a minha oportunidade - set/out 2010

Download A Minha Oportunidade - Set/Out 2010

Post on 31-Mar-2016

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Quem és tu?

TRANSCRIPT

  • > Setembro | outubro | 2010 | iurd.pt

    oportunidadea minha

  • 2 Setembro | outubro 2010oportunidadea minha

    4

    Os filhos da Revoluouma palavra antiga para exprimir uma ideia moderna.

    7Opinioo poder na fraqueza

    8

    FamliaAlcoolismo: o fim da angstia

    10Facturamos mais de 260.000 euros

    12Contrariar a medicina: cancro maligno

    14Fui capaz de deixar as drogas

    15um casamento com significado

    Edio i 2010Produzido Por: Igreja Universal do Reino de Deus dEsign: Departamento Grfico Universal E-mail: grafico@iurd.ptRua Dr. Jos Esprito Santo, n 36, Chelas Freguesia de Marvila TEl.: 218 368 000/8100 Mil Exemplares disTribuio graTuiTa

    todos os direitos reservados. Nenhuma parte ou con-tedo desta revista poder ser reproduzido, copiado ou transmitido, seja electronicamente, manualmente ou atra-vs de qualquer outra forma, sem que tenha uma permis-so por escrito, por parte desta entidade.

    [Sumrio]

  • 3Setembro | outubro 2010 oportunidadea minha

    O menino observava a av, que escrevia uma carta. A certa altura, perguntou:- Av, ests a escrever uma histria que aconteceu connosco? e, por aca-so, uma histria sobre mim? A av parou a carta, sorriu, e comentou com o neto:- estou a escrever sobre ti, verda-de. entretanto, mais importante do que as palavras, o lpis que estou a usar. Gostaria que fosses como ele quando cresceres. o menino olhou para o lpis, intrigado, e no viu nada de especial.- mas ele igual a todos os lpis que j vi na minha vida!- tudo depende do modo como se olha para as coisas. H cinco qualida-des nele que, se conseguires mant--las, sers sempre uma pessoa que far a diferena.

    Primeira qualidade:podes fazer grandes coisas, mas no deves esquecer nunca que existe uma mo que guia os teus passos.

    esta mo a de deus e ele deve sempre conduzir-te em direco Sua vontade.

    Segunda qualidade:de vez em quando eu preci-

    so de parar o que estou a escrever, e usar o afia.

    isso faz com que o lpis sofra um pouco, mas, no final, ele esta-r mais afiado. portanto, saiba suportar as do-res, porque elas f-lo-o ser uma pessoa melhor.

    Terceira qualidade:o lpis sempre permite que usemos uma borracha para apagar aquilo que estava errado. entenda que corrigir uma coisa que fizemos no necessariamen-te algo mau, mas algo importante para nos manter no caminho da justia.

    Quarta qualidade:o que realmente importa no lpis, no a madeira ou a sua forma exterior, mas o grafite que est dentro. portan-to, cuide sempre daquilo que acontece no seu interior.

    Quinta qualidade do lpis:ele deixa sempre uma marca. da mes-ma maneira, saiba que tudo o que voc fizer na vida ir deixar traos e procure ser consciente de cada aco.

    Voc e o LpisDe forma alguma podero existir revolues sem que existam revolucionrios.Bp. Jlio Freitas

    [pensamento]

    Saiba mais em bispomacedo.com.br

    3

  • 4 Setembro | outubro 2010oportunidadea minha

    [Capa]

    Os filhos da Revoluo

  • Setembro | outubro 2010 5oportunidadea minha

    P ara muitos historiadores, o verdadeiro conceito de revolucionrio apenas se aplica s revolues cujo fim a liberdade. um destes exemplos claros o de elias, um homem que, sozinho, enfrentou uma nao, tendo sido um personagem bbli-co que efectuou uma revoluo contra o domnio religioso vigen-te, que era injusto e opressor. este episdio tambm nos revela que, quando a revoluo bem-inten-cionada e o seu precursor/revolu-cionrio sincero, deus move-se em favor daquela pessoa, cumprindo o objectivo proposto por aquele movimento.

    Os revolucionriosde forma alguma podero existir revolues sem que existam revo-lucionrios. o verdadeiro revolu-cionrio alia sempre a temeridade inteligncia, pois embora a re-voluo parea evocar o caos ou a desordem, frutos de um desejo incontrolvel de ver a mudana, na verdade, trata-se de um plano para se atingir um alvo, inteligentemente movido pela f! A grande realidade que todas

    as revolues, individuais ou co-lectivas, efectuadas ao longo da Histria, foram feitas visando o re-comeo, a reconstruo ou a recu-perao de algo, deixando apenas uma grande lio para os restantes: NAdA impoSSVeL!

    O Dia R: O Dia da Revolta Inteligentemuitos vivem como sombras de uma revolta que a sua vida lhes reivindica, mas que nunca ter lu-gar, pois falta-lhes a coragem da f inteligente. porm, o que muitos desconhecem que a revolta inevitvel, mesmo a pessoal, j que a mesma fruto do inconformis-mo para com a prpria vida. por isso que a revolta pode ser tanto positiva como negativa, sendo que a segunda, como desequilibrada e nefasta, pode causar a destruio, at do prprio revoltado. J a po-sitiva tem como alvo o prprio mal, que actua na vida de muitos, fa-zendo com que a mo de deus se mova em favor da prpria pessoa. Na verdade, s se revolta quem tem uma f inteligente, pois no aceita viver o contrrio do que diz a palavra de deus.

