A PALAVRA 21 Edio

Download A PALAVRA 21 Edio

Post on 29-Mar-2016

222 views

Category:

Documents

5 download

DESCRIPTION

O Jornal da Famlia Crist!

TRANSCRIPT

  • A Pa avraO Jornal da Famlia Crist!Vitria e Regio - 2012 - Ano II - Edio N 21 - (27) 3026-0990 - www.apalavranet.com - contato@apalavranet.com

    l

    Pgina 11

    A parbola do

    semeador

    Pgina 2

    Ainda resta uma esperana

    Comportamento

    Palavra Viva

    Rumo Terra Santa, com o pastor Joo Carlos SiqueiraCaravana

    Pgina 5

    EmFoco

    EspEcial

    Caverna de Adulo realiza trs dias de jejum e orao em Vitria da Conquista/BA

    Pginas 6/7

    Mais de 50 pessoas so batizadas ao ar livre em praa do Bairro de Ftima

    Pgina 8

    O chamado de um homem de Deus e

    sua trajetria frente do

    Ministrio Ibes, de Vila Velha

    Pr. Levi Aguiar

    O ato foi realizado pela Igreja Batista Nova Uno e chamou a ateno de moradores e populares que passavam pela Avenida Jos Rato

    Pgina 10

  • Vitoria e RegioEsprito Santo

    Brasil

    EDITOR/DIRETOR FUNDADOR: Elcio Cordeiro - (27) 9602-7776

    EDITORA ADJUNTA: Maria Jos Postay - (27) 9993-5936

    REVISO: Leandra Postay

    FALE CONOSCO: (27) 3026-0990 / E-mail: contato@apalavranet.com

    O Jornal se responsabiliza por toda matria elaborada em sua redao.Artigos e outros textos assinados so de responsabilidade de seus autores.

    PERIODICIDADE: MensalTIRAGEM: 5 mil ExemplaresSITE: www.apalavranet.com

    2 Ano II - N 21 A Pa avral

    A Pa avral O Jornal da Famlia Crist!

    Palavra VivaRegistros O Jornal da Famlia Crist!

    Naquele mesmo dia, saindo Jesus de casa, assentou-se beira-mar; e grandes multides se reuniram perto dele, de modo que entrou num barco e se as-sentou; e toda multido estava em p na praia.

    E de muitas cousas lhes falou por parbolas e dizia: Eis que o semeador saiu a semear. E, ao seme-ar, uma parte caiu beira do caminho, e, vindo as aves, a comeram. Outra parte caiu em solo rocho-so, onde a terra era pou-ca, e logo nasceu, visto no ser profunda a terra.

    Saindo, porm, o sol, a queimou; e, porque no tinha raiz, secou-se.

    Outra caiu entre os espinhos, e os espinhos cresceram e a sufocaram.

    Outra, enfim, caiu em boa terra e deu fruto; a cem, a sessenta e a trinta por um.

    Quem tem ouvidos, para ouvir, oua.

    Ento, se aproxima-ram os discpulos e lhes perguntaram: Por que lhes falas por parbolas?

    Ao que respondeu: Porque a vs outros dado conhecer os mistrios do reino dos cus, mas queles no lhes isso concedido.

    Pois ao que tem se lhe dar, e ter em abundncia; mas, ao que no tem, at o que tem lhe ser tirado.

    Por isso, lhes falo por parbolas; porque, vendo, no veem; e, ouvindo, no ouvem, nem entendem.

    De sorte que neles se cumpre a profecia de Isa-as: Ouvireis com os ouvi-dos e de nenhum modo

    Essa igreja pode ser sua,

    se voc quiser!

    Domingo9h: EBD

    19h: Culto4 fEira

    20h: Estudo Bblico

    IgrEja PrEsbItErIanaEm jardIm CamburI

    rua Carlos Delgado g.Pinto, 765 (atrs do Lago de garda)3337-1505

    entendereis; vereis com os olhos e de nenhum modo percebereis. Porque o corao deste povo est endurecido, de mau grado ouviram com os ouvidos e fecharam os olhos; para no suceder que vejam com os olhos, ouam com os ouvidos, entendam com o corao, se convertam e sejam por mim curados.

    Bem-aventurados, porm, os vossos olhos, porque veem; e os vossos ouvidos, porque ouvem.

    Pois em verdade vos digo que muitos profetas e justos desejaram ver o que vedes e no viram; e ouvir o que ouvis e no ouviram.

    Atendei vs, pois, parbola do semeador. A todos os que ouvem a pa-lavra do reino e no com-preendem, vem o malig-no e arrebata o que lhe foi semeado no corao. Este o que foi semeado beira do caminho.

    O que foi semeado em solo rochoso, esse o que ouve a palavra e a re-cebe logo, com alegria; mas no tem raiz em si mesmo, sendo, antes, de pouca du-rao; em lhe chegando a angstia ou a perseguio por causa da palavra, logo se escandaliza.

    O que foi semeado entre os espinhos o que ouve a palavra, porm os cuidados do mundo e a fascinao das riquezas sufocam a palavra, e fica infrutfera.

    Mas o que foi semeado em boa terra o que ouve a palavra e a compreende; este frutifica a cem, a ses-senta e a trinta por um.

    A parbola do semeador (Mateus 13.1-23)

    Festa dos Anos 60

    CNPJ: 13.418.477/0001-33

    Trs momentos que retratam o que foi a Festa dos Anos 60, realizada pela Rede de Jovens da Igreja Batista Shalom, em Porto de Santana, dia 26 de Novembro . Foi muito divertido louvar ao Senhor no estilo dos anos 60, afirmam David e Daiana Carvalho, organizadores do evento.

    Pr. andr Florindo

    IadECC - Igreja assembleIade deus em CIdade ContInental

    Cultos: 4 e 6 feira s 19h - dom. 8h (Ebd) e s 19h

    Sejamtodos

    bemvindos!

    rua Carcar, s/n - Cidade Continental serra/Es - (ao lado do sup. Canguru)

    Pr. Andr Florindo

    No h salvao em nenhum outro; porque abaixo do cu no existe nenhum outro nome, dado entre

    os homens, pelo qual importa que sejamos salvos. (Atos 4.12)

    JESUS, O NICO SALVADOR

    A PalavraO Jornal da Famlia Crist! LER SEM DISCERNIR

    COMER SEM DIGERIR!

    Ele foi missionrio na ndia, Inglaterra, Portugal e EUA e autor de trs livros. Atu-almente pastoreia a Igreja Vida Abundante, no bairro da Glria, Vila Velha, filiada Assembleia de Deus Mi-nistrio Ibes (pastor-presi-dente Levi Aguiar).

    Doutor em Teologia, pas-tor Gesiel Gomes, junto com sua famlia, so apaixonados por Cristo e comprometidos em levar pessoas a Ele e dis-cipul-las para serem filhos de Deus, vitoriosos.

    Nas ondas do rdio

    Pastor Gesiel Gomes apresenta o Programa Vida Abundante, na Radio A Cor da Vida 102,9 FM, de segunda a sexta-feira, s 8:40h e s 16:40h.

  • Ano II - N 21 3A Pa avral O Jornal da Famlia Crist! EmDia

    (27) 3089-7722

    Sete atitudes para um ano feliz

    A Igreja Assembleia de Deus em Jardim Camburi, minis-trio presidido pelo pastor Benedito Antnio da Silva, realizou pelo quarto ano consecutivo a campanha Sete atitudes para um ano feliz, que consiste numa sequn-cia de cultos nos primeiros sete dias do ms de janeiro, com temas especficos para cada um dos dias, em que a tnica agradecer a Deus pelo ano que se passou e oferecer a ele toda a adorao como primcias do novo ano que se inicia.

