38 - eletricista - 30q - eletricista 30q.pdf · faurgs – alvorada – edital 15/2012 38 –...

Download 38 - Eletricista - 30q - Eletricista 30q.pdf · FAURGS – ALVORADA – Edital 15/2012 38 – Eletricista…

Post on 03-Dec-2018

214 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • FAURGS ALVORADA Edital 15/2012 38 Eletricista

    Pg. 1

  • FAURGS ALVORADA Edital 15/2012 38 Eletricista

    Pg. 2

  • FAURGS ALVORADA Edital 15/2012 38 Eletricista

    Pg. 3

    Instruo: As questes 01 a 11 referem-se ao texto abaixo.

    Diz a Wikipedia, uma enciclopdia da internet, que h muitas explicaes para o 1 de abril ser conside-rado o Dia da Mentira. A mais aceita delas diz que a origem vem da Frana. Desde o comeo do sculo 16, o Ano Novo era fes-tejado no dia 25 de maro, data que marcava a che-gada da primavera na Europa. As festas duravam uma semana e terminavam no dia 1 de abril. Em 1564, depois da adoo do calendrio gregori-ano, o rei da Frana determinou que a data do Ano Novo seria mudada e passaria ___ ser comemorada no dia 1 de janeiro. Alguns franceses inconformados, no entanto, resistiram ___ mudana e continuaram ___ seguir o calendrio antigo, pelo qual o ano, para eles, iniciava ___ partir do dia 1 de abril. Nessa data, franceses com senso de humor, passa-ram ento a ridiculariz-los, a enviar presentes esqui-sitos e convites para festas que no existiam. E eles, os que queriam que valesse a outra velha data, foram chamados de tolos e viraram motivo de chacota no pas todo. Aqui no Estado, h uma tradio de brincadeiras de Dia dos Bobos, mentiras e trotes nem sempre inocentes: pessoas que teriam morrido, adultrios que seriam descobertos No Alegrete, certa feita, um bando de gozadores velou um morto, com aviso at na rdio, e o morto simplesmente se levantou do caixo no meio do velrio, causando um bochincho brbaro. No Alegrete do meu tempo, no dia 1 de abril, a gente era criana e acordava os irmos com golpes de travesseiro e toalhas, atirando neles, s vezes, chine-los. Os irmos mais velhos pisavam nos ps da gente e davam cutucadas dizendo sempre 1 de abril!!!. Todas as crianas se esforavam para contar uma boa mentira, na qual os adultos acreditassem, para poder dizer tambm: 1 de abril!!!. Aqui em Porto Alegre, quando cheguei, em 1954, ainda se gozava muito o prximo. Preciso conferir para saber se as pessoas fa-zem isso assim ainda hoje nesta cidade.

    Adaptado de: FAGUNDES, Antonio Augusto. Zero Hora, 31/3/12, p.6.

    01. No que se refere ao uso ou no de crase, assinale a alternativa que preenche correta e respectivamente as lacunas das linhas 11, 13, 14 e 15.

    (A) a a (B) a (C) a a a (D) a (E) a a a

    02. A palavra delas, que ocorre em A mais aceita delas (linha 03), corresponde a

    (A) datas. (B) explicaes. (C) festas. (D) brincadeiras. (E) mentiras.

    03. A expresso inconformados (linha 12), mantendo o sentido com que usada no texto, pode ser substi-tuda por (A) descontentes. (B) incontestes. (C) destratados. (D) resignados. (E) resolvidos.

    04. No trecho Nessa data, franceses com senso de humor, passaram ento a ridiculariz-los (linhas 16 a 17), correto afirmar que -los retoma (A) alguns franceses inconformados.

    (B) os franceses que convidavam para festas que no existiam.

    (C) os franceses que tinham senso de humor.

    (D) os imigrantes gregorianos na Frana do sculo 16. (E) os camponeses que viviam em Paris no sculo 16.

    05. No trecho E eles, os que queriam que valesse a outra velha data (linhas 18 a 19), a que corres-ponde a expresso a outra velha data? (A) Ao antigo calendrio gregoriano. (B) Ao antigo dia do Natal. (C) Ao dia 1 de abril como 1 dia do ano. (D) Ao Ano Novo em 25 de abril. (E) Ao Dia dos Bobos de 1954.

    06. A palavra chacota, tal como ocorre no trecho viraram motivo de chacota no pas todo (linhas 20 a 21), pode ser substituda, sem prejuzo do sentido e da grafia correta, por

    (A) trossa. (B) zombaria. (C) deboxe. (D) xiste. (E) pilria.

    01. 02. 03. 04. 05. 06. 07. 08. 09. 10. 11. 12. 13. 14. 15. 16. 17. 18. 19. 20. 21. 22. 23. 24. 25. 26. 27. 28. 29. 30. 31. 32. 33. 34. 35. 36. 37. 38. 39. 40.

  • FAURGS ALVORADA Edital 15/2012 38 Eletricista

    Pg. 4

    07. A expresso bochincho (linha 28), tal como est utili-zada no texto, significa

    (A) fingimento. (B) desastre. (C) confuso. (D) regulamento. (E) displicncia.

    08. Sobre o uso das palavras no texto so feitas as seguintes afirmaes.

    I - A palavra Estado (linha 22) est escrita com inicial

    maiscula, pois corresponde a um nome de pas. II - A palavra morto (linha 26) est entre aspas, pois

    seu sentido corresponde a uma ironia, com senti-do diferente ao do sentido literal da palavra.

    III - As expresses Dia dos Bobos (linha 23), Dia da Mentira (linha 03) e Ano Novo (linhas 05 e 10-11) esto com iniciais maisculas, pois correspondem a datas comemoradas na tradio cultural, valendo como nomes prprios.

    Quais esto corretas?

