ademar schmitz a inovaأ‡أƒo e o empreendedorismo na...

Download ADEMAR SCHMITZ A INOVAأ‡أƒO E O EMPREENDEDORISMO NA ...btd.egc.ufsc.br/wp-content/uploads/2017/10/Ademar-Schmitz-1.pdfآ 

Post on 14-Jul-2020

0 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • ADEMAR SCHMITZ

    A INOVAÇÃO E O EMPREENDEDORISMO NA UNIVERSIDADE:

    UM FRAMEWORK CONCEITUAL SISTÊMICO PARA PROMOVER DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO

    REGIONAL E SUSTENTABILIDADE INSTITUCIONAL

    Tese submetida ao Programa de Pós- Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento da Universidade Federal de Santa Catarina para a obtenção do Grau de Doutor em Engenharia e Gestão do Conhecimento. Orientadora: Prof.ª Gertrudes Aparecida Dandolini, Dr.ª Eng. Coorientador: Prof. João Artur de Souza, Dr. Eng. Coorientador: Prof. David Urbano, PhD

    Florianópolis 2017

  • Ficha de identificação da obra elaborada pelo autor através do Programa de Geração Automática da Biblioteca Universitária da UFSC.

    Schmitz, Ademar A Inovação e o Empreendedorismo na Universidade: um framework conceitual sistêmico para promover desenvolvimento socioeconômico regional e sustentabilidade institucional / Ademar Schmitz; orientadora, Gertrudes Aparecida Dandolini, coorientador, João Artur de Souza, coorientador, David Urbano, 2017. 298 p.

    Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento, Florianópolis, 2017. Inclui referências

    1. Engenharia e Gestão do Conhecimento. 2. Inovação. 3. Empreendedorismo. 4. Universidade. 5. Sistemismo. I. Dandolini, Gertrudes Aparecida. II. Souza, João Artur de. III. Urbano, David. IV. Universidade Federal de Santa Catarina. Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento. V. Título.

  • ADEMAR SCHMITZ

    A INOVAÇÃO E O EMPREENDEDORISMO NA UNIVERSIDADE:

    UM FRAMEWORK CONCEITUAL SISTÊMICO PARA PROMOVER DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO

    REGIONAL E SUSTENTABILIDADE INSTITUCIONAL

    Esta tese foi julgada adequada para obtenção do grau de Doutor em Engenharia e Gestão do Conhecimento no Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento da Universidade Federal de Santa Catarina.

    Florianópolis, 30 de agosto de 2017.

    ___________________________________________ Prof. Gertrudes Aparecida Dandolini, Dr.ª Eng.

    Coordenadora do Curso Banca Examinadora:

    ___________________________________________ Prof.ª Gertrudes Aparecida Dandolini, Dr.ª Eng.

    Orientadora Universidade Federal de Santa Catarina

    ____________________________________ Prof. Luiz Otávio Pimentel, Dr.

    Universidade Federal da Santa Catarina

    _______________________________________ Prof. José Leomar Todesco, Dr. Eng. Universidade Federal Santa Catarina

  • _____________________________________________ Prof. Jorge Luis Nicolas Audy, Dr.

    Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

    _____________________________________ Prof. Guilherme Ary Plonski, Dr. Eng.

    Universidade de São Paulo

    ____________________________________ Prof. Paulo Cesar Leite Esteves, Dr.

    Universidade Federal de Santa Catarina

  • RESUMO A inovação e o empreendedorismo no ambiente acadêmico estão sendo estudados sob diversos rótulos, tais como universidade inovadora, universidade empreendedora, inovação acadêmica, empreendedorismo acadêmico, inovação universitária e empreendedorismo universitário. Apesar do aumento das publicações nos últimos anos, este tema continua fragmentado, exigindo estudos mais sistêmicos, que incluam tanto os aspectos econômicos quanto os aspectos sociais da inovação e do empreendedorismo. Assim, esta tese tem por objetivo propor um framework conceitual sistêmico de inovação e empreendedorismo para a Universidade, a fim de promover desenvolvimento socioeconômico regional e sustentabilidade institucional. Este objetivo foi atingido por meio de um estudo exploratório e descritivo valendo-se de uma revisão sistemática da literatura e múltiplos estudos de caso. A revisão sistemática da literatura permitiu a compreensão da abrangência da inovação e do empreendedorismo na Universidade. Já os múltiplos estudos de caso permitiram a identificação dos elementos sistêmicos da inovação e do empreendedorismo na Universidade, com ênfase nos mecanismos, bem como a identificação das contribuições da Universidade, por meio da inovação e do empreendedorismo para com o desenvolvimento socioeconômico regional e a sustentabilidade institucional. Resulta que a Universidade pode ser representada como um sistema social complexo, composta por indivíduos e artefatos no nível micro e pela organização acadêmica e administrativa no nível macro. Considerando, ainda, o ambiente, composto por empresas, governo e comunidades, a estrutura da Universidade pode ser definida nos níveis do indivíduo, da organização e das interações com o ambiente. Já os mecanismos estão organizados nas dimensões ensino, pesquisa, extensão e gestão, em consonância com as funções elementares da Universidade e à gestão universitária. Assim, existem relações entre as próprias dimensões da inovação e do empreendedorismo, entre os seus níveis (relações bottom-up, top-down e input-output) já que um nível tanto influencia quanto é influenciado pelos demais, e entre os próprios mecanismos nas diferentes dimensões. Desta visão sistêmica, decorrem três proposições: quanto maior a contribuição da Universidade para o desenvolvimento socioeconômico regional, maior a possibilidade da preservação da sustentabilidade institucional da Universidade; os indivíduos contribuem para a organização, a organização afeta os indivíduos, os indivíduos e a organização impactam o ambiente e o ambiente impacta os indivíduos e

  • a organização; e, a inovação e o empreendedorismo são fomentados por meio do ensino, da pesquisa e da extensão, ao mesmo tempo que permitem a Universidade ser inovadora e empreendedora por meio da gestão universitária. Espera-se que o framework proposto venha a ser um ponto de referência para pesquisas futuras sobre a inovação e o empreendedorismo na Universidade e permita que as universidades possam implementar mecanismos mais adequados para o desenvolvimento socioeconômico do seu entorno e para a manutenção de sua própria sustentabilidade. Palavras-chave: Inovação. Empreendedorismo. Universidade. Universidade Inovadora. Universidade Empreendedora. Inovação Acadêmica. Empreendedorismo Acadêmico. Sistemismo.

  • ABSTRACT Innovation and entrepreneurship in the academic setting are being studied under several labels, including innovative universities, entrepreneurial universities, academic innovation, academic entrepreneurship, university innovation and university entrepreneurship. Despite the increase in the number of publications in recent years, it is argued that this issue remains fragmented, requiring more systematic studies, including both the economic and the social aspects of innovation and entrepreneurship. Thus, this thesis aims to propose a systemic conceptual framework of innovation and entrepreneurship for the University to promote regional socioeconomic development and the sustainability of the University. This objective was reached through an exploratory and descriptive study using a systematic literature review and multiple case studies. The systematic literature review allowed the understanding of the dimension of innovation and entrepreneurship in the University. The multiple case studies allowed the identification of the systemic elements of innovation and entrepreneurship in the University, with emphasis on their mechanisms. They also allowed the identification of the University's contributions, through innovation and entrepreneurship, towards regional socioeconomic development and the Universities’ sustainability. It turns out that the University can be represented as a complex social system, composed of individuals and artifacts at the micro level and by the academic and administrative organization at the macro level. Considering also the environment, composed of companies, government and communities, the structure of the University is defined by individual, organization and interactions with the environment levels. Mechanisms are organized in teaching, research, extension and management dimensions, according to the University´s functions and management. There are relations among the dimensions of innovation and entrepreneurship, among their levels (bottom-up, top-down and input-output relations), since one level influences and is influenced by the others, and between the mechanisms themselves. From this systemic perspective, three propositions are made: the greater the contribution of the University to regional socioeconomic development, the greater the possibility of preserving the University’s sustainability; individuals contribute to the organization, the organization affects the individuals, the individuals and the organization impact the environment and the environment impacts the individuals and the organization; and, innovation and entrepreneurship are fostered through teaching, research and extension, while the

  • University becomes more innovative and entrepreneurial through its management. It is expected that the proposed framework will become a reference for future research on innovation and entrepreneurship in the academic setting, as well as for universities to implement more adequate mechanisms for regional socioeconomic development and for t