    O primeiro dia da campanha teve o seguinte tema: Levan-tar-me-ei e irei ter com meu pai, com o presbtero Anderson; Dia 2: Ponha-te em p e falarei contigo, com o pastor Benedito; Dia 3, Volta-te para mim porque eu te remi, com o evangelista Pedro Valrio; Dia 4: Crescei na graa e no conhecimento de nosso Senhor Jesus Cristo, com a irm Fabola; Dia 5: Permane-cei em mim e eu permanecerei em vs, com o pastor Eliezr; Dia 6: Servi ao Senhor com alegria, com o pastor Nivaldo; Dia 7: Entrega o teu caminho ao Senhor, com o evangelista Pedro Va-lrio, em substituio ao irmo Srgio Vidigal, prefeito da Serra, que por questo de sade no pode estar presente.

    De acordo com o pastor Benedito, todos os propsitos voltam a ser relembrados em toda primeira quinta-feira de cada ms durante o ano, quando acontece os cultos de reno-vao dos propsitos.

    Essa igreja uma bno, uma agncia de Deus na terra em plena atividade, se expandindo em todas as direes, disse o pastor Benedito, destacando o trabalho de misso desenvol-vido na cidade de Mantova, na Itlia, com o pastor Magno Sr-gio, como a nova congregao aberta numa regio de melhor acesso para os cerca de 60 irmos que l congregam. Mencio-nou tambm o trabalho em Alto Piabas, distrito de Ibirau, o trabalho de Londres, com o pastor Marcos, oriundo do trabalho missionrio na Itlia, e o trabalho na cidade de Marlboro (EUA), com o pastor Messias Santana, com cerca de 60 membros.

    Segundo o pastor, a igreja tem uma forma de ministrao em que todos os cultos so direcionados, cada um com seu tema, o que proporciona ao membro e ao visitante saber que culto est sendo prestado. No primeiro domingo, por exemplo, Culto da Famlia, no segundo domingo, Culto de Jovens, depois, Culto da Santa Ceia e Culto de Misses, respectivamente.

    No decorrer da semana, s quintas-feiras, os cultos se-

    guem o mesmo sistema temtico, sendo Culto de Renovao de Propsitos, na primeira quinta-feira, e depois, Culto do Departamento Feminino, Culto em Ao de Graa pelo po de cada dia e Culto em Ao de Graa pela sade.

    Nos meses em que ocorrem o quinto domingo temos o Culto de Ao de Graas, o mesmo acontece quando o ms tem cinco quintas-feiras, finalizou pastor Benedito.

    A exemplo de anos anteriores houve intensa participao

    Momento de louvor e adorao, bem como a ministrao da palavra de Deus, marcaram os sete dias da campanha

    sonoriza

    o e Livra

    riaInst

    ala-

    3336-6000av. Expedito garcia, 52 - Campo grande - Cariacica/Es

    Instrumen

    tos musica

    is

    Aqui voc divulga sua Igreja e Ministrio, fotos, eventos e

    programaoFale conosco:

    (27) 3026-0990 / 9602-7776contato@apalavranet.com

  • Nos primeiros dias e semanas do Novo Ano uma prtica bastante comum a definio de uma agenda com prop-sitos, objetivos e metas que desejamos adotar como ro-teiro para esta nova etapa na caminhada. Sei que essa agenda tem a ver com a re-alidade de cada pessoa e ela construda em cima dos nossos valores, prioridades, sonhos e projetos que abri-gamos em nosso corao. No entanto, quero sugerir al-gumas propostas que todos ns devemos abraar. Isso far de 2012 um ano verda-deiramente abenoado.

    1 - Em todas as reas da sua vida coloque Deus em primeiro lugar. Permita que Ele governe todas as suas decises.

    2 - Leia a Bblia todos os dias, memorize vers-culos, estude e medite na Palavra de Deus. Te-nha um lugar para escre-ver as suas descobertas.

    3 - Mantenha a prtica de orar sempre. Viva em esprito de orao e invis-ta algum tempo exclusivo com Deus todos os dias. Isso far toda a diferena.

    4 - Priorize o seu relacio-namento familiar como o va-lor mais importante na sua vida depois de Deus.

    5 - Procure viver dentro da sua realidade econmico-financeira. Fuja de fazer d-vidas, controle as contas e a compulso por comprar.

    6 - Honre a Deus com o seu dinheiro e posses. En-tregue os seus dzimos, faa ofertas, contribua para a obra missionria e ajude os necessitados. No reino de Deus, quanto mais ns dar-mos mais teremos.

    7 - Oferea o perdo queles que por alguma ra-zo lhe causaram ressenti-mentos. No guarde mgo-as, no alimente o dio. Sua vida ser muito melhor.

    8 - Controle suas pala-vras, seu gnio, suas ati-tudes. No oua fofocas de pessoas maledicentes. No fale mal de quem quer que seja.

    9 - Seja cuidadoso com o tempo que gasta na fren-te da TV ou no computador. H muita coisa boa e til, mas h tambm muito lixo e banalidades que no vale a pena ver.

    10 - Adote a prtica de

    ler bons livros. Boa leitu-ra enriquece a nossa vida em todos os sentidos, nos faz crescer.

    11 - Invista nos re-lacionamentos a partir da sua igreja, amigos, parentes e colegas. Faa um planejamento para esses contatos.

    12 - Cuide da sua sade de modo preven-tivo, faa exames peri-dicos, no seja seden-trio, evite os excessos. Sade vale ouro.

    Essas so algumas di-cas para que 2012 seja o melhor ano da sua vida.

    Pastor Joars M. de FreitasPIBJC - Primeira Igreja Batista em Jardim Camburi

    4 Ano II - N 21A Pa avral O Jornal da Famlia Crist! Pastoral

    *Pr. Joars Mendes de Freitas

    Propostas para um Ano Novo

    de sucesso

    Bem-aventurado aquele que teme ao Senhor e anda nos

    seus caminhos!Do trabalho de tuas mos comers, feliz sers, e tudo te ir

    bem. Salmos 128.1-2

    Desejamos aos leitores, amigos e parceiros um ANo NoVo repleto das bnos de Deus; e que juntos continuemos a

    compartilhar as melhores notcias em 2012.

    em nome de seus editores e colaboradores, articulistas e anunciantesSo os votos do Jornal A PALAVRA,

    Aberto todos os dias: 12h s 22hRua Carlos Martins, 455

    Jardim Camburi(ao lado do Hamburgo)

  • RESERVE J SUA VAGA! Contato: (27) 9294-8061 / 9746-4655 / 3233-5865

    aventuranas, Cafarnaum, Banais (nascentes do Rio Jordo), Mar da Galileia - atravessaremos em um barco da poca de Jesus. Finalizaremos nos-so dia em YANDERNIT, local de batismos no Rio Jordo (jantar e pernoite).

    18/06 - 9 DIA - GALILEIA / JERUSALEM: Dei-xaremos a Galileia rumo a Jerusalm, Nazar, onde Jesus viveu com os seus pais. Monte Car-melo, onde o profeta Elias lutou com os profetas de Baal. Tempo em Haifa, uma das mais lindas paisagens de Israel (jantar e pernoite).

    19/06 - 10 DIA - JERUSALM: Visita casa de Caifs, Cenculo, local da ltima ceia, a Tumba de Davi, o Monte das Oliveiras, Jardim Getsemani, Par-que Arqueolgico de Jerusalm e as escavaes do 2 Templo da poca de Jesus (jantar e pernoite).

    20/06 - 11 DIA - JERUSALM: Sada para visita a Esplanada do Templo, Monte Mori, Fortaleza de Antnia, onde Pilatos julgou Jesus, Via Dolorosa, Tanque de Betesda, Muro das Lamentaes, local sagrado para os judeus. tarde, visita a Belm, se houver disponibilidade. (Jantar e pernoite).

    21/06 - 12 DIA - JERUSALM: Conhecere-mos o Jardim do Tmulo, no Glgota, ou Caveira Santa Ceia, de frente ao tmulo vazio de Jesus. Museu do Holocausto. Confraternizao do grupo (Amigo de orao com entrega dos diplomas de Peregrinos na Terra Santa). Jantar e pernoite.

