adivulga§£odasinforma§µesfinanceirasporempresasde ... celebrados pelas...

Download ADivulga§£odasInforma§µesFinanceirasporEmpresasde ... celebrados pelas construtoras para a execu§£o

Post on 12-Nov-2018

214 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • A Divulgao das Informaes Financeiras por Empresas deConstruo Civil: Um Estudo de sua Aderncia ao CPC 17 Contratosde Construo

    FREDERICO OTAVIO SIROTHEAU CAVALCANTEUFRJfsirotheau@hotmail.comMARIA TEREZA SIROTHEAU CAVALCANTEFACIMP - Faculdade de Imperatrizmtsirotheau@hotmail.comKATYELLEN HOLZ CAVALCANTEFaculdades Hoyler/Uniespfred@fredcavalcante.com.br

  • __________________________________________________________________________________________ Anais do V SINGEP So Paulo SP Brasil 20, 21 e 22/11/2016 1

    A DIVULGAO DAS INFORMAES FINANCEIRAS POR EMPRESAS DE

    CONSTRUO CIVIL: UM ESTUDO DE SUA ADERNCIA AO CPC 17 CONTRATOS DE CONSTRUO

    Resumo

    A Construo Civil, nos ltimos anos, foi um dos setores da economia que mais cresceu e colaborou para o aumento do PIB brasileiro. Com isso, surgiu a necessidade de investimento na rea contbil, pois acredita-se que para o sucesso de uma empresa, manter-se atualizada e com suas demonstraes alinhadas as normas contbeis, fundamental. A presente pesquisa procurou descrever a correta evidenciao das demonstraes financeiras das empresas de Construo Civil, utilizando como base o Pronunciamento especfico do setor, o CPC 17 Contratos de Construo. Foram estudadas as demonstraes das empresas do ramo, listadas na Bolsa de Valores de So Paulo, BM&FBovespa, do exerccio findo em 31/12/2014, afim de verificar se esto de acordo com os requisitos do pronunciamento supracitado. Atravs do levantamento, foi possvel verificar que em sua totalidade, as entidades estudadas obedecem a todos os requisitos listados no Pronunciamento, no que tange evidenciao de suas demonstraes. Palavras-chave: Contabilidade, Construo Civil, Divulgao, CPC 17. Abstract The Construction Engineering, in recent years, was one of the sectors of the economy that grew and contributed to the increase in the Brazilian GDP. Thus, the need for investment in the accounting area, because it is believed that for the success of a company, keep up to date and its accounting standards aligned statements is critical. This study sought to describe the correct disclosure of financial statements of the civil construction companies, using as a basis the specific Pronouncement of the sector, CPC 17 - Construction Contracts. We studied the statements of branch companies, listed on the So Paulo Stock Exchange, BM & FBovespa, for the year ended 31/12/2014, in order to ensure they are in accordance with the requirements of the above statement. Through the survey, we found that in its entirety, the studied entities comply with all the requirements listed in the Statement, with respect to the disclosure of their statements. Keywords: Accounting , Construction, Disclosure , CPC 17

  • __________________________________________________________________________________________ Anais do V SINGEP So Paulo SP Brasil 20, 21 e 22/11/2016 2

    1 INTRODUO

    O setor de Construo Civil, nos ltimos anos, vem sentindo a necessidade de investir na rea contbil tendo em vista os investidores externos, abertura de capital, aumento de fiscalizao e em especial, a necessidade de organizao em funo do crescimento (CARVALHAES, 2013).

    Aps um longo perodo praticamente estagnado, a indstria da Construo Civil esteve em processo de ascenso. Porm este crescimento no ocorreu por acaso.

    Mais precisamente no ano de 2012, a situao do Brasil fomentava um momento confortvel para este favorecimento. Primeiramente, a necessidade de empreendimentos imobilirios com finalidade residencial, afinal, a populao no pra de crescer, concomitantemente ao perodo anterior vivido, onde a Construo Civil estava praticamente parada. Como segundo fator, o crescimento econmico e o aumento da classe C, ou seja, maior parte da populao possua condies e poder de compra, e o faziam tambm como forma de investimento. Por ltimo, o aumento da facilidade de acesso ao crdito, programas como o Minha Casa, Minha Vida, uma iniciativa do Governo Federal, em parceria com estados, municpios, empresas e entidades sem fins lucrativos, que oferece condies atrativas para o financiamento de moradias nas reas urbanas para famlias de baixa renda, que facilitou e aproximou inmeras pessoas da to sonhada casa prpria.

    Alm disso, o desenvolvimento dos grandes centros urbanos tambm foi um fator decisivo para a melhora deste cenrio. A necessidade de novas obras de infraestrutura, estradas, moradias e at mesmo os atrativos que esses novos centros ofereciam s empresas, levaram ao surgimento de novas instituies do ramo da construo, bem como o fortalecimento de mercado das que j existiam.

    Todos os motivos citados acima, juntamente com a crescente movimentao do mercado imobilirio, a vinda de construtoras com experincia nacional e internacional, as especulaes oriundas dos jogos olmpicos e da Copa do Mundo, impulsionou a necessidade um maior aprofundamento de conhecimento no que diz respeito s inmeras particularidades que o ramo imobilirio oferece.

