a cidade no jardim

Download A Cidade No Jardim

Post on 07-Jun-2015

1.494 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

A CIDADE DO JARDIM (1900-1940) Peter Hall

Aloisio Lelis de Paula - Marcio Martins - Nelson Paes Leme de Arajo

Ebenezer Howard Criticas: Chamavam-no de planejador de pequenas densidades, mas sua cidadejardim deveria comportar densidades semelhantes s prprias de Londres; Confundiam essa cidade-jardim com subrbio-jardim; H quem pense, ainda hoje, que seu intento era confinar pessoas em cidadezinhas isoladas em pleno campo, quando ele propunha o planejamento de conurbaes com centenas de milhares de habitantes; Acusam-no de querer mover pessoas como se fossem pees no tabuleiro de xadrez, quando ele sonhava com comunidade construda por vontade prpria e auto-governadas; Viam como um planejador fsico, esquecendo que suas cidades-jardins eram meros veculos para a reconstruo progressiva da sociedade capitalista dentro de uma infinidade de comunidades cooperativas.

A Cidade do JardimPeter Hall

Fonte das Ideias Howardianas Suas idias, ele as desenvolveu na Londres de 1880 e 1890; Houve vrios precursores: Edward Gibbon:cinqenta anos antes, desenvolvera a idia de uma colonizao planejada para os pobres, to logo quando uma cidade atingisse determinado tamanho, dever-se-ia comear uma segunda, separada da anterior por um cinturo verde; O plano de James Silk Buckingham para uma cidade-modelo deu-lhe a maioria dos traos bsicos para seu diagrama de cidades-jardins: a praa central, as avenidas radiais e as indstrias perifricas. Povoados industriais que foram pioneiros no campo, como o de Lever, perto de Liverpool e o de Cadbury, nos arredores de Birmingham, forneceram-lhe no s um modelo fsico mas uma ilustrao prtica de descentralizao industrial bem-sucedida de uma cidade superpovoada.

A Cidade do JardimPeter Hall

O economista Alfred Marshall, num artigo em 1884, sugeria que havia amplos setores da populao de Londres cuja remoo para o campo seria, a longo prazo, economicamente vantajosa beneficiando tanto os que mudavam quanto os que ficavam; De Herbert Spencer, Howard tirou a idia da nacionalizao da terra, e de Thomas Spence a idia de aquisio , por uma comunidade. Cada idia de Howard pode ser encontrada no passado e, com freqncia, repetida at a exausto.

A Cidade do JardimPeter Hall

A CIDADE-JARDIM E A CIDADE-SOCIALComo seria a implantao de uma cidade-jardim? Um grupo de indivduos deveriam organizar uma companhia para implantar a cidade-jardim no campo, onde a terra fosse comprada a preos mnimos, devido a depresso agrcola. Era importante atrair o interesse das industrias; e com elas, os operrios construiriam suas prprias casas. A cidade-jardim teria um limite de 32000 habitantes por 1000 acres de terra. A seu redor, uma rea muito mais larga de cinturo verde perene, tambm de propriedade da companhia Howard props 5000 acres que conteria no s granjas, mas todas espcies de instituies urbanas, tais como reformatrios e casa de repousos, que s teriam a ganhar em localizao rural. Quando a cidade atingisse o limite planejado, comear-se-ia outra, a pouca distancia dali.Assim o processo de expanso quase no teria limite.

A Cidade do JardimPeter Hall

Cada cidade-jardim oferecia um campo aberto de servios e empregos, mas tambm estaria ligada as demais por um rpido sistema de transporte, o que proporcionaria todas as oportunidades econmicas da cidade grande. No se tratava apenas de um projeto fsico. Os cidado seriam proprietrios perptuos da terra. A medida que subissem os valores do solo urbano na cidade-jardim, eles refluiriam para a comunidade. Criando fundos para a criao de um sistema previdencirio local que ficaria sobre a responsabilidade direta dos cidado do lugar. Howard argumenta que seu sistema constitua um terceiro sistema socioeconmico, superior ao capitalismo vitoriano e ao socialismo centralizador e burocrtico.

A Cidade do JardimPeter Hall

A Cidade do JardimPeter Hall

THE THREE MAGNETS THE PEOPLE

Where will they go? Town Closing out of nature. Social opportunity. Isolation of crowds. Places of amusement. Distance from work. High money wages. High rents & prices. Chances of employment. Excessive hours. Army of unemployed. Fogs and droughts. Costly drainage. Foul air. Murky sky. Well-lit streets. Slums & gin palaces. Palatial edifices. Country Lack of society. Beauty of nature. Hands out of work. Land lying idle. Trespassers beware. Wood, meadow, forest. Long hours, low wages. Fresh air. Low rents. Lack of drainage. Abundance of water. Lack of amusement. Bright sunshine. No public spirit. Need for reform. Crowded dwellings. Deserted villages. Town-Country Beauty of nature. Social opportunity. Fields and parks of easy access. Low rents, high wages. Low rates, plenty to do. Low prices, no sweating. Field for enterprise, flow of capital. Pure air and water, good drainage. Bright homes & gardens, no smoke, no slums. Freedom. Co-operation.