    22/06 - 13 DIA - JERUSALM / TEL AVIV: Aps caf, sairemos para City Tour em Tel Aviv. tarde, aeroporto de Tel Aviv para retorno ao Brasil/Vitria.

    23/06 - 14 DIA - CHEGADA AO BRASIL

    PACOTE INCLUI- Passagem area saindo de Vitria.

    - 11 noites em hotis padro 4 estrelas com meia penso - caf da manh e jantar.

    - Servios terrestres privativos conforme itinerrio.- Guia local falando portugus em todo itinerrio.

    - Assist. de embarque da Interpoint no aeroporto de Vitria.- Seguro de Assistncia de Viagem.

    - Kit Viagens (caderno de viagem, mapas, bon, capa de passaporte, porta-vaucher, etiquetas de bagagens).

    - Guia local durante todo percurso/pases visitados.

    PREOS:- Adeso: US$ 200,00

    - Terrestre: US$ 2.840,00- Areo: US$ 1.443,00- Total: US$ 4.483,00

    ROTEIROS, PREOS E DATAS SUJEITOS A ALTERAO.

    FORMAS DE PAGAMENTO1 OPO: Parcelamento s/ juros at a data de viagem. 2 OPO: Parcelamento s/ juros referente passagem area.US$ 1.443,00 em Carto de Crdito. O parcelamento ser em 8X. As parcelas sero cobradas em reais. Os valores so fixos e podero ser pagos aps a viagem, conforme vencimento do Carto.3 OPO: Parcelamento s/ juros at a data da viagem e saldo devedor parcelado c/ juros em at 24X - sujeito a aprovao de crdito. O financiamento ser feito 30 dias antes da sada da caravana.

    Av. N. Sr da Penha, 595 - Lj. 49 Shopping Tiffany Center - Praia do Canto - Vitria/ES

    (27) 3200-3707 - www.interpoint.tur.br

    MAIS INFORMAES:Pastor Joo Carlos Siqueira - Lder da Caravana

    (27) 9746-4655 / 9294-8061 / 3233-5865E-mail: prjcsiqueira@hotmail.com

    www.pastorjoaocarlos.com.br

    SADA: 10/06/2012RETORNO: 23/06/2012

    10/06 - 1 DIA - SADA DE VITRIA: Encontro no aeroporto de Vitria ou outra capital do Brasil - Em-barque para So Paulo com destino a Itlia.

    11/06 - 2 DIA - ROMA: Chegada em Roma s 07h15min. Desembarque para city tour de um (01) dia. Visita aos principais pontos tursticos da cidade, em ni-bus privativo, com guia local. Sugesto: Baslica de So Paulo (fora dos muros), Coliseu, Frum Romano, Fontana de Trevi, etc. Aps o almoo, visita ao Vaticano, Praa e Baslica de So Pedro. Retorno ao aeroporto para o Cairo, s 22 horas. Aps o desembarque, pernoite em Cairo.

    12/06 - 3 DIA - CAIRO: City Tour, visita s Pir-mides, Esfinge, Museu do Cairo, Fbrica de papiros (jantar e pernoite).

    13/06 - 4 DIA - CAIRO / MONTE SINAI: Traves-sia do Deserto do Sinai em direo a Santa Catari-na, passando pelo Canal do Suez, parada em Mara e Refidim. Chegada noite na regio do Monte Si-nai. Subida ao Monte Sinai para os que tiverem con-dies fsicas (jantar e pernoite).

    14/06 - 5 DIA - MONTE SINAI / TABA / EILAT: Chegaremos fronteira de Israel no incio da tarde, na linda cidade de Eilat, onde conheceremos o Mu-seu Oceanogrfico (jantar e pernoite).

    15/06 - 6 DIA - EILAT / MAR MORTO / JERIC / GALILEIA: Viagem para Galileia. Tempo no Mar Mor-to para banho, Qunram, Jeric (rvore de Zaqueu).

    16/06 - 7 DIA - GALILEIA: Sada para visitar a regio do Monte Hermon. Prosseguindo em nossa viagem, vamos avistar as Colinas do Golan, na divisa com a Sria, ponto estratgico entre os dois pases. Vamos conhecer Nazar/Can (jantar e pernoite).

    17/06 - 8 DIA - GALILEIA: Monte das bem-

    ROTEIRO

    VIAGENS E TURISMO

    OperadOra

    Com o Pr. Joo Carlos SiqueiraOrientador Espiritual

    Caravana

    Roma, Egito e IsraelTERRA SANTA

    O bero da civilizao. Voc merece essa oportunidade!

  • Trs dias de jejum e orao em Vitria da Conquista/BA

    Evento impactou a cidade e trouxe um grande mover de Deus entre a liderana presente

    Com o tema Treinando valentes para governar o Bra-sil, a Caverna de Adulo Jejum dos Prncipes (Cajep) mais uma vez mostrou um pouco do que Deus tem prometido para o Brasil, durante o seu ltimo encontro de 2011 realizado na cidade de Vitria da Conquista/Bahia.

    O evento aconteceu entre os dias 20 e 22 de dezembro no acampamento da Igreja Batista Nova Sio e reuniu cerca de 120 lderes, de vrias partes do Brasil, contando com a liderana que foi do Esprito Santo, de cidades como Vitria, Serra, Linhares, Cariacica, Aracruz, So Mateus, e os que fo-ram de outras partes, como Par, Tocantins, Maranho, Mi-nas Gerais, etc. Somente da cidade de Vitria da Conquista houve a presena de cerca de 45 pessoas.

    A Caverna de Adulo um projeto interdenominacional cujo objetivo reunir, a cada dois meses, lideranas de diversas denominaes evanglicas de todo Brasil em uma cidade dife-rente, a fim de orar e jejuar trs dias pela nao, sob liderana do apstolo Darci Fernandes, que antes de dar incio ao minist-rio passou 40 dias de jejum sob os cus de Jerusalm. Estamos firmes em obedincia ao que temos recebido do Senhor, colo-car o Brasil de joelhos, pois entendemos que o jejum e a orao a chave que abre as portas do cu e quebra o jugo sobre o nosso povo; e a Caverna de Adulo uma ferramenta para tirar pastores e outros lderes da inrcia e projet-los a uma conquis-ta sobrenatural, comenta o apstolo Darci Fernandes.

    Para Dilson Soares Dias, pastor da Igreja Metodista de Vitria da Conquista - responsvel em organizar o evento na cidade -, o acontecimento marca a histria do povo evang-lico local e deixa um aprendizado altamente positivo na vida de cada lder que esteve presente. Entendemos que no al-canaremos o mundo para Cristo com a dedicao que o povo evanglico tem tido at aqui, e isso de forma geral. necess-rio pagar um preo maior no jejum, na orao e na leitura da Palavra de Deus. Em consequncia, vir o testemunho cristo e pelo testemunho cristo muitas vidas viro a Cristo, comen-tou o pastor, que conselheiro da Ordem dos Pastores locais e um dos coordenadores do Projeto Redeno, cujo foco a transformao da cidade de Vitria da Conquista.

    Durante os trs dias de jejum e orao houve ministrao da Palavra de Deus, com muita uno e mover do Esprito San-to, desde a abertura feita pelo apstolo Darci Fernandes, pas-sando pelos muitos momentos de louvor e adorao a Deus, at o fechamento, com a palavra ministrada pelo pastor Jailton Rangel, da Igreja Quadrangular da cidade de Formiga, regio de Belo Horizonte/MG. Tambm ministraram no evento os aps-tolos Ozenir Correa (Vitria/ES), bispo Veridiano (So Mateus/ES), apstolo Alex Rocha (Imperatriz/MA), apstolo Idsio (Ara-guana/TO), apstolo Rubens e pastor Dilson Soares (Vitria da Conquista/BA), pastor Ivan Demtrius e pastor William (Serra/ES), pastor Silas Pereira Maia (Tucuru/PA) e outros.