    A grande complexidade da contabilidade nesse setor e seu leque de particularidades so refletidas na emisso das demonstraes financeiras/contbeis, que devem apresentar informaes diferenciadas.

    Sendo assim, este trabalho tem por objetivo demonstrar a correta forma de divulgao das informaes financeirasdas empresas atuantes na atividade de construo Civil, utilizando como base o CPC 17 Contratos de Construo. Para isso, sero estudadas as demonstraes das empresas do ramo,listadas na Bolsa de Valores de So Paulo, BM&FBovespa, do exerccio findo em 31/12/2014, afim de verificar se esto de acordo com os requisitos do pronunciamento supracitado. 2 CPC 17 CONTRATOS DE CONSTRUO

    O Comit de Pronunciamentos Contbeis CPC emitiu o Pronunciamento Tcnico CPC 17 Contratos de Construo, a partir do IAS 11, norma internacional contbil que trata do assunto, com o objetivo de auxiliar as empresas atuantes no ramo da Construo Civil no correto tratamento contbil das receitas e despesas associadas aos contratos de construo, bem como outras informaes, como a correta forma de divulgao das demonstraes financeiras.

  • __________________________________________________________________________________________ Anais do V SINGEP So Paulo SP Brasil 20, 21 e 22/11/2016 3

    Uma particularidade das empresas do ramo o fato de possurem seus contratos de construo com datas de incio e trmino em exerccios contbeis distintos. Por conta disso, o CPC 17 de suma importncia, pois enfatiza, atravs dos critrios de reconhecimento estipulados na conceituao da estrutura para elaborao das Demonstraes Contbeis (CPC 00), o correto tratamento e reconhecimento das receitas e despesas no decorrer da obra. 2.1 Contratos de Construo

    MARTINS (2011, p. 257) define contrato como negcio jurdico entre duas ou mais

    pessoas sobre obrigao de dar, fazer ou no fazer, visando criar, extinguir ou modificar um direito.

    A partir desta informao, Contratos de Construo, atravs de definio do CPC 17 (2009), um contrato especificamente negociado para a construo de ativo ou de combinao de ativos que sejam inter-relacionados ou interdependentes em funo da sua concepo, tecnologia e funo, ou do seu propsito ou uso final. Entre os exemplos de tais contratos esto os da construo de refinarias e de outras partes complexas de fbricas ou de equipamentos.

    Os contratos de construo podem ser de duas modalidades: preo fixo, tambm conhecido como contrato por empreitada, ou por administrao (Contrato de custo mais margem - costplus).

    Os contratos por empreitada, com ou sem fornecimento de material, so aqueles celebrados pelas construtoras para a execuo do todo ouparte de obra ou servio de construo Civil, a preo pr-determinado(CARVALHAES, 2013). Nele, o contratante concorda com o preo pr-fixado ou com a taxa pr-fixada, por unidade concluda que, em alguns casos, esto sujeitos s clusulas de custos escalonados.

    O Contrato por Administrao, ou Contrato de Custo Mais Margem Cost Plus, contrato onde o empreiteiro reembolsado pelos custos permitidos, ou de outro modo definido, acrescidos de um percentual desses custos ou por remunerao pr-fixada (CPC 17, 2009). Ele est regulado no art. 58 e seguintes da Lei 4591/64, e caracterizado pela responsabilidade integral assumida pelos adquirentes das unidades pelo pagamento da obra.

    Sendo assim, todas as transaes necessrias para o seguimento do empreendimento sero feitas em nome do dono da obra ou do Condomnio formado pelos proprietrios das fraes ideias da edificao, bem como as demais movimentaes, prazos de incio e concluso entre outras observaes obrigatoriamente constantes no mesmo.

    Segundo o CPC 17 (2009, p. 3), os contratos de construo incluem: (a) contratos para a prestao de servios que estejam diretamente relacionados com a construo do ativo; por exemplo, os relativos a servios de arquitetos e de gesto de projetos; e (b) contratos para a destruio ou restaurao de ativos e de recuperao ambiental aps a demolio ou retirada de ativos.

    2.2 Combinao e Segmentao dos Contratos de Construo

    A combinao e Segmentao de Contratos consistem no entendimento da necessidade de separao dos componentes identificveis de um nico contrato ou de um grupo de contratos, com a finalidade de refletir sua substncia.

    Desta forma, se um contrato cobrir vrios ativos, a construo de cada ativo deve ser tratada como um contrato de construo individual nos seguintes casos, segundo o CPC 17 (2009, p. 3):

    (a) propostas separadas tiverem sido preparadas para cada ativo;

  • __________________________________________________________________________________________ Anais do V SINGEP So Paulo SP Brasil 20, 21 e 22/11/2016 4

    (b) cada ativo tiver sido objeto de negociao em separado e o contratado e contratante puderam aceitar ou rejeitar a parte do contrato relacionada a cada ativo; (c) custos e r