    [Capa]

    Uma vida sem direcoHoje tenho uma pastelaria em Sesimbra, muito bem situada e conceituada!Alda Santos

    Um sonho adiadoFui admitida para fazer o mestrado numa universidade em barcelona, uma das melhoresna europa!Ana Crte

    O cancro da mamadisseram-me que o cancro que eu tinha era grave! mas, hoje, tenho sade!Carolina Ferreira

    A posio de empregadopara alm de, actualmente, trabalhar por conta prpria, comprei uma casa e um terreno! Diogo Faustino

    OS FrutOS

    De umA revOltA

    inteligente

    revoluo uma palavra antiga para exprimir uma ideia moderna. o seu verdadeiro significado prende-se a uma mudana fundamental, ao princpio de um mundo novo e implementao de um novo regime, em nome da liberdade

  • [opinio]

    O Poder na fraqueza

    Quem vive pela f caminha na contramo do mundo. No h lgica na f crist. e quem tentar conciliar a f e a lgica vai ficar confuso e no chegar a lugar algum.o Senhor Jesus garantiu ao primeiro, o ltimo lugar, e, ao ltimo, o primeiro lugar. o maior ser servo dos menores e quem quiser salvar a sua vida, perd--la-; mas, quem perder a sua vida pela

    causa divina, salv-la-. At o poder do Alto se aperfeioa na fraqueza. diante disso, paulo notou que as suas debi-lidades eram sinais da sua fora. Nos momentos de dor e aflio ouviu uma meiga voz a dizer-lhe: A minha graa te basta, porque o poder se aperfeioa na fraqueza.Agigantado na f por aquelas palavras, ento, confessou: de boa vontade,

    pois, mais me gloriarei nas fraquezas, para que sobre mim repouse o poder do meu Senhor. pelo que sinto prazer nas fraquezas, nas injrias, nas necessi-dades, nas perseguies, nas angstias, por amor de Cristo. porque, quando estou fraco, ento, que sou forte (2 Corntios 12).Certamente, por causa das humilhaes, paulo aprendeu que os humilhados sero exaltados e os exaltados sero humilhados. isso porque, no reino de deus, quem quer ganhar, perde, e quem no se importa em perder, ganha. Justa-mente o oposto das regras do mundo.portanto, amigo leitor, se voc se sente abatido, enfraquecido, humilhado ou fracassado, saiba que tudo isso sinal do poder de deus a aperfeioar-se na sua fraqueza. Levante-se, sacuda a po-eira e v em frente, porque deus consigo.

    Por Bispo Macedo

  • 7Setembro | outubro 2010 oportunidadea minha

  • Setembro | outubro 20108 oportunidadea minha

    [Famlia]

    Quando rita chegou ao CdAe, a sua vida encontra-va-se beira da destruio e o seu exterior reflectia o vazio que inundava o seu interior. Considerava--me um farrapo de gente, pois era doente, sofria de depresso e com um complexo de inferioridade. ten-tava melhorar o seu estado de sade,

    tanto fsica como psicologicamente, atravs dos medicamentos. A angs-tia e o vazio tomavam conta da mi-nha alma o tempo todo. para piorar a sua situao viu o marido entrar no mundo do lcool. As discusses eram constantes, assim como as agresses. No dia 6 de Julho de 2006, quan-do entrei no Centro de Ajuda pela

    primeira vez, accionei a minha f e, a partir da, Jesus comeou a trans-formar a minha vida. Hoje no me sinto mais triste, nem vazia, pois ago-ra sinto uma grande alegria dentro de mim e tenho vontade de viver. Fui curada, o meu marido foi liberto do vcio e o meu casamento tambm foi restaurado! Rita e Dinis

    AlcoolismoO fim da angstia

    infidelidadeFalta de amor No tem sorte no amordesunio na famliaSente uma carga negativa

    sempre trado por amigos e familiaresSente que algo de mal vai-lhe acontecerSente que h um impedimento nos seus caminhospassa pelos mesmos problemas que um familiar falecido passou

    Se as coisas no esto a correr como deveriam dentro do SEU LAR Se a sua famlia tem uma importncia significativa para si, mas a sua vida, assim como a dos seus familiares, tem sido atingida por um destes problemas, marque com um (X) o que tem sido o motivo da sua angstia:

    entregue este formulrio no Centro de Ajuda e receba, gratuitamente, um atendimento espiritual.

  • 9Setembro | outubro 2010 oportunidadea minha

    O fim da angstia

  • [Congresso Financeiro]

    Era um jovem muito contur-bado devido a vrias de-cepes sofridas na infncia. Ainda era uma criana quando os meus pais resolveram enviar-me para portugal para tentar garantir-me um futuro me-lhor. essa fase da minha vida foi muito di-fcil, pois estava sozinho e sem o apoio da minha famlia. Foi ento que comecei a envolver-me com ms companhias. Com o passar do tempo, estas amizades leva-ram-me a conhecer o mundo das dro-gas. No entanto, sob o efeito de drogas, tambm deixei de ter paz e, no seu lugar, surgiu uma depresso profunda. Come-ou, ento, a minha busca por algo que poderia preencher o vazio que sentia e, convidado por uma tia, fui procurar assis-tncia num centro de umbanda. pensei que iria encontrar uma soluo para os meus problemas, mas o que aconteceu foi exactamente o oposto. Comecei a sentir u