active design & projeto urbano: canteiro central entre a rua domingos de morais e a avenida noé de...

Download Active Design & Projeto Urbano: canteiro central entre a Rua Domingos de Morais e a Avenida Noé de Azevedo

Post on 21-Jan-2018

3.897 views

Category:

Environment

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  1. 1. 1 FIAM - FAAM Centro Universitrio Cidade Ativa DIAGNSTICO ACTIVE DESIGN & PROJETO URBANO Canteiro central entre a Rua Domingos de Morais X Av. Prof. No de Azevedo SO PAULO 2016
  2. 2. 2 FIAM - FAAM Centro Universitrio Cidade Ativa DIAGNSTICO ACTIVE DESIGN & PROJETO URBANO Canteiro central entre a Rua Domingos de Morais X Av. Prof. No de Azevedo Alunos Rafael Pedrosa Amanda Abreu Carolina Gloeden Vinicius Zoia Leonardo Baciga Guilherme Menegatti SO PAULO 2016 Anlise e diagnstico da regio do entorno da estao Vila Mariana de metro, na zona sul da cidade de So Paulo, apresentado ao Escritrio Modelo do curso de Arquitetura e Urbanismo do Centro Universitrio FIAM-FAAM. Orientadora: Profa. Dra. Helena Napoleon Degreas
  3. 3. 3 INTRODUO .............................................................................................................4 LOCALIZAO............................................................................................................5 MAPAS.........................................................................................................................6 Mapa de uso do solo.................................................................................................6 Fluxo de permanncia...............................................................................................7 Fluxo de pedestres....................................................................................................8 Fluxo de veculos ......................................................................................................9 ANLISE INICIAL ......................................................................................................10 ANLISE DOS 7 CRITRIOS....................................................................................15 Mapa dos 7 critrios................................................................................................16 Segurana...............................................................................................................17 Proteo..................................................................................................................18 Acessibilidade .........................................................................................................19 Atratividade.............................................................................................................21 Conectividade .........................................................................................................22 Resilincia e sustentabilidade .................................................................................23 GRFICOS....................................................................................................................25
  4. 4. 4 O local de estudos est situado entre as vias coletoras Avenida No de Azevedo e a Rua Domingos de Morais, no bairro da Vila Mariana, trata-se de um espao residual que divide as duas vias. O bairro apresenta uma alta concentrao de edifcios de uso misto, sendo grande parte comrcios e servios no trreo (fachada ativa) e residenciais nos demais pavimentos, com gabarito de aproximadamente 24 metros. A rea de pesquisa situa-se na bifurcao entre as vias, formando o doravante canteiro central. As pesquisas realizadas na rea de interesse, basearam-se em questes como: Mobilidade urbana, referindo-se s condies de deslocamento de meios motorizados e no-motorizados, utilizando levantamento de dados, quantitativos e qualitativos; Identificao das reas de permanncia e passagem de pessoas, mediante a observaes realizadas em diferentes horrios no canteiro; Levantamentos geomtricos utilizando base cartogrfica e sntese dos dados colhidos por meio de grficos.
  5. 5. 5
  6. 6. 6
  7. 7. 7
  8. 8. 8
  9. 9. 9
  10. 10. 10 Diagnstico do canteiro localizado na bifurcao das vias coletoras Avenida Professor No de Azevedo e a Rua Domingos de Morais, realizado pelos alunos do escritrio modelo do curso de arquitetura e urbanismo, Amanda Abreu, Carolina Gloeden, Guilherme Mengatti, Leonardo Baciga, Rafael Prado e Vinicius Zoia, sob orientao da Prof. Dr. Helena Degreas utilizando o Active Design para desenvolvimento de projetos urbanos. O trabalho parte do Projeto de Pesquisa Sistemas de Espaos Livres: projeto, produo e gesto do espao urbano do FIAM-FAAM Centro Universitrio em parceria com a organizao social Cidade Ativa. Os dados foram obtidos por meio de entrevistas com pedestres (Foto 1), coleta de informaes, levantamento de dados pelo uso de painel interativo feito com pedestres, registros fotogrficos, croquis, perspectivas e reconhecimento da rea. Foto 1 - Entrevista com pedestres. Fonte Arquivo Pessoal Os dados colhidos referem-se a diversas categorias de pesquisa com intuito de compreender a dinmica da rea, situada em uma bifurcao de duas importantes vias da regio da Vila Mariana a Rua Domingos de Morais e a Avenida Professor No de Azevedo.
