a inova§£o confrontada com as tendncias vintage inova§£o confrontada com as...

Download A inova§£o confrontada com as tendncias vintage inova§£o confrontada com as tendncias vintage

Post on 11-Feb-2019

213 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

RAI Revista de Administrao e Inovao ISSN: 1809-2039 DOI: 10.11606/rai.v12i2.100341 Organizao: Comit Cientfico Interinstitucional Editor Cientfico: Milton de Abreu Campanario Avaliao: Double Blind Review pelo SEER/OJS Reviso: Gramatical, normativa e de Formatao

A INOVAO CONFRONTADA COM AS TENDNCIAS VINTAGE E RETR: UM

ESTUDO QUALITATIVO

Lisete Barlach Doutora em Psicologia Social pela Universidade de So Paulo USP Docente da Escola de Artes, Cincias e Humanidades da Universidade de So Paulo USP lisbar@usp.br (Brasil)

Lucas Pereira dos Santos Graduando da Escola de Artes, Cincias e Humanidades da Universidade de So Paulo USP lucas.pereira.santos@usp.br (Brasil)

RESUMO Embora se reconhea a existncia de uma tendncia ao lanamento de produtos com design retr eestilo vintage, poucas so as pesquisas que se propem a analisar o fenmeno e escassos so os estudos que enfrentam o aparente paradoxo dessas tendncias com relao inovao. Por meio de uma pesquisa qualitativa, baseada em anlise documental e bibliogrfica, o presente artigo discute esse fenmeno, buscando contribuir para sua melhor compreenso. Conclui-se que as tendncias retr evintage, enquanto representaes sociais associam-se ao desejo de recuperar momentos anteriores do processo produtivo ou, como afirma Yamamari (2013), tentam evocar a sensao de unicidade que um produto artesanal possua, remetendo a uma poca em que as mercadorias eram, necessariamente, feitas com um dispndio maior de tempo e trabalho, o que subentende um cuidado e personalizao na produo. A representao social de produtos artesanais, no universo simblico, tem sido apropriada como estratgia de marketing e utilizada pelas reas de inovao de grandes empresas, sendo bem sucedida em atender, no plano imaginrio, ao desejo dos clientes.

Palavras-chave: Inovao; Vintage; Retr.

This is an Open Access article under the CC BY license (http://creativecommons.org/licenses/by/4.0).

http://creativecommons.org/licenses/by/4.0

A inovao confrontada com as tendncias vintage e retr

Revista de Administrao e Inovao, So Paulo, v. 12, n.2, p. 257-269, abr./jun. 2015.

258

1. INTRODUO

A moda um elemento que propicia inmeras exteriorizaes de manifestaes sociais e

pessoais, tornando pblicas, do ponto de vista identitrio, as predilees dos indivduos por algo, em

detrimento de outro.

Embora os estudos sobre a moda venham se concentrando principalmente no vesturio,

possvel identificar tendncias mais gerais que so extensivas a outras indstrias, como no caso dos

recentes lanamentos de produtos vintage e retr em eletrodomsticos (Brastemp, 2012).

Ao analisar a influncia de referncias histricas na criao de novas colees de vesturio,

Santos (2010, p. 6) constatou que a necessidade de manter o passado em evidncia pode ser atribudo

ao fato de o sujeito querer dar continuidade a algo que, para ele, tem alguma representatividade. Para

esta autora, a utilizao de referncias ao passado , portanto, a afirmao de que o sujeito resguarda

valores relacionados sua histria, resgatando-os por meio da sua memria ou da memria coletiva

(Santos, 2010).

Diz ela que as referncias ao passado, na maioria, no buscam ser fidedignas ao que aconteceu,

pois uma vez que a moda no tem a preocupao de contar a histria de forma fiel, essa busca pela

representao do passado participa mais do imaginrio, da possibilidade de apenas rememorar, sem

precisamente ser a realidade vivida em outros tempos.

Da forma semelhante, Borges & Dubeaux (2012), ao analisar as dinmicas de troca e de

construo de valor, os significados e ressignificados dos objetos, e as formas de sociabilidade

presentes no universo do consumo de vesturio (roupas e acessrios) de segunda mo na cidade do Rio

de Janeiro, entende, numa perspectiva antropolgica, o consumo de vesturio de segunda mo como

manifestao do estilo de vida alternativo e tambm como manifestao poltica e tica. Afirma

Borges que o indivduo que consome roupas de segunda mo procura peas que sejam exclusivas e que

complementem seu vesturio, sendo essas peas, em geral, [...] itens vintage ou retr que comporiam

um visual moderno e cool (Borges & Dubeaux, 2012, p. 14).

O uso de objetos que trazem elementos retr ou vintage representa uma expresso da

identidade do sujeito, ou seja, o sujeito se reconhece, pelo menos no momento em que utiliza aquele

produto, como pertencente a uma realidade no vivida por ele, mas que ele compartilha atravs de sua

memria ou da memria coletiva.

