3ed. revista eu e eu realidade rasta

Download 3ed. Revista EU e EU Realidade Rasta

Post on 21-Dec-2015

9 views

Category:

Documents

2 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

3ed. Revista EU e EU Realidade Rasta

TRANSCRIPT

  • Porto Alegre, Maio e Junho, 2005 3 ed

    EEuu&&EEuu

    RReeaalliiddaaddee RRaassttaa

    Apresenta:

    Projeto Volta s Razes

  • 2

    EEddiittoorriiaall

    Saudaes em Nome de Sua Majestade Imperial Haile Selassie I, Rei Saudaes em Nome de Sua Majestade Imperial Haile Selassie I, Rei Saudaes em Nome de Sua Majestade Imperial Haile Selassie I, Rei Saudaes em Nome de Sua Majestade Imperial Haile Selassie I, Rei dos Reis, Senhor dos Senhores, Leo Conquistador da Tribo de Jud, dos Reis, Senhor dos Senhores, Leo Conquistador da Tribo de Jud, dos Reis, Senhor dos Senhores, Leo Conquistador da Tribo de Jud, dos Reis, Senhor dos Senhores, Leo Conquistador da Tribo de Jud,

    Eleito de Deus e Luz do Mundo!Eleito de Deus e Luz do Mundo!Eleito de Deus e Luz do Mundo!Eleito de Deus e Luz do Mundo!

    com com com com grande alegria grande alegria grande alegria grande alegria eeee a a a ammmmor or or or quequequeque traze traze traze trazemmmmos a tos a tos a tos a terceira erceira erceira erceira edioedioedioedio do do do do EuEuEuEu&E&E&E&Euuuu RRRRealidade ealidade ealidade ealidade Rasta. Agradecemos a JAHRasta. Agradecemos a JAHRasta. Agradecemos a JAHRasta. Agradecemos a JAH RASTAFARIRASTAFARIRASTAFARIRASTAFARI pela pela pela pela beno ebeno ebeno ebeno e inspiraoinspiraoinspiraoinspirao para para para para espalharmosespalharmosespalharmosespalharmos pelo mundopelo mundopelo mundopelo mundo sua palavra sua palavra sua palavra sua palavra eeee seu amor. seu amor. seu amor. seu amor.

    Nesta Nesta Nesta Nesta edioedioedioedio, vamos , vamos , vamos , vamos ffffalar alar alar alar umumumum pouco sobre o Dia da Li pouco sobre o Dia da Li pouco sobre o Dia da Li pouco sobre o Dia da Libbbbertaertaertaertaoooo Africana Africana Africana Africana eeee so so so sobbbbre a re a re a re a invasoinvasoinvasoinvaso italiana italiana italiana italiana na na na na Etipia. EstEtipia. EstEtipia. EstEtipia. Este foi ume foi ume foi ume foi um triste cap triste cap triste cap triste captulo tulo tulo tulo da histriada histriada histriada histria da da da da teteteterrrrrrrra de nossos paa de nossos paa de nossos paa de nossos paiiiis, us, us, us, ummmma brutal a brutal a brutal a brutal violncia contra nossos violncia contra nossos violncia contra nossos violncia contra nossos irmirmirmirmos. os. os. os. FFFFelizmente, o Leelizmente, o Leelizmente, o Leelizmente, o Leoooo de Jud de Jud de Jud de Jud qqqquebrou todas as correntes e uebrou todas as correntes e uebrou todas as correntes e uebrou todas as correntes e ddddeu a eu a eu a eu a vitriavitriavitriavitria para seu ama para seu ama para seu ama para seu amaddddo o o o povopovopovopovo....