  11. 11. 11 As entrevistas foram feitas com pblico com idade entre 16 a 65 anos; o propsito da pesquisa fazer o reconhecimento do usurio da regio e conhecer sua opinio a respeito do lugar, questes de acessibilidade, necessidades, desejos, etc. A coleta de informaes foi realizada em dias e horrios diferentes, para melhor anlise das reas de permanncia e da intensidade de fluxos de pedestres, veculos, motocicletas e ciclistas, obtendo assim, resultados que possibilitam discernir o pblico dos seus trajetos. O Painel Interativo tambm possibilitou a identificao do pblico que frequenta pouco, o usurio constante da regio e suas necessidades e vontades, aproveitando essa iniciativa apresentou o ponto de vista e indicadores sociais com base nas perguntas feitas nesses painis, tais como informaes bsicas do pedestre (gnero, idade espaos que frequenta, etc.), necessidades e desejos para aquela regio, entre outros questionamentos.
  12. 12. 12
  13. 13. 13
  14. 14. 14
  15. 15. 15 Os registros fotogrficos, croquis e as perspectivas do relatrio, apresentam as questes de mobilidade urbana, acessibilidade e obstculos, condies do local e rea envoltria. Estes dados possibilitam a elaborao de um projeto que atende s necessidades dos usurios e possibilita criar um espao urbano requalificado e atendendo os 7 Critrios. Os critrios utilizados para avaliao dos pontos de medio possibilitam a anlise do espao em relao ao seu uso. A referncia aplicada para estes critrios foi extrada de trabalhos desenvolvidos pela equipe Gehl (GEHL, 2013) e Active Design Guidelines (NYC, 2013), denominada Anlise dos 7 Critrios. Esta anlise tem por objetivo compreender se o local contempla conceitos primordiais que assegurem o seu uso como passagem e permanncia. A partir deste diagnstico, possvel identificar as melhorias necessrias para requalificao desta rea. 1. Segurana; 2. Proteo; 3. Acessibilidade; 4. Diversidade e Versatilidade; 5. Atratividade; 6. Conectividade; 7. Resilincia e Sustentabilidade.
  16. 16. 16
  17. 17. 17 Para garantir o uso dos espaos necessrio tambm que usurios se sintam seguros. A sensao de segurana est muito ligada iluminao, noite, mas tambm depende da presena de outras pessoas, da troca de olhares (olhos na rua, como diria Jane Jacobs). Mistura de usos do solo, transparncia e visibilidade entre espaos pblicos e privados, densidade populacional, limpeza e conservao dos espaos e edificaes ajudam a construir essa sensao de segurana (DIAGNSTICO REAS 40, CIDADE ATIVA, 2016) Os aspectos relacionados segurana notados na rea de estudo so: O canteiro encontra-se entre dois acessos para a Estao de Metr Vila Mariana, por isso, o usurio acaba utilizando como passagem; Os entrevistados disseram sentirem-se inseguros ao passar no local, pois h apenas iluminao viria e a do bar (Foto 2) No h espaos de permanncia, com exceo do perodo da noite que utilizado pelo bar para acomodar os clientes realizando servio externo. Possui tambm visibilidade entre os espaos, iluminao natural e no h grades e/ou muros. Foto 2 Imagem da frente do bar apresentando a transposio entre as vias Domingo de Morais e Prof. Ne de Azevedo. Fonte: Arquivo Pessoal
  18. 18. 18 Espaos atraentes para pedestres so aqueles em que usurios se sentem protegidos: de acidentes ao caminhar ou cruzar a rua, ao utilizar equipamentos ou tambm do frio ou calor excessivos. importante avaliar se so confortveis para a permanncia e se possuem elementos de proteo contra intempries, como arborizao ou coberturas, ou aspectos nocivos a sade (DIAGNSTICO REAS 40, CIDADE ATIVA, 2016) No que se refere a proteo, o local possui diversos obstculos, como: Dispositivos para a separao de veculos que criam barreiras na circulao; Em pesquisa de campo, foi observado que as pessoas utilizavam a rua para passagem, ao invs do canteiro, pois estes lugares tornaram-se inacessveis; Lixeira coletiva no meio do fluxo; Faixa de pedestres localizada apenas na Rua Domingo de Morais Ausncia de reas arborizadas e coberturas para proteo contra intempries (Foto 3). Foto 3 Imagens dos obstculos presentes no canteiro. Fonte: Arquivo Pessoal
  19. 19. 19 Acessibilidade essencial para garantir que um espao pblico possa ser utilizado por diversos tipos de usurios de diferentes idades e com capacidades distintas para locomoo, viso, audio... Um espao acessvel inclusivo, incorpora diretrizes de acessibilidade e desenho universal e confortvel para qualquer pessoa (DIAGNSTICO REAS 40, CIDADE ATIVA, 2016) Para as questes relacionadas acessibilidade, verificou-se os seguintes aspectos: H diversos obstculos que dificultam e impedem o fluxo; Pisos diferentes, provenientes de reformas; Faixa livre mnima apenas na rea prxima ao bar, no incio da bifurcao, a distncia de apenas 40 centmetros; O terreno no possui declividade acentuada; Dispositivos para separao de carros que bloqueiam os acessos; No possui sinal