    Os encontros no salo para ministrao da palavra come-avam por volta das 8 horas da manh, indo at meia noite, com pequenos intervalos. Alm disso, havia a Torre de Ora-o, que funcionava 24 horas ininterruptas, com grupos de

    Ano II - N 21 A Pa avral O Jornal da Famlia Crist!Especial

    orao se revezando de hora em hora. Segundo o pastor Dilson, as propostas de jejum, de ora-

    o e a ministrao da Palavra de Deus na Caverna de Adulo enriqueceram muito e trouxeram um grande impacto sobre Vitria da Conquista, cuja expectativa de que a partir deste encontro o evangelho na cidade adquira uma consistncia

    ainda maior e saia mais das quatro paredes.A prxima Caverna de Adulo est marcada para a cidade

    de Formiga, regio de Belo Horizonte/MG, dias 7, 8 e 9 de fevereiro, com nibus especial saindo frente ao templo da Igreja Apostlica Shalom, em Porto Canoa/Serra. Mais infor-maes com o apstolo Darci Fernandes: (27) 9712-5257.

    DEPoIMENToSPR. DIlSON SOAReS - VITRIA DA CONQUIS-TA/BA: Conheci o apstolo Darci Fernandes em Salvador, quando participei da minha primeira Caverna de Adulo. Fui muito im-pactado pela dedicao dele, a vida dele, o jejum prolongado de 40 dias que ele fez em Jerusalm. Alm disso, li o livro dele (Jejum e orao provo-cam milagres) e aps a leitura eu fui despertado a participar da Caverna de Adulo, resultando neste evento aqui em Vit-ria da Conquista. Estamos muito felizes com o que Deus tem feito em nosso meio atravs desse ministrio.

    Pretendemos realizar aqui a segunda Caverna de Adu-lo no incio de dezembro de 2012, pois, embora como pastor metodista, a nossa funo em 2011 foi organizar o evento voltado para toda a comunidade evanglica de Vitria da Conquista, e queremos repeti-lo em 2012, para honra e glria do Senhor Jesus.

    APSTOlO lAURO CRUz - VITRIA/eS: Pre-sidente do Frum evanglico Poltico Capi-xaba - A nossa expectativa aquela de eli-zeu em relao a Elias, o derramamento do Esprito Santo de Deus em poro dobrada, pois a cada Caverna de Adulo a gente per-cebe o que Deus est fazendo, trazendo

    novas revelaes e uma nova uno. ento, 2012 vai ser de acordo com a grandeza do nosso Deus. Sem limites!

    APSTOlO OzeNIR CORReA - VITRIA/eS: Quem no veio aqui em Vitria da Conquis-ta perdeu, porque ns vimos a glria de Deus neste lugar. Aprendemos com o aps-tolo Rubens a respeito da conquista dessa cidade. Ns fomos inspirados e tivemos a

    oportunidade de ver na prtica tudo aquilo que temos en-sinado, atravs do testemunho dele, que tem ganhado essa cidade da Vitria da Conquista para o Senhor Jesus. Nossas expectativas para 2012 so grandes, porque temos a cer-teza em Deus de que a Caverna de Adulo sair da nao brasileira para alcanar outras naes da terra. Irmos, as naes nos esperam, e eu tenho certeza de que Deus levar o apstolo Darci Fernandes por muitas naes.

    PR. IVAN DeMTRIUS - SeRRA/eS: A Caver-na de Adulo sempre traz muita uno para quem participa dela, e a gente no s pe-gou da uno da Caverna como tambm da cidade de Vitria da Conquista, um povo abenoado que est conquistando com atos profticos. Ns vamos levar isso em nossos coraes e sempre uma bno estar juntos com os irmos na Caverna de Adulo. um tempo de virada.

    PR. JAILTON RANGEL - IGREJA QUADRAN-GUlAR NA CIDADe De FORMIGA - BelO HORIzONTe/MG.: Como sabemos, o nos-so Deus Deus de coisas novas, ento eu creio que o melhor ainda est por vir. Se hoje foi bom, amanh ser melhor. Eu creio que 2012 ser um ano de mudan-

    as, de profunda renovao espiritual para o nosso povo, de dupla honra, de uno dobrada. Eu sei que Deus est desatando os cus, preparando essa liderana para um 2012 que ser um ano de grandes vitrias.

    APSTOlO RUBeNS - VITRIA DA CON-QUISTA/BA: A conquista da cidade depen-de de confiana na pessoa que lhe man-dou fazer. Segundo, perseverana naquilo que Deus mandou fazer. Nunca desistir, independente de ser chamado de louco, de fora de tem-po, independente de qualquer coisa, preciso perseverar, se mantendo naquilo que o Senhor tem mandado fazer, e medida em que Deus vai mudando a histria, a realida-de, outros lderes vo surgindo. Aqui, com o passar dos tempos, os pastores foram vendo que aquilo que era feito como atos profticos, que na poca era tido como loucura, como aberrao, agora uma realidade. Ento, uniram-se a ns e hoje, trabalhando em parceria com o Conselho de Pastores, com o Projeto Redeno, com a Associao Evanglica Conquistense, com os pastores sempre unidos, orando sempre ao Senhor, a gente vai conquistando aqui-lo que Deus mandou que fosse feito e a cidade vai sendo transformada dia aps dia. Esta cidade um milagre nas mos de Deus. Costumo dizer s pessoas: se voc esteve em Vitria da Conquista ano passado, voc j encontra uma nova Vitria da Conquista no ano seguinte, por causa do poder de Deus, da ao de Deus em resposta ao proftica da igreja local, por causa das atitudes tomadas pela igreja. Ns dizemos a igreja e entendemos que no so todos os grupos denominacionais que participam, no so todos os lderes denominacionais que participam, mas um percentual grande, e esse percentual grande unido tem trazido a presena de Deus, e o grande segredo a presena de Deus, atrair a presena de Deus para a cida-de, e com a presena de Deus a glria vem, o poder vem, os recursos vm. Essa Caverna de Adulo foi a primeira da qual participei, para mim ela foi um jorro de gua que se transformou num oceano, uma nuvem pequena que cres-ceu e se transformou numa cobertura.

    BISPO VeRIDIANO GOMeS- SO MA-TEUS/ES: Terminamos o ano de 2011 debaixo de uma uno muito forte. Re-almente foi muito impactante. Vitria da Conquista foi abalada pela uno, pelo poder sobrenatural de Deus. Estamos aqui numa equipe de lderes e discpulos recebendo essa uno forte e fechando mais uma Caverna de Adulo, mas na certeza de que em 2012 outras tantas viro e ser ainda mais marcante. O Brasil pode respirar Caverna de Adulo porque Deus est neste negcio, trazendo para a liderana, para a igreja do Brasil um profundo avivamento, debaixo de uma uno de muita graa, muitas vitrias e muitos sonhos concretizados. Para a glria do Senhor Jesus Cristo!

    6

  • Primeiro eu quero falar a respeito da Palavra de Deus em I Timteo 4.12, que diz: Ningum despreze a tua mocidade, mas s um exemplo para os fiis na palavra, no procedimento, no amor, na f, na pureza.

    Ento, na minha ju-ventude, vi aquela que hoje a minha esposa. Deus colocou um amor em meu corao por ela e assim me apaixonei no momento em que a vi. Mas somente aps quatro anos, em 2003, comeamos a andar jun-tos, literalmente, com ela me propondo namo-ro. Foi algo muito ma-ravilhoso, interessante, mas ela foi logo dizendo que eu s poderia namor-la se fosse sem beijos.

    Aquela palavra mexeu com a minha estrutura, porque eu j gostava dela havia uns quatro anos, mas nada de me declarar, e ela, percebendo os meus sentimentos e, principal-mente, a minha falta de coragem, acabou propondo o namoro, mas com essa condio. Ao mesmo tempo em que aquela palavra me deixou at certo ponto decepcionado, tambm me impactou, pois entendi que Deus estava querendo fazer algo comigo, me levando a um nvel de renncia profundo, a ponto de eu entender que Deus queria levantar uma gerao diferente no Brasil, uma gerao modelo. Ento pergunto: como marcaremos a nossa gera-o? Debaixo de uma palavra, e essa palavra Deus tem me dado, a mim e a minha esposa. Pois namoramos trs anos e oito meses sem beijos, at o dia em que a recebi no altar, em 2008. Casamos virgens, e isso vai na contramo de tudo o que o mundo ensina e pratica.