    EEEE para comemorar esta vitpara comemorar esta vitpara comemorar esta vitpara comemorar esta vitria mais uma veria mais uma veria mais uma veria mais uma vezzzz, trazemos a boa , trazemos a boa , trazemos a boa , trazemos a boa notnotnotnotcia cia cia cia de que o obelisco de Axum, que foi de que o obelisco de Axum, que foi de que o obelisco de Axum, que foi de que o obelisco de Axum, que foi roubaroubaroubaroubaddddo pelos italianos o pelos italianos o pelos italianos o pelos italianos durantedurantedurantedurante a a a a invaso, estinvaso, estinvaso, estinvaso, est de de de de volta ao svolta ao svolta ao svolta ao seeeeu lu lu lu lugar, depois de 70 anos na Itlia.ugar, depois de 70 anos na Itlia.ugar, depois de 70 anos na Itlia.ugar, depois de 70 anos na Itlia.

    Ainda ternos nesta edioAinda ternos nesta edioAinda ternos nesta edioAinda ternos nesta edio o teste o teste o teste o testemunhomunhomunhomunho ddddo iro iro iro irmmmmo o o o RubemRubemRubemRubem, que vive , que vive , que vive , que vive em Sanem Sanem Sanem San Diego, Diego, Diego, Diego, nos E nos E nos E nos Estados stados stados stados UUUUnidos. nidos. nidos. nidos. O IrmoO IrmoO IrmoO Irmo nos conta c nos conta c nos conta c nos conta coma oma oma oma Rastafari Rastafari Rastafari Rastafari entrou na vida delentrou na vida delentrou na vida delentrou na vida deleeee eeee com com com comoooo ele est ele est ele est ele est vivendo vivendo vivendo vivendo hhhhoje, ajudanoje, ajudanoje, ajudanoje, ajudanddddo aos o aos o aos o aos necessitados e levando a panecessitados e levando a panecessitados e levando a panecessitados e levando a pallllavra de avra de avra de avra de JAH RASTAFARI JAH RASTAFARI JAH RASTAFARI JAH RASTAFARI a ta ta ta tooooddddosososos os os os os quequequeque necessitam. necessitam. necessitam. necessitam.

    Abrindo essa edio, temos uma meditaoAbrindo essa edio, temos uma meditaoAbrindo essa edio, temos uma meditaoAbrindo essa edio, temos uma meditao do nosso amado profeta do nosso amado profeta do nosso amado profeta do nosso amado profeta Marcus Garvey sobre Marcus Garvey sobre Marcus Garvey sobre Marcus Garvey sobre nossa relao comnossa relao comnossa relao comnossa relao com JAH Todo Poderoso. JAH Todo Poderoso. JAH Todo Poderoso. JAH Todo Poderoso.

    ManManManManddddananananddddo oceanos o oceanos o oceanos o oceanos de de de de amor e amor e amor e amor e lulululuz z z z ppppara todos, noara todos, noara todos, noara todos, nossss eeeencontramos na ncontramos na ncontramos na ncontramos na prprprprximaximaximaxima edio. edio. edio. edio.

    SELASSIE I VIVE E REINA PARA SEMPRE!SELASSIE I VIVE E REINA PARA SEMPRE!SELASSIE I VIVE E REINA PARA SEMPRE!SELASSIE I VIVE E REINA PARA SEMPRE! Sista Nanda Sista Nanda Sista Nanda Sista Nanda

    Editora Editora Editora Editora Eu&Eu Realidade Rasta Eu&Eu Realidade Rasta Eu&Eu Realidade Rasta Eu&Eu Realidade Rasta

  • 3

    MMaarrccuuss GGaarrvveeyy VViiddaa ee LLiieess

    A vida a existncia dada ao Homem para ser vivida com

    algum objetivo, que ele viva para sua prpria satisfao e prazer. Sendo que ele no se esquea do Deus que o criou e que espera dele uma obedincia espiritual e uma conscincia das Leis morais que ele criou.

