acessibilidade, mobilidade e logística urbana

Download Acessibilidade, Mobilidade e Logística Urbana

If you can't read please download the document

Post on 11-Jan-2017

213 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • O que a POLTICA DE CIDADES POLIS XXI

    A Poltica de Cidades POLIS XXI, lanada publicamente pelo XVII Governo em Abril de 2007, atravs do Secretrio de Es-tado do Ordenamento do Territrio e das Cidades, visa superar as debilidades do sistema urbano nacional e responder aos desafios cada vez mais complexos que se colocam s cidades portuguesas, tornando-as motores efectivos do desenvolvimento das regies e do Pas.

    Beneficiando da experincia acumulada dos anteriores programas nacionais e comunitrios dirigidos resoluo de problemas urba-nos e dinamizao do desenvolvimento urbano (PROSIURB, PO-LIS, URBAN e URBACT I, entre outros), a Poltica de Cidades POLIS XXI integra-se nos objectivos da Estratgia de Lisboa e da Estra-tgia Nacional de Desenvolvimento Sustentvel (ENDS) e tem no Modelo Territorial e nas Orientaes Estratgicas para os sistemas urbanos dos diversos espaos regionais do PNPOT um referencial fundamental para a sua implementao.

    Partindo do reconhecimento de que o nosso modelo de desenvolvi-mento, cada vez mais dependente do conhecimento e da inovao, exige s cidades uma elevada qualificao das suas funes e uma forte capacidade de fixao e atraco de pessoas qualificadas e de actividades inovadoras, a Poltica de Cidades POLIS XXI tem como ambio tornar as cidades portuguesas:

    Territrios de inovao e competitividade; Territrios de cidadania e coeso social; Territrios de qualidade de ambiente e de vida; Territrios bem planeados e governados.

    Para concretizar esta ambio, a Poltica de Cidades POLIS XXI assume no perodo 2007-2013 os seguintes objectivos opera-tivos:

    Qualificar e integrar os distintos espaos de cada cidade; Fortalecer e diferenciar o capital humano, institucional, cultural e econmico de cada cidade; Qualificar e intensificar a integrao da cidade na regio envolvente; Inovar nas solues para a qualificao urbana.

    A prossecuo destes objectivos concretiza-se em trs eixos de interveno, traduzindo uma viso de cidade a diferentes escalas territoriais:

    Regenerao urbana; Competitividade/diferenciao; Integrao regional.

    No mbito dos Programas Operacionais do QREN 2007-2013 foram reservados cerca de mil milhes de Euros do FEDER para financiar os seguintes instrumentos da Poltica de Cidades:

    Parcerias para a regenerao urbana; Redes urbanas para a competitividade e a inovao; Aces inovadoras para o desenvolvimento urbano; Equipamentos estruturantes do Sistema Urbano Nacional.

    Esto igualmente criados mecanismos para assegurar a articulao dos instrumentos especficos da Poltica de Cidades com outros do-mnios de interveno previstos nos Programas Operacionais regio-nais e que tm particular relevncia para o sucesso das operaes integradas de desenvolvimento urbano.

    Prev-se ainda que a Poltica de Cidades POLIS XXI venha a re-correr a outras fontes de financiamento, compreendendo recursos pblicos nacionais e comunitrios e tambm a instrumentos de financiamento europeus, em particular o Banco Europeu de Inves-timento (BEI). Adicionalmente, o Estado procurar novas formas de financiamento, quer no quadro de parcerias pblico-privado, quer criando condies para um maior envolvimento de fundos privados.

    A Poltica de Cidades POLIS XXI ser implementada segundo uma abordagem descentralizada. Pretende-se apoiar projectos de iniciativa local que sero seleccionados mediante procedimentos concursais de mbito nacional ou regional, consoante o programa de financiamento pblico a utilizar. A sua concretizao assentar no recurso generalizado contratualizao, tanto no que respeita ao estabelecimento de parcerias locais para o desenvolvimento dos projectos, como no acesso aos recursos financeiros que o Estado disponibiliza para o efeito.

  • O instrumento de poltica Aces Inovadoras para o Desenvolvimento Urbano

    E ste instrumento da Poltica de Cidades destina-se a apoiar projectos que tenham por objectivo desenvolver solues inovadoras de resposta a problemas urbanos identificados, transferir, para aplicao nas cidades portuguesas, solues testadas com sucesso noutros pases ou, ainda, ge-neralizar solues que tendo sido j aplicadas com resultados positivos em territrio nacional, caream de replicao a uma escala mais alargada para assegurar a sua adopo sustentada.

    Nessa perspectiva, foram identificadas oito reas temticas para a imple-mentao deste instrumento de poltica:

    a) Prestao de servios de proximidade;b) Acessibilidade e mobilidade urbana;c) Segurana, preveno de riscos e combate criminalidade;d) Gesto do espao pblico e do edificado;e) Construo sustentvel;f) Ambiente urbano;g) Criatividade e empreendedorismo na valorizao dos recursos territoriais;h) Governao urbana com incremento da participao dos cidados e dos actores econmicos e sociais.

    Este leque inicial de temas poder vir a ser ampliado no futuro. Tal como sucede nos outros domnios de implementao da Poltica de Cidades, os projectos a apoiar sero seleccionados atravs de procedimentos concursais abertos ao longo do perodo 2008-2013.

