A Constituição de 1934 foi uma consequência direta da Revolução Constitucionalista de 1932

Download A Constituição de 1934 foi uma consequência direta da Revolução Constitucionalista de 1932

Post on 30-Jul-2015

93 views

Category:

Documents

0 download

TRANSCRIPT

4

1. Introduo

Constituio um conjunto de normas de governo, que pode ser ou no codificada como um documento escrito, que enumera e limita os poderes e funes de uma entidade poltica. Essas regras formam, ou seja, constituem, o que a entidade . No caso dos pases e das regies autnomas dos pases, o termo refere-se especificamente a uma Constituio que define a poltica fundamental, princpios polticos, e estabelece a estrutura, procedimentos, poderes e direitos, de um governo. Ao limitar o alcance do prprio governo, a maioria das constituies garantem certos direitos para as pessoas. O termo Constituio pode ser aplicado a qualquer sistema global de leis que definem o funcionamento de um governo, incluindo vrias constituies histricas nocodificadas que existiam antes do desenvolvimento de modernas constituies. As constituies de 1934 e 1937 foram promulgadas sob o governo de Getlio Vargas, e, apesar de apresentarem caractersticas bem diferentes, marcaram a histria do Brasil por estabelecerem novas diretrizes,

principalmente no que se refere aos direitos individuais.

5

2. A Constituio de 1934

A Constituio de 1934 foi uma consequncia direta da Revoluo Constitucionalista de 1932. Com o fim da Revoluo, a questo do regime poltico veio tona, forando desta forma as eleies para a Assemblia Constituinte em maio de 1933, que aprovou a nova Constituio substituindo a Constituio de 1891. Seu objetivo era de melhorar as condies de vida da grande maioria dos brasileiros, criando leis sobre educao, trabalho, sade e cultura. Ampliando o direito de cidadania dos brasileiros, possibilitando a grande fatia da populao, que at ento era marginalizada do processo poltico do Brasil, participar ento desse processo. A Constituio de 34 na realidade trouxe, portanto, uma perspectiva de mudanas na vida de grande parte dos brasileiros. No dia seguinte promulgao da nova Carta, Getlio Vargas foi eleito presidente do Brasil.

2.1.

Caractersticas Gerais da Constituio de 1934:

A manuteno dos princpios bsicos da carta anterior, ou seja, o Brasil continuava sendo uma repblica dentro dos princpios federativos, ainda que o grau de autonomia dos estados fosse reduzido;

A dissociao dos poderes, com independncia do executivo, legislativo e judicirio; alm da eleio direta de todos os membros dos dois primeiros. O Cdigo eleitoral formulado para a eleio da Constituinte foi incorporado Constituio;

A criao do Tribunal do Trabalho e respectiva legislao trabalhista, incluindo o direito liberdade de organizao sindical;

6

A possibilidade de nacionalizar empresas estrangeiras e de determinar o monoplio estatal sobre determinadas indstrias; As disposies transitrias estabelecendo que o primeiro presidente da Repblica fosse eleito pelo voto indireto da Assembleia Constituinte.

2.2 Direitos Garantidos

O direito de todos educao, com a determinao de que esta desenvolvesse a conscincia da solidariedade humana;

A obrigatoriedade e gratuidade do ensino primrio, inclusive para os adultos, e inteno gratuidade do ensino imediato ao primrio;

O ensino religioso facultativo, respeitando a crena do aluno; A liberdade de ensinar e garantia da ctedra. Que a lei no prejudicaria o direito adquirido, o ato jurdico perfeito e a coisa julgada;

O principio da igualdade perante a lei, instituindo que no haveria privilgios, nem distines, por motivo de nascimento, sexo, raa, profisso prpria ou dos pais, riqueza, classe social, crena religiosa ou ideias polticas;

A aquisio de personalidade jurdica, pelas associaes religiosas, e introduziu a assistncia religiosa facultativa nos estabelecimentos oficiais;

A obrigatoriedade de comunicao imediata de qualquer priso ou deteno ao juiz competente para que a relaxasse e, se ilegal. requerer a responsabilidade da autoridade co-autora;

O habeas-corpus, para proteo da liberdade pessoal, e estabeleceu o mandado de segurana, para defesa do direito, certo e incontestvel, ameaado ou violado por ato inconstitucional ou ilegal de qualquer autoridade;

A proibio da pena de carter perptuo; O impedimento da priso por dvidas, multas ou custas;

7

A extradio de estrangeiro por crime poltico ou de opinio e, em qualquer caso, a de brasileiros;

