a origem da biblia

Click here to load reader

Post on 23-Jun-2015

675 views

Category:

Spiritual

6 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 1. Alguns colaboradores deste livro: F. F. B R L JC E C A R L F. H . H E N R Y J. I. P A C K E R R. K . H A R R IS O N Um guia completo para entendermos tudo sobre: A autoridade e inspirao da Bblia O cnon da Bblia A Bblia como texto literrio Textos e manuscritos da Bblia Tradues da Bblia

2. , C t o g e m Bmia 3. REIS BOOKS DIGITAL 4. A BbliaE D I T O R Philip Wesley Comfort CB4D 5. Permisso concedida por Philip Wesley Comfort para a reproduo e adaptao de trechos de seu livro The Complete Guide to Bible Versions, publicado por Tyndale House Publishers Inc., Estados Unidos, 1991. Permisso concedida por Baker Book House, Estados Unidos, para a reprodu o e adaptao de trechos do livro The Q uestfor the Original Text ofth e New Testament, escrito por Philip Wesley Comfort, 1992. Todos os direitos reservados. Copyright 1998 para a lngua portuguesa da Casa Publicadora das Assemblias de Deus. Ttulo do original em ingls: The Origin ofth e Bible Tyndale House Publishers, Inc. Wheaton, Illinois, USA Primeira edio em ingls: 1992 Traduo: Lus Aron de Macedo Copidesque: Marcus Braga Reviso: Valria Alencar Capa: Hudson Silva 220.1 - Origem e Autenticidade da Bblia Comfort, Philip Wesley, ed. COMa A Origem da Bblia.../Comfort, Philip Wesley, ed. Ia ed. - Rio de Janeiro: Casa Publicadora das Assemblias de Deus, 1998. p. 440. cm. 14x21. ISBN 85-263-0171-3 I. Origem e Autenticidade da Bblia. 2. Bibliologia. CDD 220.1 - Origem e Autenticidade da Bblia Casa Publicadora das Assemblias de Deus Caixa Postal 331 20001-970, Rio de Janeiro, RJ, Brasil Em m em ria de Frederick F. Bruce 1910-1990 Permisso concedida por Inter-Varsity Press, Inglaterra, para a reproduo de trs artigos do New Bible Dictionary (editor, J. D. Douglas), edio revista, 1992: "A Bblia", escrito por E F. Bruce, "A Inspirao da Bblia", escrito por J. I. Packer, e O Canon do Antigo Testa m ento", escrito por R. T. Beckwith. 1* edio/1998 6. C O L A B O R A D O R E S Harold O. J. Brown, Ph.D. Professor de Teologia Bblica e Sistemtica Coordenador de tica em Teologia Trinity Evangelical Divinity School, Estados Unidos R. T. Beckwith, M.A. Diretor, Latimer House, Oxford, Inglaterra F. F. Bruce, M.A. Ex-professor de Crtica e Exegese Bblica da Biblioteca John Rylands University of Manchester, Inglaterra Philips W. Comfort, Ph.D. Editor snior, Departamento da Bblia, Tyndale House Publishers Visiting Professor1de Novo Testamento, Wheaton College, Estados Unidos Raymond Elliott, M.A. (Teologia), M.A. (Lingstica) Membro do Wycliffe Bible Translators/Summer Institute of Linguistics, Estados Unidos que est traduzindo o Novo Testamento para o idioma guatemalteco nebaj ixil Milton C. Fischer, Th.M., Ph.D., D.D. Professor do Antigo Testamento Philadelphia Theological Seminar, Estados Unidos R. K. Harrison, Ph.D. D.D. Professor Emrito, Wycliffe College University of Toronto, Canad Carl F. H. Henry, Th.D., Ph.D. Visiting Professor1 Trinity Evangelical Divinity School, Estados Unidos Mark R. Norton, M.A. Editor, Departamento da Bblia, Tyndale House Publishers, Estados Unidos J. I. Packr, M.A., D.Phil., D.D. Professor de Teologia Sistemtica Regent College, Canad Leland Ryken, Ph.D. Professor de Ingls Wheaton College, Estados Unidos Larry Walker, Ph.D. Professor do Antigo Testamento e de Lnguas Semticas Mid-America Baptist Theological Seminary, Estados Unidos Victor Walter, M.A., Th.M. Ex-presidente de Teologia Prtica Trinity Evangelical Divinity School Pastor, Cheyenne Evangelical Free Church, Estados Unidos NOTA 'Professor universitrio que leciona a convite em outra universidade. (N. do T.) 7. NDICE Introduo......................................................................................................................... 9 SEO UM A Autoridade e Inspirao da Bblia A Bblia F. F. B ruce.................................................................................................................... 13 A Autoridade da Bblia Carl F. H. Henry.........................................................................................................27 A Inspirao da Bblia /. I. Packer....................................................................................................................49 A Inerrncia e a Infalibilidade da Bblia Harold 0 . ]. Brown.....................................................................................................61 SEO DOIS O Cnon da Bblia 0 Cnon do Antigo Testamento R. T. Beckwith............................................................................................................. 79 O Cnon do Novo Testamento Milton Fisher..............................................................................................................97 Os Livros Apcrifos do Antigo e do Novo Testamento R. K. H arrison.......................................................................................................115 SEO TRS A Bblia como Texto Literrio A Literatura nos Tempos Bblicos Milton Fisher......................................................................................................... 