adaptações reprodutivas

Download Adaptações reprodutivas

Post on 18-Dec-2014

2.558 views

Category:

Education

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Adaptações reprodutivas

TRANSCRIPT

  • 1. Ecologia de PopulaesAdaptaesReprodutivas
  • 2. Vida Familiar DarwinianaO propsito da reproduo e assegurar a sobrevivncia das proles
  • 3. Alocao das fases da vidaPropores diferentes de tempo so dedicadas as fases de crescimento e diferenciao antes da reproduoA reproduo pode ser um evento nico ou pode ser repetidaO crescimento pode pausar para a reproduo ou pode ser contnuoAumentando o esforo reprodutivo atual pode diminuir a sobrevivncia ou seja reduz a potencial para reproduo futura
  • 4. A vida uma combinao de dois componentes:O Processo EvolutivoAs interaes imediatas com o ambiente* Um exemplo quando o Ursus arctos virou um Ursus maritimus. sua pelagem no combinou com a neve da rtica e no podia caar. Sua pelagem foi rasa demais para manter a temperatura. Para se adaptar, um organismo precisa sobreviver o tempo suficiente para reproduzir. As proles provavelmente sero mudadas suficiente para sobreviver.
  • 5. Vantagens da Reproduo SexualOs novos indivduos tero uma variedade de cromossomasSo capazes de se adaptaram a um ambiente em mudana. Suas caractersticas se derivam do pai e da meAs variaes permitam que os indivduos possam migrar a ambientes novos
  • 6. Adaptaes ReprodutivasAdaptaes reprodutivas- comoum organismo se reproduz ecuida suas proles.Loxodonta africanus tm umperodo de gestao (gravidez)de dois anos e os recm nascidosso bem desenvolvidos.Bidens pilosa produz centenriasde sementes que se dispersampor meio dos animais.*Esses demonstram dois tipos deadaptaes reprodutivas.
  • 7. Reproduo Vegetal Nascimento produo de sementes, clonagem vegetativa, gros maduros de plen (gametfito)?
  • 8. Adaptaes ReprodutivasNo tempo, os animais que melhor se adaptam a seu ambiente sobrevivem e reproduzem. Os animais com menor grau de adaptao podem no sobreviver.As caractersticas que ajudam a sobrevivncia de uma espcie no ambiente so passadas as geraes futuras e aquelas caractersticas que no ajudam a sobrevivncia da espcie desaparecem lentamente.
  • 9. AdaptaesSe um dia um pssaro nasce com um bico mais comprido do que presente em outros pssaros. O bico mais comprido permite o pssaro capturar mais alimento. Por isso, mais s, vive mais e reproduz mais. O gene de um bico mais comprido passado as proles.O gene continua ser passada a gerao aps gerao. Eventualmente, o bico mais comprido presente em todas as espcies. Isso no ocorre de repente. Demora milhares de anos para uma mutao existir em espcies interas.
  • 10. Adaptaes ReprodutivasUm exemplo de isso Bufo marinus, uma espcie nativa do Brasil e extica a Austrlia.Tem vrias adaptaes que o torna apto no seu novo ambiente: pe um nmero grande de ovos em quase qualquer corpo de gua a cada duas ou trs semanas.
  • 11. Iguana iguana
  • 12. AdaptaesIguana iguana pe muitos ovos por vez (~50), em cavidades na terra, ou tocas.Tambm construam tocas armadilhas ou falsas para confundir os animais que procuram ovos para se alimentar.Iguana iguana pe muitos ovos, mas somente 3 a10 filhotes sobrevivem at a idade adulta. Os ovos da iguana demoram entre 8 a 10 semanas para nascer, e depois demoram 2 anos para virar adultos.
  • 13. Heloderma suspectum
  • 14. AdaptaesHeloderma suspectum cortejam e cruzam entre abril e junho.Usualmente entre 3 e 13 ovos so colocados na metade do vero. Os ovos so ovais em forma com um casco de couro.A fmea enterra os ovos a 20 cm de profundidade. Quando o sol esquenta a areia, a areia, por vez, esquenta os ovos. Aps 117 a 130 duas, nascem os filhotes.
  • 15. AdaptaesCoendou prehensilis cruzam ao fim do vero ou comeo da primavera. Os indivduos so vocais durante o perodo reprodutivo. Os machos frequentemente brigam por acesso as fmeas. Fazem uma dana elaborada e espigam urina sobre as cabeas da fmea.
  • 16. Adaptaes Uma fmea de Didelphus aurita pode parir at 25 filhotes, mas geralmente o nmero varia entre sete e oito. Didelphus aurita tm muitos filhotes para assegurar que alguns sobrevivero. Como a maior parte dos marsupiais, Didelphus aurita nasce muito pequena o tamanho de uma fava.
  • 17. AdaptaesOs indivduos recm nascidos sobem a pelagem da me e entram a bolsa onde existe uma teta. Alguns filhotes no descobrem o caminho a bolsa e morrem.Somente os filhotes que descobrem uma das treze tetas sobrevivem. Ficam na bolsa e mamam por 55 a 60 dias.Depois, saiam da bolsa e ficam mais quatro a seis semanas sobre a costa da me.
  • 18. AdaptaesSciurus griseus cruzam cedo na primavera. Geralmente tm uma ninhada por ano de entre trs e cinco filhotes. Em algumas reas uma fmea pode criar uma segunda ninhada. Os filhotes saiam a superfcie as seis semanas de idade.
  • 19. Castor canadensis
  • 20. AdaptaesCastor canadensis reproduz uma vez por ano, com o perodo de acasalamento comeando em janeiro quando os rios e as vrzeas esto cobertos de gelo.Um perodo de gestao de 107 a 110 dias segue, com uma mdia de trs a quatro filhotes produzidos.Ao nascer os filhotes tem pelagem, olhos abertos e dentes incisrios visveis.Os filhotes se desamamentem dentro de seis a oito semanas.
  • 21. AdaptaesA pesar de se desamamentar dentro de trs meses, os jovens geralmente ficam com a unidade familiar ou colnia por at dois anos.Os indivduos de dois anos de idade dispersam, formar casais, estabelecer territrios, e reproduzem pela primeira vez aos trs anos de idade.Sob condies favorveis, reproduzem pela primeira vez aos dois anos de idade. A vida mdia de um castor selvagem de trs a quatro anos.
  • 22. AdaptaesOs machos de Lepus timidus atingem a maturidade sexual cada ano antes do que as fmeasOs machos e as fmeas no reproduzem no ano que nascem.As fmeas variam em suas estratgias reprodutivas, produzindo entre uma e quatro ninhadas de uma a trs proles. As fmeas maiores reproduzem mais cedo, e as fmeas durante seu primeiro ano de vida sofrem de uma mortalidade pr-natal mais elevada na primeira reproduo.Os filhotes recm nascidos tem pelagem, olhos abertos e recebem pouco cuidado parental alm de visitas para mamar de sua me.
  • 23. Gulo gulo
  • 24. AdaptaesGulo gulo vive em grupos sociais de quatro a 12 adultos.Somente uma fmea por grupo social normalmente reproduz, mas ocasionalmente duas ou mais podem tambm reproduzir. Ninhadas de dois ou trs filhotes geralmente nascem em fevereiro.Se estima que h aproximadamente 42.000 grupos sociais de texugos na Inglaterra, com uma populao de 250.000 adultos que produzem 17