426570_dominio publico

Download 426570_Dominio Publico

Post on 10-Jul-2015

181 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

PONTIFCIA UNIVERSIDADE CATLICA DE MINAS GERAIS So Gabriel Curso de Direito Direito Administrativo II Prof. Srgio Timo Alves

Bens Pblicos Bem todas as coisas que podem ser objeto de relaes jurdicas. Qualquer coisa que possa ser apropriada, objeto de domnio: corpreas, incorpreas, mveis, imveis, semoventes, direitos, crditos e aes pertencentes ao Poder Pblico ou aos particulares. aquilo que tem valor econmico. Bem pblico bem jurdico: objeto de relaes jurdicas. No sentido filosfico bem tudo aquilo capaz de proporcionar felicidade (amor, sol, sade, riqueza etc) Para alguns, coisa e bem a mesma coisa. Bens pblicos e privados (art. 98 CCB c/c 41) Bem pblico instrumento material de promoo dos fins determinantes para a Administrao Pblica, ou seja, promover os direitos fundamentais. No so bens pblicos os pertencentes s empresas governamentais que exploram atividade econmica (art. 173, 1, I, CF) Riqueza pblica integram o patrimnio do Estado. Meio de que dispe a administrao para atendimento de seus fins. Bens pblicos atualmente com grande relevncia em matria ambiental. Domnio pblico conceito mais amplo do que o de bem pblico (art. 98 CCB). Domnio pblico engloba todos os bens, independentemente da pessoa a que pertenam, que participam da atividade administrativa e que por isso se acham vinculados aos fins desta. Regime de dominialidade pblica e propriedade privada. A propriedade pblica se sujeita a regimes jurdicos diversos, em decorrncia da natureza do bem e do interesse jurdico a ser protegido. Os bens pblicos tm titulares, mas os direitos e deveres, exercidos pela administrao, no decorrem do direito de propriedade no sentido tradicional (veculo de natureza administrativa). O poder pblico deve assegurar a continuidade e regularidade da destinao do bem. Destinao que atende ao interesse pblico, de modo direto ou indireto. possvel se falar em funo social da propriedade pblica ? v. art 182 CF funo social da cidade. Funo social que depende de uma atuao positiva do Poder Pblico. Funo social dos bens de uso comum e de uso especial (afetados a fim de interesse pblico). Para com eles o Poder Pblico tem o dever de disciplinar o uso, fiscalizar, reprimir infraes, tudo a fim de cumprir o fim pblico (ainda que se garanta o uso privativo por particular - ex. feira livre). Finalidade pblica que deve ser ampliada para melhor atender ao interesse pblico (acrescentando-se outros usos, desde que no prejudiquem a finalidade a que destinado o bem). Funo social dos bens dominicais segundo Di Pietro no h por que excluir os bens dominicais da incidncia das normas constitucionais que asseguram a funo social da propriedade, quer para os submeter, na rea urbana, s limitaes impostas no Plano Diretor, quer para enquadr-los, na zona rural, aos planos de reforma agrria (art. 188 CF diz que a destinao de terras pblicas e devolutas ser compatibilizada com a poltica agrcola e com o plano nacional de reforma agrria). Alm disso a unio pode desapropriar por interesse social para fins de reforma agrria bens pblicos estaduais e municipais que no estejam cumprindo a funo social. Ademais, grande parte dos instrumentos de poltica urbana previstos no Estatuto da Cidade (art. 4) aplica-se aos bens dominiais, e s vezes aos bens de uso comum e de uso especial, de qualquer entre poltico (competncia municipal aurida diretamente da Constituio). Outros, em sentido contrrio, afirmam que a construo da doutrina da funo social da propriedade teve como ponto de partida o direito de propriedade privada tal como traado pelos civilistas modernos e objetivou a flexibilizao de tal concepo absolutista da propriedade, tendo como pressuposto a noo de que o titular privado do direito de propriedade , ao mesmo tempo, o administrador e beneficirio de tal direito, o que torna uma tarefa rdua a transferncia desta doutrina para o mbito publicstico, e assim aceitar-se uma funo social da propriedade pblica. Entende-se que existem deveres do PP quanto a seus bens, deveres esses que no se confundem com a funo social. O descumprimento no gera as conseqncias da inobservncia da funo social, mas podem gerar a responsabilizao estatal e/ou do servidor. O art. 182 e 186 CF no incidem sobre imveis pblicos possvel a aplicao do art. 1228, 4 do Cdigo Civil no caso de propriedade pblica? Sim. Com base no princpio da funo social.

