a nova contabilidade pública e o controle da administração pública

Download A Nova Contabilidade Pública e o controle da Administração Pública

Post on 24-Feb-2016

31 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

A Nova Contabilidade Pública e o controle da Administração Pública. Subsecretaria de Contabilidade Pública. Conceituação. - PowerPoint PPT Presentation

TRANSCRIPT

Apresentao do PowerPoint

A Nova Contabilidade Pblica e o controle da Administrao PblicaSubsecretaria de Contabilidade Pblica

1

Processo de adoo de regras e procedimentos contbeis sob uma mesma base conceitual visando a comparabilidade da situao econmico-financeira de vrios pases ou de entidades do setor pblico nacionais e/ou internacionais.Conceituao

Base Legal Constituio FederalSeo IXDA FISCALIZAO CONTBIL, FINANCEIRA E ORAMENTRIA

Art. 70. A fiscalizao contbil, financeira, oramentria, operacional e patrimonial da Unio e das entidades da administrao direta e indireta, quanto legalidade, legitimidade, economicidade, aplicao das subvenes e renncia de receitas, ser exercida pelo Congresso Nacional, mediante controle externo, e pelo sistema de controle interno de cada Poder.

Art. 71. O controle externo, a cargo do Congresso Nacional, ser exercido com o auxlio do Tribunal de Contas da Unio, ao qual compete:....VII - prestar as informaes solicitadas pelo Congresso Nacional, por qualquer de suas Casas, ou por qualquer das respectivas Comisses, sobre a fiscalizao contbil, financeira, oramentria, operacional e patrimonial e sobre resultados de auditorias e inspees realizadas

Art. 74. Os Poderes Legislativo, Executivo e Judicirio mantero, de forma integrada, sistema de controle interno com a finalidade de:...II - comprovar a legalidade e avaliar os resultados, quanto eficcia e eficincia, da gesto oramentria, financeira e patrimonial nos rgos e entidades da administrao federal, bem como da aplicao de recursos pblicos por entidades de direito privado;

Base Legal Lei de Responsabilidade Fiscal (LCP 101/2000) Art. 50. Alm de obedecer s demais normas de contabilidade pblica, a escriturao das contas pblicas observar as seguintes:... II - a despesa e a assuno de compromisso sero registradas segundo o regime de competncia, apurando-se, em carter complementar, o resultado dos fluxos financeiros pelo regime de caixa;... 3oA Administrao Pblica manter sistema de custos que permita a avaliao e o acompanhamento da gesto oramentria, financeira e patrimonial.

Art. 59.O Poder Legislativo, diretamente ou com o auxlio dos Tribunais de Contas, e o sistema de controle interno de cada Poder e do Ministrio Pblico, fiscalizaro o cumprimento das normas desta Lei Complementar, com nfase no que se refere a:

Art. 83. A contabilidade evidenciar perante a Fazenda Pblica a situao de todos quantos, de qualquer modo, arrecadem receitas, efetuem despesas, administrem ou guardem bens a ela pertencentes ou confiados.

Art. 89. A contabilidade evidenciar os fatos ligados administrao oramentria, financeira, patrimonial e industrial.

Art. 104. A Demonstrao das Variaes Patrimoniais evidenciar as alteraes verificadas no patrimnio, resultantes ou independentes da execuo oramentria, e indicar o resultado patrimonial do exerccio.

*SILVA, Lino Martins da. Contabilidade Governamental 9.ed Princpio da Evidenciao*: Lei 4.320/64: Enfoques oramentrio e patrimonial

Art. 93. Todas as operaes de que resultem dbitos e crditos de natureza financeira, no compreendidas na execuo oramentria, sero tambm objeto de registro, individuao e controle contbil.

Art. 100 As alteraes da situao lquida patrimonial, que abrangem os resultados da execuo oramentria, bem como as variaes independentes dessa execuo e as supervenincias e insubsistncia ativas e passivas, constituiro elementos da conta patrimonial.

*SILVA, Lino Martins da. Contabilidade Governamental 9.ed

Princpio da Universalidade dos registros*: Lei 4.320/64: Enfoques oramentrio e patrimonial

TTULO IX - Da Contabilidade

CAPTULO I - Disposies GeraisCAPTULO II - Da Contabilidade Oramentria e FinanceiraCAPTULO III - Da Contabilidade Patrimonial e IndustrialCAPTULO IV - Dos Balanos

Lei 4.320/64: Enfoques oramentrio e patrimonial

A nova contabilidade contribui para o aprimoramento do controle do Patrimnio PblicoO Objetivo da CASP fornecer informaes sobre os resultados alcanados e os aspectos de natureza oramentria, econmica, financeira e fsica do patrimnio da entidade do setor pblico e suas mutaesNBC T 16.1 - Conceituao, Objeto e Campo de Aplicao

Item 5 - O objeto da Contabilidade Aplicada ao Setor Pblico o patrimnio pblico.