    Existe um Deus e ns acreditamos Nele. No uma

    pessoa, nem um ser fsico. Ele um esprito e Ele a inteligncia universal. Nunca neguem a existncia de Deus. Deus sendo a inteligncia universal criou o universo a partir dessa inteligncia. a inteligncia que cria. O homem faz parte da criao da inteligncia universal e foi criado imagem e semelhana de Deus, apenas por essa inteligncia. a inteligncia do homem que como Deus, mas a sua inteligncia apenas uma partcula unitria da inteligncia universal de Deus.

    Deus, a partir da sua inteligncia universal, fez a matria e fez a mente. Essa matria feita por Deus e o homem matria e tambm mente, portanto o homem deve ser imagem de Deus, pois nada pode existir sem Deus. Tal como Deus fez o universo com sua inteligncia universal ou conhecimento, tambm o homem, com a sua inteligncia unitria pode fazer mquinas de escrever, automveis ou cadeiras, mas no pode fazer o universo, pois a sua inteligncia unitria no tanta nem to grande quanto a inteligncia universal. Todas as inteligncias unitrias do universo compem Deus que o conjunto de toda a inteligncia, portanto, nenhum homem pode ser to grande quanto Deus, pois ele apenas uma unidade e Deus o todo.

    Nenhum homem pode, pois, medir ou questionar Deus, uma vez que ele no to inteligente quanto Deus e, conseqentemente, no pode compreend-lo. presunoso o questionamento de Deus pelo homem, a partir de sua inteligncia unitria.

  • 4

    O homem nunca morre. Nada morre. O homem feito de corpo e esprito. O esprito Deus. a inteligncia. O corpo do homem a matria. Este muda de matria viva no homem para outra matria no solo. sempre a mesma matria. No morre no sentido no qual ns entendemos a morte. Altera-se. Quando uma pessoa adormece e nos deixa, ela vai para a terra que perdura e donde iro ser formados outros homens e outras coisas. Toda a matria est relacionada, portanto, o homem est relacionado Terra e a Terra ao homem. Ns comemos a ns prprios vezes sem conta. Quando comemos a ma, a banana, o figo, a uva, quando bebemos a gua, estamo a comer-nos e a bebermo-nos eternamente. Isto significa que nada se perde e nada morre. Deste modo, no tenham medo da morte, pois aquilo a que designamos de morte apenas mudana e todos continuamos no universo, quer seja no esprito em Deus, para onde nossos espritos vo depois da mudana, ou como matria que perdura para sempre.

    Estamos relacionados com a flor, com a bonita rosa, com as rvores, com os peixes e com os outros animais, tal como estamos relacionados com Deus.

    Todos ns surgimos de Deus, que a inteligncia universal. No sejam mais covardes do que a rosa, a ma, o coco, a ovelha, o peixe ou a vaca que fazem aquilo que todos devem, aquilo a que chamamos de morte, morrer. Se forem chorar pela morte, ento a rosa devia chorar pela morte. Se chorarem, sero covardes. Morram como homens, pois no esto de todo perdidos, aqui ainda esto. Apenas choram porque so glutes, porque pensam que no vo ter mais nada para comer e beber, nem tempos alegres. Tal como se tm vindo a alimentar das coisas e de outros seres que vieram aqui perante vocs, tambm outro algum tem de se alimentar de vocs para que a criao seja verdadeira. Caso contrrio, Deus no seria justo para tudo e todos, e Deus justo e imparcial e no olha a pessoas ou coisas.

    Marcus Garvey Life and Lessons

    pgs. 221-222

  • 5

    2255 ddee MMaaiioo

    DDiiaa ddaa LLiibbeerrttaaoo AAffrriiccaannaa

    Em 15 de Abril de 1958 na cidade de Accra, em Gana, lderes africanos e ativistas polticos se reuniram na primeira Conferncia dos Estados Africanos Independentes. Compareceram representantes dos governos da Etipia, Gana, Libria, Lbia, Marrocos, Sudo, Tunsia, Repblica rabe Unida (que era a federao do Egito com