a percepção ambiental de frequentadores do parque ponte ... ?· a percepção ambiental de...

Download A percepção ambiental de frequentadores do Parque Ponte ... ?· A percepção ambiental de frequentadores…

Post on 19-Jan-2019

218 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

A percepo ambiental de frequentadores do Parque Ponte dos Bilhares em

Manaus AM

Larissa Ferreira Pereira

1

Susy Rodrigues Simonetti 2

Resumo: O objetivo geral deste estudo foi investigar a percepo ambiental dos

frequentadores do Parque Ponte dos Bilhares, em Manaus. Em suas especificidades,

investigou-se tambm o uso do espao do parque pelos seus frequentadores, identificou-se a

conduta ambiental dos mesmos e, por fim, elencaram-se danos ou problemas que eles

acreditam causar ao parque. Por meio de uma entrevista com os frequentadores, os resultados

da pesquisa, cuja abordagem qualitativa, permitem entender a relao topoflica estabelecida

entre os entrevistados e o espao investigado, podendo fornecer subsdios para sua

conservao e sustentabilidade. Espaos como o Parque Ponte dos Bilhares so importantes

reas de lazer para a populao de Manaus, por outro lado, necessita de manuteno constante

de seus equipamentos bem como cumprir sua funo promovendo atividades de educao

ambiental aos seus frequentadores.

Palavras-chave: Espao urbano; Parque; Percepo ambiental.

1 Acadmica do 8 Perodo do Curso de Turismo da Escola Superior de Artes e Turismo da Universidade do Estado

do Amazonas (UEA). Bolsista da Fundao de Amparo Pesquisa no Amazonas FAPEAM. E-mail:

lariissaferreira_@hotmail.com. 2 Bacharel em Turismo. Professora da Universidade do Estado do Amazonas UEA. Mestre em Cincias do Ambiente e Sustentabilidade na Amaznia pela Universidade Federal do Amazonas (PPGCASA/UFAM). (UEA). Doutoranda do PPGCASA/UFAM. Bolsista da Fundao de Amparo Pesquisa no Amazonas FAPEAM. E-mail: susysimonetti@hotmail.com.

Introduo

O ritmo acelerado da vida cotidiana, o trnsito, a violncia, a poluio, o excesso de

asfalto e concreto fazem com que a vida nos grandes centros seja cada vez mais estressante e,

at mesmo, perigosa. A busca por ambientes naturais tem aumentado bastante nos ltimos

anos. No entanto, ainda reduzido o nmero de pessoas que tm recursos financeiros e tempo

para viajar e entrar em contato com um ambiente natural, longe dos grandes centros urbanos.

Uma alternativa a esta situao so as descontinuidades de ocupao no tecido urbano,

ou seja, criar reas verdes nas cidades. As grandes ou pequenas reas verdes podem ser

parques municipais ou similares e jardins, praas ou parques lineares ao longo de fundos de

vales urbanizados, respectivamente. Tais reas tornam-se muito importantes, pois so elas que

permitem a preservao de parte significativa da paisagem natural, original ou recomposta, a

manuteno do valor esttico ou cientfico, a renovao do ar, facilitam o contato direto entre

os indivduos e o ambiente, incorporando a funo de reas para exerccio fsico e caminhada,

entre muitas outras funes.

A necessidade de compreender a relao homem-natureza, questes urbanas e o meio

ambiente, nos leva a investigar meios e buscar estratgias para que se possa diagnosticar a

percepo que a sociedade tem do ambiente em que est inserida. A percepo ambiental

estabelece os vnculos afetivos do indivduo com o ambiente vivido por meio das imagens

percebidas e seus significados, as sensaes, as impresses e os laos afetivos a construdos.

Mediante o exposto, percebe-se que as questes urbanas e ambientais necessitam ser

tratadas com maior detalhamento e proximidade, haja vista a arborizao precria nas

periferias urbanas e a falta de espaos para o lazer e a recreao, especificamente na cidade

Manaus. Nesse sentido, este estudo buscou investigar a percepo ambiental dos

frequentadores do Parque Ponte dos Bilhares (PPB), elegendo-o como lcus do estudo.

O referido parque foi selecionado por ser um parque urbano localizado em Manaus

que j se consolidou como um dos principais pontos de encontro e espao cultural e de lazer

da cidade. Alm das funes ambientais, sociais, de lazer, culturais, psicolgicas, histricas,

entre outras, as atividades nele desenvolvidas contribuem para uma melhor condio de vida

de quem o frequenta. Dessa forma, ele foi escolhido como lcus de estudo, proporcionando

relevantes fundamentos para o estudo dos parques urbanos de Manaus, assim como

acrescentou conhecimento acadmico acerca das reas verdes da cidade.

