3-guias alimentares-conceitos e normas para elaboracao

Download 3-Guias Alimentares-conceitos e Normas Para Elaboracao

Post on 16-Jul-2015

204 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Guias Alimentares: conceitos e norma de elaborao

IntroduoSeleo e consumo dos alimentos de uma famlia conhecimento disponibilidade mdia influncia de correntes ou modismos mudanas sociais e demogrficas costumes cultura

acesso econmico

Professora M.Sc. Mariele C. Pansani

Conjunto determina as prticas alimentares

INDUSTRIALIZAO

ALIMENTAO SAUDVEL!O qu anda acontecendo com ela?

REFLEXO

+MODERNIZAO

PIORA DA SADE

DOENAS CRNICAS NO TRANSMISSVEIS (DCNT) principal causa de morte no Brasil e no mundo:aDoena

PRINCIPAIS MUDANAS NO PADRO ALIMENTAR Gorduras Aucares, refrigerantes, lcool Pastelarias Cereais (milho, aveia) feijo,razes, tubrculos Frutas, verduras e legumes

cardiovascular

aDiabetes aHipertenso

arterial aDislipidemias aObesidade

FONTE:INCOR Fonte: CVE-Diviso de DCNT CVE-

FONTE:INCOR Fonte: CVE-Diviso de DCNT CVE-

1

PENSANDO NESTES PROBLEMAS .....

Os pesquisadores da rea de sade e nutrio elaboraram os...

Fonte:INCOR

IntroduoO avano na cincia da alimentao e nutrio tem se tornado constante nos ltimos anos, e estes estudos geram resultados que devem ser utilizados para a melhoria da qualidade de vida da populao(WELSH et al. 1992)

Alimentao Saudvel Planejada com todos os tipos de alimentos Procedncia conhecida Preferncia naturais Preserve o valor nutritivo Aspectos sensoriais Qualitativa e quantitativamente adequados Hbito alimentar Necessidades nutricionais, emocionais e sociais Promoo qualidade de vida saudvel

Comportamento AlimentarComportamento Alimentar

Formas de convvio com o alimento Constitui-se em um conjunto de aes realizadas com

Guias Alimentares

relao ao alimento, que tem incio com o momento da deciso, disponibilidade, modo de preparo, utenslios, horrios e diviso da alimentao em refeies do dia, encerrando o processo com o alimento sendo ingeridoPhillippi, 1999

Hbito Alimentar

2

Hbitos AlimentaresPreferncias alimentares que fazem parte da cultura de um povo. So estabelecidos na infncia e tornam-se comuns no decorrer da vida.Phillippi, 1992

Definio

Instrumentos educativos, com mensagens prticas, que facilitam a seleo e consumo de alimentos saudveis por populaes, elaboradas cientficos com base em conhecimentos sobre necessidades(OMS 1998)

nutricionais e composio de alimentos

Philippi ST. Hbitos alimentares. Bol Tcnico, 1992; (1): 1-6.

Guias AlimentaresDados cientficos ------------Guias Alimentares

Guias Alimentares Populaes acometidas por enfermidades multifatoriais, as quais a nutrio tem estreita relao, h necessidade de desenvolver manuais especficos para cada patologia; Relao entre caractersticas qualitativas e quantitativas da dieta e ocorrncia de enfermidades crnicodegenerativas; Processo diferente populaes sadias. do que o desenvolvido para

So instrumentos de educao alimentar populao sadia, onde tem como objetivo sadia, principal, traduzir dados cientficos para ser acessvel a compreenso da populao, atendendo assim as recomendaes dirias dos nutrientes a fim de obter uma dieta equilibrada. equilibrada

DRIs

Representao Grfica Guia Alimentar

Elaborao dos Guias AlimentaresEtapas para elaborao dos Guias Alimentares1. CARACTERIZAO DO GRUPO ALVO 2. DEFINIO DOS OBJETIVOS 3. ELABORAO DE NORMAS TCNICAS 4. SELEO E PROVA DAS NORMAS TCNICAS 5. ELABORAO GUIAS ALIMENTARES 6. VALIDAO E PROVA 7. CORREO E AJUSTE 8. IMPLANTAO 9. AVALIAO Fonte OMS (1998)

Materiais Educativos para populao

Rotulagem de alimentos

3

1. CARACTERIZAO DO GRUPO ALVO Fazer um diagnstico da situao de sade e nutrio da populao considerando o acesso aos alimentos, as prticas alimentares e as caractersticas scio-culturais; Grupo alvo por definio uma populao sadia de determinada idade e sexo; O produto final desta fase um documento descritivo que inclui os fatores de risco e problemas associados a dieta do grupo alvo.

2. DEFINIO DOS OBJETIVOS

Visar prevenir e reduzir riscos e problemas prioritrios detectados na etapa anterior e divulgar dietas e estilos de vida saudveis;

3. ELABORAO DE NORMAS TCNICAS Especialistas da rea de nutrio - converter metas nutricionais em tipos e quantidades de alimentos que a populao deve consumir para cumprir as recomendaes nutricionais; Contedo de nutrientes dos alimentos, definir os grupos de alimentos, o perfil nutricional de cada grupo, o tamanho e nmero de pores que assegure a ingesto adequada em quantidade e variedade de alimentos; Documento tcnico que resume as metas nutricionais, as recomendaes nutricionais e outras sugestes para prevenir os problemas detectados e promover dietas e estilos de vida saudveis;

