8 Peas de Brocado Corrigidas

Download 8 Peas de Brocado Corrigidas

Post on 07-Jul-2015

282 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

<p>Ain Soph Aur Academia de Artes OrientaisFora Coragem Paz</p> <p>As Oito Peas de Brocado (Ba Duam Chin)Conforme ensinado pelo mestre LI NAI GUANGO presente documento destrina-se a quem pratica, ou j praticou, estes exerccios sob a orientao de um mestre de Chi Kung. , apenas, um auxiliar de memria. A prtica destes exerccios deve, com o tempo, transformar-se num momento dirio especial dedicado ao prprio e ao cultivo da sua sade. uma herana do passado longnquo, aperfeioada e enriquecida na sua viagem atravs das geraes. Agregou a si a vitalidade de mais de 5 mil anos de experincia na preveno e cura de doenas dos rgos internos. Por isso, , igualmente, conhecida como as Oito Peas Preciosas. Esta srie de exerccios deve ser praticada num ambiente agradvel, que ajude a descontrair o corpo e a serenar as emoes e os pensamentos. Sobretudo devem evitar-se quaisquer pensamentos negativos. Para obter o melhor proveito com esta prtica milenar, procurar a paz de esprito e descontrair ao mximo os msculos para que a energia vital flua naturalmente, sem os bloqueios provocados pelas tenses. Estas indicaes so vlidas para todos os exerccios de Chi Kung. I Empurrar o Cu com as mos, cuidando do triplo aquecedor. (8 vezes). 1 2 3 4 Ps juntos. Braos cados e descontrados, palmas das mos abertas suavemente e viradas para o corpo. Levantar os braos lateralmente com as palmas das mos viradas para baixo. Inspirar, no apenas com os pulmes mas tambm com a barriga. Cruzar os dedos sobre o alto da cabea com as palmas das mos viradas para baixo. Reter o ar. Posio Ying Virar as mos para cima e esticar ligeiramente os braos com a inteno de empurrar o Cu (nunca fazer fora nos braos). Ao mesmo tempo levantar os calcanhares. Expirar. Posio Yang. Imagem de chegar com o alto da cabea (moleirinha) Baihui ao cu e, simultaneamente, com o cccix e pernio Huiyin terra, alongando a coluna. Imaginar que o corpo aumenta muito de tamanho, e, que, com os braos muito compridos se empurram as estrelas e as galxias, que so muito pesadas. Baixar lentamente os calcanhares e os braos lateralmente, expirando.</p> <p>5</p> <p>II - Posio do arqueiro direita e esquerda. ( 4 vezes para cada lado)</p> <p>1. Afastar as pernas e dobrar os joelhos com os ps paralelos ou ligeiramente</p> <p>virados para fora. Coluna vertebral bem direita e vertical. Joelhos flectidos na direco em que os ps apontam. Os joelhos e os tornozelos devem alinhar-se de forma a ficarem perpendiculares ao cho. Ateno ao arco dos ps. o arco para disparar uma flecha (imaginar o esforo que faz um arqueiro e imit-lo, sem contrair os braos, com os ombros baixos, com a maior inteno que a auto sugesto pode proporcionar, imaginar que o brao que estica se alonga o mais possvel). Inspirar ao juntar as mos descrevendo um crculo para disparar a flecha para o outro lado. Expirar ao esticar o arco (Yang). Olhar na direco do dedo indicador do brao que estica. O cotovelo do brao que puxa a corda do arco imaginrio faz inteno de se afastar o mais possvel do outro brao.</p> <p>2. 1 para a esquerda. Os braos e as mos na posio de um arqueiro a abrir</p> <p>Resp. tcnico arqt. Lus Virglio Cunha R. Marques da Silva, 59 B 1170 - 222 LISBOA Telef.218 132 181 - 93 323 70 87 Metro Arroios (linha verde sada Rua Pascoal de Melo)</p> <p>1</p> <p>asa.artesorientais@clix.pt WWW.ASAUR.COM</p> <p>Ain Soph Aur Academia de Artes OrientaisFora Coragem Paz</p> <p>III - Levantar os braos alternadamente para cuidar do bao, fgado, estmago pncreas e intestinos. (4 vezes para cada lado). 1. Ps juntos, braos cados e descontrados, palmas das mos abertas suavemente e viradas para o corpo. 2. Levantar o brao direito virando a palma da mo para cima e o polegar para a frente e para cima, enquanto o outro brao faz fora para baixo fazendo trabalhar os rgos do aparelho digestivo. Manter espao na axila. Imaginar que os braos so muito compridos, tocando um no Cu e o outro na Terra. 3. Esticar sem fazer fora nos braos e expirar - Yang. 4. Baixar o brao lateralmente, expirando - Ying. 5. Repetir com o o outro brao</p> <p>IV Afastar o cansao e leses com o olhar e com o rodar da cabea. Captar energia positiva e luminosa Manuteno da zona cervical. (4 vezes cada lado). Esquecer as preocupaes. Sentir calma e paz para comear este exerccio. Ideal ser estar face a uma linda paisagem (olhar para o mar, para muito longe, para o horizonte, olhar do cimo de uma colina para muito longe). Num espao interior deve imaginar-se que se olha para muito longe e para imagens agradveis, bonitas, luminosas. S se deve ver ou imaginar ver imagens agradveis, bonitas, harmoniozas e cheias de luz. Tudo o resto deve ser recusado conscientemente. 1. Ps juntos, tronco direito, braos cados e descontrados, palmas das mos abertas suavemente e viradas para o corpo. Respirar pelas narinas. 