50 | o jovem | junho de 2012

Download 50 | O Jovem | Junho de 2012

Post on 10-Mar-2016

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Edição de Junho de 2012 d'O Jovem

TRANSCRIPT

  • o jovem o jovem

    Entrevista | H um ano assumiu o

    desafio mais importante da sua vida.

    O Jovem esteve conversa com a

    Deputada do CDS e Presidente do

    Conselho Nacional da JP [p.16]

    Vera Rodrigues

    Dossier | Tudo sobre O

    Liberalismo Clssico 2 Parte,

    por Miguel Ribeiro. [p.12]

    Convidado | Hugo Nunes,

    militante da JP Lisboa, assina o

    espao de Junho. [p.14]

    Especial | Balano de um ano de

    Governo de coligao PSD/CDS,

    na Maia. [p.6]

    Jornal Oficial da Juventude Popular da Maia

    50 | Junho 2012 | Ano XXVI www.jpmaia.com

  • 2 | junho 2012 o jovem

    ficha tcnica

    Propriedade: Comisso Poltica Concelhia da Juventude Popular da Maia | Edio: Manuel Oliveira | Colunistas desta edio: Miguel Ribeiro, ngelo Miguel, Joo Ribeirinho Soares, Manuel Oliveira, Vnia Peres | Entrevistada desta edio: Vera Rodrigues | Convidado especial desta edio: Hugo Nunes | www.jpmaia.com | maia@juventudepopular.org | Distribuio Digital | Junho 2012 | O Jovem 1985 - 2012

    A cultura da (in)dependncia por Andr Correia [pg.10]

    sumrio

    Um ano de Governo em anlise na Maia por Vnia Peres [pg.6]

    especial

    Manuel Oliveira [pg.4 e 25 ] Joo Ribeirinho Soares [pg.4] ngelo Miguel [pg.23]

    opinio

    Liberalismo Clssico | 2 Parte por Miguel Ribeiro [pg.12]

    dossier convidado especial

    Hugo Nunes [pg.14]

    entrevista Vera Rodrigues, deputada do CDS

    [pg.16]

  • o jovem junho 2012 | 3

    EDITORIAL Comisso Poltica Concelhia Juventude Popular da Maia

    Foi eleita a nova Distrital do Porto do CDS

    notcia

    A edio de Junho de 2012 dO Jovem quase toda ela

    centrada numa mulher: Vera Rodrigues. No que sejamos a

    favor das quotas na poltica e muito menos as praticamos neste

    jornal mas a verdade que os exemplos femininos na poltica

    so to escassos que temos de os aproveitar. Ainda mais se os

    forem do CDS. Ainda mais se os forem do Porto. Ainda mais se

    os forem de sucesso. E a Vera um sucesso presente e uma

    aposta clara e contnua de futuro. Nas pginas seguintes ters

    no s a oportunidade de apreender todos os conceitos que a

    deputada da JP passou na ltima iniciativa da Juventude

    Popular da Maia sobre o primeiro ano de Governo mas tambm

    de te deliciar com uma entrevista alargada sobre pormenores

    da vida da deputada e a sua viso de Portugal. A no perder.

    E aqui vamos ns. O tempo passa verdadeiramente a correr.

    Nesta edio damos-te a conhecer tudo sobre a tomada de

    posse da ainda oficialmente, e para sempre oficiosamente,

    melhor concelhia da Juventude Popular.

    A Jota da Maia est mais madura e atenta. Cansada, talvez.

    Mas com muito sangue novo tambm. o trabalho e a

    dedicao que esgota capacidades, horas e ideias. H um claro

    comprometimento nesta casa com nunca desistir. E j se

    passou tanto para que isso pudesse acontecer. Tanto que agora

    j parece uma volta no parque. Sabemos o que fazemos,

    sempre soubemos. Sabemos como sempre seremos. Assim,

    como hoje, e nem mais nem menos.

    A ausncia de liderana nas estruturas pode conA contar desta

    edio contaremos com novos espaos de opinio com ilustres

    convidados. Todos os meses a Distrital do Porto da Juventude

    Popular assinar uma coluna apelidada de Este o Norte!,

    pela mo do seu Presidente Joo Ribeirinho Soares, que

    permitir aos leitores dO Jovem um acompanhamento mais

    intenso e crtico da actividade desta recm-formada equipa.

    Activamos ainda um conceito perdido: dar espao de reflexo a

    uma personalidade actual da Juventude

    O tema do Liberalismo Clssico continua presente agora com

    a segunda, e penltima, parte do texto produzido pelo Miguel

    Ribeiro. Sabe mais sobre a influncia da Escola de Chicago e

    Milton Friedman.

    H poucos dias a Juventude Popular da Maia emitiu a sua

    opinio sobre a demolio de uma obra quase, v referncia

    do municpio da Maia: as piscinas olmpicas. Um dos sonhos do

    Presidente Vieira de Carvalho cai finalmente por terra sendo

    que a JP Maia tinha vindo a alertar desde 2010 para esta

    indefinio. Prova disso so as vrias campanhas realizadas e as

    posies assumidas sempre no momento certo.

    Este ms os textos de opinio ficam a cargo do Joo Ribeirinho

    Soares, do ngelo Miguel, do Manuel Oliveira e do convidado

    especial Hugo Nunes.

