4. (OAB/CESPE - 2008) A modalidade de interveno estatal que gera a transferncia da propriedade de seu dono para o Estado (A) o tombamento. Ex.: Casaro histrico para fins de preservao. (B) a desapropriao.o DESAPROPRIAO o Consiste num procedimento administrativo mediante o qual o Estado ou seus delegatrios, aps prvia declarao de necessidade pblica, utilidade pblica ou interesse social, adquirem a propriedade de um bem, mvel ou imvel, material ou imaterial, independente de aquiescncia de seu at ento titular, que em contrapartida receber uma justa indenizao, geralmente prvia e em dinheiro. o A diferena entre a servido e a desapropriao que nesta h transferncia de propriedade, ao passo que na servido h apenas direito real de uso. Alm disso, a desapropriao sempre indenizvel, ao passo que a servido s indenizada perante a existncia de efetivo prejuzo. Ainda, a desapropriao pode incidir sobre bens de qualquer espcie, enquanto que a servido incide apenas sobre bens imveis.

(C) a servido administrativa.o SERVIDO ADMINISTRATIVA

D(JH):\JOSE HENRIQUE\MY DOCS\NACIONAL\DIREITO\CURSOS\2009\LFG-OAB\1 FASE\QUESTOES\D. ADMINISTRATIVO www.josehenriqueazeredo.blogspot.com | josehenrique@josehenrique.com.br | www.twitter.com/josehenrique

o o direito real de uso conferido Administrao ou a seus delegados para utilizar- se de bens imveis de terceiros para fins de realizao e conservao de obras e servios pblicos. o A indenizao prvia e condicionada ocorrncia de prejuzo.

o Ex.: instalao de cabos telefnicos em imveis particulares, a colocao de placas indicativas de nomes de ruas em edifcios privados etc.

(D) a requisio.o REQUISIO ADMINISTRATIVA o a modalidade de interveno na propriedade privada por meio da qual o Poder Pblico, por ato unilateral, utiliza bens mveis, imveis e servios de particulares em situaes transitrias de perigo pblico imediato ou iminente. o Difere da servido porque esta incide apenas sobre imveis, enquanto a requisio pode atingir bens mveis e imveis, bem como servios; a servido no auto- executria, efetivando-se por contrato administrativo ou sentena judicial, ao passo que a requisio executada diretamente pela autoridade administrativa competente. o A indenizao condicionada ao efetivo dano, mas sempre posterior.

INTERVENO DO ESTADO NA PROPRIEDADE PRIVADA o OCUPAO TEMPORRIA o instituto mediante o qual o Poder Pblico utiliza temporariamente bens imveis de terceiros, gratuita ou remuneradamente, para a execuo de obras ou servios de interesse pblico. o Sua principal diferena quanto servido que esta tem carter de permanncia, enquanto que a ocupao temporria , como o prprio nome indica, temporria.

5. (OAB/CESPE - 2008) (...) compartimento na estrutura estatal a que so cometidas funes determinadas, sendo integrado por agentes que, quando as executam, manifestam a prpria vontade do Estado. Jos dos Santos Carvalho Filho. Manual de direito administrativo. 19. ed. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2008, p. 13. O trecho acima se refere ao conceito de (A) pblico. funo (C) pblico. No tem personalidade prpria, mas pode possui capacidade processual. agente (B) pblica. rgo

(D) pessoa pblico.

de

direito

D(JH):\JOSE HENRIQUE\MY DOCS\NACIONAL\DIREITO\CURSOS\2009\LFG-OAB\1 FASE\QUESTOES\D. ADMINISTRATIVO www.josehenriqueazeredo.blogspot.com | josehenrique@josehenrique.com.br | www.twitter.com/josehenrique

6. (OAB/CESPE - 2008) No que se refere norma estabelecida na Lei n.o 9.784/1999, que versa sobre o processo administrativo no mbito da administrao pblica federal, assinale a opo incorreta. (A) As matrias de competncia exclusiva de rgo ou autoridade s podem ser objeto de delegao se houver expressa autorizao da autoridade delegante. Errado. Em regra as competncias administrativas podem ser delegadas. Mas existem 3 competncias indelegveis: 1 competncias exclusivas; 2 competncias normativas; 3 competncia pra decidir recursos. (B) O processo administrativo pode iniciar-se de ofcio ou a pedido de interessado. (C) Os atos administrativos que importem anulao, revogao, suspenso ou convalidao devem ser obrigatoriamente motivados. Ok. Todo ato administrativo tem que ser motivado. (D) O servidor ou autoridade que esteja litigando, na esfera judicial, com o interessado em um processo administrativo que envolva as mesmas partes est impedido de atuar nesse process o.

7. (OAB/CESPE - 2008) Acerca do Estatuto dos Servidores Pblicos Civis da Unio, assinale a opo correta. (A) O servidor investido em mandato federal, estadual ou distrital ser afastado do cargo, emprego ou funo, sendo-lhe facultado optar pela sua remunerao como servidor. (B) O servidor investido em mandato eletivo no poder ser removido ou redistribudo de ofcio para localidade diversa daquela onde exerce o mandato. (C) A responsabilidade civil do servidor decorre de ato comissivo - mas no omissivo - que resulte em prejuzo ao errio ou a terceiros. (D) Ser cassada a aposentadoria ou a disponibilidade do inativo que houver praticado falta punvel, na atividade, com suspenso ou demisso.

8. (OAB/CESPE