a nova contabilidade pública

Download A nova contabilidade pública

Post on 03-Jul-2015

865 views

Category:

Education

1 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Contabilidade Pública

TRANSCRIPT

  • 1. MDULO 1:Conceito, aplicao emudanas

2. Conceito-A Contabilidade pblica o ramo dacincia contbil que estuda, orienta,controla e registra os atos e fatos daadministrao pblica, demonstrandoo seu patrimnio e as suas variaes,bem como acompanha e demonstra aexecuo do oramento 3. Conceito A Contabilidade Pblica brasileira conhecida por sua peculiaridade em relao cincia da contabilidade. Em razo da sua ligao muito mais fortecom o oramento pblico do que com opatrimnio (como ocorre na contabilidadetradicional), a contabilidade pblica temmuitas caractersticas prprias e peculiares. 4. Conceito Por esse motivo, alguns de seus procedimentossempre foram motivo de crticas por contrariar osmais basilares princpios da cincia da contabilidade. Como exemplo destas aberraes contbeis, possvel citar o regime misto de contabilizao dereceitas e despesas, a no apropriao em ativos dedespesas efetuadas em bens de uso comum dopovo, a no apropriao da depreciao de ativos,entre outros procedimentos questionveis, do pontode vista da cincia. 5. Conceito O que o regime misto? Porque ele existia? Como ficou agora? 6. Outras peculiaridadessuperadas A no apropriao em ativos de despesasefetuadas em bens de uso comum do povo veremos na contabilizao patrimonial. A no apropriao da depreciao deativos, entre outros procedimentosquestionveis, do ponto de vista da cincia veremos na depreciao 7. Outras peculiaridadessuperadas Imagine a seguinte situao: o rgo pblicoexecuta despesas na manuteno ouconservao de um bem de uso comum dopovo, uma praa por exemplo. De acordo coma cincia da contabilidade, toda despesarealizada em um bem do imobilizado deve seragregada ao seu ativo. Mas, no: acontabilidade pblica nacional sempre registroupuramente o fato como despesa, semcontrapartida no ativo. 8. Outras peculiaridadessuperadas Outro exemplo curioso o da construo deestradas. O rgo responsvel usava recursosseus para construo de uma estrada, masno podia contabiliz-la como bens emconstruo ou, ainda, como parte do ativo. Adespesa iria toda ser contabilizada semcontrapartida alguma. 9. Outras peculiaridadessuperadas A Contabilidade Pblica tambm nuncaadmitiu a no ser em raras exceesprevistas na Lei 4.320/64 a contabilizaoda depreciao dos seus ativos, algototalmente incompatvel com os princpios daCincia Contbil. 10. Outras peculiaridadessuperadas Por fora da relao com o Oramento, aContabilidade Pblica tambm sempre registroucomo receita operaes de entrada de caixa,mas que no so receitas efetivas, como, porexemplo, a alienao de bens ou as operaesde crdito. Por no alterar o patrimnio lquido,estas receitas no deviam ser consideradasreceitas de fato, mas por fora da lei dooramento assim sempre o foram. 11. Mudanas na Contabilidade PblicaBrasileira Com as mudanas na Contabilidade Pblicaque comearam a ocorrer no fim da dcadapassada, com o objetivo de convergi-la sPrincpios Contbeis Geralmente Aceitos, atendncia que, em um futuro prximo, aContabilidade Pblica seja, em termos detcnicas e procedimentos, muito similar Contabilidade Privada 12. Mudanas na Contabilidade PblicaBrasileira Tudo comeou em 2007 quando foi criado o Comit Gestorda Convergncia no Brasil. No ano seguinte, foi constitudoo Grupo de Trabalho da Contabilidade Pblica (GTCP),com o objetivo de coordenar os trabalhos de traduo dasNormas Internacionais de Contabilidade Aplicada ao SetorPblico (IPSAS), visando a sua disponibilizao aosContabilistas atuantes no Setor Pblico, para, em seguida,iniciar os trabalhos de convergncia, com vistas aapresentao das minutas das Normas Brasileiras deContabilidade Aplicadas ao Setor Pblico (NBCT SPConvergidas) para submisso a audincia pblica e,posterior aprovao e publicao pelo Conselho Federalde Contabilidade CFC. 13. Mudanas na Contabilidade PblicaBrasileira Durante a anlise, o CFC solicitou Federao Internacional dos Contadores(IFAC), detentora dos direitos sobre as IPSAS,a autorizao para traduzir para a lnguaportuguesa aquelas normas. O IFAC assentiue conferiu ao CFC e ao Instituto Brasileiro deContadores (IBRACON), o direito de promovera traduo oficial no Brasil das referidasNormas Internacionais. 14. Mudanas na Contabilidade PblicaBrasileira Em agosto de 2008, o Ministrio da Fazendaeditou a Portaria n.184, que dispe sobre asdiretrizes a serem observadas no Setor Pblicoquanto aos procedimentos, prticas, elaboraoe divulgao das demonstraes contbeis, deforma a torn-las convergentes com as NormasInternacionais de Contabilidade Aplicadas aoSetor Pblico (IPSAS). 15. Mudanas na Contabilidade PblicaBrasileira A apresentao das NBCT SP Consolidadas(aps a realizao de diversos SeminriosRegionais em todo o Brasil) ocorreu no IISeminrio Nacional de Gesto e ContabilidadePblicas, realizado no ms de Outubro/2008, emBelo Horizonte/MG, o que culminou, emnovembro de 2008 com a aprovao das dezprimeiras NBCT SP pelo Plenrio do CFC,inicialmente com vigncia a partir de 1 dejaneiro de 2010. 