Para Santos (2010), alm de referncias ao estilo denominado retr ou vintage, presencia-se um

momento no qual elementos de pocas bem-sucedidas (na memria de um grupo ou de um indivduo)

so resgatados em forma de estampas ou de rplicas de vestimentas que, quando utilizadas, fazem com

Lisete Barlach & Lucas Pereira dos Santos

Revista de Administrao e Inovao, So Paulo, v. 12, n.2, p. 257-269, abr./jun. 2015.

259

que o sujeito se sinta parte daquele momento passado, ou, simplesmente, que eternize imagens de um

momento que no se repetir.

Sabe-se que, dentre as funes de quaisquer produtos est sua funo simblica. De acordo

com Lbach (2001, p. 64, in Rohenkohl, 2011), um objeto tem essa funo [...] quando a

espiritualidade do homem estimulada pela percepo deste objeto, ao estabelecer ligaes com suas

experincias e sensaes anteriores.

Uma vez que o ciclo de vida de um produto observa as fases de introduo no mercado,

crescimento, maturidade e declnio, entendem os autores que o redesign, tambm concebido como

redesenho ou releitura, no conceito de Faggiani (2006, p. 79, in Rohenkohl, 2011) parte da

inovao, atualizao e/ou modernizao de um projeto ou estilo, substituindo seus componentes [...]

por outros mais recentes e mais eficazes.

Por isso, o redesign retr, diferentemente de outros fenmenos (antiguidade, rplica e vintage),

sendo uma reciclagem de estilos, um fenmeno passvel de ser criativo e original. Situado entre o

clssico e o moderno, o redesenho de um produto abordado a partir de temas do passado de forma

criativa e lanado ao mercado atual com um carter novo, portanto, moderno (Rohenkohl, 2011).

Ele no recorta diretamente o passado como os objetos de antiguidades, bem como no

produz objetos com imitao ntegra do passado como a rplica, ou ainda, no insere objetos

produzidos no passado dentro do contexto atual como o estilo vintage. Trata-se de uma releitura do

passado, do uso de elementos da histria em paralelo nossa prpria realidade, resultando em um

recurso que gera um olhar mais crtico e um questionamento sobre o que vivenciamos (Rohenkohl,

2011, p. 152).

H, portanto, uma tendncia pela preferncia de produtos artesanais, personalizados, nicos,

que requerem mais tempo e mais trabalho humano, um dos fatores determinantes do valor da

mercadoria. O retr e o "vintage" tentam evocar a sensao de unicidade que um produto artesanal

possua, remetendo a um tempo em que as mercadorias eram, necessariamente, feitas com um

dispndio maior de tempo e trabalho, o que subentende um cuidado e personalizao na produo.

2. DEFINIES

A palavra "vintage" de origem inglesa e, na maioria das vezes, associada produo e safra

de vinhos, mas recentemente, tambm vem sendo utilizada como sinnimo de qualidade e clssico

(Yamanari, 2013).

Rohenkohl (2011) reflete sobre o uso do retr na prtica do design atual, confundido

equivocadamente com a rplica e o estilo vintage, estabelecendo, assim, relaes entre o design,

A inovao confrontada com as tendncias vintage e retr

Revista de Administrao e Inovao, So Paulo, v. 12, n.2, p. 257-269, abr./jun. 2015.

260

processo criativo e inovador. Diz ela que o redesign retr, redesenho de um objeto inspirado em

traos e/ou aspectos de um ou mais artigos considerados clssicos, mostra-se como um importante

mtodo projetual evidenciado por autores que ressaltam o uso deste processo como uma atribuio de

compromisso sociocultural com a sociedade, pois ele valoriza e preserva casos de sucesso que fizeram

e fazem ainda parte de uma histria (Rohenkohl, 2011, p. 152). Entende que, se utilizado pelo seu

autor com criatividade e originalidade, reconhece e valoriza aspectos simblicos do passado.

Entre os vrios autores pesquisados, h certo consenso em definir vintage como uma pea

original, geralmente de vesturio ou decorao, de estilo ou coleo de outra poca, que foi conservada

no tempo e incorporada ao uso na atualidade. Retr, por sua vez, seria um produto ou pea nova que,

com tecnologia do presente, faz releitura de pocas ou estilos anteriores.

Como diferenas entre vintage e retr, aponta-se para o fato de que o primeiro foi produzido no

passado, pode ser um clssico, no encontrado facilmente e pode ser utilizado na atualidade com o

status de "fashion", ao passo que o retr produzido atualmente, utiliza a aparncia do objeto

"vintage" com tecnologias e adaptaes atuais, e no , necessariamente, um clssico ou um produto

de qualidade (Yamanari, 2011, in Yamanari, 2013).

Rohenkohl (2011) prope as seguintes definies:

Antiguidade: um objeto prprio do passado, carregado de valor histrico;

Rplica: um objeto produzido na atualidade, imitando fielmente um objeto especfico

particular do passado ou no;