a seguridade social em risco: desafios   consolida§£o dos ... or§amento fiscal...

Download A Seguridade Social em Risco: Desafios   Consolida§£o dos ... Or§amento Fiscal da Uni£o e canalizados

Post on 12-Feb-2019

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Ivanete Boschetti - CFESS

1

A Seguridade Social em Risco: Desafios

Consolidao dos Direitos e

Implantao do SUASConferncia realizada no 340

Encontro Nacional do Conjunto CFESS/CRESS

Manaus, 4 a 7 de setembro de 2005

Estrutura da Apresentao

2) Indissociabilidade entre Seguridade Social e Trabalho

3) O permanente e gradual desmonte da Seguridade Social

4) Desafios na luta pela Seguridade Social Pblica e Universal

Ivanete Boschetti - CFESS

2

1. Indissociabilidade entre Seguridade Social e Trabalho

Seguros Sociais Proteo ao trabalhador Contribuio prvia direta Direitos proporcionais e condicionais Assistncia Social Necessidades sociais Benefcios e Servios No contributiva

Relao de Atrao e Rejeio Ausncia de um necessidade do outro Primado do trabalho limita assistncia a trabalhadores

3

Ivanete Boschetti - CFESS

Seguridade Social no Brasil: Predomnio Excludente do Seguro

Capitalismo Central Pleno Emprego Abrandamento da lgica do seguro Ampliao da lgica da assistncia Crise e Programas de Renda

Capitalismo Brasileiro Populao no segurada: 40, 6 milhes (57,7% dos 70,5 milhes de ocupados: 10 anos e +); 58 em cada 100 Entre estes, 20,4 milhes (50,12%) no tem ou o rendimentos inferior a 1 SM Destes, 5 milhes so trabalhadores rurais e 15,4 milhes so urbanos

4

Ivanete Boschetti - CFESS

Seguridade Social: Limites Estruturais

Frgil assalariamento e baixos salriosSeguridade Social exclui do acesso 1.trabalhadores pobres que: no tm direito previdncia porque no contribuem no tm direito assistncia porque podem trabalhar 2. maiores de 60 anos que no entram nos critrios

Assistncia e PrevidnciaConstituem um campo de proteo

que no responde dinmica excludente do capitalismo,

nem restringe sua lgica de produo e reproduo

5

Ivanete Boschetti - CFESS

2. Caminhos do Desmonte: Princpios Constitucionais da Seguridade Social que esto sendo desmantelados

Universalidade

Uniformidade e Equivalncia

Seletividade e Distributividade

Diversidade do Financiamento

Gesto Democrtica e Descentralizada

6

Ivanete Boschetti - CFESS

2. Os Caminhos do Desmonte

Direitos: no foram uniformizados e universalizados Previdncia: reformas de 1998 e 2002 restringiram

direitos, reforaram lgica do seguro, reduziram valor benefcios e abriram caminho para privatizao

Sade: fragilizao da ateno bsica Assistncia: focalizao em segmentos e situaes

especficos e abrangncia restrita

Gesto: no consolidou instncias deliberativas e participativas; extino dos Conselhos de Seguridade Social e Previdncia; institucionalizao dos Conselhos

Financiamento: no diversificou fontes; refora arrecadao sobre folha de salrios do setor privado; Recursos da Seguridade pagam dvida pblica

7

Quem paga a conta? Arrecadao da SS em 2004

100,00227.145.544Total das Receitas Aplicadas

5,5812.669.743Recursos Ordinrios (OF)

90,73206.109.936Sub-Total

6,9215.735.365CPMF27,0661.471.987COFINS

42,5 bilhesDRU na Seguridade Social

9,2721.035.608Outras receitas

3,768.546.719Contribuio PIS/PASEP

5,9713.566.266CSLL (Contribuio lucro lquido)

41,4494.119.856Contribuio empregador/trabalhador%Montante (RS milhes)Recolhimentos das Contribuies

Fontes oneram os trabalhadores. Seguridade

Social tem carter regressivo

8

Para onde vai o recurso? Despesas em 2004

0,801.828.506Renda Mensal Vitalcia2,174.929.680Bolsa Famlia

2,535.748.738 BPC

0,481.090.790Outras despesas

5,9813.597.714MDS

100,00227.145.544Total dos Recursos Pagos21,0047.680.868Outros Ministrios79,00179.464.676Sub-Total MP, AS, Sade14,8133.652.264Ministrio da Sade

54,283,92

123.305.8948.908.804

Previdncia Social BsicaOutras despesas

58,20132.214.698Ministrio da PS

%Montante (milhes)

Destino Recursos

9

Ivanete Boschetti - CFESS

Seguridade Social e Poltica Econmica

Os recursos que compem as fontes de financiamento da Seguridade Social desempenham um papel relevante na sustentao da poltica economia e socialAps 1994 vem ocorrendo apropriao indevida dos recursos do OSS por meio da DRU, que so retidos pelo Oramento Fiscal da Unio e canalizados para esfera financeira da economia

10

Ivanete Boschetti - CFESS

Seguridade Social e Supervit Primrio

Supervit Primrio 1999 a 2004, em % do PIB

(5,08)

4,254,25

20034,503,503,002,802,60Meta

(3,57)

3,64

2001

(4,58)

3,89

2002

(3,62)

3,46

2000

4,613,19Supervit primrio

(2,68)(5,78)Dficit Pblico

20041999Descrio/Ano

Em 2004, somente o Supervit Primrio do Governo Central foi de R$ 49,4 bilhes, sendo que R$ 42,5 bilhes foram obtidos por meio do supervit da Seguridade Social (inclusive DRU), ou seja, 86% total (IPEA, 2005).