    Dentro das nossas igrejas temos jovens que precisam ouvir um testemunho como este, gente que precisa ser marcada, jovens que esto visitando nossas igrejas e que tam-bm precisam ser marcados. Mas como marcaremos uma gerao? Com santidade, com pureza, com renncia. Muitos veem um testemunho como este e se perguntam: - Como que eu vou namorar desse jeito? No existe namoro sem beijo, sem uns amassos...

    Eu quero dizer uma coisa para voc que est pensando em iniciar uma vida a dois, e tambm a voc que j iniciou essa caminhada. O namoro sem beijo, sem amassos, com respeito, algo que est no corao de Deus, porque tem-se visto que o beijo acaba levando ao sexo, e Deus quer levantar uma GeRAO MODelO, jovens e adolescentes que sejam modelos de vida, que sejam referenciais.

    Temos muitos discursos, mas no temos vida. Deus levantou a mim e a minha esposa com esse testemunho para abenoarmos a sua vida, para abenoar a sua igreja, para abenoar o Brasil com essa palavra. Foi um nvel de renncia muito forte, pois foram trs anos e oito me-ses sem tocar nos lbios um do outro, e atravs desse testemunho milhares de jovens tm se convertido ao Senhor, tm se posicionado em uma uno sobrenatural, e eu creio que essa gerao ir marcar sim, mas ir marcar com santidade, com pureza e com renncia.

    Quero deixar essa palavra dizendo que o nosso Deus um Deus de santidade, e ele quer levantar uma gerao santa, e esse o comeo para um grande avivamento em todo Brasil.

    Pastor Silas - Telefone para contato: (094) 9156-9882.

    Pr. Silas Pereira Maia, da Igreja Batista Shalom em Tucuru (Par), com sua esposa Soniane Xavier de Almeida Maia: Forte liderana junto juventude e um testemunho de vida que tem impactado as novas geraes pelo Brasil

    Uma gerao modeloTESTEMUNHO

    Pastor Silas Pereira Maia uma liderana que tem sido poderoso instrumento de testemunho na cidade de Tucuru,

    no Par, frente da Igreja Batista Shalom, um trabalho ainda novo, mas que j congrega mais de 300 pessoas, sendo cerca

    de 150 jovens, que veem na vida do jovem pastor e sua esposa Soniane um exemplo a ser seguido. Ele foi um dos preletores durante os trs dias de jejum e orao na cidade de Vitria

    da Conquista/BA, e com muita uno e autoridade espiritual contou como Deus tem usado sua vida e de sua esposa.

    Ano II - N 21A Pa avral O Jornal da Famlia Crist! Especial

    Prefeito Srgio Vidigal com o apstolo Darci Fernandes

    Mesmo acometido por um forte res-friado, o prefei-to de Serra, Srgio Vidigal, participou ativamente da Caverna de Adulo, de 20 a 22/12 na cidade de Vitria da Conquista/BA. O evento rene lideranas evanglicas a cada dois meses para trs dias de jejum e orao em favor da nao, sendo esta a segunda vez que Vidigal par-ticipa. A primeira foi em Sal-vador, no ms de outubro.

    Ao falar para os presen-tes, Vidigal fez leitura de um trecho do Livro de Deute-ronmio, citando a sada e travessia dos filhos de Israel do Egito para a Terra Prome-tida. Segundo ele, o objetivo continuar colocando diante de Deus a sua vida e tambm o municpio que governa.

    Serra tem um estigma mui-to forte, que o estigma da violncia, mas eu creio num Deus vivo. A histria da cida-de da Serra vai mudar, Deus vai tocar as famlias, Deus vai reduzir a violncia, vai nos ajudar a acabar com as dro-gas, que esto instaladas na cidade; e isso s vai acontecer atravs de orao e jejum, por isso que eu estou aqui, porque eu tenho f, que por meio do jejum e da orao e das estratgias que Deus tem nos dado ns vamos continu-ar transformando a nossa ci-dade a cada dia, disse.

    Ao ser abordado por nossa reportagem, Vidigal no quis se aprofundar sobre questes polticas, porm, ressaltou a experincia de trabalhar com o municpio perdendo receita e aumen-

    tando populao, com o de-safio de continuar a oferecer servios de qualidade sem impactar nos investimentos.

    Perguntado se vem para a reeleio o pedetista no hesitou. Cada coisa a seu tempo, e o tempo at ento era para organizar e gover-nar. Eu tenho pedido a Deus que ele faa a vontade dele na minha vida. Lgico que eu tenho desejo, tenho von-tade, isso verdade, e se for da vontade de Deus me colocarei disposio neste processo em benefcio do municpio da Serra, disse Vidigal, que estava acom-panhado do secretrio de Obras, Dioceles Bahiense.

    7Srgio Vidigal participa

    pela segunda vez da Caverna de Adulo

    BELO HORIZONTEMINAS GERAIS

    TEMAESCOLA DO ESPRITO07 A 09 DE FEVEREIRO Pr. Jailton Rangel

    Belo Horizonte/MGAp. Alex Rocha

    Imperatriz/MA

    Bp. Veridiano GomesSo Mateus/ES

    Rev. Wesley NasimentoBelo Horizonte/MG

    Investimento: R$ 100,00

    CAVERNA DE ADULOJEJUM DOS PRNCIPES

    Ap. Lauro CruzVitria/ES

    Ap. Darci FernandesIg. Ap. Shalom - Serra/ES

    Desde 2002 o Senhor tem convocado o apstolo Darci Fernandes a jejuar pelo Brasil, na inteno de levantar um exrcito de homens e mulheres de Deus dispostos a pagarem um preo em je-jum e orao pela redeno do Brasil. Em 2005 foi conduzido por Deus a um propsito de jejum de 40 dias apenas com gua debaixo do cu de Jerusalm. A partir de ento ele tem sido um refe-rencial entre pastores para conquistas de cidades atravs de jejum, orao e atos profticos. Vrios pastores de regies diferentes do Brasil tm se deslocado para estarem juntos neste propsito.Sero 3 dias de jejum, apenas com gua, que cer-tamente mudar a sorte de muitos lderes e igrejas representadas. Participe!

    Os lderes devero levar os pedidos de orao escritos, pois faremos a Torre

    de Orao, que funcionar 24h durante os trs (03) dias do evento.

    SaIr UM NIBUS, dIa 06/02, S 22H, FreNTe a IG. apOSTLICa SHaLOM, de pOrTO CaNOa/Serra

    jejumdosprincipes@hotmail.com / www.cavernadeadulaojp.com.br MaIS INFOrMaeS COM O apSTOLO darCI FerNaNdeS: (27) 9712-5257 / 3282-4194

    Pr Fernanda FernandesIg. Ap. Shalom - Serra/ES

    Pr. Rinaldo SilvaPalmas/TO

    Coord.: Pastor Jailton Rangel - (37) 3322-2473 / 8836-6650 / pr.jailton.rangel@hotmail.com

  • Pastor levi AguiarO chamado de um homem de Deus e sua trajetria frente do Ministrio Ibes, de Vila Velha

    Ano II - N 21 A Pa avral O Jornal da Famlia Crist!Destaque8

    Pr. Levi Aguiar de Jesus Ferreira o Presidente de Honra da CADEESO e amigo pessoal

    do pastor Oscar Domingos de Moura (foto), atual presidente da Conveno, fundada pelo pastor

    Waldomiro Martins Ferreira, pai do Pr. Levi Aguiar

    Pastor Levi Aguiar de Jesus Ferreira foi consagrado ao ministrio de Evangelista em outubro de 1967, pelo seu pai, o saudoso pastor Waldomiro Mar-tins Ferreira, pioneiro da Igreja As-semblia de Deus no Estado do Es-prito Santo, fundador da CADEESO (Conveno das Assemblias de Deus no Estado do Esprito Santo e Outros), atuando de uma forma extraordinria, plantando igrejas em quase todo o Estado do Esprito San-to, Bahia e Minas Gerais, alm de ter enviado o primeiro missionrio para a Bolvia e abrir o primeiro programa radiofnico evanglico na Rdio Es-prito Santo, A Voz Pentecostal. Foi

    um dos preletores da Conveno Mundial das Assemblias de Deus no estdio do Maraca-n, Rio de Janeiro, em 1950, alm de membro da mesa diretora da Conveno Geral das Assemblias de Deus no Brasil. Casado com a senhora Camila Josefa de Aguiar Ferreira, pai de sete filhos, sendo o primognito o pastor Levi Aguiar de Jesus Fer-reira, que continuou o seu trabalho logo aps a fundao do Minist-rio Ibes, em 1970.

