aditivos para concreto - fait. ?· aditivos para concreto moraes, joão sergio de lima junior....

Download ADITIVOS PARA CONCRETO - fait. ?· ADITIVOS PARA CONCRETO MORAES, João Sergio de Lima Junior. Faculdade…

Post on 28-Sep-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • ADITIVOS PARA CONCRETO

    MORAES, Joo Sergio de Lima Junior.

    Faculdade de Cincias Sociais e Agrrias de Itapeva

    Resumo O presente trabalho tem o objetivo de demonstrar a importncia do uso de aditivos em substituio

    parcial ao cimento no concreto fabricado no Brasil e suas vantagens em termos tcnicos, econmicos

    e ambientais. Suas principais caractersticas so: Reduzir o consumo de gua para uma mesma

    consistncia, aumentando assim a resistncia e a durabilidade do concreto; Aumentar a fluidez da

    mistura se, alterar o consumo de gua; Reduzir a quantidade de cimento da mistura, mantendo a

    consistncia e a resistncia compresso com o objetivo de reduzir custos e ainda reduzir a

    retrao, fluncia e tenes trmicas.

    Palavras-chaves: Aditivos, gua, Reduzir.

    Abstract

    This paper aims to demonstrate the importance of using additives in partial replacement for cement in

    concrete manufactured in Brazil and its advantages in terms of technical, economic and

    environmental. Its main characteristics are: reduce the water consumption for the same consistency,

    thereby increasing the strength and durability of concrete; increase the fluidity of the mixture, change

    the water consumption; Reducing the amount of cement mixture, maintaining the consistency and

    resistance to compression in order to reduce costs and further reduce shrinkage, creep and thermal

    tensions.

    Keywords: Additives, Water, Reduce.

    1. INTRODUO

    O uso de aditivos em concretos to antigo quanto o do prprio cimento.

    Segundo Coutinho (1997), os romanos adicionavam clara de ovo, sangue, banha ou

    leite aos concretos para melhorar a trabalhabilidade das misturas.

    Cada adio nica em suas particularidades, devendo sua seleo ser feita

    com base nas exigncias do projeto construtivo, disponibilidade e custos. Conforme

    afirmam Malhotra e Mehta (1996), em princpio nenhum concreto deveria ser

    confeccionado e lanado sem a incorporao de adies minerais.

    Sabe-se que a incorporao de adies minerais em geral resulta na

    produo de materiais cimentcios com melhores caractersticas tcnicas, uma vez

    que modificam a estrutura interna do concreto no estado fresco. Essas adies

    trazem diversos benefcios que aumentam a durabilidade e resistncia do concreto

  • no estado endurecido, como: reduo na porosidade capilar, diminuio das fissuras

    de origem trmica, melhoria na resistncia a ataque por sulfatos, melhoria na

    resistncia a reao lcali-slica, entre outros (DAL MOLIN, 2005).

    O uso de adies minerais, tanto ao cimento quanto ao concreto, prtica

    comum em vrias partes do mundo, como nos Estados Unidos e em pases da

    Europa, onde normas internacionais consideram o uso de adies minerais e

    cimentcias, especificando com muita propriedade e qualidade as condies que

    cada uma das adies deve apresentar para serem utilizadas na produo de

    concreto (NEVILLE, 1982).

    2. Contedo

    Os aditivos so classificados como:

    Tenso-ativos (plastificantes, superplastificantes, redutores de gua):

    melhoram a fluidez e plasticidade dos concretos (aumentam o ndice de

    consistncia), permitindo melhor compactao com menor dispndio de energia;

    reduzem a quantidade de gua, diminuindo a retrao, aumentando a resistncia ou

    economizando aglomerante.

    Incorporadores de ar: aumentam a durabilidade dos concretos (maior

    resistncia ao deletria de lquidos agressivos), melhoram a plasticidade,

    melhoram o comportamento do material durante o transporte (menor possibilidade

    de segregao), contribuem para a reduo da exsudao e aumentam a resistncia

    do concreto aos ciclos de congelamento e descongelamento. So utilizados em

    concretos submetidos a grandes variaes de temperatura (gelo e degelo, cmaras

    frigorficas, etc.) e tambm em concreto-massa, pois diminuem o atrito entre os

    agregados.