2. Rodar a cabea para a esquerda olhando para muito longe. Se conseguir rodar mais que 90 e para trs melhor. Rodando com suavidade e sempre com o olhar focado para muito longe. O tronco e os ombros no se mexem, rodar s a cabea. Quando a cabea atinge o limite da rotao, esta continua com os olhos, como se se olhasse para a nuca. Expirar suavemente. Aprender a controlar a respirao, expulsar suavemente o ar todo, pelas narinas, quando roda o queixo na direco do ombro. 3. Voltar para a posio de frente, olhando para longe da mesma forma. Comear a inspirar ao rodar a cabea para a frente. 4. Fazer o mesmo rodando para a Direita.</p> <p>Resp. tcnico arqt. Lus Virglio Cunha R. Marques da Silva, 59 B 1170 - 222 LISBOA Telef.218 132 181 - 93 323 70 87 Metro Arroios (linha verde sada Rua Pascoal de Melo)</p> <p>2</p> <p>asa.artesorientais@clix.pt WWW.ASAUR.COM</p> <p>Ain Soph Aur Academia de Artes OrientaisFora Coragem Paz</p> <p>V - Posio do pugilista de Kung Fu. (4 vezes cada lado). Aumentar a capacidade e a energia, abrindo bem os olhos e fechando os punhos como se agarrasse um ovo cru sem o partir. 1. Afastar as pernas como no exerccio do arqueiro. 2. Baixar um pouco o tronco trabalhando as virilhas. 3. Manter a coluna vertebral sempre bem vertical, no a inclinar na direco em que se alonga o brao. 4. Empurrar lentamente o punho direito com a imagem de empurrar algo muito pesado para muito longe. O punho do brao esquerdo faz mola no sentido oposto. Fazer com o mximo de inteno e energia e sem qualquer contraco muscular. Expirar ao alongar o brao e inspirar ao recolh-lo. Manter a coluna vertebral bem direita com o alto da cabea a fazer intenso de chegar ao o cu e o cccix para a terra. Imaginar que se empurra algo muito pesado, para muito longe, com o brao muito comprido. 5. Repetir para o outro lado</p> <p>VI Aliviar os Rins (7 vezes). 1. Ps juntos, tronco direito, braos cados e descontrados, palmas das mos abertas suavemente e viradas para o corpo. Respirar pelas narinas. 2. Levantar os braos ao lado do corpo e ao mesmo tempo levantar os calcanhares do cho, respirando para os rins. O umbigo aproxima-se dos rins. Concentrar a ateno na captao de energia para os rins. Inspirar ao levantar os braos e os calcanhares e expirar ao baixar os braos e calcanhares. Imaginar que o corpo aumenta muito de tamanho com os braos muito compridos. Imaginar fios de seda ligando as pontas dos dedos das mos aos ps. Fazer os movimentos de forma a no partir nem enrodilhar os fios de seda.</p> <p>VII </p> <p>Aliviar o fogo do corao. (4 vezes cada lado).</p> <p>1. Afastar as pernas como no exerccio do arqueiro. 2. Baixar o tronco at apoiar as mos um pouco acima dos joelhos com os polegares para o interior das pernas. 3. Durante o exerccio manter a coluna vertebral sempre bem direita, principalmente quando a inclinamos. 4. Rodar a coluna inclinando-a para a esquerda, de forma a olhar para o dedo grande do p esquerdo. A cabea inclina-se na direco do joelho esquerdo ao mesmo tempo que o cccix se afasta. Tambm ao mesmo tempo a virilha esquerda recua e a direita avana. As costelas flutuantes do lado esquerdo aproximam-se da perna esquerda. Maanter a coluna sempre bem direita. Expirar. 5. Voltar posio do meio. Inspirar. 6. Fazer o mesmo para o lado direito. Expirar.</p> <p>Resp. tcnico arqt. Lus Virglio Cunha R. Marques da Silva, 59 B 1170 - 222 LISBOA Telef.218 132 181 - 93 323 70 87 Metro Arroios (linha verde sada Rua Pascoal de Melo)</p> <p>3</p> <p>asa.artesorientais@clix.pt WWW.ASAUR.COM</p> <p>Ain Soph Aur Academia de Artes OrientaisFora Coragem Paz</p> <p>VIII Levantar os ps com as 2 mos, cuida dos rins. (4 vezes) 1. Ps ligeiramente afastados. Tronco direito, cabea bem esticada e afastada dos ombros. 2. Levantar suavemente os braos, com os msculos dos ombros e do tronco, at ao Cu. Sem tenses nos msculos dos braos. Inspirar suavemente. 3. Deixar descair os braos pela frente como se tocasse com as pontas dos dedos em algo muito longe. Ao mesmo tempo expirar suavemente. 4. Descer suavemente at tocar nos dedos grandes dos ps, depois nos tornozelos e por fim nos calcanhares sem dobrar as pernas. Ao mesmo tempo baixar o queixo ao peito e curvar a coluna vertebral sentindo o abrir das vrtebras uma por uma. 5. Agarrar por um momento os calcanhares com inteno de levantar os ps. 6. Levantar suavemente o corpo roando as mos pelos tornozelos, barrigas das pernas, joelhos at que os braos voltem a subir at ao cu. Fazer com que seja o tronco e os ombros a levantarem os braos e nunca levantar os braos por si s. Comear a inspirar ao levantar os braos.</p> <p>Resp. tcnico arqt. Lus Virglio Cunha R. Marques da Silva, 59 B 1170 - 222 LISBOA Telef.218 132 181 - 93 323 70 87 Metro Arroios (linha verde sada Rua Pascoal de Melo)</p> <p>4</p> <p>asa.artesorientais@clix.pt WWW.ASAUR.COM</p>

Recommended

View more >