139 A Bblia como Literatura Leland R yken............................................................................................................157 8. SEO QUATRO Textos e Manuscritos da Bblia Textos e Manuscritos do Antigo Testamento Mark R. N orton........................................................................................................213 Textos e Manuscritos do Novo Testamento Philip W. Comfort.....................................................................................................251 SEO CINCO Tradues da Bblia As Lnguas Originais da Bblia Larnj W alker............................................................................................................. 291 Traduo da Bblia Raymond Elliot.........................................................................................................321 Histria da Bblia em Lngua Inglesa e em Lngua Portuguesa Philip W. Comfort.................................................................................................... 361 Verses da Bblia Victor W alter............................................................................................................409 9. I N T R O D U O A BBLIA. No h outra obra literria sobre a qual se te nham escrito tantos livros ento, por que mais um? Em bora haja muitos livros que ajudam os leitores a compreen derem o contedo da Bblia, poucos explicam suas origens. Iste volume fornece uma viso geral de como a Bblia foi inspirada, canonizada, lida como literatura sacra, copiada rm antigos manuscritos hebraicos e gregos e traduzida para os idiomas do mundo inteiro. A primeira seo, "A Autoridade e Inspirao da Bblia", concentra-se na inspirao divina da Bblia e sua permanen te autoridade e infalibilidade. A segunda seo, "O Cnon da Bblia", revela os processos ocorridos na seleo dos 39 livros do Antigo e dos 27 do Novo Testamento para juntos formarem a Escritura canonizada. Contm ainda um ensaio sobre os livros apcrifos do Antigo e do Novo Testamento. A terceira seo, "A Bblia como Texto Literrio", elucida o pano de fundo literrio da Bblia e mostra como a Bblia uma obra-prima da literatura. A quarta seo, "Textos e Ma nuscritos da Bblia", faz uma descrio dos antigos manus critos bblicos j descobertos e usados na composio das edies dos textos hebraicos e gregos. A quinta seo, "Tra dues da Bblia", fornece informaes acerca das lnguas 9 10. I n t r o d u o originais da Bblia (hebraico, aramaico e grego) e da tradu o bblica em si. Alm disso, apresenta um breve histrico da Bblia nas lnguas inglesa e portuguesa e de outras ver ses em muitos idiomas. Espero que este livro inspire em cada leitor novas ponde raes a respeito de nossa Bblia e traga um maior entendi mento dos procedimentos que transformaram a Bblia no texto inspirado que . Philip W. Comfort 10 11. S E 0 UM AAutoridade eInspirao da Bblia 12. A Bblia F. F. Bruce A palavra "bblia" derivada do latim, proveniente da l>.ili'los apstolos e "homens apostlicos", e (4) o Apocalipse. I ssa ordem no apenas lgica, mas quase cronolgica, medida que se leva em conta os assuntos expostos nos do cumentos. Contudo, no h correspondncia com a ordem cm que foram escritos. Os primeiros documentos do Novo Testamento a serem escritos foram as primeiras epstolas de Paulo. Estas (junto, possivelmente, com a epstola de Tiago) foram compostas entre 48 e 60 d.C., antes mesmo que o mais antigo dos Evan gelhos fosse escrito. Os quatro evangelhos pertencem s d cadas entre 60 e 100 d.C., e tambm a esse perodo que se atribui todos (ou quase todos) os outros escritos do Novo Testamento. Enquanto a composio dos livros do Antigo I estamento se estendeu por um perodo de mil anos ou mais, os livros do Novo Testamento foram escritos em menos de um sculo. Os escritos neotestamentrios no foram reunidos na for ma como hoje o conhecemos, imediatamente aps terem sido escritos. Em princpio, cada um dos evangelhos teve uma existncia local e independente nas respectivas comunida des para as quais originalmente cada um foi composto. En tretanto, pelo incio do sculo II, foram reunidos e comea ram a circular como um registro qudruplo. Quando isso aconteceu, Atos foi separado de Lucas, com o qual fazia uma obra em dois volumes, e lanado em uma carreira solo, mas no desprovida de sua prpria importncia. As epstolas de Paulo foram primeiramente preservadas pelas comunidades ou indivduos aos quais foram enviadas. 21 21. A B b l i a Mas encontramos evidncias que, pelo fim do sculo I, su gerem que sua subsistente correspondncia comeou a ser reunida em um corpus paulino, o qual rapidamente passou a circular entre as igrejas primeiro, como um corpus mais curto composto de dez epstolas e, logo a seguir, um maior, compreendendo 13 epstolas, aumentado pela incluso das trs epstolas pastorais. Dentro do corpus paulino, as epsto las parecem ter sido organizadas no em sua