    No percas a primeira parte do Dossier sobre Liberalismo

    Clssico, pelo Secretrio-Geral da Juventude Popular da Maia,

    Lus Miguel Ribeiro e acompanha mais dois textos de enorme

    qualidade do Andr Bazan e do ngelo Miguel. Este ms temos

    tambm mais um amigo a ocupar um espao reservado apenas

    a essas pessoas especiais: Daniel Albino, militante da

    Juventude Popular de Lisboa e ex-Secretrio Geral adjunto, o

    convidado.

    Motivos mais do que suficientes para acompanhares O Jovem

    naquela que ser uma edio que antecede a cobertura especial

    da prxima iniciativa da concelhia maiata: Tertlia Um Ano de

    Governo com a deputada Vera Rodrigues. Entretanto, e com

    uma vontade enorme, continuaremos por aqui a trazer-te todas

    as notcias no mais antigo jornal da JP. H uma alma que no se

    mata. Nem que tenha s uma pgina.

    nesta nova edio que mantm o espao de entrevista a uma

    figura destacada. Este ms contamos com o incansvel Jos

    Lello, Secretrio-Geral da Juventude Popular. Como uma

    leitura leve e descontrada podes encontrar a seco Sabias

    que com dados curiosos e pertinentes da histria da

    concelhia da Maia, da JP e do CDS.

    Desafiamos-te a escreveres connosco mais um captulo desta

    to recheada histria. H jornais picos.

    Uma mulher de sucesso

    lvaro Castello-Branco o novo Presidente da Comisso

    Poltica Distrital do Porto do CDS. Num cargo que j

    anteriormente tinha ocupado, o Ex-Presidente da Cmara

    Municipal do Porto sucede a Henrique Campos Cunha que

    liderou a estrutura nos ltimos dois anos conseguindo, por

    exemplo, impressionantes nmeros ao nvel de novas filiaes

    no partido. Licenciado em Direito, lvaro Castello-Branco tem

    uma imensa experincia poltica tendo sido j deputado

    Assembleia da Repblica e Presidente da Assembleia Municipal

    do Porto.

    Na nova Comisso Poltica Distrital estaro vrios elementos da

    Juventude Popular. Destaque para Manuel Oliveira, Presidente

    da Juventude Popular da Maia, para Joo Ribeirinho Soares,

    Presidente da Distrital do Porto da Juventude Popular, para

    Ana Castro, Presidente da Juventude Popular do Porto e para

    Luciano Amorim, Presidente da Juventude Popular de

    Felgueiras. Vera Rodrigues, deputada da JP, tambm figura na

    nova equipa.

    e Reuniu no passado dia 17 de Maio o Conselho Municipal da

    Juventude para uma sesso especial. Subordinada ao tema do

  • 4 | junho 2012 o jovem

    Este o Norte! Por Terras de Lidador

    por Joo Ribeirinho Soares Presidente da Distrital do Porto da JP

    por Manuel Oliveira Presidente da Juventude Popular da Maia

    Tenham calma, senhores!

    facebook.com/juventudepopularmaia

    A nova Distrital do Porto do CDS

    Como sabem, na passada semana milhares de militantes

    do CDS e da JP elegeram a nova Comisso Poltica

    Distrital do Porto do CDS. A Distrital que vai ter pela

    frente o grande desafio que so as eleies autrquicas de

    2013 mas tambm a constante luta pela defesa dos

    interesses da regio como as questes relacionadas com a

    Junta Metropolitana do Porto e a gesto autnoma do

    Porto de Leixes. Num momento da maior dificuldade

    para o Pas, para o Porto e para a Regio Norte, o Dr.

    lvaro Castello-Branco mostrou uma vez mais que no

    vira a cara luta e aos desafios candidatando-se a

    Presidente desta CPD. Podia dizer-vos que no h melhor

    timoneiro mas os resultados falam por si. A votao

    esmagadora que esta lista teve no s um voto de

    confiana por parte dos militantes do CDS como

    tambm uma prova que o partido est vivo, alinhado com

    o projecto proposto e pronto para os desafios que se

    seguem.

    Outro facto que no me podia deixar mais contente e feliz

    foi o voto de confiana dado Juventude Popular. A JP

    por excelncia o fornecedor de quadros do partido e estas

    eleies alm de o confirmarem mostram tambm o

    reconhecimento do nosso trabalho e da qualidade dos

    nossos militantes e dirigentes. A presena da Ana Castro,

    do Manuel Oliveira, do Pedro Pinto Lopes, da Michele e do

    Luciano Amorim em cargos da maior responsabilidade

    so exemplos disso mesmo.

    Para o Sr. Engenheiro Henrique Campos Cunha, dedico

    este ltimo pargrafo. Julgo ser justo reconhecer o seu

    excelente trabalho. Coordenar campanhas legislativas,

    desenvolver trabalho poltico, exponenciar a implantao

    do partido, ajudar a JP, promover e defender a sua

    autonomia e aumentar 35% o nmero de militantes do

    Distrito em 2 anos esto ao alcance de muito poucos.

    Obrigado Engenheiro! Em ltimo lugar, estou certo que a

    sua presena na Comisso Tcnica da RAT ser

    fundamental para fazer passar a viso do CDS nesta que

    uma reforma fulcral para a construo de um Pas

    sustentvel, solidrio e de Futuro.

    As eleies de 2013 so uma oportunidade nica para o

    CDS, para a nossa regio e para o Pas de mostrar um

    carto vermelho ao terror e ditadura autrquica que

    tem vindo a vigorar ao long

View more >