a voz do povo #117

Download a voz do povo #117

Post on 13-Mar-2016

217 views

Category:

Documents

2 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

a voz do povo #117

TRANSCRIPT

  • Carro da semana

    Acesse: www.avozdopovo.com Fone: (19) 9733-7070 9850-0511 e-mail: comercial@avozdopovo.com

    Tempo Filmes em exibio Frase

    Moviecom TivoliSta Brbara d'Oeste (19)3458-7448

    A Mulher de Preto A Saga Molusco Anjos da Noite - O Despertar Cada Um Tem a Gmea Que Merece Motoqueiro Fantasma - Esprito de Vingana

    Sexta . . . . . . . . .Min 19c Max 33cSol com algumas nuvens. No chove.

    Sbado . . . . . . .Min 20c Max 33cSol e aumento de nuvens de manh. Pancadas

    de chuva tarde e noite.

    Domingo . . . . .Min 21c Max 33cSol e aumento de nuvens de manh. Pancadas

    de chuva tarde e noite.

    Fon

    te:

    Clim

    a Te

    mpo

    Fiat Bravo T-jet preos a partir de R$ 68.950

    Vou dizer umacoisa muito humilde-mente: no sei nem

    colocar uma minhoca no anzol.

    Marcelo CrivellaMinistro da Pescarecm-empossado

  • 2Para entender o lugar e o papel da mulher nasociedade, tanto na antiguidade quanto nos diasatuais, necessrio conhecer a histria da mulher,entendendo a formao de sua identidade, de seus gru-pos sociais, e principalmente seu posicionamento nocontexto familiar. A figura feminina na sociedade, his-toricamente, sempre esteve carregada de preconceitos,uma vez que ela representa o meio pelo qual toda a sortede mazelas acometeram o mundo (atravs de Eva). E talestigma acompanhou e demarcou o destino da mulhera um segundo plano na vida social, no decorrer dotempo e da evoluo das sociedades.

    Apesar de a mulher ter conseguido, a custo de muitaslutas, as conquistas femininas de igualdade social,profissional, e de direitos, h ainda muito preconceitoem relao s mulheres principalmente no que se refereao espao profissional. Observa-se que a maioria doscargos de liderana, por exemplo, so desempenhadospor homens, e que se uma mulher se destaca profissio-nalmente, ela at pode ser muito boa no que faz, pormseu soldo ser sempre inferior ao que um homem rece-beria desenvolvendo a mesma funo.

    Explora-se a beleza da figura feminina para se venderbebidas, carros, imveis e toda espcie de produtos deconsumo, porm quando se trata de valorizar seupotencial de inteligncia e liderana em funes dedestaque, pouco se v, porque, querendo ou no, a idiaque se tem incutida no pensamento coletivo, machista

    por sinal, que mulher tem que dirigir "fogo" e quesua liderana deve se restringir direo das tarefas dolar. Uma das formas de se entender o lugar da mulherna sociedade conhecendo a relao afetiva que estaestabelece com seus pares (companheiro, filho(s) efamiliares).

    A luta pela igualdade entre mulheres e homens antiga, e muitas conquistas foram conseguidas pelasmulheres ao longo dos anos, em todos os setores daatividade humana. Mas foroso reconhecer que hmuitas conquistas a serem alcanadas ainda. No dia 8de maro, so realizadas as comemoraes pelo DiaInternacional da Mulher. No Brasil, com a criao da leiconhecida como Lei Maria da Penha sancionada porLuiz Incio Lula da Silva, em 2006; dentre as vriasmudanas promovidas pela lei est o aumento no rigordas punies das agresses contra a mulher quandoocorridas no mbito domstico ou familiar. Estes soexemplos de conquistas histricas das mulheres, porm triste saber que para se chegar a essas vitrias, as quaisbeneficiam as mulheres de um modo geral, outras tan-tas tiveram que perecer ou passar por constrangimentose dificuldades vrias. O ideal seria que a igualdade dedireitos no fosse algo que dependesse ser sancionado,legitimado para ser efetivamente realizado, uma vez quetodos ns, (homens e mulheres) somos feitos da mesmamatria divina com qual Deus em sua suprema criaoforjou para sermos feitos sua imagem e semelhana.

    QUESTO DE ORDEM

    Por oito votos contrrios e quatro favorveis,os vereadores de Santa Brbara d'Oesterejeitaram na 8 Reunio Ordinria da Cmarade 2012, o Veto Total do Poder Executivo aoProjeto de Lei n 105/2011, de autoria dovereador Carlos Fontes (PSD), que dispe sobrea instituio de melhoria dos meios de trans-portes pblicos no mbito do municpio deSanta Brbara d'Oeste. Ainda, na sesso, foramaprovados cinco projetos, trs moes e 14requerimentos.

    ADIADOO primeiro projeto que constava na pauta de

    votao, o Projeto de Lei Complementar n05/2012, do Poder Executivo, que altera ogrupo salarial do emprego de monitor culturalconstante do Anexo I - Quadro de Empregos daLei Complementar Municipal n 66 de 23 dedezembro de 2009, bem como altera as quanti-dades de empregos de Agente de AdministraoEscolar, Telefonista, Tcnico de Raio-X,Monitor Cultural, Monitor de Creche, entreoutros, e substitui o Anexo II do mesmo diplo-ma legal, teve sua votao adiada a pedido dovereador Carlos Fontes.

    CAD AS PLACAS?