A Cidade do JardimPeter Hall

A Cidade do JardimPeter Hall

A Cidade do JardimPeter Hall

LETCHWORTH AND HAMPSTEAD: UNWIN AND PARKER A apresentao feita por Peter Hall sobre o trabalho de EBENEZER HOWARD que foi um sonhador de grandes sonhos, e mais que isso um homem de ao. Os aspectos brilhantes de seu plano estavam no fato de que podiam realizar-se atravs de uma srie de iniciativas isoladas e locais que, progressivamente, se reforariam umas s outras. Oito meses depois da publicao de seu livro, ele comeou a organizar uma Garden City Association para discutir suas idias, por ultimo formular um esquema prtico baseado as linhas do projeto com todas as modificaes que parecessem desejveis, cuidando para que fosse politicamente bipartidria e inclusse indstrias, comerciantes, financistas, cooperativistas, artistas, e eclesisticos. Assim formando um ano depois em 1900 a First Garden City, Limited, e dois anos depois a Garden City Pioneer Company. Assim LETCHWORTH foi recebendo os primeiros moradores que eram os idealistas tpicos da classe mdia excntrica.

A Cidade do JardimPeter Hall

Aps a Segunda Grande Guerra o parlamento em um Ato em 1962 para proteger LETCHWORTH da especulao imobiliria, deu sua direo a uma corporao especialmente organizada para ela, RAYMOND UNWIN AND BARRY PARKER que assim encontrou sua perfeita realizao fsica. Tanto UNWIN quanto PARKER tinham formao diferente de arquiteto, UNWIN era Engenheiro e Parker Decorador, ambos dentro de uma intensa fermentao de idias grande parte do pensamento de William Morris. Parker e Unwin trabalhavam em suas primeiras e mais importantes encomendas: A Aldeia Jardim de New Earswick, e ai foram encontrados muitos aspectos que iriam desenvolver-se primeiro em LETCHWORTH e depois em HAMPSTEAD. Em NEW EARSWICK, que era separada da cidade e das indstrias por um estreito mais ntido cinturo verde, parte natural e parte ocupado por campos de jogos, os chals enfileiram-se em blocos compactos e agrupam-se ou em torno de gramados pblicos ou ano longo de caminhos para pedestres.

A Cidade do JardimPeter Hall

Em LETCHWORTH, houve o fato que obrigou a indstria a integrarse com a habitao, a estrada de ferro cortou em dois o local previamente destinado zona fabril. Aqui todo o centro urbano teve que ser planejado, UNWIN analisou e planejou integrando elementos formais e informais como avenidas radiais, ronds-points e grande e central praa da cidade dominada por prdios municipais mais importantes. HAMPSTEAD foi uma mudana de direo, tanto para o movimento ingls da cidade-jardim e para UNWIN que propunha no como cidade jardim, mas como subrbio-jardim; no tinha indstria e para os servios dependiam por completo de uma estao de metr adjacente, inaugurada quando HAMPSTEAD fora planejada.

A Cidade do JardimPeter Hall

O MOVIMENTO CIDADE JARDIM ENTRE AS DUAS GUERRAS O movimento cidade jardim levou dois golpes: Primeiro com a palestra realizada por UNWIN na Universidade de Manchester recomendando a construo de Cidades Satlites prximas dos municpios, subrbio-jardim dependente do municpio. Depois por uma deciso de poder, a prescrio oficial para o programa de habitaes populares do ps-guerra, que receberam a confirmao com a Lei Addison. O resultado foi que de um milho de moradias populares subsidiadas pelo governo entre as duas guerras, poucas destas foram construdas obedecendo forma de uma genuna cidadejardim. HOWARD conseguiu WELWYN com seus mtodos poucos ortodoxos, o pas conseguiu cidades-satlites, e a causa da construo em larga escala da nova cidade a Gr-Bretanha sofreu um atraso de trinta anos. Das cidades-satlites interioranas WYTHENSHAWE projetada por BARRY PARKER para Manchester em 1930 uma das que resistiram.

A Cidade do JardimPeter Hall

Em 1927 o municpio encarregara PARKER de elaborar um projeto, e foi lhe dada a liberdade de projetar uma autntica nova cidade. Em 1938 com mais de 7000 corporaes e perto de setecentas casas particulares, WYTHENSHAWE j estava maior que as outras cidadesjardins onde PARKER descreveu em 1945 como no momento, o mais perfeito exemplo de cidade-jardim. PARKER introduziu trs princpios do planejamento Norte-Americano extrados da regio de Nova York que ele visitara em 1925: O principio da unidade de vizinhana, o principio da esquema Radburn e o principio de Parkway.

A Cidade do JardimPeter Hall

Letchworth, Parker e Unwin.

A Cidade do JardimPeter Hall

A CIDADE JARDIM NA EUROPA O conceito de cidade jardim foi desenvolvido em outros pases europeus, sofrendo descrdito pelo modo pessoal que seus advogados locais divergiam da idia de Howard. Arturo Soria y Mata (1844-1920), engenheiro espanhol, traz em 1882 seu conceito de La Ciudad Lineal, com sistemas de infra desenvolvidos a partir de uma grande cidade, produzindo uma cidade linear planejada. O esquema espacial da primeira proposta (1904) era um eixo principal de 40m de largura onde passavam os bondes para onde davam quadras de 200m