Prazos do Processo de Convergncia

Cronograma de Aes at o final de 2014 Portaria 828/2011 e 753/2012

Crditos, tributrios ou no, por competncia, e a dvida ativa, incluindo os respectivos ajustes para perdas; Obrigaes e provises por competncia; Bens mveis, imveis e intangveis; Fenmenos econmicos, resultantes ou independentes da execuo oramentria, tais como depreciao, amortizao, exausto; Ativos de infraestrutura; Implementao do sistema de custos; Aplicao do Plano de Contas; Aspectos patrimoniais previstos MCASP.

1. PROCEDIMENTOS CONTBEIS PATRIMONIAIS: 2. IMPLANTAO DO PCASP E DAS DCASP

Portaria STN n 753/2012

CFC - Gesto do Processo de Traduo e Convergncia aos padres internacionaisEstratgia de Harmonia e Sincronia do ProcessoSTN Gesto da execuo do processoGTCON Grupo Tcnico de Procedimentos Contbeis. Discusses tcnicas.

Manual de Contabilidade Aplicada ao Setor Pblico

5 EDIO MCASP/STNElaborada 2012 Vlida 2013VOLUMES:Parte Geral - Introduo MCASPParte I Procedimentos Contbeis OramentriosParte II Procedimentos Contbeis PatrimoniaisParte III Procedimentos Contbeis EspecficosParte IV Plano de Contas Aplicado ao Setor PblicoParte V Demonstraes Contbeis Aplicadas ao Setor PblicoParte VI Perguntas e RespostasParte VII Exerccio PrticoParte VIII Demonstrativo de Estatsticas de Finanas PblicasVolume de Anexos

Discusses no Grupo Tcnico de Procedimentos Contbeis

Formao de Multiplicadores(Escolas de Contas)Disseminao e Publicaes de Apoio (cartilha, IPCs etc)

Apoio Federao

14Diretrizes para o perodo 2013 a 2014 Portaria STN n 828/2011I STN: Envidar esforos para facilitar a adoo dos procedimentos contbeis patrimoniais.

Com referncia aos procedimentos:II Tribunais de Contas: Monitorar e cobrar o cronograma divulgado pelos entes e seu respectivo plano de execuo.

III CFC/CRCs: Fiscalizar e cobrar a execuo dos procedimentos;

Foco na implantao dos procedimentos

IPSASNBC T SPMCASP2014

Passos seguintes do Processo de Convergncia SICONFI: Sistema de Informaes Contbeis e Fiscais do Setor Pblico Brasileiro

Sistema de consolidao das contas pblicas (em desenvolvimento);

Substituir o SISTN;

Dever incorporar os novos conceitos de Contabilidade Aplicada ao Setor Pblico;

Implantao prevista para 2014.

SiconfiCONSOLIDAOTRANSPARNCIACONTROLEBENEFCIOS PARA OS ENTES DA FEDERAO

REPOSITRIO NICO que j processa os dados recebidos adequando-os aos relatrios e formatos exigidos pela legislao

CENTRALIZAO da informao para atender a diferentes demandas (transparncia, consolidao e controle)

AUTOMATIZAO da coleta por meio do SIAFIC do ente

Sistema de Informaes Contbeis e Fiscais do Setor Pblico Brasileiro (SICONFI)

Vantagens proporcionadas pela nova contabilidadeViso mais clara e precisa das contas pblicas.Integrao dos dados das contas pblicas nacionalmente. Informao til para a tomada de deciso; Comparabilidade; Registro e acompanhamento tempestivo do patrimnio; Melhoria no processo de prestao de contas; Gesto de custos no Setor Pblico; Consolidao das contas dos entes da Federao sob a mesma base conceitual; Possibilita a melhor gesto dos recursos pblicos.

I Seminrio Brasileiro de CASP (I SBCASP) Data de realizao: 13 a 15/05/2013

Local: Braslia-DF, na Escola de Administrao Fazendria (ESAF)

Realizao:

Apoio:

Obrigado!

Gilvan da Silva DantasSubsecretrio de Contabilidade PblicaSecretaria do Tesouro NacionalMinistrio da Fazenda

Fone:(61) 3412-3011Fax: (61) 3412-1459www.stn.fazenda.gov.brsucon.df.stn@fazenda.gov.br

21

Recommended

View more >