PONTIFCIA UNIVERSIDADE CATLICA DE MINAS GERAIS So Gabriel Curso de Direito Direito Administrativo II Prof. Srgio Timo Alves

Domnio eminente O estado exerce poderes se soberania sobre todas as coisas em seu territrio. Poder poltico pelo qual o Estado submete sua vontade, nos termos da lei, todas as coisas em seu territrio. Soberania interna que encontra limites no ordenamento jurdico constitucional. Atua sobre bens pblicos, particulares de interesse pblico e inapropriveis. (conceito de origem feudal) Domnio pblico conjunto de bens pblicos (uso direto pelo Poder Pblico ou uso direto ou indireto da coletividade, sob a guarda da Administrao Pblica e submetidos ao direito pblico. Noo mais extensa que a de propriedade, por incluir bens que no pertencem ao Poder Pblico. Domnio patrimonial direito de propriedade que o estado exerce sobre as coisas que lhe pertencem, por aquisio civil ou administrativa. Direito de propriedade pblica (sujeito a regime jurdico administrativo). Bens pblicos. Alguns bens pertencem ao Estado; outros, embora pertencentes a particulares, ficam sujeitos s limitaes administrativas impostas pela ordem jurdica a bem do interesse coletivo; outros no pertencem a ningum por serem inapropriveis, mas sua utilizao subordina-se a normas estabelecidas pelo Estado. Conservao e utilizao de bens pblicos (atos comuns da administrao). Independem de autorizao especial. Alienao, onerao e aquisio em princpio exigem lei autorizadora e licitao. Histrico Estradas e vias nas antiguidades. Teatros, arenas, fontes, praas, postos de fiscalizao etc Idade mdia concentrao nas mos do prncipe e dos senhores feudais de todos os direitos e relaes atribudas ao ente pblico. Os bens pblicos pertenciam ao prncipe. Frana 1790 bens pblicos e privados. Brasil colnia: bens reais (do rei) e da coroa (que o rei administrava). Fiscais (oriundos de impostos, multas etc. pertencentes ao fisco). Brasil imprio domnio do Estado, da coroa e domnio pblico. Cdigo Civil 1916 bens pblicos (uso comum, uso especial, dominiais). Cdigo Civil 2002 artigo 99. Conceito bens pblicos so todos os bens que pertencem s pessoas jurdicas de direito pblico, isto , Unio, aos Estados, Distrito Federal, Municpios, respectivas autarquias e fundaes de Direito Pblico, (estas ltimas, alis, no passam de autarquias designadas pela base estrutural que possuem), bem como os que, embora no pertencentes a tais pessoas, estejam afetados prestao de um servio pblico. Celso Antnio. Teoria da afetao. os bens pertencentes a entes estatais, para que sirvam de meios ao atendimento imediato e mediato de interesse pblico e sobre os quais incidem normas especiais, diferentes das normas que regem os bens privados Odete Medauar. Conceito de Hely Lopes Meirelles - todas as coisas, corpreas, e incorpreas, imveis, mveis e semoventes, crditos, direitos e aes, que pertenam, a qualquer ttulo, s entidades estatais, autrquicas, fundacionais e empresas governamentais. Conceito de Digenes Gasparini bens pblicos so todas as coisas materiais e imateriais pertencentes s pessoas jurdicas de direito pblico e as pertencentes a terceiros vinculados prestao de servio pblico. Conceito de Juarez Freitas so pblicos todos os bens pertencentes Administrao Pblica, variando o regime, no campo das regras, mais ou menos intensamente, a depender da natureza da afetao, mas, em qualquer caso, sob regncia cogentemente norteada por princpios de Direito Pblico. A Constituio Federal nada diz sobre o conceito de bem pblico. Em sentido amplo, domnio pblico o poder de dominao ou de regulamentao que o estado exerce sobre os bens de seu patrimnio (bens pblicos) ou sobre os bens do patrimnio privado (particulares de interesse coletivo) ou sobre as coisas inapropriveis individualmente, mas de fruio geral da coletividade (res nulius).

PONTIFCIA UNIVERSIDADE CATLICA DE MINAS GERAIS So Gabriel Curso de Direito Direito Administrativo II Prof. Srgio Timo Alves

Exterioriza-se o domnio pblico em poderes de soberania (domnio eminente) e em direitos de propriedade (domnio patrimonial). Bens do domnio pblico do domnio privado do Estado. Alguns autores vo falar em bens do domnio pblico (bens de uso comum e especial) e domnio privado do Estado (bens dominicais). tambm em bens do patrimnio indisponvel (de uso comum e de uso especial) e bens do patrimnio disponvel (dominiais). O domnio pblico, como direito de propriedade, exercido sobre os bens pertencentes a entidades pblicas e, como poder de soberania interna, alcana tanto os bens pblicos como as coisas particulares de interesse coletivo. Bens do domnio pblico e do domnio privado do Estado. Domnio pblico: uso comum e uso especial (regime de direito pblico). Domnio privado: dominicais (regime jurdico hbrido). Natureza jurdica dos bens do domnio pblico: propriedade pblica. Direito de propriedade regido pelo direito pblico. Coisas extra commercium enquanto afetadas. Bens do domnio privado regime jurdico hibrido. Direito privado no silencio da lei. Bens pblicos Unio, estados, distrito federal, municpios, autarquias e fundaes. Os bens dessas entidades so todos eles pblicos. Os bens das pessoas de direito privado integrantes da AP ora se submetem ao regime pblico (mais restritivo quanto ao uso, fruio e disponibilidade) ora ao regime privado. Artigo 98 CC. Divergncias. Adota-se critrio subjetivista (teoria da propriedade pblica. Bens pblicos so de titularidade de uma pessoa integrante da Administrao Pblica). Melhor usar-se critrio funcional (da afetao). Por esta ltima, os bens, mesmo privados, quando afetados a uma atividade pblica, ficam submetidos ao mesmo regime dos bens de propried