ações socioeduc na assist social

Download Ações Socioeduc na assist social

Post on 07-Jul-2015

172 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 1. Ministrio do Desenvolvimento Social e Combate Fome Secretaria Nacional de Assistncia Social Departamento de Proteo Social Bsica AES SOCIOEDUCATIVAS NA POLTICA DE ASSISTNCIA SOCIAL Assistncia Social Garantia dos direitos Incluso social Desenvolvimento do protagonismo Desenvolvimento da autonomia individual e coletiva Aes Socioeducativas

2. Ministrio do Desenvolvimento Social e Combate Fome Secretaria Nacional de Assistncia Social Departamento de Proteo Social Bsica socioeducativo Pressupem a interao entre sujeitos e o meio (conjuntura econmica, cultural, social e histrica) Pressupem um processo que possibilita ao sujeito se perceber como ser humano com potencialidades e possibilidades de desenvolv-las mediante apropropriao de informaes e conhecimentos para interveno na realidade (ao pr-ativa) 3. Ministrio do Desenvolvimento Social e Combate Fome Secretaria Nacional de Assistncia Social Departamento de Proteo Social Bsica Q U A L I F I C A D O R designa um campo de aprendizagens, voltadas a assegurar proteo social e oportunizar o desenvolvimento de interesses e talentos mltiplos Termo socioeducativo 4. Ministrio do Desenvolvimento Social e Combate Fome Secretaria Nacional de Assistncia Social Departamento de Proteo Social Bsica Campo privilegiado para o trabalho de valores ticos e polticos Finalidade das Aes Socioeducativas convivncia sociabilidade participao defesa e afirmao de direitos, com vistas emancipao, autonomia e cidadania 5. Ministrio do Desenvolvimento Social e Combate Fome Secretaria Nacional de Assistncia Social Departamento de Proteo Social Bsica As aes socioeducativas no tm objetos de conhecimento pr- definidos. Elas so construdas a a partir das especificidades dos sujeitos envolvidos e da sua realidade scio- histrica um modelo aberto de planejamento, baseado nas escolhas e necessidades DIRETRIZES 6. Ministrio do Desenvolvimento Social e Combate Fome Secretaria Nacional de Assistncia Social Departamento de Proteo Social Bsica imperioso que se considere as peculiaridades da realidade local, os aspectos culturais, os sujeitos suas peculiaridades e especificidades raa/etnia mulheres crianas idosos rea urbana rea rural pessoas com deficincia povos e com. tradicionais orientao sexual pauta inicial de aprendizagem arranjo familiar rede de servios pblicos descumprimento de condicionalidades 7. Ministrio do Desenvolvimento Social e Combate Fome Secretaria Nacional de Assistncia Social Departamento de Proteo Social Bsica As aes socioeducativas devem viabilizar o acesso atividades que promovam: Desenvolvimento de relaes de afetividade; Reparao de danos decorrentes de estigmas, discriminaes e situaes de violncia; Convvio em grupo (sociabilidade); Acesso conhecimentos; Experimentao e meios que favoream a autonomia; Estimulem o senso de responsabilidade e de coletividade; Desenvolvam a participao na vida familiar e comunitria no territrio. 8. Ministrio do Desenvolvimento Social e Combate Fome Secretaria Nacional de Assistncia Social Departamento de Proteo Social Bsica As aes socioeducativas devem possibilitar: Aquisio de conhecimentos e habilidades que facilitem o ingresso e/ou reinsero no mundo do trabalho; Atividades individuais e coletivas de gerao de renda (para algumas faixas etrias); Ampliao de trocas culturais; Convvio intergeracional; Estabelecimento e fortalecimento de vnculos familiares e comunitrios 9. Ministrio do Desenvolvimento Social e Combate Fome Secretaria Nacional de Assistncia Social Departamento de Proteo Social Bsica Superao da situao de vulnerabilidade Acesso e usufruto dos direitos humanos Melhoria da qualidade de vida Busca do desenvolvimento sustentvel As aes socioeducativas tm como escopo: 10. Ministrio do Desenvolvimento Social e Combate Fome Secretaria Nacional de Assistncia Social Departamento de Proteo Social Bsica Aes Socioeducativas da Assistncia Social Educao Cultura Trabalho Justia Segurana Alimentar Sade A R T I C U L A E S I N T E R S E T O R I A I S 11. Ministrio do Desenvolvimento Social e Combate Fome Secretaria Nacional de Assistncia Social Departamento de Proteo Social Bsica estmulo ao coletiva na definio de estratgias que garantam perspectivas de melhoria da qualidade de vida 12. Ministrio do Desenvolvimento Social e Combate Fome Secretaria Nacional de Assistncia Social Departamento de Proteo Social Bsica aes socioeducativas ciclo de vida contigncias apoio famlia e indivduos no enfrentamento das vulnerabilidades decorrentes do ciclo de vida apoio famlia e indivduos no enfrentamento das vulnerabilidades decorrentes de limitaes vivenciadas por algum de seus membros pobreza apoio famlia e indivduos no enfrentamento das vulnerabilidades decorrentes de situaes de pobreza apoio famlia e indivduos no enfrentamento das vulnerabilidades decorrentes de situaes de risco pessoal e social decorrente da violao de direitos violao de direitos 