    Experincia Ministerial

    Pastor Levi Aguiar aprendeu estratgias

    de evangelizao com o seu pai, bem como os ensinos que serviram de base para a sua vida ministerial, que sem dvida alguma era obser-vada por todos que o cercavam. Assim, no desenvolvimento da evangelizao do Ministrio Ibes, o trabalho foi crescendo de uma for-ma saudvel, tendo como essncia primordial o amor, a unio e a fra-ternidade, o que deu uma base s-lida e inquebrantvel, e fortaleceu em todos os sentidos uma admi-nistrao consciente, equilibrada, a qual adquiriu gradativamente a confiana de todos, tanto os evan-glicos quanto no evanglicos.

    Em sua trajetria ministerial o

    pastor Levi Aguiar adquiriu muitos ter-renos e construiu dezenas de igrejas. Consagrou tambm diversos obreiros, que hoje tm dado frutos dignos do nosso aplauso e admirao.

    O Ministrio hojeAtualmente, o Ministrio Ibes

    conta com dezenas de congrega-es espalhadas na Grande Vitria, Rio de Janeiro, So Paulo, Bahia, in-terior do Estado do Esprito Santo, sendo responsvel ainda pelo envio de missionrios para pases como a ndia, Venezuela, Mxico, Guin Bis-sau e Cabo Verde, na frica. enfim, o progresso tem sido analisado por diversos lderes de outras denomi-naes, com admirao e at mes-mo curiosidade, para saber o se-gredo do crescimento de uma obra que comeou em um barraquinho de madeira que comportava no m-ximo 30 a 40 pessoas. Toda honra seja dada ao Senhor, pois sem ele nada podemos fazer.

    Vida SecularNa vida secular, o pastor Levi

    Aguiar, aos dezesseis anos de ida-de, fez parte da Marinha de Guer-ra como aprendiz de marinheiro, ingressou na Escola de Aprendizes de Marinheiros, em Vila Velha, no continuando na Marinha do Brasil. Aos dezessete anos, ingressou na Fora Area Brasileira, tambm no seguiu carreira, e, aos dezoito anos, serviu ao Exrcito Brasileiro no 38 Batalho de Infantaria em Vila Ve-

    Assemblia de Deus - Ministrio Ibes, juntos na evangelizao do mundo

    lha, Esprito Santo. Logo aps, tra-balhou em vrias empresas comer-ciais, como Arens-langen comrcio e representaes ltda, Usiminas, Casa das Mquinas, Montagens Industriais Pesadas no Porto de Tu-baro e na ECISA/RJ. Em seguida, foi convidado pelo prefeito de Vila Velha, Solon Borges, para fazer par-te do quadro da sua administrao na rea de Educao, onde desen-volveu um excelente trabalho junto aos professores e alunos.

    Mais tarde, foi convidado pelo prefeito para ser o seu sucessor na PMVV, porm no aceitou, mas continuou a conversao sobre o as-sunto, depois, chegando ao consen-so que concorreria como candidato a vereador pelo partido da Arena, em 1976, obtendo uma expressiva votao, sendo o mais votado do municpio por dois mandatos.

    No ano de 1986 foi convidado a concorrer como deputado estadual pelo PMDB, aceitando o desafio aps ouvir o Ministrio e a Igreja, novamen-te sendo eleito com uma votao sur-preendente, sendo Deputado Consti-tuinte, apresentando vrios projetos que trouxeram benefcios populao de nosso Estado, como a Lei 4.108, proibindo fumar nos transportes cole-tivos, que hoje abrange todo o pas.

    Apresentou o projeto da iseno de pagamento de passagens dos idosos em transporte coletivo, apro-vado e em vigor at o dia de hoje.

    Foi o autor da criao das agn-cias do BANESTES no bairro do Ibes

    e Santa Mnica, e sugeriu a criao do 38 Batalho da Polcia Militar no mesmo bairro.

    O mesmo formado em Di-reito pela Universidade Federal do Esprito Santo, onde tambm concluiu cursos de Estudos Sociais, Antropologia e Folclore Brasileiro.

    Palavra pastoralO mundo atual est em crise. E

    qual a soluo? Uns correm de um lado para o outro procurando orien-taes diversas tentando solucionar os seus problemas, mas tudo tem sido em vo, porm, eu, como ministro da Palavra de Deus, quero dizer-lhe que eu j fui um destes, mas um dia encon-trei com Jesus Cristo e a minha vida mudou completamente, tornei-me o homem mais feliz do planeta Terra.

    Deus tem um plano especial para voc! Nunca se dobre diante dos pro-blemas, eles que se curvem diante de voc. A Palavra de Deus nos reco-menda dizendo: Diga o fraco: Eu sou forte (Joel 3.10). lembre-se: voc forte. Quando os pensamentos nega-tivos vierem at voc, repreenda em nome de Jesus, autor e consumador da f. Quando a depresso, tristezas, doenas, calnias ou tentaes se acercarem de voc, saibas que tens um Deus que te ouve, que te atende e que te responde.

    Atualmente dezenas de congregaes espalhadas na Grande Vitria, Rio de Janeiro, So Paulo, Bahia e interior do Estado do Esprito Santo fazem parte do Ministrio Ibes, responsvel ainda pelo enviou de missionrios para pases como India, Venezuela, Mxico, Guin Bissau e Cabo Verde

    Um pequeno barraco de madeira inaugurado em 1970, com capacidade para 30 a 40 pessoas, deu incio ao Ministrio Ibes

  • Av. Petrpolis, 298 - Barcelona - Serra/ES (27) 3341-6722www.adbarcelona.com.br

    TERA-FEIRA 19h30minQUARTA DA BNO: 15h00minDOMINGO EBD 09h00min - CULTO DE ADORAO 18h00min

    Pr. Marcos MenegonePr Ruth do Carmo Menegone

    Filho do Rei por Dr. Joel Venturini

    Era noite quando ele aqui chegouE o mundo de ento se abalouPor entre a palha e panos o colocouNuma manjedoura sua me o embalou

    Apesar de humilde descerDesde ento ele veio serSacerdote, profeta e salvadorNasceu para me valer!

    Sua vida aqui no mundo foi de amorEnsinou-nos o perdo e o valorDe uma vida consagrada a DeusE ao prximo com fervor!

    Todo poder, beleza e majestadeAbdicou para entre ns viverMilagres, aes e palavras de verdadeFez o mundo ao Filho do Rei reconhecer!

    Mesmo hoje tanto tempo j passouMas eu ainda posso crer e afirmareiQue ele se abdicou da glria e se doouPara que eu pudesse ser tambm filho do Rei!