Juros de 16,5% garantiram lucro de R$ 20,8 bilhes aos bancos

11

Ivanete Boschetti - CFESS

Os Caminhos do Desmonte da SS

1. Realocao das receitas pelo Tesouro Nacional - DRU

Em 2001 R$ 31,4 bi e em 2004 R$ 42,5 bi foram desvinculados do OSS e utilizados para gerar o supervit e realizar pagamentos como:

encargos da dvida aposentadoria do setor pblico investimento em infra-estrutura nos

Estados vale-transporte e auxlio

alimentao de servidores pblicos

12

Ivanete Boschetti - CFESS

Caminhos do Desmonte

3. Baixa participao do oramento fiscal no financiamento da seguridade social

Em 2001, o Tesouro Nacional repassou R$ 18,9 bilhes (13,99% das despesas) do oramento fiscal para custeio da seguridade social; em 2004 repassou apenas R$ 12.669.743 (5,58% das despesas)

4. Iseno Fiscal Em 2001, a seguridade social deixou de arrecadar

aproximadamente R$ 8 bilhes devido s renncias previdencirias a entidades filantrpicas (assistncia, sade e educao), micro e pequenas empresas e clubes de futebol. Em 2004 esse valor j seria de R$ 13 bilhes segundo ANFIP;

13

Ivanete Boschetti - CFESS

Caminhos do Desmonte

5. Sonegao Fiscal Segundo a ANASPS (Associao dos

Servidores da Previdncia Social), entre 2003 e 2005 p governo acumulou:R$ 100 bilhes de dficit de caixa no INSSR$ 90 bilhes de sonegao, evaso e eliso contributivaR$ 35 bilhes de renncias contributivas

7. Favorecimento dos Planos PrivadosAs reformas da previdncia levaram 6 milhes de

brasileiros(as) para os planos privados, o que reduz e fragiliza a SS pblica, o mesmo ocorrendo na sade

14

Ivanete Boschetti - CFESS

Caminhos do Desmonte

8. Outras Medidas Reforma tributria de 2003 (EC 24) abre possibilidade para que as contribuies sobre a folha de pagamento sejam substitudas por contribuies sobre o faturamento (sujeitas DRU) (hoje a nica fonte no sujeita DRU e corresponde a 41,44%)

Fuso da Receita Federal e Previdenciria (MP 258) concretiza caixa nico e submete o OSS autorizao e liberao do Ministro da Fazenda e subordina ainda mais a Seguridade Social austera e regressiva poltica fiscal em curso

15

Ivanete Boschetti - CFESS

3. Desafios na luta pela Seguridade Social Pblica e Universal

Qual a Seguridade Social que Queremos Defender?

16

Ivanete Boschetti - CFESS

3. Concepo de Direitos e Seguridade Social

Os direitos no capitalismo (econmicos, sociais, polticos, culturais) so capazes de reduzir desigualdades, mas no so e no foram at aqui, capazes de acabar com a estrutura de classes e, portanto, com o motor de produo e reproduo das desigualdades; e isto porque a existncia e persistncia da pobreza e das desigualdades sociais so determinadas pela estrutura capitalista de apropriao privada dos meios de produo e da riqueza socialmente produzida (Marx, 1987) e no apenas pela no distribuio equnime de seus produtos;

O reconhecimento destes limites no invalida a luta pelo reconhecimento e afirmao dos direitos pelas polticas pblicas nos marcos do capitalismo; mas sinaliza que a conquista dos direitos integra uma agenda estratgica da luta democrtica e popular visando a construo de uma sociedade justa e igualitria;

17

Ivanete Boschetti - CFESS

3. Concepo de Direitos e Seguridade Social

A conquista de direitos no mbito do capitalismo no pode ser vista como um fim, como um projeto em si, mas como via de transio a um padro de civilidade que comea pelo reconhecimento e garantia de direitos no capitalismo, mas no se esgota nele

18

Ivanete Boschetti - CFESS

3. O SUAS e a Seguridade Social 19

Ivanete Boschetti - CFESS

Estabelece um sistema unificado Fortalece instrumentos da

LOAS: Conselho, Plano e Fundo Estabelecimento de oramento

prprio nas trs esferas de governo Cria sistema de informao,

acompanhamento e monitoramento Relatrio anual Atribui novo papel aos

Conselhos

3. Dificuldades e Desafios na Implantao do SUAS e na Defesa da Seguridade Social 20

Ivanete Boschetti - CFESS

Preciso na Concepo de Assistncia, Seguridade Social e Proteo Social Instalao e garantia de condies de trabalho e

infra-estrutura adequada e necessria Instituio de quadro de trabalhadores capacitados,

com relao de trabalho estvel e garantidora de direitos Consolidao e respeit