13. Ministrio do Desenvolvimento Social e Combate Fome Secretaria Nacional de Assistncia Social Departamento de Proteo Social Bsica CRAS REDE SOCIOASSISTENCIAL acompanhamento familiar PAIF ciclo de vida 14. Ministrio do Desenvolvimento Social e Combate Fome Secretaria Nacional de Assistncia Social Departamento de Proteo Social Bsica Crianas de at 6 anos Crianas e adolescentes de 6 a 14 anos Jovens de 15 a 17 anos Jovens de 18 a 29 anos Pessoas Idosas 15. Ministrio do Desenvolvimento Social e Combate Fome Secretaria Nacional de Assistncia Social Departamento de Proteo Social Bsica Aes Socioeducativas por Ciclo de Vida Crianas de at 6 anos Principal caracterstica: forte dependncia, em especial a faixa etria de at 3 anos Preocupaes: ateno especial famlia prioridade para a insero na educao infantil Aes: Aes socioeducativas s crianas de at 6 anos Grupo de famlias para o cuidado adequado criana pequena Grupo de pais e mes para o fortalecimento dos vnculos Aes com famlias com crianas com deficincia 16. Ministrio do Desenvolvimento Social e Combate Fome Secretaria Nacional de Assistncia Social Departamento de Proteo Social Bsica Aes Socioeducativas por Ciclo de Vida Crianas de at 6 anos Aes Socioeducativas s crianas de at 6 anos Atividades de convvio, lazer e brincadeiras no CRAS e nos servios da rede socioassistencial, durante e, concomitantemente, ao trabalho que se desenvolve com as famlias (complementar ao trabalho com famlias). Aes Socioeducativas com famlias para o cuidado adequado criana pequena Atividades com foco no fortalecimento dos vnculos afetivos e a melhoria da qualidade dos cuidados oferecidos criana pequena no contexto familiar, voltadas aos membros da famlia que convivem e cuidam da criana. Aes Socioeducativas com pais e mes para o fortalecimento dos vnculos Atividades com foco na preveno de rupturas de vnculos familiares ainda na gestao e primeira infncia. O acompanhamento neste momento do ciclo de vida familiar pode favorecer a vinculao afetiva da famlia com o beb, bem como identificar precocemente situaes que representem risco para seu desenvolvimento saudvel. 17. Ministrio do Desenvolvimento Social e Combate Fome Secretaria Nacional de Assistncia Social Departamento de Proteo Social Bsica Aes Socioeducativas por Ciclo de Vida Crianas de at 6 anos Aes socioeducativos com famlias com crianas com deficincia As atividades com crianas com deficincia e suas famlias visam: criar situaes para que os membros das famlias expressem suas dvidas e conflitos, e que possam construir solues para os problemas enfrentados com relao as deficincias; fortalecer vnculos afetivos e favorecer a insero social da criana com deficincia; orientar as famlias quanto deficincia, de modo a des-construir mitos e preconceitos e romper com a lgica da institucionalizao; desenvolver estratgias para a estimulao e potencializao dos recursos da criana com deficincia, destacando o papel fundamental dos familiares e da comunidade no processo de reabilitao e incluso social; informar as famlias quanto aos servios disponveis na rede, de modo a garantir a insero da criana no Sistema Educacional e em outros servios, de acordo com a demanda. 18. Ministrio do Desenvolvimento Social e Combate Fome Secretaria Nacional de Assistncia Social Departamento de Proteo Social Bsica Crianas e adolescentes de 6 a 14 anos Aes Socioeducativas por Ciclo de Vida Principal caracterstica: insero em outros espaos, certa autonomia e formao de grupos Preocupaes: permanncia na escola preveno violncia trabalho precoce formao integral para a cidadania desenvolvimento do protagonismo Aes: Aes Socioeducativas com crianas e adolescentes de 6 a 14 anos Aes com famlias com crianas e adolescentes de 6 a 14 anos 19. Ministrio do Desenvolvimento Social e Combate Fome Secretaria Nacional de Assistncia Social Departamento de Proteo Social Bsica Aes Socioeducativas por Ciclo de Vida Crianas e adolescentes de 6 a 14 anos Aes Socioeducativas para crianas/adolescentes de 6 a 14 anos Importante: o ciclo de vida dos 06 aos 14 anos pode ser dividido em ciclos menores, mais homogneos nas caractersticas de formao e socializao: a) infncia: 6,7, 8 e 9 anos; b) pr-adolescncia: 9, 10, 11 e 12; e c) adolescncia: 12, 13 e 14 anos. Assim, as atividades planejadas devem levar em conta a diversidade de interesses, potencialidades e ritmos de cada faixa etria. Atividades com foco no desenvolvimento da identidade, do protagonismo e da participao e no estmulo socializao e a autonomia. Recomenda-se a elaborao e implementao de projetos temticos que dialoguem com diferentes reas do conhecimentos e o estabelecimento de parcerias com as polticas setoriais de cultura, esporte e lazer, aproveitando as curiosidades, indagaes e interesses do pblico. Esses projetos devem proporcionar a integrao com as famlias e com a comunidade, por meio do estmulo a apresentao/disseminao dos resultados/aquisies dessas atividades. Acompanhamento do PETI 20. Ministrio do Desenvolvimento Social e Combate Fome Secretaria Nacional de Assistncia