    De autoria do vereador Anzio Tavares(DEM), a Cmara aprovou o Projeto de Lei n09/2012, que dispe sobre a obrigatoriedade de

    instalao de placa informativa com endereo deecoponto em locais onde costume o descarteirregular de entulho no municpio. Tambm foiaprovado o Projeto de Lei n 17/2012, queinstitui o Sistema Municipal de Cultura, deautoria do Poder Executivo. Outra matriaaprovada o Projeto de Lei n 19/2012, deautoria do vereador Ducimar Cardoso, o KaduGarom (PR), que dispe sobre a denominaodo Campo de Bocha do Jardim Paraso.

    MOESForam aprovadas trs moes na sesso desta

    tera-feira. A Moo 55/2012, de autoria dovereador Ademir da Silva (PT), manifesta apeloao Prefeito Mrio Heins, para que seja estudadaa possibilidade de realizar uma parceria com ogoverno de Americana, a fim de implantarsemforos e rotatrias nas Avenidas GiocondaCibim, Iacanga e da Amizade, na divisa dosmunicpios.

    De autoria do vereador Laerte Silva (PSDB),foi aprovada a Moo N 56/2012, que mani-festa apelo ao Prefeito Mrio Heins e aos rgoscompetentes quanto construo de calada noquadriltero da rea pblica localizada entre aavenida Alfredo Contatto, rua do Centeio, ruaJade e rua Ametista, no Jardim So Fernando.Por fim, de autoria do vereador Fabiano RuizMartinez, o Pinguim (PV), foi aprovada aMoo 57/2012, que manifesta aplauso aosorganizadores da 7 Copa Vero de Futsal, noJardim Europa.

    NA TRIBUNA

    A Tribuna Livre foi utilizada pelo secretriode Segurana, Trnsito e Defesa Civil, ElielMiranda, e pela patrulheira Juliana AparecidaTavares da Silva, que falaram sobre as reivindi-caes salariais da categoria, tendo em vista adefasagem salarial em comparao com asdemais guardas municipais da RMC (RegioMetropolitana de Campinas).

    Reflexo sobre a mulher e suas conquistas

  • Projeto de lei 94/2012, apresenta-do pelo deputadoestadual Chico Sar-delli (PV) e publica-

    do hoje (02/03) noDirio Oficial,

    obriga os estab-e l e c i m e n t o s

    c o m e rc i a i sque sir-vam be-b i d a sa lcol i -cas no

    Estado deSo Paulo a

    disponibilizarum aparelho de ar alveolar(etilmetro ou bafmetro) a

    qualquer cliente que queiraus-lo espontaneamente para

    avaliar se est em condies dedirigir. A proposta segue paraanlise das comisses perma-nentes antes de ser discutidoem plenrio.

    O deputado explica que arazo de apresentar esse projeto a necessidade de evitar oexcesso de consumo de bebidasalcolicas e seus consequentesefeitos nocivos, principalmentequando se relaciona com a con-duo de veculos. "O clienteno ser obrigado a realizar o

    teste, j que a ordem jurdica ptria garanteao cidado o direito de no se autoincrimi-nar. De carter educativo, a medida propos-ta se constitui em grande estmulo para queo consumidor regule, espontaneamente e deforma responsvel, sua ingesto de bebidasalcolicas", ressalta.

    De acordo com o projeto, o resultado dostestes deve ser impresso de modo indivi-dual, com a identificao do cliente avalia-do, assim como do operador ou responsvelpelo aparelho, data e hora de sua realizao.O deputado observa que o CdigoBrasileiro de Trnsito j prev a aplicao detestes de alcoolemia em condutores deveculos que aparentem embriaguez. Namesma linha, resoluo do Contran, prev oemprego do bafmetro para fins de fisca-lizao de trnsito.

    Entretanto, a realizao desses testes consideravelmente dificultada pelo princ-pio de direito segundo o qual ningum obrigado a produzir prova contra si, deso-brigando os motoristas de fazerem qualquerteste que avalie se est sob influncia delcool. "Nesse contexto, propomos que osestabelecimentos comerciais que sirvambebidas alcolicas, como casas noturnas, deshows, boates, danceterias e outros, fiquemobrigados a disponibilizar um etilmetro aqualquer cliente que queira us-lo espon-taneamente para avaliar se est emcondies de dirigir. O objetivo evitar oexcesso do consumo de bebidas alcolicas,principalmente antes de dirigir", justificaSardelli.

    Poltica3

    Estabelecimentos devem disponibilizar

    bafmetro, prev projeto de Sardelli

    Deputada Federal AlineCorra defendeimplantao doCarto SUSMetropolitanopara ampliaracesso sunidades deSade

    A deputada federal Aline Corra,durante a visita do ministro da SadeAlexandre Padilha ao interior de SoPaulo, na primeira semana de maro, fezelogios ao projeto Carto SUS Metro-politano, que permitir a identificao dousurio em qualquer unidade de sade daRMC - Regio Metropolitana de Cam-pinas.

    Ao lado do prefeito Hamilton Bernar-des, presidente do Conselho de Desenvol-vimento da RMC, a parlamentar progres-sista destacou tambm a importncia doengajamento do todos os prefeitos e de-mais gestores municipais e estaduais prin-cipalmente na fase de implantao do pro-jeto.

    Este projeto o primeiro do pas aestabelecer parmetros, aes e inter-venes para implantao de um Com-plexo Regulador em mbito metropoli-tano para o atendimento aos cidados naateno sade, explicou Aline Corra,que acredita que este pode ser um projetopiloto para todo o pas por propor solu-es conjuntas que visam melhorar agesto da Sade Pblica.

    Segundo o prefeito HamiltonBernardes, no final de 2011 o Conselho deDesenvolvimento da RMC aprovou a li