    (A) Apenas I. (B) Apenas II. (C) Apenas III. (D) Apenas I e III. (E) Apenas II e III.

    09. Assinale com V (verdadeiro) ou F (falso) as afirmaes abaixo que so abordadas no contedo do texto.

    ( ) O texto relata como surgiu a tradio, no Alegrete,

    de se fazer brincadeiras com adultos e crianas no dia 1 de abril.

    ( ) O texto relata como o autor e seus irmos costu-mavam fazer brincadeiras de 1 de abril quando eram crianas no Alegrete.

    ( ) O texto relata uma antiga tradio de velrios franceses do dia 1 de abril no Alegrete.

    ( ) O texto relata a origem francesa das brincadeiras do dia 1 de abril e conta como eram algumas brincadeiras no Alegrete.

    ( ) O texto relata que em 1954 as crianas faziam vrios tipos de brincadeiras de 1 de abril em Porto Alegre.

    A sequncia correta de preenchimento dos parnteses, de cima para baixo,

    (A) F F F F F (B) F F V V V (C) F V F V F (D) V V F F V (E) V F F F F

    10. Considere o trecho abaixo, retirado do texto (linhas 30 a 37).

    No Alegrete do meu tempo, no dia 1 de abril, a gente era criana e acordava os irmos com golpes de travesseiro e toalhas, atirando neles, s vezes, chinelos. Os irmos mais velhos pisavam nos ps da gente e davam cutucadas dizendo sempre 1 de abril!!!. Todas as crianas se esforavam para contar uma boa mentira, na qual os adultos acreditassem, para poder dizer tambm: 1 de abril!!!.

    A respeito do trecho citado, avalie as afirmaes abaixo.

    I - Neste trecho, h 11 verbos.

    II - Neste trecho, todos os verbos esto no passado. III - Neste trecho, h apenas um pronome possessivo.

    Quais esto corretas?

    (A) Apenas I. (B) Apenas II. (C) Apenas III. (D) Apenas I e III. (E) Apenas II e III.

    11. Considere o seguinte trecho do texto (linhas 37 a 40).

    Aqui em Porto Alegre, quando cheguei, em 1954, ainda se gozava muito o prximo. Preciso conferir para saber se as pessoas fazem isso assim ainda hoje nesta cidade.

    Se o sujeito de chegar e precisar fosse eu e meus irmos, quantas outras palavras no trecho, alm desses dois verbos, teriam de ser alteradas?

    (A) Uma. (B) Duas. (C) Trs. (D) Quatro. (E) Nenhuma.

  • FAURGS ALVORADA Edital 15/2012 38 Eletricista

    Pg. 5

    12. Observe as seguintes frases.

    I - Eu deixei a ordem de servio embaixo do caixote. II - Eu no sei a razo para ele deixar o livro encima

    da mesa. III - Porque ele estava to estafado?

    IV - importante a pessoa saber se houveram proble-mas ou no.

    Quais esto escritas corretamente?

    (A) Apenas I. (B) Apenas II. (C) Apenas III. (D) Apenas IV. (E) Apenas I, III e IV.

    13. Observe o uso de vrgulas nas frases a seguir.

    I - Pedro e Mariana, gostaram do jeito que, semana passada, eu fiz o almoo.

    II - Pedro e Mariana gostaram do jeito que, semana passada, eu fiz o almoo.

    III - Semana passada, Pedro e Mariana, gostaram do jeito que eu fiz o almoo.

    Quais esto pontuadas corretamente?

    (A) Apenas I. (B) Apenas II. (C) Apenas III. (D) Apenas I e II (E) Apenas II e III.

    14. A alternativa que contm os plurais corretos para as palavras limo, chapu e cidado

    (A) limos chapis cidades (B) limes - chapis cidados (C) limes chapus cidados (D) limes chapus cidades (E) limes chapus cidados

    15. Numere a segunda coluna de acordo com a primeira de modo que as palavras de cada conjunto tenham o mesmo nmero de slabas.

    (1) camisa eleva chinelo (2) boca sabe rolo

    (3) desdentado elegante cabeludo

    ( ) palavras com quatro slabas.

    ( ) palavras com duas slabas. ( ) palavras com trs slabas.

    A sequncia correta de preenchimento dos parnteses, de cima para baixo,

    (A) 1 2 3. (B) 1 3 2. (C) 2 1 3. (D) 3 1 2. (E) 3 2 1.

    16. Considere as assertivas abaixo, luz da Lei Orgnica do Municpio de Alvorada.

    I - O Municpio de Alvorada organiza-se de forma

    autnoma e se rege por sua Lei Orgnica e outras leis que adotar, respeitados os princpios estabelecidos nas Constituies Federal e Estadual.

    II - So poderes do Municpio, independentes, o Legislativo e o Executivo.

    III - Dentre outros que sejam estabelecidos em lei, so smbolos do Municpio de Alvorada a bandeira e o braso.

    Quais esto corretas?

    (A) Apenas I. (B) Apenas II. (C) Apenas I e II. (D) Apenas II e III. (E) I, II e III.

    17. luz da Lei Orgnica do Municpio de Alvorada, o Poder Legislativo exercido

    (A) pela Cmara Municipal.

    (B) pelo Prefeito Municipal. (C) pelos secretrios legislativos.

    (D) pelo Procurador-Geral do Municpio.

    (E) pelos assessores especializados em leis do Muni-cpio.

  • FAURGS ALVORADA Edital 15/2012 38 Eletricista

    Pg. 6

    18. A Lei Orgnica do Municpio pode ser emendada mediante proposta

    I - de Vereadores.

    II - do Prefeito. III - dos eleitores do Municpio.

    Quais esto corretas?

    (A) Apenas I. (B) Apenas II. (C) Apenas I e II. (D)