    Aceleradores de pega: aumentam a velocidade de crescimento da resistncia,

    permitindo a desforma mais rpida e liberando mais cedo a construo para

    servios. So usados quando o concreto deve ser lanado em temperaturas baixas

    ou em casos de servios urgentes de reparos. Tambm so utilizados na execuo

    de pr-moldados e de concreto projetado.

    Retardadores de pega: so teis para evitar as juntas frias (mantm o concreto

    plstico por um perodo maior, evitando-se que as sucessivas camadas lanadas

    criem juntas frias com descontinuidade estrutural); ajudam na concretagem em

    tempo quente, quando a pega normal acelerada pela temperatura mais alta

  • (melhoram o balano trmico pela maior facilidade de dissipao do calor gerado e

    evitam grande aumento de temperatura); so utilizados no retardamento do

    endurecimento do concreto quando se deseja obter um acabamento arquitetnico

    com agregado exposto; ajudam no controle de grandes unidades estruturais para

    manter o concreto trabalhvel durante o lanamento.

    Impermeabilizantes: agem por ao repulsiva com relao gua ou por

    obturao dos poros; reduzem a penetrao de umidade sob presso e de

    elementos agressivos; so utilizados em argamassas de reparo, rejuntes e nos

    concretos de reservatrios.

    Produtores de gs ou espuma: so capazes de produzir, na massa do

    concreto, bolhas de gs ou de espuma, dando origem aos concretos porosos,

    celulares ou aerados, que possuem baixo peso especfico e melhor desempenho no

    isolamento trmico e proteo contra o fogo. So utilizados em pisos, lajes e

    recuperao de estruturas.

    Fungicidas, germicidas e inseticidas: controlam o crescimento de algas ou

    liquens no concreto endurecido durante um determinado tempo.

    Inibidores de corroso de armaduras: so efetivos no controle e reduo das taxas

    de corroso das armaduras; so utilizados nos materiais de reparo e em concretos

    submetidos ao de cloretos. (FONSECA, 2010)

    3. CONCLUSO

    Os aditivos, tanto nos dias atuais como ao longo da histria das construes, tm

    uma importncia na execuo de obras de concreto, seja em sua aplicao

    diretamente ao concreto como substitutivo parcial ao cimento Portland, seja na

    produo de cimentos.

    A presena de aditivos benfica em relao resistncia compresso uma vez

    que, para todas as dosagens ocorre um ganho de resistncia explicado pela melhora

    nos processos de disperso e homogeneizao do cimento. O efeito positivo da

    aplicao deste material pode ser comprovado em sua utilizao no concreto.

    5. REFERNCIAS

    COUTINHO, A. S. Fabrico e Propriedades do Beto. Vol. I. ed. LNEC. Lisboa:

    Laboratrio Nacional de Engenharia Civil. 1997. 610 p.

  • DAL MOLIN, D.C.C. Adies Minerais para Concreto Estrutural. In: Concreto:

    Ensino, Pesquisa e Realizaes. So Paulo: IBRACON, 2005. p. 345-379.

    MALHOTRA, V.M; MEHTA, P.K. Pozzolanic and cementitious materials.

    Advances in concrete technology. Volume 1, Canad, 1996.

    NEVILLE, A. M. Propriedades do concreto. 1 ed. So Paulo: Pini, 1982. p.738.

    IBRACON, Anais do 43 Congresso Brasileiro do Concreto - CBC2001. Foz do

    Iguau, 2001. (CD-ROM).

    CMARA DA INDSTRIA DA CONSTRUO. Guia de Sustentabilidade na

    Construo. Belo Horizonte: FIEMG, 2008. 60p.

    BARATA, M.S; DAL MOLIN, D.C.C. Avaliao preliminar do resduo caulintico

    das indstrias de beneficiamento de caulim como matria-prima na produo

    de uma metacaulinita altamente reativa. ANTAC, 2002.

    FONSECA, GUSTAVO CELSO da. Adies minerais e as disposies

    normativas relativas produo de concreto no Brasil [manuscrito] : uma

    abordagem epistmica. Dissertao (mestrado) - Universidade Federal de Minas

    Gerais, 2010.

Recommended

View more >