Tratou-se de um estudo exploratrio-descritivo, que teve por objetivo geral investigar

a percepo ambiental de frequentadores do PPB e que tambm buscou verificar o uso dos

espaos do parque, a conduta ambiental de quem o frequenta e, elencar danos ou problemas

que os frequentadores acreditam causar ao mesmo. Para isto, foram feitas entrevistas semi-

estruturadas e, em alguns casos, solicitao de justificativas para as respostas apresentadas.

Os respondentes foram 50 frequentadores que se encontravam no local, com idade acima de

18 anos, incluindo alguns indivduos que trabalhavam nos bares e lanchonetes do parque,

escolhidos aleatoriamente.

Espera-se contribuir para a gesto ambiental do parque agregando conhecimento por

meio do fornecimento de dados que investigaram a percepo dos frequentadores acerca de

como estes utilizam os espaos do PPB, os problemas de ordem ambiental que o parque

enfrenta bem como servios/equipamentos que gostariam que o parque disponibilizasse.

Acredita-se que este estudo pode ser utilizado na elaborao de projetos de melhoria

do PPB e tambm no planejamento do outros parques urbanos. O planejamento destaca-se

como fator fundamental do desenvolvimento e gesto ambiental desses espaos, os quais

esto condicionados s polticas pblicas estabelecidas para o municpio ou regio, devendo

estar em sintonia com as necessidades da sociedade civil local.

Tais discusses tambm possibilitaro o debate em fruns regionais, nacionais e

internacionais tendo em vista que os seres humanos esto constantemente recebendo

estmulos do ambiente e no h ambiente fsico destitudo das dimenses social, cultural,

espiritual, poltica etc.

Parques Urbanos

Os parques urbanos, do modo que conhecemos hoje, tiveram origem no sculo XIX,

quando se determinou que os parques europeus passassem a atender s necessidades das

massas das metrpoles. interessante observar que esses parques, naquela poca, j estavam

relacionados busca de alternativas para os problemas urbanos. Nucci (2001, p.180) afirma

que tais espaos devem ser livres de monotonia e isentos das dificuldades de espao e

angstia das aglomeraes urbanas.

Os parques urbanos constituem espaos livres pblicos de lazer, com predominncia

de elementos estticos e agradveis, destinados recreao, ao lazer e conservao da

natureza. A ideia da importncia dos parques para a sade pblica e mental muito

consolidada. O smbolo principal que se desenvolveu em torno dos parques foi o de grandes

espaos que poderiam aliviar os problemas da cidade e romper a situao citadina de estresse.

E de fato, os parques implantados na Europa e nos Estados Unidos tiveram esse papel. Eram,

tambm, espaos de descanso que compensariam as horas de trabalho, por horas de cio, e

nesta perspectiva que os parques poderiam tambm aperfeioar o trabalho semanal

(MACEDO, 2003).

Que os parques so espaos pblicos que trazem grandes benefcios para o ambiente e

para populao urbana fato aceito e difundido por toda sociedade e comunidade acadmica.

Contudo, contraditoriamente, o esforo para criar e promover a conservao desses espaos

tambm muito grande. Mesmo sendo criados para os fins anteriormente citados, tais

objetivos s podem ser atingidos plenamente se a populao se apropriar desses espaos para

aquelas finalidades. Sem o envolvimento ou mesmo o conhecimento por parte da populao,

estes espaos tendem a ser desprezados e deixam de fazer parte do cotidiano, deixam de ser

visitados.

Elemento essencial para o desenvolvimento do turismo, a paisagem aspecto muito

visado sendo um dos primeiros fatores de atrao turstica. Os recursos naturais, as

manifestaes culturais, a historicidade e a arquitetura so destaques na oferta turstica.

Porquanto os espaos urbanos so atraentes aos citadinos e aos turistas devido ao fato de se

constiturem por diversas estruturas, atividades, ambientes, entre outros, promovendo o bem

estar e a socializao. A explorao turstica de parques proporciona uma vivncia mais rica

dentro da cidade, despertando a valorizao e compreenso da importncia do ambiente

natural do lugar em que se vive.

necessrio compreender que os espaos urbanos destinados ao turismo, esporte e

lazer dependem das polticas pblicas, bem como de um planejamento municipal. O turismo

concebido como no somente o deslocamento simples entre paisagens, mas sim o

deslocamento do olhar, promovendo a chance de enxergar a mesma paisagem de diferentes

perspectivas.

A atividade turstica, neste caso, passa a ser acessvel a todo e qualquer cidado, seja

morador ou no, uma vez que no se trata de abrir mo do planejamento da atividade, mas

sim de direcion-lo a atender as necessidades humanas, sociais e ambientais de nosso tempo,

transformando o turismo em um instrumento de educao ambiental, tendo o parque urbano

como ponto de partida.

Recommended

View more >