    Este instrumento de poltica tem suporte financeiro no Eixo IX (Reforo do sistema urbano nacional) do Programa Operacional Temtico Valorizao do Territrio (POVT) do QREN 2007-2013, tendo sido reservados 90 milhes de Euros para esse efeito.

    A seleco das candidaturas e o acompanhamento dos projectos co-finan-ciados est a cargo da DGOTDU, que actua na qualidade de organismo inter-mdio de gesto, ao abrigo de contrato de delegao de competncias com a Autoridade de Gesto do POVT.

    A abertura dos procedimentos concursais e os respectivos resultados so anunciados na comunicao social e nos stios da Internet da DGOTDU, da Autoridade de Gesto do POVT e do QREN.

    Mais informaes em:www.dgotdu.pt/pcwww.qren.pt/www.povt.qren.pt/

  • Srie POLTICA DE CIDADES - 6

    Acessibilidade, Mobilidade e Logstica Urbana

  • Nota de apresentao

    E sta srie de publicaes da DGOTDU, dedicada s reas temticas que so referenciais para a implementao do instru-mento da Poltica de Cidades POLIS XXI, Aces Inovadoras para o Desenvolvimento Urbano, foi criada com o objectivo de fornecer elementos de apoio preparao de bons projectos para candidatura a este domnio de interveno do Programa Operacional Temtico Valorizao do Territrio.

    Para alm dessa finalidade, pretende-se tambm que estas publicaes constituam uma base geral de informao e divulga-o, tendo como principais destinatrios as autarquias locais e os tcnicos particulares. As questes nelas abordadas so reco-nhecidas como fazendo parte dos grandes desafios que hoje se colocam ao desenvolvimento urbano e territorial europeu, pelo que da maior importncia que sejam includas nas agendas municipais e nas nossas prticas de urbanismo e de ordenamento do territrio.

    O objectivo destes documentos no apontar solues tcnicas ou metodologias para a aco concreta, mas sim chamar a ateno para alguns aspectos mais significativos das questes que hoje se colocam nas reas temticas seleccionadas, sen-sibilizando os intervenientes nos processos de desenvolvimento urbano e territorial para a necessidade da sua considerao e fornecendo bases para um aprofundamento de conhecimentos.

    Desse modo, as publicaes da Srie Documentos de Orientao POLTICA DE CIDADES obedecem a uma estrutura comum, com uma primeira parte de enquadramento do tema, seguida de exemplos de boas prticas e de uma bibliografia de referncia.

    Este sexto volume da Srie Poltica de Cidades da DGOTDU completa a abordagem realizada no volume terceiro, dedicado con-cepo, qualificao e gesto do espao pblico, e aborda as questes da acessibilidade, da mobilidade e da logstica urbana.

    No hoje possvel conceber as cidades europeias modernas sem espaos pblicos de qualidade. Mas tambm no poss-vel conceber as cidades europeias modernas sem ter em considerao o papel determinante que os sistemas de acessibilidade, mobilidade e logstica tm na sua afirmao econmica e competitividade, no funcionamento dos seus tecidos urbanos, na con-formao, apropriao e vivncia dos espaos pblicos pelos seus cidados e na eficincia energtica e desempenho ambiental dos respectivos territrios.

    Christian Norberg-Schultz ensinou-nos que o espao existencial, para o ser, precisa de ser acedido, precisa de uma porta, logo precisa do movimento, para dentro e para fora. As nossas cidades e os nossos territrios, como espaos existenciais que so, de um cada vez maior nmero de pessoas, apenas mantero a sua identidade e vitalidade se continuarem a ser eficientes espaos de circulao e permuta de ideias e de bens. Os sistemas de mobilidade, acessibilidade e logstica so to essenciais sua preservao e valorizao quanto os seus espaos pblicos de estadia e lazer. Os dois devem estar integrados, num conjunto equilibrado e eficiente.

    Setembro de 2011

    Vitor CamposDirector-Geral do Ordenamento do Territrio e Desenvolvimento Urbano

  • Ficha Tcnica

    Ttulo

    Acessibilidade, Mobilidade e Logstica Urbana

    Srie

    Poltica de Cidades - 6

    Setembro 2011

    Autores

    Robert Stssi

    Antnio Perez Babo

    Sofia Henriques Ribeiro

    Edio digital

    Direco-Geral do Ordenamento do Territrio e Desenvolvimento Urbano

    Campo Grande, 50, 1749-014 LISBOA

    www.dgotdu.pt dgotdu@dgotdu.pt

    Design e produo grfica

    Vtor Higgs

    ISBN 978-972-8569-50-1

    Propriedade da DGOTDU Direco-Geral do Ordenamento do Territrio e Desenvolvimento Urbano

    Reservados todos os direitos de acordo com a legislao em vigor

  • 1. Introduo 12

    2. Conceitos Fundamentais 16 2.1. Acessibilidade 16

    2.2. Mobilidade 16

    2.3. Logstica urbana 17

    2.4. Mobilidade sustentvel 19

    2.5. Cidado multimodal 20

    3. Polticas de transportes, ambiente e energia 24

    4. Metodologias de abordagem 30 4.1. reas metropolitanas vs. cidades mdias 30

    4

Recommended

View more >