4. SELEO E PROVA DAS NORMAS TCNICAS Testes realizados em campo (pequena escala), para avaliar o comportamento e as dificuldades dos indivduos em alcanar e compreender as recomendaes nutricionais, alm de identificar qual a linguagem apropriada e motivaes para a elaborao dos Guias Alimentares;

6. VALIDAO E PROVA 5. ELABORAO GUIAS ALIMENTARES Testes de provas em campo com pessoas que Mensagens claras e objetivas entre 6 a 8 itens de informaes; cone ou representao grfica, sendo esta de grande auxlio para populaes com alto ndice de analfabetismo, considerando todos os resultados da fase anterior; representem a populao alvo, com o propsito de conhecer fases: 1a somente as mensagens; 2a somente o desenho grfico; 3a ambos, mensagem e representao grfica, com importante apoio da sociologia e antropologia; se os guias so compreensveis, aceitveis e persuasivos. Para a validao em 3

4

7. CORREO E AJUSTE Baseados nos resultados da fase de validao (reviso e ajuste tcnico);

Histrico dos Guias Alimentares Americanos 1916Caroline Hunt Recomendaes dieta saudvel

1940s

1992

8. IMPLANTAO Reproduzir e divulgar atravs do setor pblico e privado de acordo com uma estratgia de comunicao previamente definida.1970s

9. AVALIAO Peridica, implantao, impacto sobre o estilo de vida da populao alvo, os objetivos esto sendo alcanados.1950s-1960s

2005

Conferncia Internacional de Nutrio, Nutrio, realizada em Roma em 1992...Estimular a elaborao de guias alimentares para diferentes grupos etrios Cada pas deve planejar aes de acordo com sua cultura e com os problemas de sade relacionados alimentao

Guias alimentares oficiais de diferentes pases...Diversos formatos Diferentes nmeros de grupos alimentares e de pores Mesmo objetivo: objetivo:Transformar o conhecimento cientfico de nutrio em conceitos bsicos para que grande parcela da populao seja orientada quanto forma de se alimentar adequadamente

Histrico dos Guias AlimentaresRoda de Alimentos Pirmide Alimentar (USDA 1991) Hoje: Hoje: cada pas representao grfica possui sua

Roda de Alimentos 3 quadrantes1 quadrante Energticos (carboidratos e Lipdios); 2 quadrante Construtores (protenas); 3 quadrante Reguladores (minerais e vitaminas)

5

ALIMENTOS CONSTRUTORES Formao dos tecidos orgnicos constroem nosso corpo Protenas e clcio

RODA DOS ALIMENTOS4

Fcil de manipular, Idia qualitativa, No d noes quantitativa, No representava a moderao e a proporcionalidade No d idia da presena de outro nutriente

ALIMENTOS ENERGTICOS Fornecem energia para as atividades Carboidratos e gorduras

4

4

ALIMENTOS REGULADORES Regulam as funes normais do metabolismo orgnico Vitaminas, minerais e fibras

4

4

NOVA RODA DOS ALIMENTOSAo contrrio das pirmides alimentares, o crculo no hierarquiza os alimentos, mas atribui-lhes igual atribuiimportncia A nova Roda dos Alimentos proposta, composta por 7 grupos de alimentos de diferentes dimenses Cada grupo indica a proporo de peso com que cada um deles deve estar presente na alimentao diria

--1992-Food Guide Pyramid

--2005---2005-MyPyramid

6

--Jun 2011---Jun 2011-MyPlate

Harvard Healthy Eating Plate

Pirmide BrasileiraPirmide alimentar adaptada

PIRMIDE BRASILEIRA 2006

Leite, queijos, iogurte

Verduras e legumes

PHILIPPI et al. (1999)

Arroz, po, massa, batata

7

Modelos de Guias Alimentares em diferentes pases

"Panela" dos alimentos da Guatemala

Fonte Comisin Nacional de Guias Alimentarias (1998)

Pirmide alimentar do Chile

ArcoArco-ris dos alimentos do Canad

Fonte Ministerio de Salud de Chile (1997)

8

Guia Alimentar Portugus

www.santecanada.gc.ca/guidealimentaire

Referncias BibliogrficasThe Food Guide Pyramid. United States Department of Agriculture andCenter for Nutrition Policy and Promotion. Washington, DC: Home and Garden Bull 1992; 252. [cited 2003/08/30]. Available from: http://www.usda.gov/fcs/cnpp.htm Monte CMG , S MLB. Guias alimentares para crianas de 6-23 meses no nordeste do Brasil: Da teoria prtica. [on line] [24 telas]. Disponvel em [20/03/2001]. Mron C e Caldern T. La elaboracin de guias alimatarias basadas en alimentos en paises de Amrica Latina. Alim Nutr Agric 1999; 24:19-28. Organizao Mundial da Sade. Preparacin y uso de directrices nutricionales basadas en los alimentos. Ginebra; 1998. (OMS - Serie de Informes Tcnicos, 880). Parks SC, Schwartz NE. Presidents page: National Nutrition Month - Focus on healthy eating and fitness. J Am Diet Assoc, 1994; 94:329-40. Pea M e Molina V. Guias Alimentarias Y Promocin de la Salud en Amrica Latina. Organizacin Panamericana de La Salud Instituto de Nutricin de Centroamrica y Panam (INCAP), 1998. Philippi ST. Hbitos alimentares. Bol Tcnico, 1992; (1): 1-6.

Referncias BibliogrficasMinisterio de Salud de Chile. Guias alimentarias para la poblacin chilena. Instituto Na