    Cooperadora Mrcia Lcia

  • Ano II - N 21 A Pa avral O Jornal da Famlia Crist!EmFoco

    Uma igreja testamen-tria, vibrante, sen-tindo pelas pessoas um amor que busca espe-lhar-se no amor de Deus. As-sim se define a Igreja Batista Nova Uno, localizada no Bairro de Ftima/Serra, que em apenas trs anos de mi-nistrio j ultrapassou o to-tal de 300 membros e, cada vez mais vem expandindo suas fileiras, agregando um nmero crescente de pes-soas, entre jovens, crianas, adolescentes e adultos.

    No dia 10 de dezembro a igreja realizou seu se-gundo batismo ao ar livre, desta vez na praa que fica em frente igreja, quan-do 51 pessoas desceram s guas, totalizando 81 novos membros comungantes em 2011, contando com os 30 batizados no ms de maio, no balnerio de Carapebus. Essas pessoas entenderam que nascer do Esprito signi-fica entrar numa nova vida mediante uma mudana de mente e de corao, co-menta o pastor Aldyr Ges.

    O batismo contou com a presena de um grande n-mero de fiis e despertou a ateno de quem passava pela Avenida Jos Rato. Duas caixas dgua de 2 mil litros cada ser-viram como tanque batismal, sendo que em uma a pastora Ktia batizava as mulheres, na outra, o batismo dos ho-mens, feito pelo pastor Aldyr, que aproveitou para informar que um novo batismo j est marcado para junho de 2012.

    Pastora Ktia ( esquerda) momento de orao junto a mais um batizando: O batismo nas guas um smbolo

    exterior que retrata a mudana interior

    Pastor Aldyr Ges: Objetivo traado pela igreja batizar 500 novos convertidos num curto espao de tempo

    Orando de mos dadas os fiis fizeram um grande cerco em torno da praa que fica em frente igreja, enquanto

    ao centro pastores conduziam o clamor

    Mais de 50 pessoas so batizadas ao ar livre em praa do Bairro de Ftima

    A Igreja Assembleia de Deus do bairro So Geraldo, em Cariacica, realizou seu ltimo batismo de 2011 no dia 27/11, no Rio Jucu, em Viana, quando 10 pes-soas desceram s guas. Em todo o ano foram 27 pessoas batizadas, contando com o batismo no ms de agosto.

    Quero agradecer a Deus e ao departamento de ensino da igreja, que atravs da escola Bblica Dominical prepara pessoas para momentos como este, comenta o pastor Jos Queiroz, informando que o prximo batismo j est marcado para feve-reiro, no stio do irmo zeca, em Viana.

    O pastor fala ainda sobre a congregao em Brejetuba, no distrito de Vila Madalena, um trabalho pioneiro que congrega em mdia 40 pessoas, sob direo do presbtero Fabrcio.

    Pastor Queiroz falou tambm da recepo do pastor Manoel Anastcio como membro da AD So Geraldo, dia 27/11, um dos pioneiros do trabalho assembleiano na regio de Cariaci-ca, e que em sua primeira viagem com o pastor Queiroz cinco almas se converteram a Cristo.

    AD de So Geraldo fecha 2011 com batismo no Rio Jucu

    Pastor Jos Queiroz batizando os novos membros da igreja

    10

    LIVRARIA EVANGLICA AGNUS DEY

    DIVIDIMOS TODO MATERIAL DE SOM EM AT 10X SEM JUROSAv. Castro Alves, 30 - Jardim Carapina - Serra/ES

    (27) 9919-0229 / 9753-7184

    Artigos p/ presentes, Livros c/ variados temas, Materiais Teolgicos, CDs, DVDs,

    Aparelhagens de Som, Instrumentos Musicais, Materiais p/ EBD e muito mais...

    IGREJA EVANGLICAASSEMBLEIA DE DEUSRua Barra de So Francisco, 79

    Jardim Carapina - Serra/ES

    Pr. presidente: Gerson Eller(27) 9919-0229

    gersoneller@yahoo.com.brgersoneller@hotmail.com

    Amando aos irmos e servindo a Jesus!

    Sejam bem-vindos!

    Digno s, Senhor, de

    receber glria, e honra, e poder;

    porque tu criaste todas as coisas,

    e por tua vontade so e foram

    criadas (Apocalipse 4.11)

    (27) 3026-0990A PalavraO Jornal da Famlia Crist!

  • Ano II - N 21A Pa avral O Jornal da Famlia Crist! Comportamento 11

    paraBancos

    IgrejaspREO ATRAENTE, COm

    fABRICAO NA ORIGEm DA mATRIA pRImA, o que reduz custos

    Confortveis, ergonmicos

    Deus Fiel!

    Temos tambm outros mveis

    ATENO pASTOR, LIGUE AGORA E fALE COmNOSSO REpRESENTANTE NO ESpRITO SANTO

    (27) 9777-6555

    mADEIRA 100% SECA Em ESTUfA o que elimina fungos e empenos,

    proporcionando grande durabilidade

    RETIRO DE CARNAVAL

    Casa c/ amplo espao

    Excelente espao para cultos e reunies. Muita sombra e churrasqueira

    stio Filhos de abraorea de

    estacionamentoe Camping

    Piscina

    Campo de futebol

    Faa sua reserva (27) 8134-7304

    9986-5922 / 9814-2388

    a 5km da rodovia do Contorno

    Tomava o caf da manh. Liguei a televiso para ver as notcias. Eis que veio uma propaganda: Ainda resta uma esperana. Presu-mi, pelo ttulo, que fosse de um pro-grama religioso. era de um filme de ao. Aparecia um sujeito empunhan-do uma arma com firmeza e aquele ar de Charles Bronson. Tpico de nossa cultura: a esperana est nos homens, nas armas, na violncia.

    O filme apela violncia como resposta ao anseio de vingana. Tra-tar o mal com o mal. A violncia a manifestao mais forte do peca-do. Aps a queda, h o assassinato de Abel por Caim. Depois, Lameque comps uma cano de dio (Gn 4.23-24). A violncia j era motivo de orgulho. Por fim, o desgosto de Deus: a terra est cheia da violn-cia dos homens (Gn 6.13).

    H quem creia na bondade do homem. a sociedade que o cor-rompe. ilgico crer nisto. A socie-dade composta de gente. Se gente corrompe gente, ento gente m. A maldade humana a nica doutrina crist que pode ser comprovada em-

    piricamente. Est diante dos olhos! Televiso, rdio e jornais provam-na.

    Mas a propaganda expressa uma verdade. Enraizada no inconsciente coletivo da humanidade est a idia de que um homem consertar as coi-sas que outro homem estragou. Este anseio por um consertador vem do den, no anncio feito por Deus a eva (Gn 3.15). Ela at pensou que fosse Caim. Ps-lhe um nome que traz a idia de Alcancei! Chegou aquele de quem Deus falou. No sabia ela que passariam milhares de anos at que seu descendente, Jesus, chegasse.

    A humanidade espera um Reden-tor desde o den. Sabemos que h al-guma coisa errada conosco. Sabemos que precisamos de algum que ponha as coisas em ordem. A Bblia diz que este algum Jesus: Se algum est em Cristo nova criao (2Co 5.17). A primeira criao, esta em que vive-mos, caiu com o pecado de nossos an-cestrais. Todos nascemos fora do den. A obra de Cristo de restaurao. Ele o segundo Ado: Portanto, assim como um s pecado condenou todos os seres humanos, assim tambm um

    s ato de salva-o liberta todos e lhes d vida. E assim como mui-tos seres huma-nos se tornaram pecadores por causa da desobedincia de um s homem, assim tambm muitos sero aceitos por Deus por causa da obedincia de um s homem (Rm 5.18-19).

    Por isso que, no fim da histria, se cumprir a palavra de Joo: Aquele que estava sentado no trono disse: - Agora fao novas todas as coisas! E tambm me disse: - Escreva isto, pois estas palavras so verdadeiras e mere-cem confiana (Ap 21.5). ento isto se cumprir: No haver mais morte, nem tristeza, nem choro, nem dor. As coisas velhas j passaram (Ap 21.4).

