A revolta dos malês

Download A revolta dos malês

Post on 22-Jan-2017

182 views

Category:

Data & Analytics

6 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • A Revolta dos MalsInsatisfao contra a escravido

    e imposio religiosa

  • A situao dos negros em Salvador era peculiar. Muitos deles, cerca de metade da populao da cidade, exerciam pequenos ofcios rentveis: eram alfaiates, carpinteiros, vendedores ambulantes, acendedores de lampio. Esses trabalhadores deviam parte de seus ganhos a seus senhores e chegavam, em alguns casos, a comprar a liberdade. Entretanto, mesmo libertos, os negros eram tratados com desprezo e no tinham qualquer possibilidade de ascenso social. Esta situao levou-os a se revoltarem contra os dominadores brancos e seus subordinados mulatos. A mais importante dessas revoltas ocorreu em janeiro de 1835. Organizada por africanos de formao muulmana, os mals, a rebelio foi dizimada pelas tropas do governo, com o apoio das classes dominantes baianas. Muitos negros foram presos, torturados e mortos.

  • Como aconteceu? A revolta dos Mals ocorreu em Salvador, em janeiro de 1835. Nessa poca, a cidade de Salvador tinha metade de sua populao composta por negros escravos ou libertos, das mais variadas culturas e procedncias africanas, dentre as quais a islmica, como os houssas e os nags.Foram eles que protagonizaram a rebelio, conhecida como dos Mal (termo que designava os negros mulumanos, que sabiam ler e escrever rabe). Sendo a maioria deles compostas por negros de ganho, ou seja, tinham mais liberdade que os negros das fazendas, podendo circular por toda cidade com certa facilidade, embora tratados com desprezo e violncia. Alguns escravos que economizavam a pequena partes dos ganhos que seus donos lhes deixavam, conseguiam comprar a alforria.

  • De acordo com um plano de ataque assinado por um escravo de nome Mala Abubaker, os revoltoso sairiam de Vitria (Atual bairro da Barra) tomando a terra e matando toda a gente branca. De l rumariam para a pedra de Meninas e, depois, para Itapagipe, onde se reuniriam ao restante das foras. Tinham como objetivo tomar o governo, e com isso professar suas crenas religiosas, conquistando seus direitos. O passo seguinte seria a invaso dos engenhos do Recncavo e a libertao dos escravos.

  • Os revoltosos, cerca de 1500, estavam muito insatisfeitos com a escravido africana, a imposio do catolicismo e com o preconceito contra os negros. Portanto, tinham como objetivo principal libertao dos escravos. Queriam tambm acabar com o catolicismo (religio imposta aos africanos desde o momento que chegavam ao Brasil), confisco dos bens dos brancos e mulatos e a implantao de uma repblica islmica.

  • Quem participou? PacificaoParticiparam da revolta cerca de 1500 negros, liderados pelos mulumanos Manuel Calafate, Aprgio, Pai Incio, dentre outros. Setenta negros morreram, e duzentos foram levados aos tribunais. As condenaes variaram entre a pena de morte, os trabalhos forados, o degredo e os aoites. Todos foram torturados, e alguns at a morte. Mais de 500 foram expulsos do Brasil.

    Apesar de rapidamente controlada, a Revolta dos Mals serviu para demonstrar s autoridades e s elites o potencial de contestao e rebelio que envolvia a manuteno do regime escravocrata, ameaa que esteve sempre presente durante o Perodo Regencial e se estendeu pelo Governo de D. Pedro II

  • Consequncias Aumentou o medo de rebelies em toas as provincias.

    Isso fez com que os senhores passassem a agir de forma mais rigorosa com os escravos e, em Salvador, os africanos foram proibidas de circular noite pelas ruas e de praticar as suas cerimnias religiosas.

Recommended

View more >