A assistncia judiciria para os desprovidos financeiramente; Que as autoridades a emitam certides requeridas, para defesa de direitos individuais ou para esclarecimento dos cidados a respeito dos negcios pblicos;

A iseno de impostos ao escritor, jornalista e ao professor; Que a todo cidado legitimidade para pleitear a declarao de utilidade ou anulao dos atos lesivos do patrimnio da Unio, dos Estados ou dos Municpios;

A proibio de diferena de salrio para um mesmo trabalho, por motivo de idade, sexo, nacionalidade ou estado civil;

Receber um salrio mnimo capaz de satisfazer necessidades normais do trabalhador;

A limitao do trabalho a oito horas dirias, s prorrogveis nos casos previstos pela lei;

A proibio de trabalho a menores de 14 anos, de trabalho noturno a menores de 16 anos e em indstrias insalubres a menores de 18 anos e a mulheres;

A regulamentao do exerccio de todas as profisses.

A Constituio de 1934 representou o incio de uma nova fase na vida do pas, entretanto vigorou por pouco tempo, at a introduo do Estado Novo, em 10 de novembro de 1937, sendo substituda pela Constituio de 1937.

3. A Constituio de 1937

A Constituio Brasileira de 1937, outorgada pelo presidente Getlio Vargas em 10 de Novembro de 1937, mesmo dia em que foi implanta a ditadura do Estado Novo, a quarta Constituio do Brasil e a terceira da repblica. Ficou conhecida como Polaca, por ter sido baseada na Constituio dominadora da Polnia. Foi redigida por Francisco Campos, ento ministro da Justia do novo regime.

8

A caracterstica principal dessa constituio era a grande concentrao de poderes nas mos do chefe do Executivo. Seu contedo era fortemente centralizador, ficando a cargo do presidente da Repblica a nomeao das autoridades estaduais, os interventores e a esses, por sua vez, cabia nomear as autoridades municipais.

Aps a queda de Vargas e o fim do Estado Novo em outubro de 1945, foram realizadas eleies para a Assemblia Nacional Constituinte, paralelamente eleio presidencial. Eleita a Constituinte, seus membros se reuniram para elaborar uma nova constituio, que entrou em vigor a partir de setembro de 1946, substituindo a de 1937.

A Constituio de 1937 deu origem a vrios acontecimentos na Histria poltica do Brasil que tm consequncias at hoje. E, principalmente, formou o grupo de oposio a Getlio que culminou no golpe militar de 1964. Este, por sua vez, deu origem Constituio de 1967, a outra constituio republicana autoritria a segunda e, at os dias de hoje, a ltima. Da Constituio de 1937 pode-se destacar que:

Concentra os poderes executivo e legislativo nas mos do Presidente da Repblica;

Estabelece eleies indiretas para presidente, que ter mandato de seis anos;

Acaba com o liberalismo; Admite a pena de morte; Retira dos trabalhadores o direito de greve; Permitia ao governo expurgar funcionrios que se opusessem ao regime;

Previu a realizao de um plebiscito para referend-la, o que nunca ocorreu. O Governo Vargas caracterizou-se desde o incio pela centralizao do

poder. Mas ela foi ao extremo com a ditadura de 1937-1945, o Estado Novo nome copiado da ditadura fascista de Antnio Salazar em Portugal. Com ela, Getlio implantou um regime autoritrio de inspirao fascista que durou at o

9

fim da II Grande Guerra. E consolidou o seu governo, que comeara, "provisoriamente", em 1930 4. Concluso Estabelecendo um paralelo entre as duas cartas, notria a divergncia entre ambas. A Constituio de 1934 permitiu garantias individuais at ento nunca vistas na histria do Brasil. J a Carta de 1937, extinguiu tais garantias, facultando ao Estado, na pessoa do Presidente da Republica, todo poder coercitivo e de controle dos direitos individuais e coletivos. 5. Bibliografia ARRUDA, Marcos. CALDEIRA, Cesar. Como Surgiram as

Constituies Brasileiras. Rio de Janeiro: FASE (Federao de rgos para Assistncia Social e Educacional). Projeto Educao Popular para a Constituinte, 1986. A CONSTITUIO DE 1934 BRASIL ESCOLA

http://www.brasilescola.com/historiab/constituicao-1934.htm. , 10/05/2012. Histria do Brasil - Ensino Mdio - Volume nico - Cludio Vicentino, Gianpaolo Dorigo - Scipione

Recommended

View more >