16. Mudanas na Contabilidade PblicaBrasileira NBC TSP 16.1 Conceituao, Objeto e Campo de Aplicao NBC TSP 16.2 Patrimnio e Sistemas Contbeis NBC TSP 16.3 Planejamento e seus Instrumentos sob oEnfoque Contbil NBC TSP 16.4 Transaes no Setor Publico NBC TSP 16.5 Registro Contbil NBC TSP 16.6 Demonstraes Contbeis NBC TSP 16.7 Consolidao das Demonstraes Contbeis NBC TSP 16.8 Controle Interno NBC TSP 16.9 Depreciao, Amortizao e Exausto NBC TSP 16.10 Avaliao e Mensurao de Ativos e Passivosem Entidades do Setor Pblico. 17. Mudanas na Contabilidade PblicaBrasileira As normas aprovadas em 2008 foramrevistas no ano seguinte, com o objetivo dealinh-las aos atos normativos expedidospela Secretaria do Tesouro Nacional, rgocentral de contabilidade pblico do GovernoFederal. Assim, foi publicada a ResoluoCFC no. 1.268, que alterou, inclui e excluiitens das NBC T 16.1, 16.2 e 16.6. 18. Mudanas na Contabilidade PblicaBrasileira Em 2010, a Federao Internacional dosContadores (IFAC) aprovou e publicou oPlano de Ao da Convergncia para oBrasil, preparado pelo CFC e Ibracon, com apreviso da adoo, pelo Setor PblicoBrasileiro das Normas Convergidas em 2012. 19. Mudanas na Contabilidade PblicaBrasileira Uma das principais mudanas nacontabilidade pblica foi a mudana deenfoque, inicialmente, muito vinculado aooramento e agora mais voltado para ocontrole do patrimnio pblico. Isso temreflexos, por exemplo, no regime contbil quepassa do misto para o de competncia. 20. Voltando ao conceito... Contabilidade pblica o ramo da cinciacontbil que estuda, orienta, controla eregistra os atos e fatos da administraopblica, demonstrando o seu patrimnio eas suas variaes, bem como acompanhae demonstra a execuo do oramento 21. Conceito Ento a Contabilidade Pblica, faz: A) registra os atos e fatos da administraopblica importante diferena em relao Contabilidade tradicional (assinatura de umcontrato, por si s) B) demonstrando o seu patrimnio e as suasvariaes igual contabilidade tradicional C) acompanha e demonstra a execuo dooramento outra importante diferena dacontabilidade tradicional 22. Conceito O registro dos atos uma das peculiaridades dacontabilidade pblica, j que isso no acontece,via de regra, na contabilidade privada. Ex:.registro de convnio, contrato, etc. no registrado na contabilidade comercial, enquantono produzir efeitos patrimoniais, mas nacontabilidade pblica, pela mera expectativa deproduzir efeitos patrimoniais este ato registrado em contas de controle. 23. Conceito O controle dos atos da administraopblica, que realizado por meio de contasde compensao (que agora so chamadasde Contas de Controle de Atos Potenciais), eo controle do oramento (registro da previsoda receita, fixao da despesa e da suaexecuo) so uma das principais diferenasentre a contabilidade empresarial e a pblica. 24. Peculiaridades da Contabilidade PblicaContabilidade Privada Contabilidade PblicaUm nico regime de contabilizao, ouseja, de competncia ou de caixa parareceitas e despesasComo era: regime misto, sendo caixapara receitas e competncia paradespesas.Como ficou: dois regimes decontabilizao, o patrimonial quesegue a competncia para receitas edespesas e o oramentrio quepermanece no regime misto (caixapara receita e competncia paradespesas) 25. Peculiaridades da Contabilidade PblicaContabilidade Privada Contabilidade PblicaUso de Contas Patrimoniais e deResultado, apenasUso de Contas Patrimoniais, deResultado, de Controles de Aprovaodo Planejamento e do Oramento(antes registradas nas contas deCompensao) e de Controles de AtosPotenciais (antes chamadas de Contasde Compensao) 26. Peculiaridades daContabilidade PblicaPeculiaridades da Contabilidade PblicaContabilidade Privada Contabilidade PblicaCada empresa, um plano decontasPlano de contas nacional unificadoentre Unio, Estados e Municpios 27. Peculiaridades da Contabilidade PblicaContabilidade Privada Contabilidade PblicaBalano Patrimonial,Demonstrativo do Resultado do Exerccio,Demonstrao dos Lucros ou Prejuzos Acumulados(podendo ser substitudo, em alguns casos, pelaDemonstrao das Mutaes do Patrimnio Lquido),Demonstrao dos Fluxos de Caixa,Demonstrao do Valor Adicionado e NotasExplicativasBalano Oramentrio (j existia),Balano Financeiro (j existia),Balano Patrimonial (j existia),Demonstrao das Variaes Patrimoniais (j existia),Demonstrao do Fluxo de Caixa (novo),Demonstrao das Mutaes do Patrimoniais (novo),Demonstrativo do Resultado Econmico (novo). 28. Peculiaridades da Contabilidade PblicaContabilidade Privada Contabilidade PblicaLei 6404/76, com alteraes Normas Brasileiras de ContabilidadePblica (NBC T 16)Manual de Contabilidade Aplicada aoSetor Pblico (Portaria Conjunta STN/SOFn 1, de 20 de junho 2011). 29. Peculiaridades da Contabilidade PblicaContabilidade Privada Contabilidade PblicaApurao dos custos opcional Antes: obrigao formal.Agora: implementao de sistemaintegrado de custos 30. Campo de Aplicao A contabilidade pblica aplica-se Administrao Direta (Poder Executivo;Poder Legislativo, inclusive o Tribunal deContas; Poder Judicirio e Ministrio Pblicoda Uni

Recommended

View more >