    Ainda resta uma esperana. No num homem violento, e sim num que disse que era manso e que foi vtima de violncia, Jesus Cristo. A esperana no est num revlver. Est na cruz de Jesus.

    Ainda resta uma esperana*Pr. Isaltino Gomes Coleho Filho

    *O autor pastor na Igreja Batista Central de Macap/AP

  • *O autor pastor na Congregao Presbiteriana

    gua Viva, em VitriaE-mail: joeconti@uol.com.br

    o Fim! - Pr. Jos Ernesto Conti

    RESPOSTAS do Teste Biblico e Gruzadas no site: www.apalavranet.com

    Por mais que esta ver-dade nos machuque, no h como neg-la: nascemos, vivemos e morreremos pecadores. verdade que lutamos com toda a fora para que essa realidade no nos impea de viver e para fingirmos que isso no conosco. A cincia explica isso como mecanismo de fuga. Seja o que for, o pecado nos afas-ta de Deus e nos coloca em rota de coliso com o inferno. Creio que as duas maiores dificuldades quan-do analisamos o pecado que: 1) no pagamos na hora o prejuzo, ou seja, pecamos e aparentemente nada de mal nos acontece ou no recebemos a puni-o pelo erro e 2) achamos que, mesmo com nosso pecado, podemos ir para o cu. Ou seja, Deus vai dar um jeitinho e nos salvar.

    Pelos motivos acima, a maioria no leva a s-rio o pecado que comete. Imagine se acontecesse com a gente o mesmo que aconteceu com Ac (Js. 7) ou com Ananias e Safira (At. 5)? Se o juzo de Deus se manifestasse imediata-mente e cassemos mortos na hora. Nesse caso, peca-do seria uma coisa sria. Vou dar um exemplo: um casal de namorados cris-tos esconde da igreja que transa de vez em quando. O que eles per-dem? lado A: Nada! Conti-nuam a freqentar a igre-ja, continuam a participar

    O que fazer para ir para o infernodos ministrios, continuam a participar da ceia, ou seja, no dia a dia nada muda na vida daquele casal, a no ser o pecado e suas conseqn-cias que vo entranhando nas suas vidas. Mas a vem o lado B desta histria: se aqui e agora, quando pecamos, pode at nada acontecer, no futuro, na eternidade, seremos hspedes VIPs do inferno. Pode-se enganar o pastor, os pais, os amigos, mas no conseguimos enga-nar a Deus. Se o cncer ou a AIDS so doenas que ainda assustam qualquer pessoa, o pecado deveria da mes-ma forma assustar o cristo. Porm, parece que seme-lhana do mundo, convive-mos bem com o pecado e at nos perdoamos quan-do camos. Insisto: o peca-do o bilhete de passagem para o inferno.

    Mas quero que voc saiba que h alternativa e podemos vencer o pecado com a ajuda do Esprito Santo. Mas para isso o Esprito Santo precisa encontrar lugar em sua vida. Porque se no h lugar para ele na sua vida seu destino o inferno. Ou voc acha que vai para o cu s porque Deus legal? Deixa-me ser bem cla-ro: isso no uma questo se Deus justo ou injusto, mise-ricordioso ou talvez bonzinho, pois Deus no quebra galho de cristo irresponsvel. Te-mos que mostrar e demons-trar aqui na terra que somos salvos. Se estivermos ligados Videira (Jesus), precisamos produzir frutos. Agora, se dize-

    mos que estamos ligados videira e nunca produzimos uvas, e quando fazemos algo s espinhos, tem algo de podre no reino da Dinamarca! Pecado precisa ser confessado e eliminado.

    No podemos brincar nem relativizar o pecado, esse assunto muito mais srio do que imaginamos. Paulo pergunta: Como viveremos ainda no pe-cado, ns os que para ele morremos? No reine o pecado em vosso corpo, de maneira que obedeam as suas paixes, nem deve-mos oferecer nosso corpo ao pecado, como instru-mento da iniqidade, mas oferecei-vos a Deus, como instrumentos de justia, porque o pecado no tem domnio sobre vs (Rm 6.2,12-14). Pecar e nem li-gar para o pecado certeza de morte eterna. Se voc daqueles que no liga a mnima para o pecado que comete, parabns! Voc est fazendo tudo direiti-nho para ir para o inferno. E depois no diga que no foi avisado. Boa viagem!

    A Pa avral O Jornal da Famlia Crist!

    O que dispora?( ) Casa paroquial ( ) orao cantada ( ) Dispero ( ) rea do ptio Qual era o parentesco de Isaque e Rebea? ( ) no eram parentes ( ) irmos ( ) Primos ( ) meio-irmos

    CRUZADAS Banco: ESTALOEUS; SOL; ESCRITA; GILEADE

    V

    Regio de Elias

    A f de Elias, por sua quali-

    dade

    Letra do plural

    V

    V

    O maior profeta da

    Bblia

    V

    Tiago(abrev.)

    V

    V

    V

    V

    V

    Seguira; rumava

    V

    V

    Teste bblico

    Complete a frase dita por Jesus:Vinde a mim, todos os que estais........................ e .........................., e eu vos........................ . Tomai sobre vs o meu jugo e ........................ de mim, porque sou ................. e ..................... de corao; e achareis ....................... para a vossa ................. Porque o meu jugo ................, e o meu ................ leve. (Mateus 11.28-30)

    V V V

    V

    Conjuno aditiva

    Siga; ande 6 nota musical

    Foi chamado por Deus

    ao sacrifcio(Hebreus

    5.3-4) V

    Vogal do feminino

    Onde Elias exerceu seu

    ministrio

    V

    Reinados durante os quais Elias exerceu seu

    ministrio

    V

    V

    V

    Sobre sua face o Es-

    prito Santo de Deus pairava

    (Gnesis 1.2)

    V

    O firma-mento

    V

    V

    V

    Escurecer o sol e a (?)

    no dar sua luz

    (Mt. 24.29)

    V

    Consoantes de boina

    V

    A terra teve (?) por 40 anos, nos dias de Gideo

    (Jz. 8.28)EnxergueiV 50, em alg. romanos V

    V

    Slaba decrepsculo

    V

    Consoantes de real

    V

    (II Cr. 4.17) O de glria

    se produz por tribulaes

    V

    Pesares;dores

    V

    Slaba de razo

    V

    V

    Slaba de criana

    V

    A divina se conhecer no Dia do

    Juzo

    V

    Diz-se das terras rasas em que a semente

    brota logo, mas seca

    por falta de razes

    (Mt. 5.13-5)

    Significado do nome Elias

    V

    Cidade em que Elias nasceu

    Vs sois a nossa carta, (?) em nossos coraes, conhecida e lida por todos

    os homens (II Co. 3.2)Ao lado de quem Elias

    apareceu no epsdio da transfigurao de Jesus

    (Mateus 17.3)

    V

    Ano II - N 21 Reflexo

    Qual a cidade onde o profeta Elias ajudou uma viva? ( ) Sidom ( ) Sarepta ( ) Quiriate-Jearim ( ) Jeric

    V

    12

    Litro(abrev.)

    Astro que d luz e

    calor

    V

    V

    V

    Sadia

    Consoantes de Deus

    Isaas(abrev.)

    Editores (abrev.)

    ... destes saram os zorateus e os (?) ...

    (ICr. 2.53)

    Principal qualidade de Elias

    Aqui est

    Iniciais de Joo, Tiago e Pedro,

    apstolos de Jesus

    X

    X

    X

    CaNSadOS OprIMIdOS aLIVIareIapreNdeI MaNSO HUMILde

    deSCaNSO aLMa SUaVe FardO

    INaBa

    La

    VeL

    LOS

    aGUa

    S

    ee

    Oara

    U

    L

    Sd

    S

    OS

    Te eOLaS

    U

    paS dreG e

    I V

    eB

    IO NeId C aS

    Ie

    pTJ

    eS

    OM SeSI

    Cr aTI

    ra I

    aO Z

    e

    I

    N

    O

    e Sa

    G

    L

    d

    C

    B

    a